1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Alfa (MarkHyuck) >
  3. Início

História Meu Alfa (MarkHyuck) - Capítulo 1


Escrita por: paburidoki

Notas do Autor


Hey yeoroboummmmmmm

Queria fazer os avisichos básicos aqui! Please tenham a paciência de ler, é rapidex

Primeiramente: existem aspectos dessa fic inspirados (com a autorização da autora: minimalism) em "Match Made in Hell", que é em engrish postada lá no Wattpad e eu amo mais do que deveria kkkkk

Segundamente, essa markhyuck é da mesma coleção de "Meu Beta" e "Nosso Ômega" (ah jura? É, pois é, minha criatividade pra títulos é assim) e ela se passa no mesmo tempo que a NoRenMin!! Acho que deu pra perceber, né? Então atentox porque uma tem spoiler da outra, partes que se conectam e etcssss

Againnn repito: please, isso é uma fic que tem propósito meramente de diversão. Não estou me prendendo a regras específicas desse lance de alfa, ômega e tals, tô só me baseando nas coisas que já li, tá baum? Mas vou tentar sempre ir explicando ao longo da história~

Ah, sim! Very important! Essa fic tá marcada com "conteúdo adulto", porque vai ter safadezan SIM (muita, inclusiverson *cof cof*). Então vamo começar bobinha e devagar, pra depois começar a... hm... pegar fogo é exagero? RSSSS enfim, vcs entenderam

Sem mais delongas..... let's get it?

Capítulo 1 - Início


Fanfic / Fanfiction Meu Alfa (MarkHyuck) - Capítulo 1 - Início

"Haechan!!"

O berro do amigo veio da rua, e o garoto sabia que estava atrasado.

Rosnou baixinho (ou rosnaria, se seu gênero secundário já tivesse dado o ar da graça. o que definitivamente não era o caso). Engoliu de qualquer jeito o resto de seu café, sabendo que se deixasse em cima da mesa algum dos irmãos roubaria com certeza.

"Já vai!" - gritou de volta, dirigindo-se ao banheiro para escovar os dentes com pressa.

Não ousou se olhar no espelho.

Estava com medo de fazê-lo.

Em geral, adorava seu reflexo, nunca teve nenhum problema de confiança. O que estava preocupando-o era o que tinha acontecido na noite anterior.

Seu lobo estava estranho.

Ainda assim, depois de pôr a escova de volta no lugar, respirou fundo e levantou o rosto.

Um suspiro de alívio foi solto quando não viu nada de diferente. Seus olhos continuavam iguais, por mais que tentasse se concentrar e forçar, apenas os mesmos olhos castanhos de sempre. O cabelo curto ajeitado para trás, maxilar bonito permaneciam iguaizinhos.

Sorriu, satisfeito.

Devia ter só comido algo estranho.

Pegou então a bendita mochila e saiu de casa, olhando o horário no celular.

"Ainda tô um minuto adiantado" - exclamou convencido, para Jaemin. Jaemin, que desde que tinha aprendido a se arrumar rápido, pensava que tinha o direito de lhe cobrar o mesmo. Uma traição, se você perguntasse a Donghyuck.

"Só vamo logo, acelera aí" - O Na retrucou, fingindo-se de irritado. Fingindo-se, veja bem, porque mesmo nunca tendo dito nada, sentia-se feliz por Haechan ainda escolher a garupa da sua bicicleta mesmo depois de Jeno ter se mostrado um alfa durante as férias. Normalmente, suporiam apenas que, por ser mais forte, o Lee seria uma melhor opção, mas Haechan não parecia dar a mínima, sentando e logo abraçando a cintura do mais novo.

O Fullsun sempre achou um tanto deprimente não ter sua própria bicicleta.

Afinal, quando se mostrasse um alfa, seria um tanto ridículo ficar na garupa.

Mas, enquanto não tinha a grana para comprar uma, aproveitava a desculpa de não saber seu gênero secundário para permitir seu sedentarismo naquele aspecto.

Já havia virado quase uma regra os três amigos chegarem juntos todos os dias e esse ano, para o azar dos professores, ainda estariam na mesma sala. Souberam disso assim que entraram no colégio.

Infelizmente, isso não foi o suficiente para animar Haechan.

Porque Jeno foi parado por quase metade dos alunos por ser agora o mais novo membro do clube-dos-alfas-lindos-e-maravilhosos. Bom, era assim que Donghyuck chamava na sua cabeça toda vez que tinha raiva de um.

E ele mal podia esperar para seu lobo se revelar e ele poder ser o presidente da desgraça do clube.

"Para com essa cara, é normal" - Jaemin lhe chamou a atenção baixinho, enquanto andavam pelo corredor.

"É uma merda" - respondeu, quase num rosnado.

"Daqui a pouco é a gente"

"Seu tom fofinho tá me dando vontade de te bater, Nana" - o menor disse, sarcástico e azedo.

"De que adianta se irritar? Não faz diferença"

O jeito que o Na disse as palavras deixou escapar a melancolia que sentia. Haechan olhou para Jeno, perdido em meio a vários alfas que o cumprimentavam, como que lhe dando boas-vindas ao grupo. O garoto estava com inveja, talvez. Mas só talvez mesmo.

"Tsc" - o Fullsun desdenhou daquela bagunça - "É. Daqui a pouco vai ser a gente"

O Na o olhou, mas não disse nada, se concentrando em encontrar seu armário e colocar os milhares de cadernos que tinha trago para deixar ali. Haechan fez o mesmo, não olhando para o amigo, como que assegurando que havia se acalmado.

Para si, aquele era um pensamento calmante, de fato.

Afinal, se Jeno tinha virado um alfa, como eles dois não seriam?

Jaemin era tão forte quanto ele, alto também, e ficava bravo com muito mais frequência que o outro Lee.

E Donghyuck? Arisco do jeito que era, sempre se metendo em confusão e brigas, não tinha nenhuma dúvida.

O garoto sempre odiou o sistema. Odiava que ômegas fossem tão subjugados, praticamente dependendo de achar um bom parceiro para conseguir uma boa vida. Odiava como betas eram privilegiados por não ter cios, e odiava igualmente que o fato também impedisse que um beta pudesse marcar alguém ou ser marcado. Mas, mais que tudo, odiava que alfas se aproveitassem de seu poder e força para se fazerem superiores.

Ele seria um alfa diferente, tinha certeza.

Não deixava que ninguém lhe intimidasse, isso era fato - um que seus amigos apreciavam, mas constantemente se metiam em problemas para tentar ajudá-lo. A diferença era que ele não iria usar seus malditos feromônios para intimidar ninguém, quando os tivesse.

Com a confiança usual, tinha até esquecido da crise que tinha tido no dia anterior.

Só foi lembrar quando os sintomas voltaram. Logo depois que ouviu uma voz perto de si.

"Donghyuckie?"

Não pôde ver da onde ela vinha, contudo, por mais que parecesse perto. Seu corpo inteiro estremeceu, seu lobo parecia inquieto, pela segunda vez em sua vida. E nessa bem mais forte do que a da noite anterior.

"Jaeminni" - chamou o amigo, apoiando-se com a mão no armário.

"Hm?" - o Na respondeu, sem olhá-lo propriamente.

Sem ver a bagunça que estava Donghyuck.

Respirando fundo, o garoto sentiu a mesma coisa estranha da noite anterior, como se um nó na altura do ventre o fizesse se contorcer, a temperatura subindo, os olhos um pouco embaçados.

"Hyuckie?" - a voz novamente. Sabia que a conhecia de algum lugar. Conhecia bem.

Suas pernas fraquejaram ao simples som. Ele lhe parecia absurdamente convidativo, como se o chamasse a fechar os olhos.

"Porra" - exclamou, colocando agora a cabeça na parede, desesperadamente tentando se manter forte.

O gesto brusco fez o amigo sobressaltar-se, finalmente o olhando.

"Jaemin!" - Haechan chamou, soltando uma lamúria longa logo em seguida. - "Merda..."

Se sentiu fraco, frágil, e então aliviado quando mãos fortes o seguraram.

Tranquilo por saber que seu amigo não o deixaria cair, parou de lutar. Estava exausto, por algum motivo.

Então amoleceu.

Só não percebeu, entre os barulhos que o rodeavam, que não era a voz de Jaemin gritando por Jeno.

E não eram os braços de Jaemin em volta de si.



















 


Notas Finais


Só mais uma observation rapidex:
Essa história ainda está em andamento no wattpad, então vai chegar um momento que as atualizações vão acompanhar as de lá, 1 por semana, ok?
That's it!
Kisses~<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...