História Meu anjo - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Romance, Yaoi
Visualizações 21
Palavras 950
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capitulo novo finalmente kkkkk sei que demorei mais ta ai ok

Capítulo 4 - Comida caseira


Fanfic / Fanfiction Meu anjo - Capítulo 4 - Comida caseira

-Lency acorda ou vai chegar atrasado seu viado, e eu sei que você detesta chegar atrasado - disse Jai me chacoalhado para que eu acordasse.

-Mais o despertador nem toco ainda cassete - falei meio sonolento com uma expressão que dizia :eu vou lhe matar seu arrombado, quem mando me acordar.

-Calminha, não precisa me olhar desse jeito, seu despertador já toco só que você não ouviu- disse Jai se afastando com cautela.

Eu olhei pró relógio na mesinha de cabeceira, vi que o horário do despertador tocar já avia se passando mesmo.

- Ok não vou lhe matar dessa vez - falei indo pró banheiro tomar um banho pra despertar e fazer todas as minhas higiênis matinais.

- Eu vou indo na frente tchau- disse Jai gritando e depois eu não ouvi mais nada.

Depois de um tempo eu sai do banheiro com uma toalha na cintura, me troquei e fiz todos os paranaue que eu tinha que fazer, peguei a minha bouça escolar e sai.

(Quebra de tempo)

Já na escola, eu estava sentando no meu lugar de sempre, o Jai tava agarrado com a Aika, Já que eles começaram a namorar depois trelele de ontem.

-Bom dia Lency - me comprimento Shin chegado e sentando em seu lugar .

- Bom dia - falei bancando o indiferente . Ele me olho como se estivesse perguntando :porque você tá agindo frio comigo desse jeito?.

-Alunos vamos começar a aula - disse a professora de Historia que eu não lembrava o maldito nome.

As três primeiras aulas até que passaram rapidamente e por fim batel o sinal do intervalo.

-Oi Lency Você quer almoçar comigo e as meninas hoje -pergunto Yoko Emi junto com outras duas meninas. Yoko é uma garota que eu tive um lance na época do fundamental mas ela sabia que o meu gosto era o mesmo que o dela. No fim de tudo nos tornamos amigos e até almoçamos juntos de vez em quando.

-Yoko eu já tenho planos pró almoço -falei dispensando ela. Eu não estol sendo mal educado Ok só direito e ela sabe, porque me conhece muito bem (-. -).

-Ok então fica pra próxima né - disse ela com o mesmo sorriso alegre de sempre. Diferente de um monte de garotas ela não ficava forçando a barra acho que é pró isso que nos tornamos amigos (^.^).

-Shin vamos almoçar juntos hoje? -perguntei pra ele que estava tirando algo dá mochila com cara de poucos amigos e se viro surpreso pra trás quando ouviu a minha pergunta.

-Vai ficar com essa cara de cu ou vai me responder? - perguntei olhando pra cara dele que parecia ter ficado meio paralisado.

-ta bom eu vou almoçar com você hoje - me respondeu voltando ao normal só que com as bochechas coradas. Ele fica tão fofo com as bochechas coradas, sério, porque a pele dele é branquinha e quando ele fica vermelho o mínimo que seja se destaca bem em seu rosto(*. *).

Então eu me levantei do meu lugar com as mão no bolsos dá minha calça, Shin me acompanho com um bentol grade de mais para só uma pessoa em mãos.

(Quebra de tempo)

Já no terraço eu me sentei no chão encostado na grade de proteção e Shin se sento ao meu lado.

-Você deve comer bastante -falei para Shin olhando pra cima pois o céu estava limpo sem nenhuma nuvem.

-Pra falar a verdade não, mais eu queria ter te convidado pró almoço, por isso fiz o suficiente pra duas pessoas - me respondeu ele com o rosto corado, desamarrando o lenço que embalava o bentol.

-Você que fez? - perguntei olhando pra ele com certo entusiasmo. Estol nesse colégio faz um bom tempo e como eu vivo no dormitório só tenho a oportunidade de comer comida caseira nas ferias de verão, isso se meus pais não estiverem viajando a negócios , segundo eu sou um desastre na cozinha do tipo que não queima só a comida e sim a frigideira junto se não queimar a cozinha também(T. T) .

-Sim, mais se não gostar pode ser sincero e dizer a verdade - ele sorriu pra mim meio envergonhado e me deu um par de hashis.

Assim que ele abriu a tampa do recipiente grande, uma alegria imensa me invadi e não consegui conter o sorriso, logo em seguida peguei um pouquinho na comida e coloquei na boca saboreando cada pedacinho, aquilo tava delicioso.

-Shin isso tá muito bom - falei sorrindo, e então olhei para ele.

-haaa- foi tudo que eu ouvi, parecia que a Alma dele tinha saido do corpo, então eu parei de sorrir e ele voltou ao normal mas ainda estava meio anestesiado ou algo assim.

- Me desculpa mais parecia que a minha alma tinha saido do meu corpo -ele falo e finalmente pego um pouco de comida e começo a comer.

Depois de um tempo acabamos com toda a quela comida deliciosa.

-Ha eu to cheio pra caralho - falei satisfeito.

- Parece que você gosto -disse ele envergonhado e com as bochechas

Vermelhas.

-Fazia tempo que eu não comia comida caseira e eu sou ruim pra cassete na cozinha -falei olhando pra ele. 

-Se quiser posso fazer o seu beitol todos os dias -ele disse mais vermelho que um tomate.

-Você faria isso -eu disse pegando as suas duas irmãs com um brilho nos olhos e deixando de lado o meu jeito indiferente e distante. Desculpa mais falo de comida eu chuto o balde mesmo e foda-se

(*. *)

-Você fico bem animado! -ele me olha aida mais vermelho que antes.

-Claro , Você sabe cozinhar e ta me oferecendo comida caseira -me afasto dele. 


Notas Finais


Até o Próximo capitulo......


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...