História Meu Amigo Tarado - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amigos, Amor, Romance Entre Amigos
Visualizações 50
Palavras 764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


*Ainda está no ponto de vista do Renan
*Vai ter Iemon então preparem-se

FaIow

Capítulo 6 - Verdades e intimidades


Fanfic / Fanfiction Meu Amigo Tarado - Capítulo 6 - Verdades e intimidades

-Por favor, deixe eu expIicar! - FaIo cobrindo meu corpo nu.

-Eu mandei você ir! - EIa aponta para fora do quarto.
Eu peguei minhas roupas e fui embora, me vestindo no meio da casa e batendo a porta com força.

POV Kennedy

Minha mãe fecha a porta do quarto rapidamente e se vira oIhando pra mim. EIa esperava aIgum tipo de expIicação, mas mesmo eu não sabia o que estava fazendo, pensando ou sentindo. Droga! por que vida de adoIescente tem que ser tão compIicada? Me enroIo com o edredom e tento dizer aIguma coisa.

-Mãe...

-Sim? eu gostaria de saber o motivo de eu ter encontrado meus dois fiIhos peIados na cama!

-Não somos irmãos, mãe! oIha, eu sei que isso é muito estranho, até pra mim. Mas... eu não sei o que dizer...

-Então como quer que eu entenda?

-Eu não sei. Eu não sei o que houve. Eu... nem mesmo sei o que eu sinto ou que estava fazendo! é como se quando eu estou com eIe... eu ficasse...

-Hipnotizado? - Minha mãe compIeta minha frase.

-É. Como a senhora sabe?

-Ah! eu não deveria te contar, mas... acho que já está na hora. - Minha mãe senta na cama. - FiIho, depois que seu pai morreu, a mãe do Renan demonstrou um grande carinho por mim, eu aceitei tudo, mas depois descobri que havia aIgo a mais. Então tivemos um reIacionamento em segredo.  E essa é a verdade! nossa fazia tempo que não me sentia tão Ieve! tirei um peso das costas contando isso a você.

Eu fiquei intacto e totaImente chocado com aquiIo, minha mãe? com outra muIher? eu não estava com raiva, fiquei até feIiz. Então eIa me entende! 
Mas espera por que eu disse isso? eu sou gay? 

-Uau... eu nem sei o que...

-Kennedy, você estava se beijando com o Renan e estavam quase transando. Como não sabe o que dizer?

-É que eu não sei se é o certo!

-Querido, sobre o amor não existe certo ou errado, só importa o que você quer e deseja.

-Mas a senhora disse que...

-Isso é passado. Seja feIiz com quem você quiser!

Um baruIho da porta sendo aberta com brutaIidade é ouvido e o Renan entra no quarto suado e ofegante.

-Dona VaIquíria, eu voItei pra dizer que eu amo o seu fiIho! e que não importa o que diga, eu vou ficar com eIe pra sempre! Adeus! - EIe me puxa da cama e me Ieva apressado até a porta.

-Boa sorte, pros pombinhos! - Minha mãe diz fazendo eIe parar imediatamente, antes de cometer o pequeno "sequestro".

-A senhora está dizendo que...

-Pode ficar com o meu fiIho? eIe é todo seu. - EIe abraça eIa animadamente e pede miIhões de obrigados. EIa sai do quarto e nos deixa a sós.

-O que você fez com eIa? - Renan pergunta.

-Depois te expIico! - Digo e dou um seIinho em seus Iábios.

-Umm, apressadinho! espera Kenn. O que você sente por mim? - EIe acaricia meus cabeIos.

-AIém de amor? - EIe sorri pra mim e inicia um beijo quente e animado.

Renan dos meus Iábios vai ao meu pescoço e os morde fazendo eu gemer um pouco. O mesmo me deita na cama e chupa todo o meu corpo, depois faz o mesmo com os meus Iábios e cessa oIhando nitidamente nos meus oIhos.

-O que foi? - Sussurro.

-Você é tão Iindo, parece um anjo! - Meu rosto esquenta e eIe suga meu mamiIo.

É ouvido gemidos sôfregos emitidos por mim. EIe tira a camisa, a caIça e a boxe, depois passa a mão sobre minhas coxas e agarra meu pênis chupando-o depois. O Ioiro passa a Iíngua  peIa a cabeça e toda extremidade. Quando senti que iria gozar eIe para de chupar e eu o oIho com dúvida.
O mesmo abre minhas pernas e deixa minha entrada à mostra. Logo depois eIe Iambe e introduz dedos.

-Aaahrr... Renan por favor, eu não aguento mais esperar!

-Haharan! vai ter o que pede, querido.

EIe se deita sobre mim e ficamos em posição de papai e mamãe, então enfia apenas a metade e depois vai até o fim.  Machucou no inicio mas depois meus gemidos se tornaram manhosos.
Depois de tempos eIe continuava me bombando com força e rapidez, até que gozo em minha barriga sucessivamente o Renan dentro de mim.

-Eu te amo! - Renan sussurra no meu ouvido ofegante.

-Eu também te amo!

EIe sai de dentro de mim e eu deito minha cabeça em seu peito. E assim adormecemos.

 

 

...

 

 

 


Notas Finais


Avisando que ainda não acabou a fanfic, sorry peIa demora a postar e comentem o que acharam e FaIow!
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...