1. Spirit Fanfics >
  2. Meu amor coreano. >
  3. Diálogo indesejado

História Meu amor coreano. - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oêêê Byeols, primeiramente queria me desculpar pelo sumiço de dias por aqui, estava muito corrido aqui em casa e eu não consegui postar nada por aqui, porém, aqui está a parte 3 dessa fic. Espero que goste e que não tenham esquecido de mim KSKSKSKK, até logo Byeols, boa leitura!! ;3

Capítulo 3 - Diálogo indesejado


Busan, South Korea; 12:41 - Portão da residência Soo;

- Quanto tempo, S/n... Como você está., gatinha? - Falou Dae-Hyun, meu ex noivo com um sorriso sarcástico em seu rosto, o qual eu não suportava nem lembrar.

- O que você faz aqui, Dae-Hyun? - Falei com o tom mais calmo que eu consegui naquele momento, porém quando se tratava de Dae-Hyun, era tudo mais complicado.

- Ah, eu vim ver o Young Soo, mas não imaginei te encontrar por aqui. - Falou simples, dando um sorriso meigo e simpático, isso é o que as pessoas descreveriam o sorriso dele se o visse naquele momento.

- Ele não está em casa, então volte outra hora - Falei tentando fechar o portão em sua cara, porém ele foi mais rápido, colocando o pé para me impedir de realizar tal ato - Qual é, Dae-Hyun? Vai dar uma de garotinho de 10 anos até quando? - Ditei sem a menor paciência.

- Você passou 3 anos sem me ver, e quando finalmente se reencontra comigo por acaso você se recusa a me dar ao menos um abraço? Young Soo e nem seus pais não ficariam felizes em ver você fazer isso com o seu ex noivo, gatinha. - E como eu já esperava, ele citou o nosso passado, o passado que eu mais me envergonho de ter tido, pelo simples fato de um dia eu ter dito que amava Dae-Hyun com a maior certeza e honestidade do mundo.

- Eu não senti a sua falta para assim que te rever novamente eu te dar um abraço e dizer "nossa, quanto tempo Dae, como você está?", sabe muito bem que eu quero distância de você, Dae-Hyun. Agora por favor, saia daqui imediatamente e não ouse voltar aqui enquanto eu estiver em casa, se isso chegar a acontecer, me ignore pois irei estar fazendo o mesmo com você.

- Vejo que ainda tem um certo rancor por mim - Falou dando um sorriso irônico- Vamos querida, não aja assim comigo. - Falou tentando tocar o meu rosto.

Bati forte em sua mão e logo em seguida me pronunciei sobre - Não lhe dei liberdade para me tocar, não repita esse ato nunca mais, Dae-Hyun. - Ditei um tanto quanto séria, empurrando ele para longe do portão e o fechando logo em seguida.

Entrei em casa e subi diretamente para o meu quarto tentando não lembrar que eu realmente consegui ter um diálogo "civilizado" com Dae-Hyun, como eu o odiava por ele ter sido um babaca comigo à 3 anos atrás; Totalmente perdida em meus pensamentos acabei adormecendo e acordando com batidas leves em minha porta, era o meu tio que havia chegado do trabalho, só aí eu me dei conta do quanto eu havia dormido.

- S/n? Está ocupada, querida? - Ditou ele esperando calmamente que eu o respondesse.

Me levantei da cama e fui em direção a porta, abrindo a mesma logo em seguida - Ah, oi tio Soo - Ditei dando um sorriso fechado e o encarando com uma certa irritação no olhar, querendo ou não eu fiquei super irritada após aquele encontro com Dae-Hyun.

- Oh, o que foi, querida? Aconteceu algo? - perguntou preocupado mas logo a sua feição mudou após ouvir a minha resposta.

- Eu não sabia e nem imaginava que o senhor ainda falava com o Dae-hyun após tantos anos... pretendia me contar que ele ainda visitava constantemente o senhor quando? - Perguntei não dando a mínima para a resposta dele.

- Oh querida, pretendia lhe contar ainda essa semana, não me entenda mal. - Falou um pouco desesperado e surpreso pela minha pergunta.

- Eu realmente não ligo para nada que envolva ele ou o meu passado com ele, apenas não desejo que ele fique vindo muitas vezes aqui em casa enquanto eu estiver, e caso ele venha em um dia em que eu esteja em casa não me peça para ser educada com ele, isso já é abusar demais da minha pequena paciência, tio Soo. - Falei seca e séria.

- Não se preocupe querida, e me desculpa por ter que te fazer passar por isso novamente - Ditou e me olhou.

- Tudo bem tio, obrigada por me entender - Falei dando um abraço no mesmo.

- De nada minha querida, vou tomar um banho agora, não esqueça de descer daqui a 20 minutos para jantar, hein! - Falou indo em direção ao seu quarto e eu voltando ao meu. fechando minha porta e suspirando logo em seguida.

Continua...


Notas Finais


Obrigada por terem lido e esperado o cap 3 sair, prometo não sumir de novo KSKSKSKS.
Se vocês gostaram, me ajude divulgando para suas amigas(os) e me desculpem por algum erro de escrita que vocês encontrarem ao decorrer da fic, boa noite Byeols, até logo. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...