História Metchicas-Winx - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Winx Club
Tags Colegial, Harry Styles, Hot, Luta, Magica, Winx
Visualizações 7
Palavras 1.482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Esporte, Festa, Ficção Adolescente, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Más noticias


Fanfic / Fanfiction Metchicas-Winx - Capítulo 4 - Más noticias

Amanda p.o.v.

              Meu medo da Julia so aumentava a cada vez que um membro do grupo conseguia a transformação enxantix. Estavamos indo a sala da diretora Faragonda para que ela nos informasse sobre a proxima missão do grupo metchicas.

             -A proxima missão do grupo será no planeta Melody. Lá a primeira guardiã, a dos poderes musicais se encontra. Vocês a encontrarão  daqui a dois dias na caverna musical onde a pérola da melodia aparecerá em cima do piano de cristal. Com está pérola vocês poderão invoca-lá. Vou contar uma historia. Existem seis guardiões,cada um com uma pérola. Elas são capaz de invoca-los, alem de guardar os poderes do arquivo magico de cada planeta respectivo ao guadião. Falou Faragoda fazendo esta enorme explicação sobre a nossa salvação.

            -Então teremos que achar e capturar as 6 pérolas? Perguntou Clara.

            -Vocês terão de conseguir  as pedras da harmonia , melodia , cidreira e a tecnica. As pedras da luz e das ondas já estão na terra na caixa de ágado. Essa perola aparece a cada duas e vocês terão que conseguir de primeira pois não sei se temos todo esse tempo. Explicou novamente  Faragonda.

             -Precisaremos destas pedras para abrir o portal para o supremos arquivo magico e o grupo receber poderes mais fortes para enfrentar a tal feiticeira de roupão florido.

              -Eu , Carol e Bruna vamos a terra pegar a caixa. O resto deve ir ao planeta Melody terra natal da clara para achar e conquistar a pedra da melodia. Falei tentando separar o maximo possivel Julia e Bruna.

              -Se já esta tudo resolvido, lhes desejo boa sorte. A diretora disse fazendo sinal para que saíssemos da sala dela.

            Julia p.o.v.

             A Amanda separou nos duas desta vez mais ainda vou dar na cara daquela reacalcada, piranha, mal comida, puta e desgraçada da Bruna.

             -AÍ! Olha por onde anda. Se enxerga garoto. Disse de modo agressiva para um garoto que havia esbarrado em min. Era o tal do Gaybriel Falcon

             -A culpa não é minha se você é que não olha por onde anda. Disse ele na maior ousadia. Continuamos discutindo e conforme ia acontecendo nos iamos nos aproximamos até nos beijarmos

          -Aqui não é o lugar certo para isso vamos ao dormitorio. Ele me disse susurrando no ouvido.

          -Aham. Respondi apenas o acompanhando. No quarto dele ele abriu guarda roup e tirou uma camisinha. Percebi que ele tambem tinha segundas intenções.

           Nos iamos nos beijando e tirando a roupa. Ele me beijava pelo corpo inteiro. Ele tinha um pau assustadoramente grande , devia ter uns 30 centímetros. Fiz um rapido boquete e já fomos logo para a penetração. A Bruna me chamou de mal comida e eu devia ser mesmo porque nunca havia tido tantos orgasmos de uma vez só.

           O dia amanheceu e eu sai do dormitorio dele sem acordar niguem. Quando cheguei no quarto liguei para Laura uma amiga fiel de Domino e contei como foi a noite. Ela dava para quse todos os meninos que ela conhecia, ela não tinha muito criterio mas ela fazia o que queria com seu corpo e todo mundo devia ser assim e não julgar os outros. Eu passei o dia dormindo porque no outro partiriamos a melody.

          Clara p.o.v.

            -Eu , Tchico , Julia e Arthur fomos para Melody por meio de um teletransportador de Faragonda. Quando chegamos, meu crush de infância Bruno estava lá. Ele nem sabe que é meu crush até hoje. Acho que ele não percebeu porque eramos amigos inseparaveis e ele devia achar que era apenas isto.

           -BRUNO!!!! Gritei e fui correndo abraçar ele.

            -Oi. Disse ele com voz de desanimação. Puxei ele para um canto

           -Porque esta me tratando deste jeito? Perguntei com voz de tristeza.

          -No dia em que você foi embora eu jurei para min mesmo que nunca mais sofreria por não ter seu amor do jeito que eu queria. Disse ele me contando que sentia algo a mais por min.

         -Mas eu é quem gostava de você mas você me tratava apenas como amiga. Disse  me declarando. 

         -Então não vou perder tempo. Disse ele me beijando. Confesso que beijei de Volta. Nos demos as mãos e fomos andando. Me despedi dele no quiosque e voltei aonde o grupo estava para continuarmos a caminhada para a caverna sonora onde fica o piano de cristal. Entramos em uma floresta que daria lá na caverna.

            Entramos na caverna e já de inicio já demos de cara com uma bifurcação de tuneis. Eu e Arthur fomos por um tunel, Tchico e Julia foram pelo outro.

            Enquanto iamos andando pelo tunel eu e Arthur conversavamos sobre oque estava acontecendo com Julia e como ela estava ficando descontrolada. No final do nosso tunel estava o piano e uma incrivel melodia soava enquanto a pérola brilhava. Puxei a pérola e uma incrivel onda sonora estava formando uma especie gigante de guardião

            -Arthur vamos nos transformar e detonar o monstro. Gritei alertando o meu parceiro do que deviamos fazer.

            -Não podemos,se fizermos isto a caverna vai a baixo. Disse Arthur me contradizendo. Saímos correndo da caverna com a pérola na mão. Lá fora Tchico e Julia estavam a nossa espera.

             -Vamos pessoal , CHARMIX MAGICO!  Disse Julia invocando a transformação. Eu e Arthur nos tranformamos também.

             -ENXANTIX. Gritou Tchico invocando sua propria transformação. O monstro guardião estava indo em direção ao quiosque onde estava Bruno e seus amigos. O guardião incêndiou o local com chama magica, por isto não poderia ser apagada por agua comum mais sim algo que pudesse acabar com encantamentos. Corri e entrei em meio as chamas voando e retirei Bruno de lá. Mesmo voando me queimei muito.

                Do nada minhas queimaduras pararam de doer e eu começei a dançar e trocar de roupa conforme uma musica ia tocando no fundo. Me senti sem ferimentos e bem mais forte, eu havia conseguido o enxantix.

              -Pó magico gritei usando meus novos poderes e jogando pósobre a chama para acabar com o encantamento que reinava sobre o quiosque.

             -Parabens! Todos me diziam pois eu havia acabado de ficar mais forte do que nunca.

              -Temos que voltar a Alfea com esta pedra. Eu disse enquanto todos nos aproveitavamos para nos destransformar.

               Ligamos a Faragonda que apos me parabenizar nos teletransportou devolta ao nosso dormitorio. Ao chegar em Alfea novamente percebemos que as meninas ainda não haviam chegado e provavelmente estavam na Terra procurando a caixa.

      Julia p.o.v.

                 Fui ate o quarto do Gaybriel para ver se ele estava lá queria mais um pouca daquela gande satisfação maravilhosa que só o Gaybriel sabe fazer. Para minha sore ele estava sozinho em seu dormitorio. Ele abre a porta e começamos a nos beijar mesmo sem dar oi. Eu tirei a blusa dele e quando ele ia tentar fazer o melhor para min

              -Não, dessa vez  eu te satisfaço. Eu disse de forma que o provocasse. Ele da um sorriso malicioso e continuamos a nos beijar. Eu tiro a calça dele e começo a massagear o seu membro mesmo em cima da sua cueca. Começei a fazer um boquete. Ele segura meu cabelo e me ajuda a fazer uma garganta profunda

             -Shhh ahhhhhh. Ele gemia e puxava a saliva de praze. Ele me ajuda a levantar e nos beijamos. Ele me fez um sexo oral maravilhoso. Depois da penetração cada um virou para um lado e dormiu.

            Novamente levantei silenciosamente e saí de fininho para voltar ao dormitorio. Depois pecebi que estava me apaixonando não só pelo sexo mas por tudo dele mesmo trocando poucas palavras.

           Arthur p.o.v.

           Eu, Tchico e Clara lá estavamos andando e conversando no patio de Alfea quando uma menina toda machucada e sangrando apareceu cambaleando.

            -Ajuda, socorro! Disse a menina se esforçando para falar e caiu. Fui medir os batimentos cardiacos dela e por acaso ficava perto de seu seio esquedo, mas no mesmo momento a Isa, princesa de Andros estava passando e me viu fazer isto e por algum motivo que eu não sabia saiu correndo aparentemente muito triste com alguma coisa que eu tambem não sabia.

           -Vai atras dela , eu e Tchico levamos a garota a enfermaria. Disse Clara me alertando e Tchico fazendo um sorriso malicioso. Confesso que eu queria mais um pouco que amizade com a Isabella por isso corri atras dela.

             -O que aconteceu? Perguntei na maior ingênuidade.

             -O que aconteceu o caralho você tava tocando no seio daquela garota! Disse a princesa com voz agressiva.

            -E no que isso faz diferença pra você? Perguntei mesmo já sabendo a resposta da garota.

           -Você não é burro sabe o que eu sinto por você. Disse ela ainda chorando.

           -Eu sei o que você sente e sinto o mesmo por você mas achei que nunca teria chance. Disse com ar de somos diferentes. Ela me beijou.

          -Você nem tentou, foi meio pamonha, mas gosto de você assim desse jeito. Ela me deu a mão e voltamos ao patio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...