1. Spirit Fanfics >
  2. Meu alfa (imagine Tomioka) >
  3. A Omega

História Meu alfa (imagine Tomioka) - Capítulo 1


Escrita por: yumi_hashibira

Capítulo 1 - A Omega


A cada passo que dava era mais difícil de respirar. Na minha cabeça só passava uma coisa 'eu vou morrer' Aika (lobo da s/n) nem falava, estava muito assustada para falar alguma coisa. 


Minha família acaba de ser morta por um oni, eu precisava chegar até uma casa de glicínia, assim eu posso chegar até os caçadores de oni. 


Esses pensamentos rondavam minha cabeça até que eu escorreguei rolando morro abaixo, no meio do percurso bato minha cabeça numa pedra, acho, me fazendo desmaiar 


…. {Autora}


A batida na pedra não foi o suficiente para fazê-la parar. Ela continua rolando até que bate as costas numa árvore.


… 


Tomioka fazia uma patrulha pouco abaixo de uma montanha e acaba encontrando uma omega desmaiada no chão 


"O que você acha, linda! não?"_ Ankor (lobo do Tomioka) fala com uma cara safada. 


"Sim, muito bela"_ Tomioka disse ignorando a cara safada de Ankor. 


"Você deve ajudá-la, não" _ Ankor fala ansioso pela resposta do outro. 


"Vou levá-la para a casa de glicínia e seguirei viagem" _ Tomioka fala com uma cara de cansado. 


"Você não disse isso" _ Ankor disse com uma cara de indignação. 


"Disse o que?" _ Tomioka perguntou mesmo já sabendo a resposta. 


"Você vai deixar uma omega linda, cheirosa e adoravelmente adorável! sozinha na casa de glicínia" _ o lobo disse como se fosse a coisa mais absurda que escutou em toda a sua vida. 


"Sim?" _ ele fala com uma certa dúvida. 


"Você é idiota, não pode falar eu não tenho preconceito" _ Ankor disse num tom sarcástico.


"Não, não sou idiota" _ Tomioka fala sério. 


"Você tá errado. Está mais que claro que você idiota, vai deixar passar essa oportunidade de arrumar uma omega, se isso não for burrice eu não sei o que é" _ Ankor falou com uma cara irritada.


"Você sabe o que ela tem? Você sabe quem é ela? Você sabe quantos anos ela tem? Não!" _ Tomioka fala irritado com a ousadia de Ankor. 


E quando a briga ia acontecendo, Tomioka levava a omega até a casa de glicínia para poder se recuperar. Quando chegou lá uma senhora o levou até um quarto e enquanto outra garota um pouco mais jovem que a primeira ligava para um médico. Quando o médico chegou logo foi até a sua paciente. 


- O que aconteceu? _ o médico perguntou indo até a omega desacordada. 


- Eu a encontrei no pé da montanha assim _ Tomioka fala simples. 


O médico a examinou rápido fazendo um curativo em sua cabeça e vendo o machucado nas costas. 


- Esse ferimento na cabeça pode ter ocasionado uma perda de memória, mas não é certeza então é bom verificar se ela sente falta de alguma memória. E é surpreendente ela ainda tem o movimento das pernas, essa ferida poderia ter deixado ela sem andar ou em casos pior poderia ter matado ela _ o médico disse surpreso. 


- Mas ela ainda pode andar? _ Tomioka fala com a sua cara normal. 


- Sim ela ainda pode mas é melhor ela ficar sem andar até esse ferimento se curar por completo _ o médico fala se levantando _ bom acho que é só isso quando ela acordar me chame que eu venho para vê-la novamente _ o médico se despende indo até a porta. 


Quando o médico vai embora, Tomioka olha novamente para a omega, ela era linda, simplesmente linda. Não importava quanto tempo a olhava ela continuava linda. Depois de um bom tempo olhando-a, ele vai tomar banho para poder descansar. Após seu banho ela pega um futon e o coloca longe dela, antes de dormir ele dá uma última olhada para ela que continua dormindo. No outro dia ele acorda e a omega ainda estava lá dormindo, Tomioka levanta, após terminar de fazer sua rotina matinal seu corvo aparece dizendo onde que era a sua próxima missão (que ficava a 1h de distância de lá). 


"Você que não seja louco o suficiente para deixá-la, quando terminamos a missão é direto para cá, entendeu" _ Ankor fala sério para Tomioka que só faz um "uhm". 


A sua missão não foi tão difícil, conseguiu matar o noite pouco tempo depois de anoitecer. Quando chegou na casa de glicínia a omega ainda dormia, então foi se limpar e comer alguma coisa. Depois de ter feito tudo, arrumou seu futon no mesmo lugar da noite anterior, foi até a janela e se sentou ali para poder ficar olhando a lua e a omega que ainda dormia. 


Algumas horas depois a omega acorda assustada e tenta se levantar mas acaba desistindo após ter sentido uma pontada de dor nas costas, o Tomioka se assusta quando vê a omega acordada, quase o fazendo cair da janela. 


- Se acalme, ninguém vai fazer mal a você _ Tomioka fala com tranquilidade mesmo após ter quase caído. 


- Onde que eu estou? _ a omega pergunta assustada olhando para o alfa na janela. 


- Eu sou Tomioka Giyu e você está numa casa de glicínia _ Tomioka fala tranquilamente. Enquanto isso na mente: 


"Ela é tão fofa, olha a voz dela me arrepiei só de escutar imagina ela.." _ Ankor é interrompido por Tomioka dissenso: 


"É melhor você não terminar a frase" _ ele ameaça e o Ankor só sorri de canto. 


"Vai fazer o que? Me prender, não se esqueça que já estou preso aqui com você, e realmente o que eu fiz na vida passada para merecer ficar com você" _ o lobo fala olhando para cima como se pedisse uma resposta divina. 


"Só cale a boca" _ Tomioka ameaça fazendo o lobo ficar quieto. 



- Eu sou S/n, tenho 18 anos _ s/n fala meio confusa ainda. 


- Você se lembra o porque você estava correndo _ Tomioka pergunta com o seu tom habitual. 


- Eu lembro da minha família, mas não lembro o porquê eu estava correndo. Algumas coisas não estão claras _ s/n fala olhando para o teto evitando contato visual. 


- Ok, vou ver algo para você comer _ Tomioka fala saindo da janela indo até a porta logo saindo. 


"S/n do céu! Ele é muito lindo. Eu quase infartei quando o vi, você viu os olhos deles são como o oceano" Aika disse animada. 


"De fato, ele é muito lindo, mas eu não sei. Vai que ele é um sequestrador" _ s/n fala com uma cara preocupada. 


"Se ele for um sequestrador, me sequestre e me leve para a cama dele" _ Aika disse com uma cara maliciosa. 


"Me chama de lagartixa e me taca na parede" _ s/n disse continuando a piada da loba. 


"Mas voltando ao assunto principal, não sei o que fazer, não sei a sua família tá viva, não sei para onde ir caso eles tiverem" _ Aika fala sério. 


"Você tem um fato, se ele nos ajudou deve ser porque ele quer o nosso bem mas o problema é se ele cobrar esse favor" _ s/n fala desanimada. 


Quando s/n termina de falar as duas ficam quietas, e algum tempo depois Tomioka entra com uma tigela de sopa em suas mãos. Ele vai até ela, ele tenta ajudar ela a se sentar mas ela só fecha os olhos com força mostrando que tinha doido. 


- Desculpa, você consegue mexer o braço _ Tomioka fala terminando de arrumar ela para poder comer.


Ela tenta pegar a colher mas acaba fechando o olho com força novamente, quando Tomioka percebeu pegou a colher rapidamente colocando na sopa, pegando um pouco levando até a boca da omega. Quando ela terminou de comer, Tomioka levou a tigela e voltou para o quarto arrumando o futon no mesmo lugar nas noites anteriores. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...