História Meu Amor é meu irmão! (Imagine Suga) - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Suga, Romance
Visualizações 207
Palavras 820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Capítulo 5.2


Fanfic / Fanfiction Meu Amor é meu irmão! (Imagine Suga) - Capítulo 26 - Capítulo 5.2

(S/N) ON

Dormimos de conchinha. Era bom sentir seu corpo quente , seu belo rosto suar por conta das estocadas rápidas, eu me pergunto quem era ele para meu coração palpitar tanto , isso é tão novo para mim ou não. Será que tudo que esse lindo homem diz é verdade? Sou de uma família tão rica para obter uma casa tão grande e bonita. Acordo no meio da noite e me viro olhando para o rosto do maior dormindo. Sua pele era branca como a neve, os lábios tinham um tom de rosa claro e os cabelos pretos como o ébano. Acaricio suas bochechas e o mesmo da algumas mexidas, sorrio com sua reação repentina e fecho os olhos lentamente encostando a minha testa no peitoral do maior que dormia e peguei no sono. 

Abro os meus olhos quando a zoada do despertado não me deixa continuar meu sono. Levanto a metade do meu corpo coçando os olhos e em seguida me despreguiçando. Percebi que ausência do maior no quarto , levanto completamente tomando um banho e botando umas roupas que achei em cima da cama com um pequeno bilhete. Ao me vestir vou para outro comodo chamado cozinha , para comer algo. A barriga roncava alto , pensei que fosse algo da natureza por exemplo: Terremoto , só que na verdade era a fome. Pego um pedaço de torta que vi na geladeira , me sento na mesa e olho ao redor apenas saboreando a comida em minha boca  , sinto mãos cruzarem meu corpo por trás , inclino a cabeça pra cima e recebo um selinho. Sorrio ao ver o Suga. Passou a lingua em volta da boca e sua cara séria some tornando um sorriso no rosto , se senta do meu lado e abre a boca para eu dar comida em sua boca. Pego um garfada da torta e dirijo em direção a do Suga. Ele se aproxima cada vez mais pra comer , eu desvio botando em minha boca e rindo de sua cara fechada. Tão fofinho e tão....Sério. 

- Aff - diz o maior - Me da só um pouquinho deixa de ser ruim 

- Pare com essa cara de cu que eu te dou

- Você que manda - Dá um sorriso forçado e eu não resisto dando para o mesmo ao meu lado - SARANGHAEEE

- Só porque te dei comida vai ficar feliz? Falsidade do caralho - Faço uma cara de nojo e viro a cara comendo - Aish...é pecado ser falso por comida...

- Que foi? Eu ainda to com fome a comida de hoje a noite foi meio cansativa , suei muito não tive fôlego para recuperar e continuar a comer - Rir - E você? Gostou de ser comida?

- ECAAA Para de falar disso em quanto come vey - Coro sem olhar o maior  - Num vou te responder nada...se me dizer onde estava , que eu acordei e não te vi - Franzi o cenho de ciúme, ele fica calado - em me diga caralho , quero saber porra

- Ei! Para de boca suja 

- Me obrigue embustido - Me levanto - Não vai me responder fique ai cacete...

- Eu..Eu..

Eu volto ele sorrir convencido andando em minha direção de braços abertos. Desvio , pego a torta e saio do comodo mandando dedin do meio. Vou pra fora de casa comendo a torta de chocolate que estava muito gostosa. Puta que pariu que comida boa da PORRA , alguém me dá mais pelo amor de Gdragon. Acabo de comer e me sinto triste .O branco se aproximou trazendo outro pedaço de comida e eu corro em sua direção , só que ele levanta dando risada e eu tento pular para pegar só que sua altura é bem maior que a minha e me revolto.

- O CARALHO ME DA O VADIA

- Ouvi algo?

- Yoongi amor da minha vida me der este outro pedaço de torta maravilindamente e gostosamente deliciosa PELO AMOR DE DEUSSS 

- Tá bom - Desce  mão e depois sorrir malicioso - Se você me der um beijo

Beijo o maior e o mesmo me dar a torta. O fome da peste. Comu logo a torta toda e só parei , ao deitar no sofá com as pernas abertas tocando na barriga e com uma cara de enjoo. O Yoongi retirou as mãos do lugar que estava com uma dor desagradável e se acomodo deitando em cima de mim de barriga pra baixo e beijou por cima da blusa acariciando deitando a cabeça, acaricio seus cabelos de uma forma agradável agradecendo seu carinho desmerecido. Comi tanto que se eu ver algo bom eu morro.

- Como algo tão bom pode se torna algo tão travesso?

- Não sei 

- Porra... sai... - Ele sai de cima e eu corro pro banheiro

- BEM FEITO - Grita da sala rindo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...