História Meu amor virtual (Herobrine x MissBrine segunda temporada) - Capítulo 4


Escrita por: e misspudimmm

Postado
Categorias Minecraft
Personagens Herobrine, Personagens Originais
Tags Herobrine, Luna Youkai, Minecraft, Missbrine, Nutella, Segunda Temporada
Visualizações 39
Palavras 924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Se lembram de mim? Pois bem... se passou bastante tempo desde do último capítulo! E uma pessoa conseguiu me animar pra continuar com a fanfic, pois deu um mega bloqueio de criatividade e desanimo depois que eu fui roubada enquanto ia pro médico, e levaram meu celular com a fanfic praticamente pronta, só copiar do txt e colar no spirit fanfic. Mas deixando isso de lado, vamos que estou enrolando a quase 6 meses!

Capítulo 4 - Nova vida


MissBrine on.

 *BOOOM* uma explosão ocorre do lado de fora do quarto. Vou correndo pra saber o que carambas ouve, e quando quase arrombo a porta por desespero, vejo um crepper chiando alto com Herobrine, que estava com uma cara nada amigável no momento...

Herobrine: QUANTAS VEZES SERÁ QUE VOU TER DIZER QUE EU NÃO VOU MATÁ-LA?! ALIÁS, SE TU CONTINUAR ME PERGUNTANDO ISSO, VOCÊ É QUEM VAI MORRER!

 Ele gritou tão alto, que se estivesse a uns 4 km de distância ainda seria capaz de ouvi-lo perfeitamente.

Crepper: tudo bem senhor... *sai correndo o mais rápido que pode*

 Quando Hero olhou pra trás e me viu, logo desfez a cara de ódio no coração e ficou com uma expressão calma, como se nada estivesse acontecendo. E eu? Estremeci de medo dele... Tudo bem que ele é Herobrine, e tem que ter o "papel" de Senhor temido por todos, mas precisava disso agora?

MissBrine: Tá tudo bem...?

Herobrine: Sim, por que não estaria?

MissBrine: An... Nada! *entra no quarto pálida*

MissBrine: (Ok, o que foi isso?)...

 Volto a me direcionar ao baú, pego uma roupa decente, arrumo-me e vou atrás de um senhor que tem uma voz alta pakas, chamado Herobrine. E adivinha? ELE SUMIU!

MissBrine: Você está de brincadeira comigo?!

 Então do nada uma criatura magra, alta, e sombria surge na minha frente. Fazendo-me soltar um grito curto por susto e minha mão voar neste ser, que não é humano, mas o mesmo segurou-a com facilidade, levando um arrepio no meu corpo e minha mente congelar.

Enderman: Senhorita, acalme-se. Como pode perceber, não vim para lhe machucar. Se eu tentasse fazer algo contra ti, Herobrine não pararia em nada até conseguir me afogar no mar, ou rio... ou lago... num copo de água... enfim, vim buscá-la para meu senhor.

 Eu coro e fico nervosa em resposta pois, por que ele faria isso pra me proteger?

 Ele coloca uma de suas mãos, que mais parecem garras um tanto afiadas, no meu ombro e me teleporta para outro lugar completamente diferente do meu conhecimento em Minecraft. Era uma construção fora do padrão. Havia uma grande variedade de blocos que eu nunca imaginei em combinações que ficariam tão... perfeitas! O lugar era lindo! Simplesmente belíssimo! Eu dou uma vasta observada no local e encontro Herobrine de costas pra mim. Penso em dar um susto nele, mas desisto, pois já sei que ele não levaria um susto com tanta facilidade, fora que ele já deve ter percebido minha presença... ;-;

Herobrine: Finalmente! Quase que eu iria invadir o quarto pra te verificar e ter certeza de que estava bem!

MissBrine: Hey! Não exagere! Eu... só fiquei meio... confusa depois do grito que você deu...

Herobrine: Ok! Me desculpa! Tá legal? Agora permita-me...

 Ele segura meus ombros como se eu fosse feita de vidro, em que um simples toque seria o suficiente pra quebrer, e me teleporta novamente para outro lugar, também completamente diferente daquele que estávamos. Era uma MANSÃO de carvalho escuro, numa floresta bem densa. Acabei me lembrando de um mapa feito por um fã de Minecraft que criou o Castelo Amaldiçoado de Herobrine, com direito a textura e sons modificados! Eu já joguei nesse mapa, deu um pouco de medo no começo, pois eu era mais nova, mas de tanto jogar me acostumei com tudo e parei de levar susto toda vez que aparecia um frame do Herobrine na tela do celular!

 Hero solta meus ombros e me conduz por dentro da mansão, mostrando detalhadamente todos os cômodos. Eu podia ir em todos os cômodos que quisesse exceto seu escritório, que estava trancado a 7 chaves. E depois disso tudo, ele me levou até uma sala meio distante das outras.

Herobrine: Ok, e é aqui onde você irá dormir.

Missbrine: Pera... eu não posso ficar aqui pra sempre...

Herobrine: Sei disso, e já bolei tudo. ;)

 Ele de despede de mim e eu vou para o quarto. Era um quarto branco com alguns detalhes em vermelho, a cama era preta, tinha um close e uma sacada com uma vista ampla para a floresta. Olho para fora, e o Sol está se pondo e a Lua está subindo no céu que está ficando cada vez mais estrelado, cada vez mais bonito...

Enquanto isso... MissBrine off. Herobrine on.

 Assim que deixei MissBrine livre pela mansão eu fui fazer um check-up pelos mundos. Se passaram somente 1 hora e 12 minutos no mundo da Miss, no Nether a situação está bem, no The End está tudo ok, a diferênça é que a Ender Dragon não para de me perturbar, pedindo pra vir para o Over World, e por último, o Over World, que bem... tá estranho. Os mobs estão mais agitados que o normal.

Herobrine: Endy, o que está acontecendo com todos?

 Perguntei ao enderman que estava ao meu lado, aguardando minhas ordens.

Endy (Enderman): Estão agitados por conta da presença da garota senhor...

Herobrine: E por quê isso?

Endy: Alguns estão suspeitando que o senhor está caindo para ela. Está sedendo sua crueldade para a mansidão...

Herobrine: Besteira! Não sou capaz de me apaixonar por ninguém! Quanto mais aquela garota!

 Finalizo a conversa e me teleporto até um cantinho secreto que fiz a muito tempo atrás, quando a Miss começou sua vida neste mundo solitário e cruel... onde ela vivia procurando minérios, por mais simples que fossem, quando ela começou seus primeiros passos e conquistas aqui. Sim, eu a acompanhei desde seu primeiro dia aqui, em Minecraft.

Herobrine: (Será que eu estou realmente caindo pra ela?)

Continua!!!


Notas Finais


Foi isso meus amores! Me desculpe se ficou pequeno. Espero que tenham gostado e beijos com Nutella!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...