1. Spirit Fanfics >
  2. Meu amigo de infância ( Park Jimin) >
  3. Capítulo 30

História Meu amigo de infância ( Park Jimin) - Capítulo 31


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei né? Mas tá aí o novo capítulo.
Espero que gostem e desculpa s
pelos erros ortográfico.
Boa leitura

Capítulo 31 - Capítulo 30


Fanfic / Fanfiction Meu amigo de infância ( Park Jimin) - Capítulo 31 - Capítulo 30

Acordei infelizmente com a droga do despertador no pé do meu ouvido. Meu despertador novo, meu pai comprou pra mim porque dizendo ele que nesses últimos dias eu tô acordando muito tarde.

Depois de levantar da cama fui no banheiro fiz minhas necessidades e vesti qualquer roupa confortável, a minha intenção não era sair de casa hoje mas bora ver no que vai dar, porque sempre que eu invento de ficar em casa um dos meninos ou as meninas me chamam pra sair, e eu vou, mesmo que eu seja obrigada.

Desci as escadas e dei de cara com Jackson que estava sentado no sofá com um capuz e um óculos preto no rosto. Agora me perguntou porque diabos ele está de óculos escuros dentro de casa?

Fui em sua direção e sentei do seu lado, ele nem sequer virou o rosto, ficou apenas olhando pra frente como se ninguém estivesse por perto.

S/N: Ei? - chamo ele mas o mesmo continua parado e olhando fixamente pra frente - Você tá dormindo?

Jackson: Não - responde nem dando atenção.

S/N: Jackson?! - cutuco a bochecha dele

Jackson: O que foi S/N? - pergunta impaciente agora olhando pra mim.

S/N: Nossa o que houve?

Jackson: Nada - volta a olhar pra frente - O pai vai me matar - oxi do nada?

S/N: Por que ele te mataria? - na mesma hora ele tira o óculos olhando pra mim assim podendo ver que seu olho esquerdo estava roxo - Meu Deus o que houve com você?

Jackson: Me bateram.

S/N: Quem fez isso?

Jackson: Depois eu falo

S/N: Não, você vai falar agora.

Jackson: Não, vou falar quando o pai acordar, assim vou falar tudo de uma vez e não vou precisar ficar repetindo.

S/N: Ok então - me viro pra frete cruzo os braços.

Alguns minutos se passaram e meu pai desce as escadas.

S/P: Bom dia!

S/N e Jackson: Bom dia!

S/P: Já tomaram café?

S/N: Não, estávamos esperando você.

S/P: Ok, então vamos - vai pra cozinha.

S/N: Vai falar agora?

Jackson: Vou pensar no seu caso.

S/N: Você disse que ia falar assim que o pai descesse.

Jackson: Eu sei, mas eu não consigo.

S/N: Você acha que não contando nada pra ele você vai se safar de levar uma bronca? - ele não fala nada - Certo então - vou pra cozinha e sento do lado do pai.

Jackson entra na cozinha e senta de frente pra mim, ele começa a se servir e eu apenas fico olhando, eu sei que ele não vai contar nada, então tenho que fazer alguma coisa.

S/N: Jackson tira o óculos - nesse momento ele olha pra mim e meu pai olha pra ele.

Jackson: Não - volta a comer.

S/N: Pai manda ele tirar o óculos, eu tô incomodada.

Jackson: Mas eu não tô.

S/N: E eu ligo se você tá ou não?

Jackson: Co...

S/P: Parem de brigar - no mesmo instante paramos - Vocês dois tem essa mania de sempre ficarem brigando na hora do café, podem parar com isso. E Jackson tira o óculos porque eu não aprovo que você use ele na hora de estarmos na mesa. E não venha dizer que é por causa da S/N, você sabe que eu nunca aprovei que usassem esses tipos de coisa quando estamos em café da manhã, jantar e almoço - Jackson ficou calado olhando fixamente pra baixo.

Jackson: Ok - ele disse e tirou o óculos ainda de cabeça baixa, ele devagar mente levantou a cabeça e meu pai ficou um espantado e surpreso.

S/P: O que ouve com seu olho? - ele pergunta preocupado.

Jackson: Me bateram.

S/P: Quem fez isso? - ele ficou em silêncio por um instante.

Jackson: O... O pai da Irene - meu pai ficou de pé furioso enquanto eu ainda estava tentando raciocinar o do porque o dela ter feito isso com ele.

S/P: Por que ele fez isso? - pergunta eufórico. Jackson não fala nada, ou estava tentando arranjar algum jeito de explicar pra gente o que ouve - Jackson?!

Jackson: Eu engravidei a Irene - fala rápido.

Na mesma hora eu quase engasguei com minha própria saliva. Meu pai se já tava furioso, ele ficou pior ainda.

S/P: VOCÊ FEZ O QUE?!

Jackson: Desculpa - levanta - Nunca pensei que isso iria acontecer.

S/P: Meu deus Jackson você sabe que tem proteção pra essas coisas, por que você não usou?

Jackson: A gente esqueceu.

S/P: Vocês esqueceram? - pergunta e Jackson balança a cabeça positivamente - Essas coisa a gente nunca esquece, qual o seu problema?

Jackson: Desculpa pai.

S/P: Desculpa nada, você mereceu esse ganhar esse olho roxo - Jackson abaixa a cabeça e percebi que ele estava chorando - Você vai assumir aquela criança e se casar com a Irene, e se você se recusar, eu te expulso de casa - essa foi a última palavra dele antes de sair da cozinha deixando apenas eu e Jackson.

Ele se senta na cadeira de cabeça baixa, estava tentando arranjar forças pra falar com ele mas eu não conseguia, talvez a culpa seja minha por ter forçado ele a falar.

S/N: Desculpa - falei e ele continuou de cabeça baixa - Desculpa por isso.

Jackson: Não - balança a cabeça - Você não tem culpa, a culpa foi minha, você se fez um favor pra mim poder conseguir contar tudo.

S/N: Não, eu praticamente "forcei" você.

Jackson: Tá tudo bem - ele pega na minha mão - Se você quer tanto que eu te desculpe, ok, eu desculpo você - de um pequeno sorriso.

S/N: Você sabe o que vem agora né?

Jackson: Uma criança, e um casamento, acho que sim.

S/N: Eu vou ser tia - falo e ele sorri.

Jackson: E eu vou ser pai - seu sorriso aumenta.

S/N: Eu vou mimar muito essa criança, vou ser a tia mais melosa do mundo.

Jackson: Nem ouse, se ela ficar mimada a culpa vai ser sua.

S/N: Tô nem ai.

Jackson: Ok, é assim então né? - balanço a cabeça positivamente - Então quando você tiver seu filho vou mimar ele mais ainda - ele fala e eu começo a gargalhar

S/N: Isso se eu tiver.

Jackson: É claro que você vai ter.

S/N: Uhum.

Jackson: Mas não pode ser agora, senão eu vou matar o Jimin

S/N: Calma ai meu filho, você acha mesmo que eu iria ter um filho agora?

Jackson: Não sei - da de ombros - Pode acontecer a mesma coisa que aconteceu comigo e com a Irene.

S/N: Nunca.

Jackson: Que bom. Senão eu matava o Jimin.

S/N: Para de dizer que vai matar ele

Jackson: Não.

S/N: Quer saber, tchau - saio de lá e vou pro meu quarto.

Deito na cama e do nada meu celular começa a chegar um monte de mensagens. Vou ver o que era.

*Mensagem on*

Lisa: S/N cadê você?

Jisoo S/N vem logo a Lisa disse que tem uma coisa pra contar pra gente.

Jennie: S/N EU VOU TE BATER, CADE VOCÊ?

Rosé: gente calma, ela pode estar ocupada.

Jennie: a gente quer saber do babado.

Jisoo: Lisa esquece a S/N e fala logo.

Lisa: não só vou falar quando todas vocês estiverem aqui.

Jisoo: AAAAAAAA

Jennie: Porra S/N.

S/N: tô aqui.

Jisoo: aleluia.

Jennie: achei que ia ter que ir aí e te bater.

S/N: ui tô morrendo de medo.

Jennie: é bom ter mesmo.

Rosé: CALA A BOCA VOCÊS DUAS

Jisoo: fala logo Lisa.

Lisa: tá. É que ontem eu...

Jennie: anda logo inferno.

Lisa: eu não sei como falar

S/N: fala logo de uma vez.

Lisa: OK... O Jungkook me beijou.

S/N: É O QUE?

Jennie: PORRA.

Jisoo: CARALHO.

Rosé: mentira né?

Lisa: Não, é verdade.

Rosé: Porra.

S/N: Caralho Lisa, quando foi isso?

Lisa: ontem de noite.

Jennie: de noite né safada.

Lisa: vai se fude.

Jennie: não rolou mais nada não?

Lisa: claro que não.

Jisoo: o que ouve depois do beijo?

Lisa: nada.

Rosé: nada?

S/N: como nada?

Lisa: eu saí correndo.

S/N: meu deus Lisa tu é burra.

Rosé: por que você não ficou?

Lisa: ah é, eu ia ficar com minha cara de cu olhando pra ele?

Jisoo: sim.

Jennie: fala com ele

Lisa: não.

Jennie: FALA LOGO

Lisa: NÃO PORRA

S/N: Lisa você tem que falar com ele

Jisoo: vai que ele gosta de você sla

Lisa: a gente se odeia

Jennie: HAHAHA

S/N: vocês se odeia tanto que até se beijaram.

Rosé: os opostos se atraem minha filha.

Lisa: aish

S/N: o negócio é o seguinte... fala com ele e pronto.

Lisa: TÁ, eu vou falar com.

Rosé: finalmente.

Lisa: mas não falem pra ninguém, muito menos prós meninos.

S/N P.O.V

Jungkook P.O.V

*Mensagem on*

Tae: eu não acredito que você beijou ela

Hoseok: Jungkook pegador.

Jungkook: calem a boca.

Jimin: o que aconteceu depois que vocês se beijaram?

Jungkook: ela saiu correndo.

Jimin: e você não foi atrás dela?

Jungkook: não.

Jimin: tu é vacilão.

Jungkook: por que?

Jin: era pra você te corrido atrás dela seu abestado.

Yoongi: Mano o Jungkook é burro pronto

Jungkook: não me chama de burro não.

Yoongi: mas tu é.

Jungkook: vai dá teu cu.

Yoongi: vai tu.

Jin: calem a boca vocês dois.

Namjoon: Jungkook vai falar com ela agora.

Jungkook: não.

Namjoon: por que?

Jungkook: não vou conseguir falar com ela.

Tae: vai sim.

Jungkook: vou não.

Jimin: Jeon Jungkook cala a boca e vai loga falar com a menina.

Jungkook: AAAAAA

Jimin: Ah uma ova vai logo.

Jungkook: tá eu vou. Mas não quero que vocês falem pra meninas, ok?

Tae: ok.

Jimin: ok.

Jungkook: todos ok?

Yoongi: sim caralho.

Jungkook: ok então.

Jin: força amigo.

Jungkook: Obrigado. Espero que ela não me bata.

Yoongi: eu não espero nada.

Jungkook: Tchau Yoongi.

Yoongi: tchau, vai e não morra

Continua...


Notas Finais


Atenção: Vcs sabem do coronavirus que esta matando várias pessoas no mundo a fora, então por favor, fiquem em casa, não tenham contado com pessoas, e sempre usem álcool em gel, por favor vamos nos cuidar. Fiquem bem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...