História Meu Amigo Sadomasoquista - Capítulo 65


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bangtanboys, Bdsm, Bissexualidade, Bts, Chim Chim, Drama, Ecchi, Hentai, Horror, Imagine, Imagine J-hope, Imagine Jimin, Imagine Jungkook, Imagine Kim Namjoon, Imagine Namjoon, Jeon Jungkook, Jeongguk, Jimin, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Taehyung, Kook, Masoquismo, Namjoon, Namjoon Sexo, Park Jimin, Suspense, Taehyung, Taehyung Kim, Terror
Visualizações 127
Palavras 1.092
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!
Espero que gostem do capítulo final.
❤️❤️❤️

Capítulo 65 - A flor que se chama eternidade ( FINAL)


Fanfic / Fanfiction Meu Amigo Sadomasoquista - Capítulo 65 - A flor que se chama eternidade ( FINAL)

 

Capítulo Anterior: - Esse é o novo motorista, que por sinal está à beira de ser demitido.

- Como você se chama?

Ele deu um sorriso em minha direção ignorando o que Namjoon falava. Sua presença para os meus olhos foram como a luz do dia...

                    Capítulo 65 ❣️

Quando aqueles atraentes olhos que brilhavam em meio a um dia onde o sol escolhera que ele fosse seu centro de luz, encontraram-se com meus, a irresistível atração entre nós dois foi instantânea e totalmente abrasadora. A paixão logo nos dominou!

- É um prazer conhecê-lo! – o correspondi com palavras acolhedoras.

Um pequeno sorriso curvou-lhe os cantos da boca.

- Vamos entrar, já perdemos tempo demais conversando asneiras com esse motoristazinho. – suspirou Namjoon enquanto virava as costas indo até a porta de sua casa.

Após virar suas costas despreocupadamente, Jimin entregou-me uma carta onde às direcionou para dentro de um pequeno bolso que continha em minha vestimenta.

- Venha querida! Venha conhecer seu novo castelo, onde o seu eterno príncipe espera ansiosamente por sua bela e majestosa princesa!...

Uma gargalhada soou alto o suficiente quando ele havia terminado de falar ao meu respeito.

- O que está acontecendo aqui? – indagou Namjoon enquanto direcionava-se um tanto impaciente até Jimin.

- Me desculpe – respondeu ele ainda não conseguindo conter-se do quão engraçado fora as palavras que Namjoon havia pronunciado gabando-se de sua alto confiança.

- Sabe o que será mais engraçado se não parar com essas risadinhas bestas? Será extremamente engraçado pra mim, SE EU DEMITI-LO AGORA MESMO!

- Oras, não precisa ficar tão irritadinho só porque o seu discurso foi uma merda.

- CHEGA!

Parei Namjoon no instante em que partia com tudo para cima de Jimin.

Conhecendo Jimin como eu conhecia, certamente não hesitaria em ter essa discursão aprofundada.

- VAMOS NAMJOON ENTRE! – o obriguei com tom autoritário.

Entramos dentro da casa, mesmo que ele ainda estivesse bufando de raiva pela ousadia de seu motorista.

Dei uma última olhada para trás, e o vi encostado no carro com os braços cruzados acima de seu tórax, fitando-me e observando cada passo que dava com Namjoon.

A porta foi fechada com certa brutalidade atrás de mim, quando Namjoon entrou. Fato que estava emburrado, mais de longe que isso me afetava.

O jeito como ele agia, lembrava-me Jungkook. Sempre se mostrando tão confiante e amável, mas no fundo é outra realidade de pessoa. Entretanto, tudo morreu inclusive meus sentimentos por ele, quando fora morto e deixado nas mãos de Taehyung que encarregou-se de sepultar seu cadáver.

- Bom, esqueça-se de tudo o que aconteceu lá fora. Agora vamos aproveitar esse momento que preparei especialmente para você... Minha futura esposa.

Um frio percorreu novamente pela minha espinha após suas mãos levantarem meu queixo.

- O que é isso? – indaguei-o apontando meu dedo para um quadro que ficava bem no alto da formosa parede da sala de estar.

- Ele sorriu quando lhe fiz tal pergunta.

Questionei-o a fim de livrar minha boca de ser encostada por alguém tão desprezível.

No quadro havia sete cachorros sentados em cadeiras envoltos por uma grande mesa, onde jogavam poker e bebiam cachaça em seus requintados copos de vidros. Alguns estavam com charutos na boca, enquanto outros sorriam alegremente segurando as cartas de baralho.

Que estúpido. – pensei voltando minha visão para uma garrafa de vinho que ele mesmo havia organizado a uma enorme mesa.

- Dogs playing poker! – disse ele admirando o quadro com grande jubilo. - Tenho muito orgulho de ter gasto $ 590,400 neste belo quadro.

- Eu não ligo pro quanto você gastou nele, e também não ligo pro quanto você seja rico! Quero que já fique bem claro que não me importo com nada que seja seu.

- Oh, pobrezinha, não consegue assumir o quanto já me ama.

Sentei-me a uma cadeira que estava perto da mesa, com a intenção de acabar logo com aquele horrível clima desconfortável. Certamente sua presença não me fazia bem!

Bebemos todo o vinho naquela noite, onde parecia que o sol nunca mais iria se por.

Por sorte, ele dormiu com a cabeça por cima da mesa enquanto Fur- Elise de bethoven tocava no grande local requintado.

Percebendo que ele já estava totalmente adormecido, peguei rapidamente a carta que Jimin havia colocado a um pequeno bolso de minha blusa.

Li atentamente a carta ignorando praticamente tudo que estava a minha volta.

Escritas rápidas e singelas acompanhavam a carta.

~ Meu amor, Deus me trouxe novamente pra você! O que aconteceu comigo, foi um milagre. Os médicos conseguiram tirar a bala de meu cérebro, e agora estou aqui novamente só pra você e para os nossos filhos! Venha, venha aqui fora que estou esperando-a para vivermos uma nova vida fora desse país.~

Ligeiramente um sorriso de satisfação iluminou meu rosto, Senti-me completa e totalmente prazerosa ao ler aquelas palavras tão cheias de vida.

Levantei-me cuidadosamente e caminhei até a porta como se estivesse pisando em cascas de ovo.

Peguei na maçaneta abrindo-a, e quando olhei para o lado de fora da casa, avistei o que meus olhos sempre queriam e desejavam ver a todo instante; Jimin.

 - Venha meu amor! – disse ele abrindo os braços.

Corri em sua direção, e ele encheu-me de beijos e abraços.  

Meu Deus, fisicamente ele mexia com todos os meus hormônios!

Sua respiração ficou um pouco entrecortada ao sentir o corpo tão desejado por ele mais uma vez.

Minha alma e corpo transformavam-se naqueles seus olhos quando estava perdida de paixão... Éramos tão livres nos desejos sexuais quanto no prazer, sim, claro que éramos, e ele sabia disso instintivamente, assim como sabia, também por instinto, que eu já era inteiramente sua...

O silêncio na rua era quase hipnótico... Porém, lembrava a mim mesma para não temer a simplesmente nada, pois se fosse para ficar com meu amor, estaria disposta a tudo, inclusive deixar Aurora e Taehyung para trás.

- Vamos, entre! – falou ele sorridente enquanto abria a porta do carro.

Após entrarmos dentro, ele entregou-me uma linda rosa, cujo perfume da flor me chamou a atenção.

- Elas são chamadas eternidade. – Jimin explicou enquanto dirigia o carro. – e prometo amar você por toda a eternidade, S/n. E além de tudo o que aconteceu e acontecerá, quero que saiba que meu amor por você é... Eterno.

Lágrimas de felicidade banharam os meus olhos quando sorri para Jimin.

— E o meu por você — sussurrei emocionada.

Em silêncio, prosseguimos a viagem pela rua, as crianças e a rosa permaneciam conosco, como testemunhas do nosso amor.

 *   *   *  *

Fim


Notas Finais


Bom gente, chegamos ao fim dessa história. Espero que tenham gostado.
Fico muito feliz com todos que estão acompanhando e interagindo nos comentários.
Acompanhem minhas outras histórias, talvez vocês possam gostar delas também ❤
https://www.spiritfanfiction.com/historia/meu-chefe-min-yoongi-13699541
https://www.spiritfanfiction.com/historia/minha-chefe-ninfomaniaca-13862644


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...