História Metrô - (Kim Taehyung) - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - A balada


Fanfic / Fanfiction Metrô - (Kim Taehyung) - Capítulo 3 - A balada

Esperei meu irmão dormir, que por sinal não demorou muito, fechei a porta de um pequeno corredor, que dá acesso aos quartos e ao banheiro de minha casa, preparei algo para comer e me sentei no sofá da sala, ligando a tv, que passava um filme qualquer, peguei meu celular e liguei para Jade. 

- Oi S/n, quanto tempo. - disse ela assim que atendeu o telefone. 

- Oi amiga, estou com saudades. - sorri sem perceber. - Queria saber de você vai fazer algo neste fim de senama. 

- Não, por que? 

- Quer ir a uma balada comigo? - escutei uma risada soprada da parte dela.

- Quem é você? E o que fez com a S/n? - eu nunca saia de casa, então a mesma ficou surpresa.

- A sei lá, apenas me deu vontade de sair. 

- Tudo bem, nós vamos, sábado as 21:00, eu te busco em sua casa. - concordei e desliguei o telefone, e a tv, para ir dormir, já que amanhã eu terei um dia cheio de trabalho. 

Eu estava no auge de minha carreira, desde que me mudei para cá, muitas pessoas estão me contratando para tirar suas fotos, estou muito feliz com isso, divulgo meu trabalho no Instagram, o que se torna mais fácil de as pessoas verem. Jade, é uma garota que conheci quando estava no curso de fotografia, aqui na Coréia, ela me ajudou e me apoiou muito, e eu fiz o mesmo com ela. Jade é uma garota negra, com os cabelos crespos, uma verdadeira perfeição, Jade é linda, e sim ela é brasileira também, quando se mudou para cá, teve grandes dificuldades, pois as pessoas daqui a olhavam com olhos tortos e com desprezo, mas eu nunca deixei de apoiar ela, e com certeza, apoiar essa amiga foi a melhor coisa que eu fiz.

A semana passou rapidamente, Taehyung e eu nos encontramos no metrô, mas nada rolou a mais que isso. Já era sábado, estava me trocando, estava com um vestido vermelho colado, muito lindo por sinal, ganhei de Jade quando completei 20 anos, mas nunca usei, pois tinha muita vergonha. Quando terminei, fui avisar meu irmão, adentro seu quarto e vejo o mesmo de fones de ouvido e jogando vídeo game.

- Daniel? - retiro um de seus fones, fazendo o garoto olhar para mim. - Eu irei sair, e por favor, não traga estranhas para dormir aqui hoje, está bem? - Daniel apenas sorriu.

- Resolveu seguir meu conselho? - reviro meus olhos para o mesmo. 

- Não seje tão convencido assim. - Daniel soltou uma gargalhada. - Estou indo, tchau maninho. - dei um pequeno beijo em sua testa, e sai de seu quarto. 

- Aproveite maninha.

Jade estava me esperando em seu carro, parado em frente a minha casa, quando ela me viu, arregalou seus olhos.

- Já falei, mas irei repetir, quem é você? E o que fez com a S/n? - soltei uma gargalhada. - Você está linda amiga! 

- Obrigada! Você também está. - adentro seu carro, e partimos para a balada.

Jade foi dançar na pista, já eu, fiquei parada na pista, eu sou muito tímida, e tinha vários homens me olhando. 

- Jade, vou pegar bebida. - recebi apenas um polegar para cima de confirmação de Jade. (fazendo o joinha 👍)

Me sentei no banco do bar, talvez vir para essa balada não foi uma boa ideia, eu sou muito tímida, e não consigo me soltar tão facilmente. O bar man veio me atender. 

- O que a bela moça irá querer? 

- Uísque, por favor. - o moço sorriu, e foi buscar minha bebida.

Estava observando o movimento da balada, quando vejo uma pessoa se sentando em meu lado, olho para o lado, e vejo Taehyung sorrindo. 

- Oi S/n, fiquei esperando sua mensagem. - sorri, e ele também. 

- Oi Tae, me desculpe, minha senama foi corrida, eu não fiz por mal. 

- Tae? Gostei desse novo apelido. - sorri mais uma vez. - Não era para você estar na pista de dança, igual aos outros?

- Sim, era, mas digamos que eu tenha... - fui interrompida.

- Vergonha? - olho para ele surpresa. 

- Como sabe? 

- Digamos que eu sofra do mesmo problema. - sorri fechado, e olhei para baixo. - Já sei! - ele se levanta e fica em minha frente. 

- O que foi? - pergunto confusa, já que o mesmo estica sua mão. 

- Vamos? - sem pensar duas vezes, pego em sua mão, ele me levou até um canto não muito movimentado daquela balada. Sorri ao perceber que o mesmo colocou suas mãos em minha cintura, e as minhas mãos subiram até a sua nuca, começamos a dancar lentamente, nossos rostos estavam muito próximos, dava para escutar sua respiração.

- Não acha que estamos fora do ritmo? - pergunto sorrindo, o que fez ele sorrir também. 

- O mundo é muito acelerado, as pessoas são muito aceleradas também, vamos ficar no nosso ritmo. - olho nos olhos do garoto, e pude ver as galáxias em seu olhar, o mesmo desvia seu olhar do meu, e passa a encarar meus lábios, até que Tae me beija calmamente, ainda dando leves passos para um lado e para o outro, dançando ao som da música que estava a tocar, nossoas línguas brigavam por espaço, nos separamos quando a falta de ar se fez presente, e nos olhamos. 

- Seu filho da puta! - um grito veio da parte de fora da balada, a voz era conhecia demais. - Eu vou acabar com você. 

- Daniel? - me solto de Taehyung e caminho para a parte de fora da balada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...