1. Spirit Fanfics >
  2. Meu amor doentio - imagine Joen jungkook >
  3. Piloto

História Meu amor doentio - imagine Joen jungkook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa fic vai bem pesada então se vc for bem sensível não recomendo.

Boa leitura 📒

Capítulo 1 - Piloto


Fanfic / Fanfiction Meu amor doentio - imagine Joen jungkook - Capítulo 1 - Piloto

SN narrando:

Olá, me chamo Sn Ross. Sou uma norte América decente de corano. Tenho 22 anos e trabalho para o maior merceonarista da coreia do sul, Sr. George. Vou esplicar como o conheci.

Era setembro estava chevendo no dia, para ser específica era o meu aniversário.  Meus pais havia acabado de brigaram e sim no meu aniversário. Eu tinha 14 anos na época e odiava quando eles brigavam. Oq mais odiava é que eles se pegavam depois das brigas, um jurava que ia matar o outro. E aquilo era bem irritante. 

Do nado a casa foi tomada por tiros me joguei no chão rapidamente, já os meus pais foram atingidos. Assim que as balas acabaram, fiquei um certo tempo no chão. Depois de algum certo tempo me levanto e vejo a cena que marcou a minha vida. Logo em seguida vi o Sr. George, entrar na minha casa e me disse que eu precisava ir com ele. No caminho ele me explicou que eu era um combinado do meu pai, assim que completasse 13 anos ele ia me dar ao senhor George. 

E como ele não deu ambos morreram, o Tempo se passou e agora sou a melhor assina de aluguel, na época eu tinha duas opções ou fugir ou me tornar uma assasina de alugel e claro que eu aceitei ser assina de aluguel. 

Por qual motivo? Matar todos que ódio. Kkk amo fazer isso. 

Meu trabalho é achar os pacotes (pessoas ou até objetos) e entrego ao senhor George. 

Quando a missão falha somos chicotados até nossas costas ficaram em carne viva. eu sintia um grande prazer por aquela dor. Enfim pra terminar sou sadamadoquista e não vejo nem um defeito nisso. 

~.~ 

Estava na sala do senhor George arrumando algumas armas e esperando por ele. 

July: oq vc acha que vamos fazer? 

- matar alguém talvez - esclamo como se fosse óbvio- 

July: quero comer - diz agoniada por fome- 

July é uma assina de aluguel diferente de mim, ela tem dó das coisas. E já eu amo ver as pessoas gritando por dor. Por isso ela nunca mexe comigo. 

- bom dia senhor - me curvo- 

George: vamos direto ao assunto. 

George: vocês vc tem novos pacotes

George: e para a sorte de vocês ambos são bilionários. 

July: obaaa 

George: não se anime tão cedo, dessa vez vocês não terá que trazer dinheiro.

- e como vai ser chefe?

Além de matar nós  roubavamos alguns bancos.

George: o alvo é uma família bilionário, uma empresária e um policial. 

- ohh 

George: família Joen é o alvo importante.

- já ouvi falar

- eles que criaram um marcar de jogo, certo?

George: isso.

- hum.

George: July você ficaram com a Empresária jisso e vc SN com a família Joen.

- interessante. 

George: você terá que trazer o garoto em vida e já os pais pode tortura- los e depois os mateo. Os culpado desse crime será um policial Sunmin.  

George: July, você irar traze-la a empresária em vida, e o resto roubo de banco. Quero novas jóia. 

Todos: sim chefe

No total somos 29 assinos de alugueis. Os melhores do mundo inteiro.

Todos saíram da sala do chefe foi a única que fiquei.

- como que é o garoto senhor? 

George: esse - me mostra a foto-  oq achou?

- bem atraente

George: esse garoto carrega o chip  com todos documentos, os mais importantes da Coreia. Ele é como um baú de tesouros. Quero que traga ele em vida. 

- se ele é o baú os pais dele não são importantes assim.

George: tem toda razão. Vc já sabe oq tem que fazer.

George: irei depositar a primeira parte no início  da sua missão e a outra quando vc me entregar o garoto. 

- sim. Senhor. 

- irei fazer oq for possível. 

(...)

Chego na minha casa, tiro o meu sapato e vou direto para o meu notbook.

- certo.. Jungkook.. Jungkook  

- tem 18 anos, namora,  tem amigos... Uhh que abdômen. - anoto tudo no meu caderno- humm.. vamos ver, ele não estuda muito longe daqui. 

- que bom vai facilitar muita coisa. 

- certo. Vamos colar o plano em ação. 

(...) 

- com linceça gostaria de falar com os donos da empresa

Balconista: seu nome por favor

- Margaret Beijamin

Balconista: ok. 

Não demorou muito para o Sr Joen aparecer.

Sr.Joen: Margaret que supresas - se comprimetamos- 

Sr. Joen: oq te trás aqui ? - me sento na cadeira de sua sala-

- quero fazer uma parceira com sua empresa. Sr Joen.

Sr.Joen: nossa que notícia boa, eu ia ligar agorinha mesmo para a madame

Sr Joen...Já nos conhecemos, foi muito sem querer, inventei essa história por conta do último pacote. Ele tem uma ceda em mim bem forte.

Eu estava com um vertido vermelho bem susto ao corpo  o que fez aceitar logo de cara a minha proposta.

Sr.Joen: será o meio prazer ter você...Margaret- diz com suas mãos na minha coxa- 

- eu ia adorar Sr. Joen 

Sr.Joen: vou prepara a papelada ok? - diz alisando minhas coxas-

- - dou um leve sorriso pro mesmo- 

Isso vai ser bem interessante.. 

.

.

.

Continua? 



 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...