História Meu Amante (Imagine Jimin) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Hentai, Jimin, Romance, Sadomasoquismo
Visualizações 210
Palavras 1.310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cadê o Jay Park na playlist, meus bebês?
Boa leitura meus bebês

Capítulo 16 - Yeol-yeo-seot


Fanfic / Fanfiction Meu Amante (Imagine Jimin) - Capítulo 16 - Yeol-yeo-seot

Só de lembrar de ontem eu já começo a me lubrificar por inteiro. Jimin é demais pra que eu aguente assim sem que haja alguma reação no meu corpo. Pode até ser pequena. Mas sempre tem. Eu fiquei no banho por mais uns minutos, não dava pra encarar o mundo toda molhada por causa de Jimin. Eu tenho que, pelo menos, parecer alguém decente que não fica toda molhada toda vez que se lembra de uma transa.

É que tá sendo difícil. Jimin e eu não estamos transando esses dias. Ele viajou para uma cidade, não lembro direito mas acho que o nome é Gwangju. Um amigo dele que mora lá o convidou pra passar uns dias lá já que ele vai resolver umas coisas do trabalho dele. Pra falar a verdade, eu não sei direito com o que Jimin trabalha. Acho que nunca tivemos uma conversa sobre “o que você faz da vida?”. Sempre fomos muito “qual posição você quer primeiro?”. Eu acho que deveríamos ter conversas mais sérias e com o objetivo de se conhecer melhor. Eu acho que estamos meio empacados nessa história de se conhecer. Ele me conhece bem, eu já devo ter falado a minha vida inteira pra ele. Ele mesmo me diz coisas que ele sabe sobre mim que eu nunca nem me lembro quando que eu disse pra ele. Eu acho que eu abri a boca no dia que transamos pela primeira vez, só pode ter sido nesse dia, porque eu e ele bebemos um litro de vodka e eu perdi totalmente a linha. Eu praticamente me joguei de bandeja pra ele. Às vezes eu me pergunto o que será que Jimin pensa sobre mim. Sei lá... É que eu me sinto culpada por ter sido tão oferecida. Ah quer saber? Foda-se! E daí se eu sou oferecida? Eu ganhei Jimin. E isso já tá de muito bom tamanho.

Eu saí do banheiro e me deitei na cama pensando em Jimin, como já era de se esperar. Eu realmente tenho que parar de pensar tanto assim nele. Eu tenho que parar! Mas é tão difícil! Tudo me lembra ele, quando eu olho para algum lugar da casa eu imagino eu e ele transando nesse lugar ou apenas nos beijando de forma romântica como ele sempre fez comigo.

Ah Jimin... Você era pra ser só um amante… Um amigo colorido… Eu devia ter me apaixonado por você! Não devia mesmo! Eu nem sei quais são os seus sentimentos por mim!


●•╍━━━╍⊶⊰✿⊱⊷╍━━━╍•●


┇ _____ OffJimin On

Eu peguei o avião apressado. Quase que perco. Eu ando meio avoado esses dias. Na verdade, eu tô desse jeito desde que eu conheci a _______. Será que? Não... Não pode ser… Será? Será que ela é a culpada de eu ficar tão aéreo?

Eu fico distraído, pensando em formas de foder ela. Posições diferentes e tals, formas de chupar e deixar ela mais sedenta por mim.

Talvez eu esteja sendo egoísta de usar a _______ pra satisfazer os meus desejos e fantasias. Mas é que… Ela caiu na hora certa! Mas isso é errado. Eu não devia estar a usando pra isso, eu vejo o jeito que ela fala do namorado dela. Ela tem ódio dele e talvez, quando descobrir que eu tô a usando… Ela vai ficar com raiva de mim também.

Caralho!

Eu não devia ter transando com ela em início de conversa! Depois que eu provei dela… Tudo mudou. Eu vi nela a oportunidade perfeita de me satisfazer. Mas eu acho que ela vai encarar tudo isso como uma forma de se vingar no namorado, né? Tipo, eu acho que ela não vá querer um relacionamento sério comigo depois que ela ter o que quer. Eu acho que de certa forma eu tô sendo usado também, então eu acho que não tem problema eu ficar usando ela.

“Usar”…

Não gosto desse termo. Eu acho que juntar o útil ao agradável cairia bem melhor nessa situação. Sim. Ela me alivia sexualmente e eu ajudo ela a se vingar do namorado traidor e corno.


●•╍━━━╍⊶⊰✿⊱⊷╍━━━╍•●


— Senhor?

Um voz ao longe começa a me tirar no meu sono.

— Senhor?

A voz se aproxima e eu começo a sentir que tem alguém me balançando.

Eu abro os olhos lentamente, ai eu percebo que o comissário de bordo estava me acordando. Só tinha eu dentro do avião. Eu acho que eu dormi demais.

— Já chegamos em Gwangju, senhor. — O cara disse sorrindo de um jeito simpático.

— Ah, sim. Obrigado.

Eu disse e eu logo tirei o cinto que me prendia a poltrona e me levantei. Sai andando pelo corredor do avião sorrindo ainda constrangido de só ter eu ali.

— Boa tarde. — eu disse antes de sair da aeronave e andar pela plataforma que ligava o avião aos portões do aeroporto.

Eu andei pelo aeroporto e comecei a seguir as pessoas que provavelmente iriam pegar suas bagagens. Eu fui na fé seguindo esse povo. Pra falar a verdade, eu não fazia ideia de pra onde eu tava indo, mas eu tava indo! Faz um tempo que eu não venho aqui. Hoseok hyung me disse que o aeroporto passou por uma ampliação e acabou mudando certas coisas de lugar, como o lugar de pegar as parabéns.

Caralho. Onde é que eu tô? Eu fui pra onde as pessoas estavam indo mas eu só tô vendo outros portões. Eu andei um pouco e fui até um funcionário da Asiana pra perguntar.

— Com licença, o senhor pode me dizer onde eu tô?

— Depende de onde o senhor quer chegar. — ele diz sorridente.

— Eu quero pegar a minha bagagem.

Ele abriu um pouco a boca e arqueou um pouco as sobrancelhas por alguns segundos se mostrando surpreso.

— O senhor está no lugar errado. — ele responde. — Aqui é pra quem vai pegar conexões com outros voo e aeroportos. O senhor deve pegar aquela escada e ir em frente. — ele apontou para um direção e eu olhei pra saber onde era. — Aí o senhor vai ver a área de desembarque.

— Obrigado. É muito longe?

— Não.

— Obrigado de novo e boa tarde.

— De nada, senhor. Boa tarde.

Eu me despedi do rapaz e fui onde ele disse pra eu ir. Eu acho que não deu nem um minuto e eu já tava vendo o amontoado de pessoas esperando suas malas. Eu fiquei perto da esteira e fiquei esperando a minha.

Não demorou muito a minha mala já estava vindo pela esteira. Eu a peguei e saí com ela pela grande porta que nos separava da área receptiva do aeroporto.

Eu procurei e não demorou muito pra que eu veja Hoseok hyung sentado mexendo no celular. Eu me aproximei dele e lhe dei chute leve na perna pra que ele percebesse que eu tava ali.

— Acorda pro mundo, hyung! — eu disse sorrindo e ele sorriu quando percebeu a minha presença.

— Você demorou. — ele se levanta e começa a andar do meu lado rumo ao estacionamento.

— O voo teve um atraso por causa do mal tempo chegando aqui. — eu disse e ele parou na frente de um carro.

— Esse dias tem chovido pra caralho, mesmo. — ele abriu o porta malas e colocou a minha mala dentro.

Nós entramos no veículo e eu fiquei olhando a paisagem e eu me lembrei de _______. Ela ia gostar de visitar Gwangju. Eu poderia trazer ela aqui qualquer dia.

— Jimin-ah! — Hoseok grita. Eu acho que ele tava falando comigo e eu nem percebi.

— O que foi, hyung?

— Tá no mundo da lua, por quê? — ele pergunta sorrindo. — Aposto que é mulher no meio.

Eu não evitei e comecei a rir.

— Tem mulher sim, e o meio, mais especificamente sou eu no meio das pernas dela.

— Eita, então o negócio tá sério.

Eu parei pra pensar por uns instantes, será que o meu caso com ela está realmente sério?

— Mais ou menos, hyung. — eu respondi baixinho.

— Como assim?

— Eu sou o amante dela.


Notas Finais


Tchauzinho meus bebês
Hmmm
Ele tá usando ela... O que vocês acharam disso?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...