História Meu adorável irmão mais velho - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Armin Arlert, Eren Jaeger, Levi Ackerman "Rivaille", Mikasa Ackerman, Personagens Originais
Tags Eren X Levi, Ereri, Riren, Yaoi
Visualizações 153
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente , Sorry a demora , espero q gostem , beijos 😍🤗❤️😘

Capítulo 15 - Pesadelo


Fanfic / Fanfiction Meu adorável irmão mais velho - Capítulo 15 - Pesadelo


Depois de termos explicado o que é , já que ela sabia um pouco sobre a camisinha , culpa de quem ??? Escola , já que ela chegou nessa parte nós não podemos mais esconder. 


Se pasaram 2 anos , os dias , a cada dia a duda pergunta uma coisa diferente , bom no momento era 7:00 eu estava na cozinha preparando o café , levi estava sentado fazendo a cadeira de balanço como sempre.

 

- Quando essa merda quebrar eu quero ver quem vai comprar outra - digo em um tom de zuação e ele me olhou 

- Não sou você que quebra tudo - Ele falou tranquilo - Cade essa menina ? 

- Eu já chamei ela , mas ela não sai daquele quarto...- digo pondo as coisas na mesa e levi se levantou e foi até a escada 

- Tampe os ouvidos - ele disse respirando fundo 

- Não grit....- nem deu tempo de terminar 

- EDUARDA !!!!!!!!!! - Aquele grito estremeceu a casa e eu fiquei assustado 


Uns minutos depois ela chegou ali na cozinha com a cara de panico , se sentando na mesa 


- Finalmente - Levi disse e ela suspirou 

- Eu vou ficar surda com você gritando assim todo dia - Ela reclamou e eu ri

- Só assim você acorda - Levi disse tranquilo e ela suspirou 


Tomamos nosso café normalmente como pessoas normais , não mentira , estávamos com fome...somos 3 esfomeados , duda foi pra escola , terminei de arrumar a cozinha e me virei pra me deitar no sofá , mas levi veio com uma vassoura e me deu. 


- Que ?!? - digo revoltado 

- Anda - ele foi curto e grosso 


(....) Duda on


- Alunos , como vocês sabem...o dia da família está chegando , preciso que vocês tragam uma foto dos pais ou familia de vocês. - o prof disse e eu suspirei


A hora do intervalo havia chegado , eu estava sentada com o resto do pessoal , mas algo me deixo mal...nao sei oque foi


- ah...- digo

- Você tá bem? - hannah disse me cutucando


Hannah é filha da Hanji , amiga do meu pai a muito tempo , praticamente ela que me ajudou a superar a tristeza enquanto eu nunca tinha visto minha mãe.


- É que....eu não tenho - Digo meia triste

- Não tem oque ? - Alex perguntou se sentando do meu lado


Alex é filha do Armin


- Foto com a minha.... mãe , as vezes eu até acho que ela não é minha mãe de verdade - digo e todos que estavam tomando seus refrigerantes cuspiram longe


- Laura você tá maluca ???? Porque você está dizendo isso ???? - Todos ficaram chocados

- Gente , eu nunca vi ela na minha vida , eu sempre vivi com meu pai sozinha a minha vida inteira , de repente ela apareceu e....eu dei um abraço nela mas , eu só tinha 10 anos , não tinha muita cabeça , agora se passou dois anos e eu parei pra pensar....- digo e todos me olharam chocados - Acho que eu não tenho mãe


Todos suspiraram , e finalmente depois de umas 2 horas era a saída , fomos todos lá pra fora , onde ficamos esperando nossos pais , meu pai chegou e eu entrei no carro e ele sorriu


- Demorou - Digo

- Não fui eu , foi o trânsito - Ele falou dando partida


Enquanto íamos pela estrada , estava silencioso , depois de uns minutos chegamos em casa , estava um silêncio absoluto até ser quebrado por eu mesma


- Cadê a mamãe ? - perguntei

- Teve que viajar hoje mesmo depois que você saiu - meu pai disse e eu senti uma raiva eu o encarei

- Viajar ? Viajar ?? Pra onde??? - perguntei

- ...Ela teve que viajar e resolver umas coisas , não precisa se preocupar - Meu pai falou como se fosse a coisa mais natural do mundo


Eu fiquei calada , fomos comer , mas eu não estava com um pingo de fome , é lógico que meu pai com seu belo instinto paterno me olhou


- Não vai comer ? - perguntou e eu neguei - Eu posso saber o porque ?

- ... Não estou com fome - Digo saindo e indo pro quarto


(...) Horas depois


Eu acabei dormindo , olhei a hora e era quase 16:00 , passei pelo quarto dos meus pais e dei de cara com o armário , ali dentro deve ter alguma foto não é possível , me agachei e abri ali e olhei , não vi nada , até que notei algo em cima do armário , era uma mala ? Sim era , subi na cama e a peguei e a abri , estava cheio de folhas e vi aquilo....


- Mas....oque ? - digo chocada


Observei aquela foto por um tempinho , a guardei no meu bolso , fechei um pouco a cara e senti meus olhos arderem , sai dali e vi meu pai recolhendo as roupas , ele me viu lógico.


- Mas então , como foi hoje? - meu pai realmente se preocupa comigo

- ... Tenho que levar uma foto da família , mas é inútil , a gente não tem mesmo - Digo olhando pro lado com tédio e meu pai fez uma cara de confuso

- O que você tem hoje Eduarda? Aconteceu alguma coisa ? - meu pai ficou na minha frente me olhando

- ... papai , você realmente é casado com a mamãe ? - perguntei e ele se espantou e novamente me encarou

- ...Não comece - ele entrou dentro de casa e eu o segui

- Começar com oque ??? Porque você não me responde ???? - perguntei com lágrimas nos olhos 

 

- Eduarda chega ! Já mandei você parar ! Caralho !! - ele berrou socando a porta , é lógico que ela arrebentou e minhas lágrimas caíram e ele ficou chocado 


- ...Papa....- digo chorosa e ele se agachou a minha frente pondo a mão no meu rosto 


- ... Desculpe - Ele falou 


- ...V-Voce... - nem consegui terminar , eu sai correndo pra rua , ele me gritava lógico mas eu não dava ouvidos 


Agora tudo faz sentido...meu pesadelo se realizou



Notas Finais


Gnt sorry pelo cap bosta , ando mt sem ideia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...