História Meu Amor Inimigo - (Imagine Jungkook) - Capítulo 82


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amorproíbido, Bts, Imagine, Imaginejungkook, Meuamorinimigo, Romance
Visualizações 293
Palavras 987
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegueeei ❤
Tudo bem com vocês? Espero que sim hein?! ;)

Capítulo 82 - Apenas amigos?


— P.O.V’s S/N.

Acordei 9:45 da manhã, ainda estava com sono, hoje é domingo, e estou sem nada pra fazer. Fiz as minhas higienes, e ótimo! Minha menstruação chegou – hihi. – Lavei meu rosto, escosvei os dentes,  coloquei minhas peças íntimas, o absorvente – hihi/2. – vesti um calça preta lisa, um moletom da mesma cor sem nada por baixo – só o sutiã. – e calçei uma botina marrom. Desci pra  comer alguma coisa. E peguei meu celular, aish, Jeon me logou várias vezes ontem, é incrível como ele consegue me deixar assim, com um receio de deixar ele assim, preucupado. – não sei se me entenderam, mas é isso.

Com as chamadas e mensagens dele, também vieram a de Sarah. – mas ela não falou pra eles que eu já estava em casa não?

“S/N, tô indo pra sua casa agora tá? E bom dia. Beijão, te amo ks.

Essa foi a última mensagem de Sarah, á 4 minutos atrás. Essa garota não perde uma – ks. — Reenvio uma mensagem dizendo “okay, tô te esperando.” Acho que nem planos temos pra fazer aqui, mas a companhia dela me faz bem. – como de todos os meninos.

Depos de uns 10 minutos a campainha toca, e eu fui atender.

— Oi Sar..-

Espera.

Primeiramente: eu vou matar Sarah Lee. Segundamente: O que o Jeon tá fazendo aqui?

Eu vim conversar com você... — me olhou profundamente, me fazendo ficar incomodada.

— Jungkook, não temos que conv...- – ele me rompe.

— S/N, por favor! Temos sim que esclarecer algumas coisas! — disse adentrando minha casa. – Por favor, deixa.. —  falou tristonho.

— Prossiga, então. – disse entortando a boca, séria, fechando a porta. Me sentei no sofá, cruzando os braços.

— S/N, primeiramente, peço desculpas se meio que “estraguei” seu aniversário. — permaneceu em pé. – E, queria te falar, que sim, aquilo é verdade! — arregalei os olhos levemente. — Mas nem tudo! Eu tenho que te explicar. — suspirou. — Lá no começo quando nos conhecemos, meu pai mandou eu pegar informações sobre você, sua família, como sabe, nossos pais foram grandes inimigos no passado, então ele quis novamente se vingar. Me obrigando a me aproximar de você. Tá, — continuou. — mas com o tempo eu realmente estava gostando de ficar com você, até então, eu perceber que estava completamente apaixonado por você. — tentou me olhar, nas logo desistiu.

Me levantei pra falar, mas ele se aproximou segurando nos dois lados de minha nuca, me impedindo de falar.

— S/N, entenda: Eu nunca, nunquinha, ia te fazer um mal desses, por favor acredite em mim, se eu fiquei com você este tempo todo, foi porque eu realmente te amo, me perdoa por não ter te contado antes... — seus olhos estavam... marejados, ah Jeon não chora na minha frente, por favor! Eu não aguentaria.

— Jeon... — o que eu faço? Não sabia nem o que falar, e sim, acreditei nas palavras sinceras de Jungkook. – Eu te perdôo. – falei rapidamente, suspirando. O garoto em minha frente abriu um sorriso de orelha a orelha, aquele fofo sorriso.

— Ah... – ele suspirou aliviado. Vi seus olhinhos brilharem. Jeon se aproximou pra começar um beijo, mas eu me afasto, fazendo-o ficar confuso. — S/N... por que? —ah meu Deus! Maldita hora que a S/N orgulhosa surgi dentro de mim, eu não tô acreditando!

— Desculpe, eu não sei se quero exatamente reatar a nossa relação... por um tempo, por favor. Talvez seja melhor... a gente, continuar apenas, como... amigos. – falo segurando as lágrimas, ao ver Jungkook com os olhos marejados novamente.

Amor... – ele pausa, e suspira pesadamente. – S/n... — suspirou. — É, talvez seja melhor mesmo. – falou fraco e baixo, mas eu consegui ouvir. Se virou. Aproveitei, e limpei algumas lágrimas que caíram levemente.

— Então estamos... de boa? – me aproximei e perguntei. Sim, eu aceitei isso tudo rapidamente. Mas seria errado eu fazer de conta que Jeon estava mentindo pra mim. E colocar um fim em tudo que criamos juntos. Mas também, uma parte do meu ego me atingiu. Merda!

— Claro! – conheço Jeon, e ele forçou um sorriso, argh! – A gente sendo amigos, não vai nos afastar tanto assim... né? – ele lançou aquele olhar que me paralisa.

— Sim, sim! Vai ser como nos primeiros dias que nos conhecemos. Mas nada vai mudar. – sorri pra ele. O mesmo retribuiu. — Só deixa rolar...

— É, deixa rolar.


— P.O.V’s Jungkook.

Isso tudo estava me machucando, mas ao mesmo tempo, me aliviei de ter a confiança dela comigo novamente.

Aish, ela me chamando de Jeon, não sei, não era o “Jeon” que ela falava antigamente, que ficava fofo e sexy ao mesmo tempo. Era um sério. Isso me preocupou, mas depois de nós decidirmos que íamos por enquanto ficar como amigos, sua expressão séria, mudou pra fofa, como era antigamente.

Eu ainda sabia de uma coisa, eu ainda queria tê-la aqui, como minha namorada também, pra chamar de minha, mas não quero demonstrar possessividade extrema á ela, isso poderia assustá-la.

— Vou voltar pra casa dos hyungs, quer ir? Ah, sei que quer! – brinquei.

— Quero sim. – respondeu sorrindo.

É, realmente, difícil vai ser deixar de ficar apaixonado por ela.

— Então vamos. — disse indo á porta de sua casa.

Eu e S/N, saímos, entramos no meu carro e fomos até a casa dos hyungs.

— P.O.V’s S/N.

— Eaí gente! — assim que cheguei, com Jungkook na casa, todos abriram um grande sorriso. Por conta de ver nós dois juntos.

— Calma, primeiramente: Resolveram a treta toda? – Tae perguntou, Jungkook e eu nos olhamos.

— Sim, resolvemos. — Jungkook sorriu.

— Ótimo, não ia ficar aguentando cu doce. – Sarah disse simplesta, e Yoongi assentiu.

— Mas... decidimos que por enquanto, seremos só amigos, e deixaremos rolar. — Jungkook continuou.

— Corrija minha última frase. – Sarah bufou.

— Isso não é o fim do mundo! — Disse dando de ombros. Ah, quem eu quero enganar.

— Vejam pelo lado bom: Pelo ou menos os dois estão se falando. — Namjoon amenizou a situação.

Todos concordaram.

E como todos os dias, na casa dos meninos, eu e Sarah ficamos a tarde toda na casa dos meninos.


Notas Finais


~BEIJÃO
amo vocês ♡♡♡♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...