História Meu alfa é um robô?! - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Jikook, Namjin, Personagens Originais, Vhope, Yoongi
Visualizações 215
Palavras 1.515
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaaaá



Mais um capítulo só demorei para postar.


Boa leitura (desculpa pelos erros)

Capítulo 13 - Capítulo. 13


Capítulo: Reencontro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Namjoon - Está pronto para ver o Jimin? - estava esperando os dois ômegas. Vendo TV. 

 

Jungkook- Estou pronto para ver meu ômega. 

 

Namjoon – É assim que se fala – sorriu – Jimin é diferente.

 

Jungkook – Sim ele é.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOITE

 

CARRO

 

 

 

 

 

 

Jimin estava ansioso para reencontrar o alfa sempre estava roendo as unhas Jin só ouvia aquele barulho de roer aquilo era agoniando. O carro parou no farol vermelho Jin olhou para o menor – ainda roendo a maldita unha.

 

 

 

Jin – Por favor, pare de roer as unhas Jimin isso esta me agoniando – Jimin não ouviu seu hyung estava em outro planeta – JIMIN!

 

Jimin – Oi? – parou de roer as unhas.

 

Jin – Finalmente – o menor não entendeu – Finalmente parou de roer as unhas. Daqui a pouco você não vai ter unhas para arranhar seu o alfa – deu uma risada o farol abriu.

 

Jimin – Hyung – ficou constrangido.

 

Jin – Sabe você não precisa dar muitos detalhes para ele que dizer você não é obrigado a nada – Jimin bufou.

 

Jimin – Eu irei contar tudo. Tudo bem... – disse calma.

 

Jin – Tudo bem.

 

 

 

 

Já estavam chegando ao local.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

21:05 SABÁDO

 

 

 

 

Namjoon estava vendo jornal – no volume meio alto - até que seu celular vibrou era uma mensagem do seu ômega avisando que tinha chegado.

O alfa olhou para o lupús que estava sentado no sofá olhando para o chão com as mãos no queixo com expressão seria. Ele estava pensativo.

 

 

 

Namjoon – Jungkoo el-

 

Jungkook – Sim, ele chegou... Estou sentido o cheiro dele a muito tempo. – ficou na mesma posição sem mover nem um músculo.

 

 

 

“Típico de um lupús” – pensou Namjoon.

 

 

 

Namjoon – É... – ouviu a campainha tocar. – Já volto. – lupús não respondeu.

 

 

 

Jungkook estava esperando – nem fazia cinco minutos direito - foi até a porta que se abriu.

 

 

 

Jungkook – Namjo-

 

 

 

Viu uma figura pequena e bela em sua frente.  

 

 

 

Jimin – Oi - disse tímido fechando a porta atrás de si.

 

 

O lupús não estava acreditando o seu pequeno estava em sua ele queria o abraçá-lo. Jungkook deu um passo para frente, mas ele parou.

 

 

 

“Não posso abraçá-lo... Irei assusta-lo.” – pensou apertando a mão.

 

 

 

Jungkook – Oi-i – gaguejou estava nervoso olhou para o ômega ele tinha alguns curativos o lupús abaixou a cabeça triste.

 

 

Jimin percebeu que o alfa estava olhando os curativos – mesmo com uma blusa azul dava para ver um pouco.

 

 

Jimin – O Namjoon e Jin vai voltar para casa e depois o Namjoon hyung pega as coisas dele e- o alfa o interrompeu se aproximando.

 

Jungkook – Não tem medo de mim? – olhou nos olhos do ômega.

 

Jimin – Não – afirmou – Não tenho medo – deu seu sorriso verdadeiro. Jungkook se derreteu com aquele sorriso.

 

Jungkook – Você é tão amável – o ômega não entendeu – Como você pode me perdoar... – olhou para o lado apertando as duas mãos com força.

 

Jimin – Eu gosto de você – disse envergonhado Jungkook ficou espantado.

 

Jungkook – Você não gosta de mim Jimin. Eu sou um monstro eu já matei e eu não consigo me controlar quanto estou com ciúmes ou dês cofiando de alguma coisa. Eu não mereço você – fechou os olhos.

 

 

 

Lupús sentiu um abraço apertado. O alfa ficou surpreso com aquele abraço repentino.

 

 

 

 

Jungkook – Jimin... – só conseguia ver o cabelo do menor.

 

Jimin – Eu não considero um monstro. Você não é um monstro... Foram aquelas pessoas que fizeram isso... El-

 

Jungkook – Jimin não tenha pena de mim – Jimin levantado a cabeça estava com rosto de lagrimas Jungkook ficou espantado – Jimn não chor- o menor o empurrou.

 

Jimin – Eu não tô com pena – empurrou – Por não endente... – empurrou.

 

Jungkook – Jimin – cada empurrão que o ômega dava o alfa dava um passo para trás. Até que os dois cairam no sofá.

 

Jimin – Eu sempre tive sozinho mesmo com os amigos tinha alguma coisa faltando... Alguém para me chamar de amor. Mesmo você mentido que era um robô ou não, eu estava feliz com sua companhia... Das suas brincadeiras de pervertido... – deu uma risadinha - Mesmo não falando para você... Eu estava muito feliz.

 

Jungkook – Jimin eu-

 

Jimin – Cala a boca! – o alfa ficou paralisado – Eu nunca tive um alfa você foi o primeiro. O primeiro a me beijar mesmo sendo aquele acidente – pegou a mão do alfa colocando nos sues lábios cheios – O primeiro a me tocar – pegou a mão do maior deslizando o seu corpo delicado.

 

Jungkook - Não faça isso eu posso fazer uma loucura – falou baixo.

 

Jimin – Ver a minha insegurança comigo mesmo e meus defeitos que você ainda ira ver... E também o seu defeitos – sentou no colo do alfa as lagrimas já estavam secas dando vários socos no peitoral do alfa.

 

Jungkook – Jimin – Jimin estava se mexendo muito sem perceber – Para voc-

 

Jimin – Cala boca – ainda dando vários socos.

Jungkook – Para – pegou os pulsos com delicadeza e depois o soltou para não o machucar – Jimin eu te amo mesmo com pouco tempo mesmo que você não sinta o mesmo por mim – o menor só escutava – Eu posso fazer loucuras com você – olhou nos olhos do ômega – Eu quero sentir o amor verdadeiro Jimin. E ser feliz com a pessoa para sempre.

 

 

Jimin colocou suas mãos no rosto do alfa o acariciando.

 

 

Jimin – Eu te amarei Jungkook – o alfa arregalou os olhos ele ia falar mais o ômega o beijou – deixando a timidez de lado - para o maior ficar calado – Eu quero conhecer-lo melhor... Eu quero que você me faça seu. Para sempre – tinha firmeza na voz.

 

 

 

O coração do alfa acelerou parecia que iria explodir.

 

 

 

Jungkook – T-tem ce-certeza disso? Você nã – Jimin não deixou o maior falou dando um beijo quente Jungkook acompanhou o ritmo.

 

Jimin – Você sabe a resposta – deu um selinho.

 

Jungkook – Você sabe que vai acontecer. Não sabe...

 

Jimin – Sim, eu sei – chegou próximo do ouvido do alfa – Eu quero muito.

 

 

 

 

Jungkook pegou o menor no colo levando ao quarto quando chegou empurrou a porta com pé. O lupús caminhou o deixando na cama subindo em cima do menor.

 

 

 

 

Jungkook – Será sua primeira vez não é? – assentiu o alfa sorriu – Darei o meu melhor para você não andar. – sorriu, Jimin tremeu.

 

 

O maior aproximou-se do pescoço do menor dando vários beijos e chupões.

 

 

Jimin – Ju-jungkook –gemeu.

 

 

 

Jungkook já estava tirando a roupa do menor – e a dele também – O maior já estava duro mesmo antes de tirar a roupa do menor. Quando os dois já estavam sem roupa, o ômega estava ofegante – deitado em cima o alfa musculoso olhando.

 

 

Jimin – Vai logo Kookie.

 

Jungkook – Quer mesmo faz-

 

Jimin – Eu quero sentir você. - estava corado.

 

 

Jungkook o atacou o enfiando a língua o beijo estava muito quente. O lupús parou o beijo fazendo uma linha de saliva.

 

 

Jungkook – Jimin eu te amo tanto - falou de uma forma carinhosa acariciando as bochechas Jimin virou um tomate. O lupús deu um sorriso.

 

 

O menor pegou se virou de costas tampando o rosto de vergonha – nem tinha percebido que o alfa estava babando. Jimin sentiu uma coisa atrás de si.

 

 

Eu não aguento.”- pensou Jungkook.

 

 

Jimin – Ju-jungkook – sentiu o falo entre sua bunda o alfa estava se esfregando.

 

Jungkook – Jimin você está tão molhado só nos beijamos – estava se esfregando – Isso é bom... Então que dizer que um beijo meu te deixa assim – apertou o bumbum.

 

Jimin – Aah.

 

Jungkook – Quero colocar tanto o meu pau de uma vez com seus gemidos não esta ajudando – ainda esfregando e o menor gemendo em baixo de si.

 

Jimin – Vai logo Kookie – já estava muito excitado e muito molhado – N-não precisa me preparar só vai.

 

Jungkook – Com certeza – enfiou primeiro a cabeça do pênis indo devagar até que colocou tudo – Aah – gemeu o buraquinho do ômega era virgem e apertado, quente era tudo . O ômega gemeu de dor – Esta tudo bem Jimin? – se desesperou.

 

 

Jimin – Ah... Muito grande – sentiu dor – Tá tudo bem. Vai logo.

 

Jungkook – Você não quer esperar um pouco.

 

Jimin – Me f-fode logo.

 

 

 

Jungkook meteu com tudo e voltava com tudo.

 

 

 

Jimin – Ah!

 

Jungkook – Eu falei que ia deixar sem andar... Gostoso – deu uma mordida no ombro do menor ainda metendo.

 


             Jimin se sentia no céu de tanto prazer com seu alfa.

 

 

Jungkook – Isso não e bom Jimin? – acelerava o ritmo Jimin não respondeu – Isso não e bom Jiminie? – deu um tapa forte no bumbum branco do menor – com certeteza iria deixar marcas.

 

Jimin – S-sim – não parava de gemer – Jungkook – o alfa parou e olhou.

 

 

Jimin estava todo suado com os cabelos grudados e corado e tremendo por ficar naquela posição de quadro.

 

 

 

Jimin – V-v-a-vai m-maais rápido.

 

Jungkook – Droga.

 

 

 

Jungkook tirou seu falo dentro do ômega virou o menor de barriga para cima e meteu com tudo.

 

 

 

Jimin – AAH! – sentiu um prazer diferente – De novo.

 

Jungkook – Achei seu ponto doce.

 

Jimin – Ma-mais... – o alfa acelerou e muito.

 

 

 

Os dois já estavam quase gozando.

 

 

 

 

Jimin – Eu qu-quero gozar.

 

Jungkook – Agüenta mais um pouco – acelerou mais o ritmo mais três estocadas os soi gozaram juntos. Jungkook continuava a estocar ainda para prolongar o prazer para ambos.

 

 

 

Os dentes do Jeon cresceram queria marcar então....

 

 

Marcou o Jimin como seu.

 

 

 

Jimin o abraçou mesmo molhinho.

 

 

 

Jimin – Eu te amor Kookie.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTINUA...


Notas Finais


Trolei vocês pensaram que iria contar a história do Jimin. Só no outro capitulo irei contar o que aconteceu com ele, ok?

Domingo agora irei postar.


Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...