História Meu Alfa- Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Histórias Originais, HyunA
Tags Hibridos
Visualizações 260
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oie oie aqui estou eu com mais um cap novinho em folha ^.^
boa leitura :3

Capítulo 7 - Inimiga...


                                                                                    P.O.V Jungkook

 

Enquanto a Ruby fazia carinho em mim e no Taehyung, do nada ela foi diminuindo o ritmo. Olhei pra ela, e vi que seus olhos estavam fechando... E do nada ela desmaiou.

 

- O que aconteceu?- perguntou Tae preocupado. Assim que ele disse isso, reparei na Ruby. Ela estava apenas com um short deans, uma blusa de manga comprida e um casaco fino.

 

- Eu acho que é o frio. Quem vem com uma roupa nessas nessa neve?- falei enquanto analisava seu rosto. Ela estava meio pálida e seus lábios estavam em uma coloração roxa- Vai pra casa, pega uma roupa pra gente e faz um café para quando ela acordar- falei, logo me transformando e pegando a Ruby no colo, correndo em direção ao “meu cantinho”, logo em seguida deitando-a delicadamente na cama. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Peguei uma roupa qualquer no armário, já que a anta do Taehyung não se deu o trabalho, e me vesti, logo colocando as costas das minhas mãos em sua testa para checar sua temperatura.

 

Está quente

 

Pensei indo na direção do banheiro daquele quarto, pegando uma toalha de mão para molhar com água quente. Coloquei a toalhinha na testa dela e fui em direção às escadas. Mas antes de sair do quarto, uma sensação maligna me invadiu. Como se alguém estivesse presente ali... Olhei em volta, mas é claro que eu não encontrei nada, foi mais por força de extinto. Ignorei e voltei a seguir em direção à cozinha.

 

 

(...)

 

 

Eram cinco e pouco da manhã e lá estava eu e Taehyung tentando cozinhar alguma coisa para comer de café da manhã. Ruby ainda não tinha acordado, e sinceramente, eu estava meio preocupado.

- Hey! Jungkook, você vai queimar o rámen! Presta atenção!- advertiu ele apontando para a água borbulhando na panela à minha frente. Murmurei um “foi mal” e voltei a mexer a massa. Ouvi um gemido baixo e franzi o cenho.

 

- Está excitado Taetae?- perguntei rindo.

- Não fui eu Jão- falou ele, de sobrancelhas franzidas.

- J-JUNGKOOK!- ouvi o grito da Ruby e sem esperar Taehyung falar alguma coisa, saí correndo na direção do quarto. Vi ela se debatendo conta o vento e segurei seus braços de leve, tentando a acordar.

 

(...)

 

Nós estávamos terminando de tomar nosso café, quando Ruby arregala os olhos como se tivesse visto um fantasma.

 

- O que foi?- perguntei preocupado.

- Hoje tem aula! Que horas são??- perguntou olhando de um lado pro outro, provavelmente à procura de um relógio. 

Arregalei meus olhos lentamente. Eu tinha esquecido completamente da escola! Levantei rapidamente em direção à sala, e vi o relógio da parede.

- 6:36- falei apreensivo. Ruby brotou atrás de mim e começou a andar de um lado para o outro, passando a mão pelo cabelo em forma de frustração.

 

- Cara, e agora? O que eu vou fazer? Como eu vou voltar pra casa? Eu nem sei direito onde eu estou! E hoje é o segundo dia de aula, se meu pai descobrir eu estou fodi- foi interrompida por mim.

 

- Calma, eu te levo até a sua casa. Depois eu me troco na minha casa, que fica perto daqui. Até lá, acho que dá tempo de chegarmos se corrermos. Vamos!- falei pegando na sua mão e a arrastando para fora de casa.

 

- Mas e o Taetae?- perguntou ainda sendo arrastada por mim.

- Ele consegue se virar.

 

~ Q.D.T ~

 

 

O Taehyung já tinha chegado à escola, e agora estão eu e um ser todo suado e ofegante ao meu lado chamado Ruby, em frente à porta da sala, exatamente ás 6:59. Bati na porta e entramos. Por sorte o professor ainda não tinha chegado, mas toda a turma ficou olhando a gente com uma cara maliciosa. 

Provavelmente por causa do nosso estado: suado, ofegante e desarrumado. 

Quem não pensa merda?

 

        Ruby ficou vermelha e se sentou no seu lugar. Dei uma risadinha pela sua reação e sentei no meu lugar atrás dela.

- Por que vocês só chegaram agora? E nesse estado ainda por cima?- perguntou  Jennie com uma cara maliciosa, mas antes de eu responder, Ruby se pronunciou.

 

- Jennie não enche o saco. - falou curta e grossa. Estranhei sua atitude, mas fiquei perplexo quando ela se virou pra gente.

 

                                                                                     P.O.V Ruby

 

Eu estava com um pouco de raiva da Jennie, sério. Eu sei que pode parecer besteira, mas é que ela está sempre de segredinhos com o Tae e ainda fica querendo saber da minha vida. Mesmo que só de brincadeira. Eu sei que essa raiva é por nada, mas eu não sei o que deu em mim.

 Quando olhei para eles, arregalaram os olhos, como sempre.

 

- O que foi?- perguntei com raiva. Jennie ia falar alguma coisa, mas foi interrompida pelo professor entrando na sala e limpando a garganta de uma forma forçada para chamar atenção.

 

- Desculpem o atraso alunos. É que eu estava resolvendo uns problemas. Mas enfim! Eu sei que hoje é o segundo dia de aula, mas temos uma aluna que voltou ontem de viagem, então ela não pôde vir antes. Ela já estudava aqui, mas já que temos alunos novos- direcionou seu olhar para os meninos- ela vai se apresentar- sentou-se à mesa.

 

Quando a menina entrou na sala, uma vontade de chorar, com raiva misturada tomou conta de mim. Mas eu segurei.  A menina que estava lá tinha me feito muito mal. Tanto psicologicamente, quando fisicamente. Jennie e Taehyung olharam para mim, mas apenas ignorei.

- Oi gente! Voltei! Desculpem chegar só hoje, é que eu estava no Canadá!- Hyuna, a menina que sempre consegue me afetar, falou com aquelas vozes de prostituta e dando uma piscada em direção ao Jungkook.

 Não sei por que, mas me deu uma raiva de socar a cara dela nessa hora!  Ela olhou pra mim e deu um sorriso cínico. Sentou do outro lado da sala, e se juntou com as outras “amiguinhas”.

 

(...)

 

O sinal do intervalo tocou e antes que alguém falasse qualquer coisa comigo, fui correndo para banheiro, libertando todas as lágrimas de ódio presas no meu peito. 

Levantei meu olhar ao espelho e fiquei sem palavras a me ver. Os meus olhos estavam em uma cor totalmente clara, como se fosse uma cor de mel claro brilhante. Mas antes que eu pudesse raciocinar alguma coisa, uma voz de vaca parindo ecoou pelo banheiro.

 

- Olha só quem está aqui!- não era ninguém mais ninguém menos que Hyuna e suas "amigas".  - Sentiu saudades?- perguntou sorrindo ironicamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continuo? \(*.*)/

 

 


Notas Finais


gente, mais uma vez, muito obrigada por me acompanharem! eu estou mt feliz que vcs ainda estejam cmg! mt obrigada!
espero q tenham gostado!
bjuuss :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...