História Meu Alfa - Ereri - Capítulo 3


Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Eren Jaeger, Levi Ackerman "Rivaille", Personagens Originais
Tags Abo, Eren-ômega, Ereri, Lemon, Levi Alto, Levi-alfa, Riren, Romance, Versão
Visualizações 302
Palavras 994
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá caros leitores ♡

Último capítulo bônus...

— Boa Leitura

Capítulo 3 - Bônus


Fanfic / Fanfiction Meu Alfa - Ereri - Capítulo 3 - Bônus

¥Eren Yeager Pov¥

Entrar naquele lugar fora uma das melhores sensações que eu poderia sentir na vida, a brisa fresca bagunçava meus cabelos, o cheiro doce de todas aquelas flores impregnava em meu corpo me levando a querer mergulhar sobre elas e sair dali cheirando eternamente a rosas do campo.

Poderia ser muito, mais muito clichê o homem que se está apaixonado acabar te levando para um campo imenso de flores, algo mágico para qualquer romântico inegável e, maravilhosamente, Levi demonstrava ser assim. E isso só o tornava ainda mais perfeito aos meus olhos. Mesmo que ele não aparentasse ser alguém tão sensível.

— Essa era a surpresa? — olhei para ele e sorri com o seu olhar sereno sobre mim.

— Achei que esse seria o lugar ideal para trazer um ômega, desculpe, eu não sou de sair com muitos ômegas. — seus bochechas estavam adoravelmente coradas.

— Fico mais tranquilo em saber que não sai por aí dormindo com qualquer ômega no cio. — sussurro sem olhar ‘pra ele.

Eu estava nervoso e a presença de Levi pós cio estava me deixando atordoado também. Senti o moreno chegar perto de mim e envolver seu braço em minha cintura, ofeguei com o ar quente que saia da sua boca e chocava-se com a minha nuca.

— ‘Pra falar a verdade você o segundo ômega no cio que eu satisfaço... E também o de cheiro mais gostoso.

Senti seus lábios roçarem em meu pescoço e isso foi excitante, apesar de não saber ao certo o que Levi pretendia me levando até ali. Nós nos “conhecemos” a um mês e nunca, de fato, trocamos tantas palavras tirando a vez em que ele me ajudou a jogar o lixo fora e eu quase ia escorregando na entrada, para novamente ele me segurar com seus braços fortes e me prender contra seu corpo. Nem preciso dizer que eu fui embora totalmente quente e com uma baita ereção nas calças, além de uma umidade em minha entrada. Não pensem que sou pervertido só que com Levi as coisas são tão diferentes, me sinto tão atraído e perdido perto dele.

— Isso quer dizer que posso não ser tão descartável assim — sorri divertidamente.

Levi segurou minha mão e andamos até o meio do imenso jardim. Ele sentou em meio às flores, achando um lugar em que pudéssemos ficar bem próximos. O sol estava alto mas em nada atrapalhava a maravilhosa visão do mar de flores.

— Com certeza você não é descartável, sei que estamos indo rápido demais com isso, até porque, é o seu primeiro dia fora do cio e você deve estar cansado e muito dolorido. Mas eu precisava trazê-lo em um lugar assim, um lugar diferente que a gente pudesse olhar um para outro e conversar sobre tudo que aconteceu.

— Concordo. Confesso que é tudo muito estranho... Em uma manhã éramos apenas vizinhos que mal se falavam e que se esbarravam no corredor de vez em quando, agora alfa e ômega frente a frente e rodeados de flores a conversar sobre cinco noites inesquecíveis — admite olhando nos olhos dele, o quanto aquelas noites e dias, foram especiais.

Levi chegou mais perto de mim e eu senti seu toque gentil em meu rosto.

— Você tem toda razão, ainda precisamos esclarecer certas dúvidas, nos conhecermos melhor. Mas uma coisa eu tenho total certeza em afirmar: você é o ômega mais lindo que eu já vi, e com toda certeza do mundo, o mais gracioso e pouco convencional. Não sei se você já reparou mas você não é bem um ômega tão solto como os demais, sempre tão tímido e escondido em roupas largas, e tem um cheiro mais forte que os demais ômegas da sua idade, mas sabe que isso te torna ainda mais especial do que já é.

Sorri com aquilo, as afirmações de Levi me faziam enxergar que eu era, de fato, diferente mas que isso não era nem um pouco ruim.

— Eu sou feliz assim Levi, feliz por ser um ômega tímido e não ter muita coragem de expressar o que sinto. Já você sempre me pareceu um alfa forte e gentil, sempre que nos encontrávamos nos corredores você estava com um semblante sereno, apesar de ser sempre sério, você sempre demonstrou estar disposto a ajudar qualquer pessoa. Prova disso foi ter me ajudado no cio... — sussurrei um pouco envergonhado.

— De fato, sou um alfa sério sim, até porque, minha antiga profissão exigia isso de mim. Também sou de uma família tradicional e meu pai sempre fora um homem duro mas respeitado. Fui ensinado deste pequeno a respeitar as classes de igual modo, seja ômega, beta ou alfa. Eu te ajudei porque a principio eu queria chegar mais perto de você e também porque eu não queria que sofresse com um cio tão intenso, mesmo longe eu sentia que seu lobo era frágil e que precisava de ajuda para passar esse período.

Eu estava surpreso com tudo que Levi me falava, ele realmente parecia se preocupar comigo e eu me sentia muito feliz com isso. Éramos dois ex estranhos que estavam estabelecendo uma conexão além do obtida carnalmente no cio.

— Posso te contar muito mais se você quiser, só que agora é melhor voltarmos porque sei que está muito cansado e eu também.

Rimos um com outro e acabei por abraçar Levi pelo pescoço. Eu estava eufórico por sentir o alfa me abraçar de volta e sentir naquele abraço tantos sentimentos diferentes. Afinal, não era loucura estar apaixonado por meu vizinho alfa que havia acabado de me revelar um pouquinho de seus reais sentimentos em relação a mim a meu lobo.

Levantamos e Levi segurou minha mão. Olhei para nossas mãos bem juntinhas e eu podia sentir a ligação ainda presente entre nós.

A partir dali uma nova etapa se daria início e eu estava convicto de que Levi seria o meu único alfa dali pra frente.


Notas Finais


Obrigado por chegar até aqui.

Até a próxima ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...