1. Spirit Fanfics >
  2. Meu alfa >
  3. A reconciliação é sempre mais gostosa

História Meu alfa - Capítulo 37


Escrita por: Sasuke-Nyan

Notas do Autor


Oiii,

🚫PRIMEIRAMENTE🚫

SE VOCÊ NAO VIU A CAPA MARAVILHOSA QUE GANHEI PRA ESSA FIC VOLTA LÁ E DÁ TODO O SEU AMOR 😍😍😍

A maravilhosa @_pudim-chan_ que me deu e eu tô toda besta até agora!!!

É linda demais né não???

~~~~
Agora sobre o capítulo em si:

É lemon que vocês querem?

Então tomaaaa 🤭😳

Capítulo 37 - A reconciliação é sempre mais gostosa


Pov's Naruto

Sasuke continuava massageando meu membro ainda por cima do tecido da bermuda, seu toque era lento e se não o conhecesse diria até que despretencioso.

- Você já está bem animado - Ele me provocou.

- Você que tá - Retornei sua provocação pressionando meu quadril contra ele sentindo sua ereção.

Estávamos os dois nos instigando lentamente, eu sabia que ele me queria, e queria muito, podia notar pela ligação o quão grande era a falta que fiz a ele, além de que seu corpo estava sendo bem sincero quanto a carência que sentia do nosso contato físico.

- Com um ômega gostoso desse só pra mim, estranho seria se eu não estivesse - Seus longos dedos começaram a brincar com o cós da minha bermuda enquanto sua outra mão mantinha o ritmo, apertando e me estimulando. - Sabia que eu sempre fico assim quando estamos muito próximos? - Ele movimentou o quadril em minha direção demonstrando o que dizia.

- Mentira sua - Eu respondi fraco devido aos arrepios que senti ao ouvir sua voz tão perto do meu ouvido.

- Porque eu mentiria se você pode ver a verdade pela nossa conexão? - O timbre de sua voz extremamente rouco.

- Porque sabe que não consigo me concentrar em mais nada que não seja suas mãos agora. - Respondi jogando a cabeça pra trás em seu ombro esquerdo.

Ele havia parado de brincar, agora sua pretensão de me enlouquecer era real.

- Ah que pena, porque eu queria muito te beijar enquanto você goza na minha mão. - Mordiscou meu pescoço exposto enquanto falava.

- Aghn.... - Gemi devido a leve mordida. - Eu quero.... - Virei meu rosto para encontrar o seu desejando sentir aquela língua habilidosa trabalhar em minha boca.

Seus lábios estavam levemente curvados em um sorriso mas seus olhos negros transmitiam uma intensidade tremenda.

Ele se inclinou também e nos juntou começando a me beijar lentamente, sua língua se movia com a minha e meu interior vibrava explodindo de desejo por aquele alfa.

Sua língua macia brincava com a minha da maneira mais sexy que eu conhecia.

O único barulho naquele ambiente era o de nossas respirações falhas, do molhado dos nossos beijos e dos meus gemidos abafados até que um som alto começou a tocar nos tirando daquela bolha.

- Que barulho é esse? - Perguntei desorientado quando Sasuke separou nossos lábios e olhou para o lado.

- Meu celular - Ele respondeu bufando e voltando a me olhar. - Vamos ignorar. - Voltou a capturar minha boca e retomou os movimentos de sua mão.

Nos beijamos por mais uns segundos mas aquele toque insistente não dava trégua e me incomodava.

- Sas... - Tentei falar com nossas bocas ainda coladas.

- Já vai parar - Ele falou do mesmo modo sem deixar que eu me afastasse.

E realmente parou, mas nem 5 segundos se passaram antes que tornasse a tocar.

- Rghmm - Sasuke gemeu de raiva parando de me tocar novamente. - Eu juro que vou matar quem quer que seja - Ele me olhou, seu hálito soprando em meus lábios molhados.

- Não seja assim, as vezes é algo importante, temos a noite toda - Eu ri de leve e lhe dei um selinho antes de sair da minha privilegiada posição.

Não vou mentir, queria xingar tanto quanto ele, afinal era eu que estava prestes a ter um bom momento ali mas quem quer que fosse era insistente e eu queria paz para poder me concentrar só no meu alfa.

- Alô? - A voz de Sasuke não negava seu desprazer ao atender.

Eu ri baixinho novamente, o moreno como pessoa não tinha nada de fofo então como namorado nunca pensei que ele seria desse modo.

Ele era todo ciumento e possessivo, mas de um jeito bom, muito bom, e cada vez mais eu ficava besta com a maneira como eu me sentia com sua presença e suas atitudes.

- Não Sui, já disse que hoje não - Retornei de meus devaneios ao ouvir a voz irritada de Sasuke - Não tô nem aí.... é, nos acertamos.... é, estou com ele.... - Mais uma grande pausa enquanto ele ouvia e passava a mão livre pelo cabelo - Que draminha do caralho em.... Tá bom, se der mais tarde passamos aí.... Não, não garanto nada.... pense o que quiser - Ele finalmente desligou.

Me aproximei curioso e vi ele tirando todo o som do celular depois de desligar a chamada.

- Aconteceu alguma coisa? - Perguntei.

- Não, era só o cara de peixe incomodando - Ele jogou o celular de qualquer jeito em cima do rack e veio em minha direção me pegando diretamente no colo.

- Eiii - Eu reclamei surpreso segurando em seus ombros para não cair - O que tá fazendo Sas?? Me solta.

- Te levando pra cima, vamos terminar o que começamos. - Ele ia subindo as escadas sem ligar para meus protestos

- Tá bom mas para que me carregar assim eu não sou a porra de uma princesa!

- Para de se balançar ou vamos cair - Ele ria do meu alvoroço.

Ele me soltou na cama logo quando chegamos no quarto e eu me apoiei nos cotovelos pra não cair de costas.

- Tira a roupa - Ele falou enquanto puxava sua própria camiseta pra cima.

- Credo, acabou todo o romantismo mesmo - Eu fiquei parado rindo enquanto ele já chutava sua bermuda para fora do corpo também.

- Você não disse que me queria mais bruto? Agora vamos ver se falava sério - Ele se deitou por cima de mim só com sua cueca preta.

Ele não esperou minha resposta mas suas palavras me deixaram com as pernas bambas de excitação. Nossos lábios se chocaram e minha atenção foi toda voltada para tarefa de beijá-lo.

Suas mãos começaram a retirar impacientemente minha roupa já que eu ainda não havia feito a tarefa.

- Eu que vou ter que amarrar suas mãos dessa vez... - Eu o provoquei quando nos separamos para minha camiseta sair pela cabeça.

- Cala a boca Naruto - Minha bermuda saiu junto com a cueca branca que vestia e sua mão voltou ao trabalho interrompido a poucos minutos.

- Mmph!! - Gemi quando ele apertou forte meu pau que estava dolorido e clamando por aquela atenção.

- Vou te fazer gozar rápido mas depois vamos do meu jeito - Ele avisou e desceu sobre meu membro o abocanhando.

Gemi alto novamente enquando ele lambuzava toda a extensão com sua saliva quente e subia e descia fervorosamente.

- Porra Sasuke, se não for mais devagar eu...... - Interrompi a frase quando ele introduziu dois dedos dentro de mim.

Não consegui mais me apoiar nos cotovelos e caí deitado na cama quando ele puxou uma de minhas pernas pra cima de seu ombro.

- Hngh!! - Eu só fazia gemer e murmurrar completamente absorto pelos dois estímulos.

Sasuke chupava tudo, principalmente a cabeça, que era onde mais me dava prazer, fazendo alguns movimentos provocativos com a língua na mesma, me deixando a beira do limite.

Do jeito que aquilo ia eu não poderia durar mais muito tempo.

- Sas.... Eu vou gozar - Avisei apertando firmemente os lençóis.

Ele tirou a boca sugando uma última vez para logo depois voltar aos estímulos com a mão, somente na cabeça, em rápidos movimentos circulares.

E esse foi o limite pra que meu gozo saísse em grandes jatos.

Pov's Sasuke

Ver Naruto gozando tão entregue a mim era com certeza a minha visão favorita dele.

Seus olhos azuis perdiam o foco e seus lábios se entreabiam em um último arfar para logo depois ele morder forte aquele lábio inferior vermelho e carnudo enquanto se liberava olhando para mim.

Quando ele terminou não pude deixar de sorrir e roubar aqueles lábios novamente mesmo sabendo que ele mal podia respirar.

- Espero que aguente mais por que estou precisando de ajuda aqui - Falei sugestivo quando deixei que ele retomasse a respiração.

- Você vai me matar - Ele respondeu sorrindo fraco enquanto eu pegava uma camisinha e o lubrificante na gaveta conhecida em seu móvel de canto.

Rolei o látex por toda minha extensão e o segurei fazendo que se virasse de bruços e ele acompanhou sem se pronunciar.

Ergui seu quadril para que ficasse de joelhos com o tronco para baixo, me posicionei atrás e nessa posição eu conseguia ver absolutamente tudo.

Seus braços dobrados apoiavam sua cabeça e ele estava totalmente empinado pra mim.

Passei uma boa quantidade de lubrificante no seu cu e me coloquei na posição segurando bem em suas duas nádegas brancas.

Quando finalmente entrei por toda aquela extensão eu não me contive indo fundo e forte até o fim gemendo no processo.

- AAAH - Naruto arfou quando cheguei ao fim.

Ele era quente, seu interior me apertava, os feromônios que saiam do seu corpo deixavam minha mente turva e aquela com certeza era a melhor sensação do mundo.

Logo começei a me retirar e voltar para dentro rápido, minhas estocadas eram fortes e eu tinha que segurar bem para que Naruto ficasse parado no lugar.

- Naru, segura na cabeçeira - Ordenei.

Ele não demorou a me obedecer e então eu pude ir com ainda mais força e liberdade.

- Sas, você vai..... me rasgar.... no meio - Ele falou com a voz falhada.

- Talvez eu vá mesmo - Rosnei de volta totalmente satisfeito com aquela observação.

Acariciei levemente sua bunda e com a mão direita desferi um tapa estalado que fez imediatamente sua pele assumir uma tonalidade rósea maravilhosa.

Naruto me apertou mais nesse momento sentindo aquele prazer e gemeu muito alto, ainda bem que estávamos sozinhos.

Continuei o penetrando profunda e continuamente até que eu senti que não podia aguentar muito mais e me curvei em cima dele alcançando seu pau ereto, estimulando novamente todos os seus pontos sensíveis para que ele viesse junto comigo.

- Naru..... - Avisei

Penetrei mais algumas vezes e logo depois chegamos ao orgasmo juntos.

Saí de dentro dele e caímos os dois no colchão, exaustos, eu ainda permaneci por cima abraçando-o. O cheiro de sexo no quarto era extremamente forte, nossos feromônios tinham saído de controle.

Nossa respiração era totalmente descompassava mas estranhamente parecia sincronizada uma com a outra.

- Tô começando a achar que a gente pode brigar mais. - Naruto falou ainda ofegante.

- O que? - Respondi caindo de lado na cama para o olhar - Porque?

- O sexo depois de uma briga é ótimo!! - Virou o rosto para mim e não pude conter o sorriso que saiu dos meus lábios.

- Então quer dizer que o sexo normal não é bom? - Perguntei brincando.

- Para de ser assim - Trombou nossos ombros - É claro que é sempre bom mas esse teve um gostinho diferente.

- Tô brincando - Respondi de bom humor - Eu também achei.

- Nós estamos concordando? Que milagre - Comentou de brincadeira.

- Verdade, também concorda comigo que precisamos de um banho agora? - Perguntei me sentando.

- Com certeza!! - Ele se sentou também.

Levantei e quando Naruto foi fazer o mesmo suas pernas se desequilibraram e eu o apoiei.

- Acho que peguei um pouco pesado. - Falei em forma de desculpas.

- Você acha? - Ele riu se firmando melhor.

- É pra você aprender a não me provocar.

A água quente nos lavava e eu ensaboava o corpo bronzeado do loiro, seus músculos eram extremamente bonitos.

Ele permanecia de costas pra mim aproveitando enquanto eu apertava levemente seus ombros o relaxando, desci a mão por ambos os lados do seu corpo, passando lentamente por cada costela e músculo abdominal até chegar a sua bunda farta e não me contive ao apertá-la.

- Você não está pensando o que eu acho que está né? - Ele me repreendeu mas eu podia praticamente ouvir o sorriso em seus lábios mesmo que não pudesse ver.

- Depende.... se você acha que estou pensando em te comer de novo aqui embaixo desse chuveiro então sim, estou pensando exatamente nisso. - Eu apoiei o queixo na curva do seu pescoço enquanto passava as mãos pelo caminho da sua virilha.

- Você é um safado - Ele se encostou mais em mim.

- Sou e você gosta - Respondi chegando finalmente ao seu pau e acariciei devagar a princípio.

- Sasuke, uma terceira vez seguida.... Nghh - Ele gemeu quando começei a massageá-lo - Não sei se.... - Mais um gemido quando segurei suas bolas. - Você...... AAAHH - Esse foi o seu último pronunciamento.

Mordi o local exato abaixo de sua nuca o fazendo parar de pensar e só sentir.

Nossos corpos se acenderam juntos naquele momento e rosnei de encontro a sua pele enquanto ele se apoiava com os braços na parede.

O prazer daquela mordida extrapolava o natural, era uma sensação delirante.

Soltei meus dentes e virei o loiro para mim, seu olhar tão faminto quanto o meu me instigou ainda mais e não me contive ao subir uma de suas pernas e penetrá-lo sem mais nenhuma preparação.

Sua lubrificação natural fez todo o serviço e eu escorreguei para dentro sem nenhuma dificuldade.

Eu sabia que estava sem camisinha e mantinha isso em mente mas sentir aquele cu apertado sem nenhuma barreira logo depois de morder sua marca tirava meu juízo.

Ele agarrou meus ombros e eu começei a movimentar o quadril, seu membro era friccionado entre nossos corpos e nossos gemidos ecoavam pelo pequeno espaço do banheiro.

- Sas.... isso é tão.... bommm - Sua voz rouca no meu ouvido era extasiante.

- Então vem pra mim, vem pra mim de novo Naru - Aumentei a velocidade.

Seu quadril batia na parede do box repetidas vezes criando um som totalmente indecente e suas paredes internas apertavam meu pau de uma maneira aterradora.

Continuamos perdidos naquela sensação por diversos minutos até que eu senti que quase não podia mais segurar.

- Naru... Eu preciso tirar - Avisei.

- Mais.... só mais um pouco.... - Ele pediu

Rangi os dentes me forçando a aguentar e mantive as estocadas.

Mais uma, duas, três, quatro....

- Tira!! - Sua voz chegou rápido aos meus ouvidos.

Retirei e gozei imediatamente em sua barriga assim como ele fez comigo.

Depois que terminamos soltei sua coxa que mantive no alto durante o sexo mas ainda continuei o apoiando pela cintura.

- Como estão suas pernas? - Perguntei depois de um tempo em que a água escorria por nosso corpo.

- Pernas? O que é isso? - Ele perguntou com a cabeça apoiada no meu ombro.

Não pude conter a risada.

- Me empolguei, foi mal.

Ele voltou sua cabeça pra trás me olhando com os olhos semi-cerrados julgando a sinceridade de minhas palavras.

- Juro que não planejei fazer tanto - Tentei me defender novamente com bom humor.

Sua expressão se suavisou.

- Tudo bem, eu tava com saudades.

- Eu também - Dei-lhe um selinho.

Depois de uma chuveirada cheia de carícias e cuidado voltamos vestidos e limpos ao quarto.

- O que Suigetsu queria mesmo? - Ele perguntou enquanto ligávamos a TV.

- Nossa, verdade - Respondi lembrando da conversa com o platinado - Que horas são?

- 22h47 - Ele respondeu confuso.

- Tá rolando uma festa para comemorar o aniversário do Sasori na casa do Sui, e ele ligou pra falar que tínhamos que ir.... Mas eu queria ficar com você - Respondi.

- Que horas começava? - Ele perguntou.

- Acho que por volta das 21 horas.

- Então ainda dá tempo de irmos - Naruto foi em direção ao armário pegar outra roupa.

- Tem certeza? Podemos ficar aqui e só curtir a companhia um do outro... - Sugeri.

Ele pegou uma calça e me olhou rindo um pouco.

- Sasuke, podemos ficar juntos por todo o fim de semana, vamos lá, vai ser bom dar uma variada de ambiente - Ele parecia animado.

- Tudo bem - Dei de ombros concordando com sua decisão - Eu vou em casa trocar de roupa então e passo aqui pra irmos daqui uns 20 minutos.

Ele acenou concordando e eu fui me trocar.

(...)

Pov's Naruto

Ouvi uma buzina e logo saí passando pela porta em direção ao seu carro, ele vestia uma calça preta, uma camiseta azul e tinha sua jaqueta jogada sobre o banco.

- Que rápido - Comentou enquanto eu colocava o cinto.

- Já estava esperando - Expliquei.

Ajustei o rádio e The Score - Dreamin começou a tocar.

Olhava pela janela tranquilamente com um braço encostado apoiando minha cabeça e o outro jogado ao lado do meu corpo no banco até que senti os dedos quentes de Sasuke se juntarem aos meus entrelaçando sua mão à minha.

Olhei no automático para nossas mãos juntas e para ele que olhava o trânsito normalmente até que me percebeu e virou seu rosto pra mim também.

Desviei rápido.

- O que foi? - Sua voz era suave.

- Hm? - O olhei como se nada tivesse acontecido - Nada não.

Ele enrugou a testa um pouco em desconfiança mas logo voltou a dar atenção as ruas.

Voltei meu olhar a janela mas agora só reparava no calor subindo pelo meu membro periférico. Eu estava hiper consciente de seu polegar passeando suavemente por minha pele e mesmo quando ele precisava trocar de marcha levava minha mão junto da sua.

Era um contato tão simples mas fazia com que todas aquelas borboletas que eu pensei ter me livrado voltassem ao meu estômago.

- Naru!! - Me assustei e voltei minha atenção a ele percebendo que já estávamos estacionados.

Ele me fitava interessado.

- O que tanto pensa? - Perguntou

- Nada em particular, vamos? - Começei a retirar meu cinto mas me atrapalhei com a trava.

Sasuke ria.

- Você está todo desnorteado - Me ajudou a desprender.

Saímos e esperei que ele desse a volta para andarmos juntos mas quando fui dar um passo acabei tropeçando no meio fio e Sasuke segurou meu braço imediatamente me ajudando a me manter sob meus próprios pés.

- Uou... cuidado aí - Comentou enquanto eu me equilibrava.

- Valeu Sas.... - Eu ri um pouco sem graça do meu estado desajeitado.

- Isso é tudo porque peguei sua mão no carro? - Senti toda uma vermelhidão descontrolada subir por meu corpo com foco nas minhas bochechas.

- N-não!! Que idéia absurda - Eu gaguejei e ri forçadamente o que só o fez continuar rindo com uma sobrancelha erguida para minha desculpa esfarrapada. - Como sabia? - Respirei fundo e desisti de fingir.

- Você é um livro que cada vez tenho mais facilidade de ler - Ele se aproximou e selou nossos lábios rapidamente - Acho que vou ter que continuar fazendo essas coisas - Ele falou ainda com o rosto próximo ao meu.

- Como assim? Perguntei confuso.

- Nada - Ele se afastou. - Vamos. - Chamou já voltando a caminhar.

Fui logo atrás ainda querendo perguntar sobre o que ele estava falando mas não pude já que Suigetsu chegou nos cumprimentando.

- Eiii, achei que vocês não vinham - Ele tocou a mão de Sasuke e sorriu pra mim.

- Não estamos aqui por minha vontade - Sasuke se pronunciou revirando os olhos e guardando as mãos nos bolsos da calça.

- Claro que não, você é sempre o mesmo mal humorado, não sei como aguenta Naru, espero que ele seja melhor com você.

- Ele é - O Tranquilizei e logo entramos na casa.

Alguns amigos nossos estavam lá, Kiba, Neji, Temari e logo encontramos com Sasori para desejarmos feliz aniversário.

Sasuke pegou um pouco da bebida azul que tinha na mesa central pra gente e quando bebi senti um gosto de álcool muito forte mas estava doce e gostosa também então não liguei muito.

- O Shika não vem? - Perguntei a Kiba quando nos aproximamos.

- Ele disse que não, Temari tá tentando convencer ele - O Inuzuka apontou para a loira que digitava frenéticamente no celular.

- Hina-chan e Tenten? - Perguntei.

- A irmã da Hina tá passando pelo primeiro cio, ela tá lá tentando ajudar, e a Tenten disse que vinha mais tarde mesmo - Ele comentou enquanto mordia um cone salgado.

- Entendi, e a Saki? Ela e o Sasori não são.... - Hesitei sem saber direito o que eles eram - .... alguma coisa...?

- Eles definitivamente são mas parece que não se resolveram e ela disse que não vem nem morta - Neji me respondeu logo após beber seu drink.

- Nem sabíamos que você vinha - Kiba comentou - Vocês se acertaram? - Ele olhou rapidamente para Sasuke que estava conversando com Juugo, Karin e Suigetsu um pouco afastado de nós.

- É, acho que sim, estamos bem - Respondi voltando meu olhar a ele.

- Finalmente, não aguentávamos mais toda aquela sua áurea de tristeza - Neji comentou rindo com Kiba.

- Eu não tinha nenhuma áurea de nada - Neguei mesmo sabendo que o que eles falavam era verdade.

Os dois reviraram os olhos pra mim e então mudamos de assunto.

(...)

A festa estava muito boa, eu já estava no meu quarto ou quinto copo e podia sentir a ponta do meu nariz formigando, eu também ria de qualquer coisa naquele ponto e as músicas pareciam ser todas iguais.

Eu tinha acabado de me perder dos meus amigos, estava procurando pela sala mas nada deles e nem de Sasuke então decidi seguir pelo jardim dos fundos para tentar encontrar.

Quando me aproximei de uma grande porta de vidro acabei vendo Sasuke através dela, abri um sorriso e continuei seguindo na direção dele.

- Você é um alfa muito bonito para estar sozinho - Ouvi um cara de cabelos vermelhos falar com ele e se aproximar mais do que me deixaria confortável.

Minha cara se fechou nesse momento e segui mais firme naquela direção mas acabei tropeçando nos próprios pés.

- Opaa, loirinho, não acha que já bebeu demais? - Um cara alto e ruivo acabou me segurando antes que eu caísse.

- E-eu... - Eu ia agradecer quando Sasuke apareceu me segurando e me afastando do ruivo.

- Já bebeu mesmo - Ele respondeu por mim encarando o ruivo que riu.

- Recado dado - Ele se afastou um passo de mim. - Eu só queria ajudar.

- Aaah então você já tem um ômega - O de cabelos vermelhos falou para Sasuke e se aproximou do ruivo colocando o braço em seus ombros nos olhando.

- Tenho. - Sasuke respondeu.

- Parece que escolhemos mau nossos alvos Yahiko - O de cabelos vermelhos falou para o outro que riu e concordou.

- É o que parece pra nós, mas pelo jeito Konan se deu bem - Ele olhou para trás de mim e do Uchiha.

Eu logo segui seu olhar curioso para o que ele apontava e vi Sasori aos beijos com uma garota de cabelos azuis.

- Sakura não vai gostar nada disso - Comentei baixinho mas isso chamou a atenção de Sasuke que também se virou para olhar.

- E falando nela parece que decidiu aparecer na pior hora - Ele comentou de volta e eu o olhei confuso.

Sasuke mirava seu olhar para o corredor lateral que vinha da entrada até a parte contrária que estávamos do jardim.

- Porra, fodeu - Foi tudo que respondi quando olhei.

Saki, Shika e Tenten tinham acabado de chegar pelo que parecia e Sakura estava literalmente parada estaticamente olhando o ruivo e a tal garota chamada Konan se pegando ao lado da piscina.


Notas Finais


Me empolguei um tantinho nesse lemon kkkkkkkk

Em minha defesa, eu ia pular esse mas achei que vcs iam ficar de cara então já que é pra fazer vamo fazer direito 🤗

No próximo será que tem barraco?

Beijinhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...