1. Spirit Fanfics >
  2. Meu amor verdadeiro Datherine >
  3. Seu sorriso doce e gentil

História Meu amor verdadeiro Datherine - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Deu uma de Mestre dos Magos e resolvi voltar do nada mas como tudo não é uma notícia ruim, eu trouxe mais um capítulo aproveitem a leitura.

Capítulo 5 - Seu sorriso doce e gentil


Talvez só talvez Damon Salvatore não seja tão cruel e intocável como todos acreditável. Katherine poderia ser a sua consciência, guiar ele por um caminho um tanto quanto menos sombrio.

Katherine pousou a sua mão no rosto dele e o acariciou, Damon virou sua cabeça em direção à dela, Kit Kat falou com a voz suave e firme — Amor não faça isso.

— É o único jeito Kath – Damon falou desesperado. Ele poderia lidar com qualquer pessoa o olhando como ser ele fosse um mostro, mas ela não estava nessa lista de pessoas, Katherine tinha sendo o singular motivo para mantê-lo são em momentos enlouquecedores, pensa que ela achava que ele posse cruel o quebrava por dentro.

— Não amor tem outro jeito sempre tem – A sobrevivente respondeu com carinho, um sorriso doce e gentil abriu em seus lábios. Um sorriso que Damon só tinha o deslumbre de ter visto nas poucas vezes que tiveram juntos e sozinhos escondidos no refúgio do quarto dela na sua casa.

Era mais um dia ensolarado com sua luz entrado pela janela no quarto no ano de 1864 a jovem dona do quarto estavam em meio a sua nova sessão de gargalhadas proporcionadas pelo seu amado Salvatore de olhos azuis, o moreno tinha ganhado sua confiança com uma rapidez assustadora, ele admirava sua amada em baixo se si com as pupilas dilatadas e ofegante puxando grande quantidade de ar pela boca, seus lábios estavam mais vermelhos que nunca o que fazia que o mais novo a deseja mais vigor aprova disso era seu membro duro em meio a suas penas, Katherine o sentiu e abriu um sorriso provocante em seus lábios.

— Algo incomoda querido? – perguntou enquanto girava ficando por cima dele, Katherine ficou fazendo desenho invisíveis no seu tronco nu com um sorriso doce e gentil nos lábios.

— A senhorita possui conhecimento de que é uma coisinha pequena e provocadora – Ele brincou enquanto colocava uma de suas madeixas soltas para trais de sua orelha. Katherine desferiu um tapa estalado em seu braço. — Aí isso dói sabia senhorita estressadinha – Damon falou tentando fingir estar chateado esfregando que foi atingida, mas o sorriso apaixonado em seu rosto o traíra.

— O que foi querido ser machucou só com isso? – provocou. Damon sabia que não, Katherine não tinha colocado força o suficiente para tal feito e ela nunca colocaria, ele sabia que ela tinha um jeito diferente de demonstrar que o amava, todavia ele sabia que era real. Portanto ela nunca o machucaria não intencionalmente. A prova disso é que ela já tinha dado a opção a ele, quando se alimentou naquela estrada na frente dele, ela queria assustá-lo mostrar o que ela realmente era, e o Salvatore a escolheu acima de qualquer coisa, ela era mulher que ele vinha buscando a muito tempo, ele não abriria mão de isso por nada, nem pelo fato dela ser uma vampira.

— Não senhorita, mas por mim você poderia mim machuca de outra forma – falou malicioso com seu sorriso típico safado puxado nos lábios.

— Uma proposta tentadora senhor Salvatore – Katherine respondeu retribuindo o sorriso. Damon a olhou com expectativa e Katherine infiltrou a mão em suas madeixas negras como a noite sem lua em uma carícia lenta e gentil, ela levou a outra mão até o seu pescoço e abriu um corte nele com a unha o sangue começou a escorrer pelo ferimento sujando o seu pescoço com a cor vermelha e preencher o ar com seu cheiro, ela puxou a cabeça do Damon para o lado e a deitou no travesseiro enquanto Katherine se inclinava para frente tocando com seu lábios a veia pulsante em seu pescoço depositando um beijo nela — Você tem certeza disso? – a pergunta de Katherine nos ouvidos Damon como zumbido abafada a proximidade da boca dela do seu pescoço mas ainda era compreensível.

— Eu quero fico com você para sempre, eu quero uma vida ao seu lado Katherine e se para isso eu precisasse o vampiro então para mim tudo bem! – Damon respondeu com um sorriso nos lábios. Nada poderia ser melhor do que está ao lado da mulher que ele ama para sempre. Katherine deixou um suspiro escapa de seus lábios com a declaração inesperada de Damon, ela abriu um sorriso e mordeu ele. Damon gemeu com o prazer que aquilo tinha o proporcionada, ele estava esperando sentir uma dor terrível e não aquilo porem não poderia reclama, Damon murmurou em protesto quando Katherine se afastou dele.

— Não ... espera por que... você parou – perguntou em meio as lufadas de ar. Katherine sorri para o estado dele ela nunca pensou te visto Damon mais bonito do que naquele momento, com os cabelos bagunçados e as pupilas dilatadas de desejo, jogado em meio aos seus lençóis. — Vai ficar ainda melhor se você tomar o meu sangue – sussurrou com a voz rouca em seu ouvido.

Damon gemeu com suas palavraras aproximação dos seus corpos, ele nem ao menos pensou em seu atos ele infiltrou a mão em meio aos seus cachos como ela fez no seu cabelo e a puxou para ele, cobrindo o ferimento com sua boca perdido em meio ao prazer de beber o seu sangue, ele só percebeu que Katherine estava bebendo dele quando um gemendo rouco escapou pela sua boca.

O prazer da troca de sangue é fazer sexo, ele tinha certeza que se ficasse fazendo por uma logo período poderia chegar ao orgasmo. Eles ficam pedidos meio aquele ato por alguns segundos mais que parecia uma infinidade de horas, eles terminaram sua rodada de prazer em meio aos suspiros e beijos apaixonados, Damon tentava ao máximo não fazer juras de amor pois ele entendia que Katherine não se sentia muito confortável com aquilo mas em momentos como aquele era impossível elas simplesmente fugiram pelos seus lábios — você é a mulher mais linda que já vir Senhorita Pierce – disse enquanto colocava um de suas madeixas rebeldes que teimava em escapar de volta atrás da sua orelha.

— Damon por favor não – Katherine protestou.

— Me deixe terminar e eu prometo que não falarei isso de novo... bem ao menos não sem a sua autorização – Damon propôs com sorriso de lado.

— Só dessa vez Salvatore – respondeu firme com um dedo cutucado a lateral do seu corpo fazendo ele dar um pula da cama tentando se afasta dela.

— Tube bem Senhorita Pierce agora pare por favor! – Damon pediu e ela fez contrariada contudo com um sorriso brincalhão e vitorioso no rosto, se tinha uma coisa que ela gosta mais de tudo é provoca-lo seja do jeito que for.

— Senhorita Pierce eu Damon Salvatore prometo a seguir para onde for e esperarei o tempo que precisar por você, nunca desiste do que sentimos um pelo outro, eu prometo amá-la para toda a eternidade – Damon jurou depositando um beijo cálido e gentil em seus lábios. Katherine pediu passagem e aprofundou o beijo, ela não falou nada depois daquilo a sobrevivente não teria coragem de falar o que se passava em sua mente e nem ele a pressionou, Damon sabia que quando ela estivesse pronta falaria por vontade própria então tudo se encaixa em seu devido lugar.

— Tudo bem se é isso que você quer – Damon falou e soltou a Elena que correu sem olhar para trás para os braços de Stefan que a recebeu de bom grado depositando um beijo no topo da sua cabeça aprendendo de forma firme seu abraço, porém sem machucá-la.

— Talvez você não seja de todo mal – Sheila Benett falou olhando para Katherine que estava com os abraços circulando a cintura de Damon. — Eu vou deixar vocês saírem e não me faça me arrepender da minha escolha – A bruxa Benett falou e retirou o feitiço que os prendiam lá. Damon pegou a Katherine no braço e correu para fora da tumba e só olhou para trás quando chegou na floresta para confirmar que Stefan estava com Pearl e quando ele não estava só com ela mas também com Elena, Damon olhou para frente acelerou o passo fazendo as folhas caídas do outono voarem ao seu redor Katherine olhou tudo encantada a lua nova brilhando no céu junto com os pontos brilhantes ao seu redor eram tantas estrelas que nem poderiam ser contadas, sua luz iluminando naquela Floresta dando um tipo de beleza linda e assustadora, Katherine começou a brincar com as folhas que caiu em cima de si, aquela cena inocente encantou Damon que sorriu com gesto de sua amada.

 


Notas Finais


Desculpa a demora para voltar mas e que a criatividade tinha assumido por um tempinho mas agora voltou e eu vou aproveita


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...