História Meu - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Dom!jeongguk, Jimin!bottom, Jungkook!top, Oneshot, Pwp, Sub!jimin, Yaoi
Visualizações 688
Palavras 977
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, eu vim do wattpad.

Capítulo 1 - Único;


"Você é meu. Apenas meu. Você entende Jimin?" perguntou o mais velho, Jeongguk passou sua língua lentamente no lábio inferior e apertou a coxa de seu baby ouvindo-o gemer manhoso como um gatinho quase miando. "Você entende?" voltou a perguntar, só que agora rude. 

Jimin se remexeu na cama assentindo. 

"Use palavras" Jeongguk depositou um tapa certeiro em seu bumbum. 

O baby arfou supreso. 

"Sim daddy..." 

"Daddy?"

"Daddy gguk!" corrigiu-se. 

Jeongguk raspou seus lábios no ouvido alheio fazendo-o se arrepiar todo. Seus grande s dedos dedilharam as costas do baby, o fazendo fechar seus olhos, os dedos de Jeon se prenderam na sua cintura a apertando forte, com certeza ficaria a marca de seus dedos lá devido a força que o mais velho usava. Jimin gemeu baixinho. 

"Fica sentado na minha frente." ordenou Jeongguk se afastando. 

O Jeon sentou na cama e Jimin mesmo hesitante obedeceu a ordem de seu sweet daddy, o pequeno corpinho magro e pálido do mesmo se levantou da cama e se sentou enfrente a Jeongguk - que encontrava-se sentado e com uma enorme ereção na calça moletom. 

Jimin vestia apenas uma cueca branca, usava suas meias 3/4 rosa bebê e com um chupeta presa a corrente de seu pescoço - a mesma chupeta que Jeongguk havia lhe dado naquela manhã após ter perdido a sua. 

O maior sorriu excitado e levou sua para dentro da calça segurando no seu grande grosso falo. Os olhos de Jimin se arregalaram surpresos e ao ver Jeongguk começar a punhetar si mesmo rápido, Jimin sentiu uma necessitada enorme de ir lá e mamar em seu grande cacete.

Jeongguk gemia baixos gemidos deliciosos que para Jimin era um tormento total. O pequeno fez uma menção de engatinha até seu daddy quando Jeongguk o encarou repreendendo duro. 

"Não se atreva a vir sem minha permissão, sua puta." xingou Jeongguk. 

Jimin emburrou sua face e fez um bico enorme em seus lábios, cruzando os braços logo em seguida. 

"Daddy, eu não gosto que você me chame assim!" advertiu o menor emburrado. 

Jeongguk sorriu provocativo, e continou a se masturba. 

"Do quê?" perguntou risonho "Não gosta quando eu te chamo de puta, cadela, cachorra?" Jimin tremeu a cada xingamento, não ele não gostava de ser chamado assim. 

Não pelo seu daddy. 

"Daddy eu não gosto..." sussurrou emburradinho. 

Jeongguk revirou seus olhos, parou de se masturba e bateu duas vezes em seu colo. 

"Vem aqui princesa?" chamou, mas Jimin virou seu rosto emburrado. Novamente, Jeongguk revirou seus olhos "Olhe para mim Jimin" ordenou severo e o baby obedeceu "Olhe, olhe o quão duro e úmido está aqui embaixo." mordeu seu lábio inferior "Não quer brincar de cavalinho?"

Um sorriso se curvou nos lábios carnudos e rosados de Jimin, ele assentiu todo animadinho e doido pra brincar com seu daddy. 

"Venha cá princesa!" Jeongguk chamou com seus braços erguidos em direção a seu baby boy. 

Jimin sorriu tímido e se levantou do chão, caminhou até Jeongguk com os dorsos de seus dedos no lábio, seu daddy lhe lançou um olhar doce e safado, ajudou sua princesinha a sentar encima de seu pau duro. 

Jimin gemeu manhoso ao sentir o quão duro estava seu daddy nesta noite. 

"Isso te faz bem, princesa? Gosta de sentir ele?" Jeongguk aproximou seus lábios no lóbulo da orelha de Jimin a mordendo, logo em seguida sussurrando "Tão bom que você precisa choramingar meu nome assim?"

"Gukkie..." gemeu, rebolando seu bumbum encima do grande cacete. 

"Fique quieto, princesa!" um tapa logo sendo seguido de outro "Ou você quer que eles ouçam como você geme meu nome enquanto brinca de cavalinho?"

"Hmn..."

"Você quer brinca agora?" 

"Quelo..."

Jeongguk sorriu pervertido. Suas mãos desceram para cada banda daquela bunda deliciosa, apertou, espremeu e segurou tão forte que com certeza sabia das inúmeras marcas que Jimin ficaria amanhã, mas não ligou, continou a maltratar aquela bumbum sem pudor nenhum. Ao se cansar, Jeongguk ajudou Jimin a retirar sua cueca - deixando-a um pouco de lado. 

Ele abriu suas bandas e o penetrou lentamente. Um gemido arrastado e fininho escapou da garganta de Jimin - que até então jogou sua cabeça para trás, adorando ter o grande cacete de Jeongguk preencher seu tímido buraquinho que o engoliu completamente. 

No cantinho de seus olhos, gotinhas de lágrimas se formavam. 

"Olhe para você, uma bagunça." riu jeongguk "Pare de chorar e comece a cavalgar."

"Ahn... Daddy, você é muito grande..." choramingou Jimin, começando as cavalgadas lentas. 

Jimin continuou neste ritmo por longos minutos, Jeongguk já estava começando a ficar impaciente com as cavalgadas lentas do baby. 

"Jimin, senta com mais força porra!" rosnou. 

Jimin parou. Oh, porra! Era só oque me faltava! — pensou Jeongguk. 

"Daddy eu..." Jeongguk o interrompeu. 

"Você gosta muito de brincar de cavalinho, não é gatinha?" Jimin assentiu "Então vou mostrar como é ser tratada como uma puta e não uma princesinha" sorriu descendo sua mão lentamente até a cintura do baby, Jimin abaixou seu olhar e segurou as mãos de seu daddy o tentando impedir, mas foi algo reverso "Awn, eu sei exatamente o que você gosta, amor. Você ama quando o daddy destrói e usa você, não é?"

"D-daddy não..."

"Tsc, não minta pra mim baby." com um empurrão, jeongguk lançou o corpo de Jimin sobre a cama e ficando por cima do pequeno.

"J-J-Jeongguk, eu pensei...!"

"Cale a boca princesa, eu vou começar a foder você aqui." 

Após dizer isto Jeongguk se moveu rápido, forte e fundo no pequeno. Jimin gemia descontroladamente enquanto sentia seu buraquinho ser maltratado pelo seu homem. Quando cansou de comer Jimin de frente, Jeongguk girou seu corpo o deixando de lado, ao fazer isto voltou a comer o rabinho tão rápido que pensou que o mesmo estava se engasgando em sua própria saliva e lágrimas, lágrimas de excitação. 

Porra, aquela noite foi longa. Bem longa mesmo, e Jimin no dia seguinte não conseguia sair de sua cama devido a dor insuportável em seu bumbum. 


Notas Finais


Vlw por ter lido 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...