1. Spirit Fanfics >
  2. Meu abrigo (drarry) >
  3. O visitante

História Meu abrigo (drarry) - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - O visitante


Cedrico estava estático ao lado de Remus , ele não sabia o que dizer com as cenas que viu desde sua tentativa de proteger grifinorios.

O silêncio reinava na sala , e o lufano procurava lógica na situação . Poderiam ter sido amaldiçoados? Existe magia não ? Então talvez maldição explicasse tudo ... Ou poderia ser ...

- gripe! Só podem ter pegado a peste !- concluiu colocando suas mãos nos cabelos e olhou para Harry - uma peste que muda a cor dos cabelos para vermelho.

- ruivo ,bebê - resmungou Harry formando um biquinho 

Aquilo sim era um calmante para todos naquele local .

- é ...isso...ruivo - concertou indicando com a mão - mas e aí ruivinho - ele abre os braços - não ganho nem um abraço?- o maior fez bico . 

Harry acabou por rir e correr para os braços dele agarrando seu pescoço de modo afobado.

Draco que observava a cena apenas soltou o ar pela boca cruzando os braços . Sirius sorriu travesso, viu ali uma oportunidade para que a cena da ela de música não se repetisse, e se voltou para o lufano que parecia distraído com o seu bebê ruivo .

Sirius não negaria , Harry era o hétero mais fofo em face da terra , todos os outros que podiam carregar este título para ele eram meras imitações.

- por que vocês não vão dar uma volta?- perguntou ele esbanjando um largo sorriso - Harry vivia falando de você.

O moreno corou com o comentário fazendo Cedrico rir.

- na verdade Sirius - disse o lufano ainda agarrado ao corpo do ruivo baixinho - eu vou levar Harry por dois dias - contou sem nem ao menos comentar com o mesmo.

- O QUE? 

Harry estava confuso , parecia até eufórico ele olhava para Remus desconfiado mas o mesmo parecia tão perdido como ele com o seu olhar sobre o rosto de Draco.

- você prometeu Harry!- disse o lufano manhoso com as mãos como em prece .

Harry não sabia o que fazer .

Draco não o olhava parecia até então tenso  e Hermione parecia uma escultura sem expressão , ele procurava alguém que parasse Cedrico mas ninguém pareceu se importar o suficiente. 

- Cedrico eu não acho que...- tentou mas ele foi interrompido.

- vai Harry por favooooooor.

Ele suspirou o lufano era terrivelmente cansativo.

- te deixo levar mais alguém.

Como um estampido Harry gritou.

- DRACO MALFOY!

O loiro se assustou o encarando com espanto , mas foi o sorriso , aquele magnífico sorriso de Harry que o fez ceder como um bobo.

- vai ser uma honra . 

Sua formalidade na resposta fez com que aquela coisinha mais linda ao lado do lufano rise com as mãos sobre os lábios .

Novamente Draco jurou que morreria só pelo calor e pela dor incomoda em suas pernas ,até que Cedrico passou suas mãos ao redor da cintura de Harry fazendo ali um singelo carinho .

Quem derramou o balde de Gina sobre o loiro fora digory

- sabe Harry , eu não quero uma cobra conosco neste dois dias . - comentou encarando os olhos verdes claros que perderam a clareza tornando-se tempestuosos - Harry?

Harry o olhou confuso se soltando dando uma de garoto mimado ( que sim ele era ) bateu seu pé e revelou a bomba .

- SEM DRACO EU NÃO VOU! . - seu grito assustou Sirius e Lilian , Gina já não estava com eles na cozinha .

Os demais : Draco , Hermione , Rony, Remus , Snap , Blaise ( já acordado ) tentaram esconder as risadinhas que soltaram da postura que o ruivo assumiu menos James que segurava pansy nós braços teve a sorte que os demais rindo abertamente.

- faça por Cho este sacrifício - zombou o maior .

- minha resposta foi dada 

Draco então fez mais uma anotação sobre Harry em sua mente .

Harry Potter sempre tinha o que queria .

Passou-se então uma hora inteira com Cedrico digory o pedindo para escolher outro alguém que não fosse uma "cobra" e Harry com sempre a resposta " eu quero Draco" e um biquinho pidunxo.

Nestas uma hora Draco viajou no pensamento " e se estivesse de quatro Harry ainda ia querer Draco? " Pansy muitas das vezes tinha que despertar o loiro com beliscões para que o mesmo não acabasse em batalha com Sirius .

Draco aproveitou o momento que Harry se obrigou a ficar emburrado para contar aos seus colegas amantes de drarry da cena entre ele e o ruivo baixinho e bicudo na sala de música logo pela manhã .

- parece que você realmente está bobo por ele não é Draco. - afirmou um deles.

- ah se bobo fosse a palavra certa - respondeu outro .

- hahaha com toda a certeza era uma palavra - respondeu outro - mas não é a que ele parece procurar .

Draco estava perdido nos comentários do grupo drarry até que resolveram mudar para as perguntas.

- rolou beijos?

- não - respondeu ele.

- nem bitoca ?

- n.. não

- cara você pelo menos deu o cu alguma vez?

A audácia daquele ser o fez ficar irritado mas como ele era um dos apoiadores Draco respondeu sincero.

- sou virgem.

A sala então estava eufórica .

Para todos foi uma surpresa e tanto está notícia .

Draco malfoy não ia ser pai ? 

- como é virgem se tem um filho?- perguntou um deles e Draco congelou.

- o que?

- é o que diz aqui - apontou para o profeta diário .

Draco o pegou e leu de sua manchete.

- como assim?! EU NAO SOU PAI!

- está também foi a minha reação  quando descobri - contou um deles.

Aquilo estava realmente sendo complicado.

- tenho que contar....

Então Draco se levantou com o profeta em mãos e zarpou pela porta .

- claro que pode levar o jornal Draco- resmungo o dono do jornal - então meus fansdrarrys é isso por hoje.

Ele então contou novamente a quantia de gente e sorriu . 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...