História Meu anjo da guarda, meu park Jimin - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Got7, Hot, Jimin
Visualizações 587
Palavras 1.340
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - Sangue


Fanfic / Fanfiction Meu anjo da guarda, meu park Jimin - Capítulo 26 - Sangue

S/n on...


Todos sentados na mesa, minha omma do lado esquerdo junto ao senhor wang, e eu e Jackson do lado direito, eu tentava ignorar a presença do animal do meu lado, mas seus barrulhos e até mesmo sua respiração estava me incomodando.

Levei uma garfada de comida até a boca tentando não focar no casal na minha frente, na minha cabeça pela forma geográfica não acreditava que a Coreia era tão pequena a ponto de senhor wang e minha omma terem qualquer relação, até mesmo de amigos. 

Minha omma sorria enquanto ele colocava um pouco de comida em seu prato, ja Jackson parecia indiferente com toda aquela situação. 


Omma: A comida está Boa filha? 

S/n: Sim! 

Sr.wang: Eu adorei o arroz, realmente muito bom, gostou Jackson? 

Jackson: Sim! 


Depois da breve conversa nenhum na mesa abriu mais a boca, nossos pais de alguma forma perceberam o quão desconfortável era aquela situação, e deixaram todos comerem em paz. 


Depois do jantar omma e sr.wang, ficaram na cozinha arrumando os pratos e eu fui até meu quarto, estava na janela pensando na vida e vendo a casa de Jimin na minha frente. Minha mente mesmo depois de tudo voltava a pensar nele. 


Jackson: Quarto maneiro! 


Me virei rápido vendo Jackson na porta com as mãos no bolso olhando todo meu quarto, na hora senti uma vontade de correr e agredir ele, mas simplesmente fui devagar até ele. 

S/n: por que está aqui? 

Jackson: Casal la embaixo ta torrando minha paciência. 


Jackson passou por mim e eu encostei a porta, me virei e ele ja  tava jogado  na minha cama, revirei os olhos e me joguei ao lado dele, era estranho mas no estado que eu e Jackson estávamos, nos dois éramos a melhor companhia do outro. 

S/n: Isso so acontece comigo! 

Jackson: So Acontece com nós, não acredito que eles possam ter alguma relação, cadê seu pai pra impedir isso? 

S/n: ele ta longe, bem longe. 

Jackson: Ele morreu? 

S/n: (risos) Brasil, ele tem sua família la. 

Jackson: Ata! Minha mãe está em Estados Unidos, não vejo ela faz anos. 

S/n: Você acha que eles vão ficar juntos? 

Jackson: Não sei, meu appa nunca ficou assim com nenhuma mulher, ele está feliz, e eu não quero acabar com isso so por que eu te odeio. 

S/n: Idiota! 

Jackson: (risos) Vai ser legal, ter alguém pra irritar. 


Virei pra Jackson e ele fez o mesmo, nos dois riamos e por algum motivo seus sorriso era agradável, ele parou de rir e me encarou por um tempo, seus olhos estavam onde eu não podia identificar, mas acho que ele encarava minha boca. 

Jackson: Desculpa, por todos esses anos eu ter sido um babaca com você, o park teve que te proteger pra mim perceber......

S/n: Perceber o que? 


Jackson foi se aproximando com calma e eu encarava seus olhos, sua boca  estava entreaberta e eu sentia a cama se afundar cada vez que ele chegava mais perto, sua boca estava centímetros longe da minha e eu por algum motivo não sabia recuar. 

Jackson: Perceber que você....não merece isso. 


Senti seus lábios nos meus e eu fechei os olhos, Jackson não era como Jimin, seus toques eram possessivos e até mesmo brutais, sua mão puxou minha cintura e meu corpo foi jogado pra cima do dele, seu beijo era selvagem e cheio de desejo, nem parecia o Jackson de segundos  atrás, meu labio inferior foi puxada com calma e depois um selinho foi dando. 

Encarei os olhos de Jackson e sua mão saiu da minha cintura ate minha bunda com calma ele foi tentando subir o vestido, eu estava enfeitiçada com Jackson seus toques parecia querer levar meu corpo. Jackson me puxou e colocou sua boca no meu ouvido e eu fechei os olhos sentido arrepios por todo meu corpo. 


Jackson: Eu não vou fazer nada que você não queira, muito menos vou fazer aqui. 


Ele beijou minha testa e levantou me deixando na cama, me levantei depois dele e ele ficou me encarando, não podia acreditar que Jackson avia feito aquilo, meus olhos estavam em seus lábios vermelhos e ele foi até a porta mas parou. 

Jackson: Eu sei que você gosta do Park, mas eu so queria fazer isso. 

S/n: Jackson....


Jackson: se você não contar não eu não conto, pequena. 


Ele sorriu e saiu, meu coração acelerou de tal forma e eu sentei na cama  tentando acalmar minha mente, meus pensamentos estavam acelerados assim como meu coração, o beijo de Jackson era Viciante, eu sentia vontade de beijar ele denovo, mas eu amo Jimin, com Jackson por mais que seja estranho é so desejo. 


Quebra de tempo 


Ontem me deitei cedo pra não ver Jackson ou ter que me despedir dele, não queria ver ele e muito menos lembrar daquele beijo que Acoteceu até agora não sei por que, me sentia culpada em partes por causa do Park, mas nos nem estávamos juntos. 


Andava pelo corredor como sempre com fones, meus pensametos eram. 

1- não encontrar park jimin! 

2- Não encontrar Jackson. 

3- Sobreviver ate o último horário. 


Mas por algum motivo alguém do além, queria me ver se ferrando, então na primeira curva que fiz no corredor, Jackson, Mark e bambam, estavam parados no armário, tentei me virar pra sair mas do outro lado do corredor, Jimin, Namjoon e Jin vinham. 

Parei no meio e fiquei paralisada, so senti alguém puxar meu braço e quando me virei, era mark e os meninos. 


Mark: Bom dia!! Como está baixinha?  

S/n: B-bem!! 

Namjoon: OI s/n!! Você sumiu depois que escravisou a gente. 

S/n: Almoço com a minha omma! 

Jimin: Você ta nervosa? 


Encarei Jimin e depois Jackson que parecia super tranquilo, respirei fundo e me virei pra Jimin, ele me encarou por alguns segundos. 

S/n: A gente pode convesar? 

Namjoon: Eita Jin, vamo se pegar atrás da quadra, vamos!? 

Jin: Opa!! Agora! 

Bambam: Ja deu minha hora! 

Mark: Vou ver namjin acontecendo..

Jackson: Tchau casal! 


Todos saíram rápido me deixando com Jimin, ele parecia preocupado ja que me encarava, eu nem sabia como começar,  na verdade so queria tirar o peso das minhas costas. 


Jimin: aconteceu alguma coisa? 

S/n: S-sim!! O almoço de ontem, foi com o Jackson, nossos pais se conhecem. 

Jimin: Sério? Coreia e realmente pequena, mas qual é o problema disso? 

S/n: Eu....eu!! EU BEIJEI O JACKSON! 


Jimin pareceu pensar alguns segundos, ate finalmente raciocinar o que tinha falado, seus olhos se arregalaram e sua boca se abrir num perfeito "O." 

Jimin: Voce...VOCÊ O QUE? 

S/n: E-Eu beijei ele..

Jimin: O JACKSON?  Mas você odeia ele! 

S/n: F-foi coisa do momento, estamos em choque por causa dos nossos pais e so foi um beijo so. 

Jimin: Você gostou? 

S/n: Não sei, pra mim e como se eu tivesse te traído,não me sinto bem com isso. 

Jimin: (risos) Calma, não estamos juntos, lembra? Você não me traiu, você pode fazer o que quiser, beijar quem quiser, você tem seu tempo,  e eu também. 

S/n: Você não tá com raiva? 

Jimin: Chocado...com Raiva não. 


Sorrir e Jimin me abraçou forte, ele tinha razão,  não tínhamos nada então não tinha traído ninguém, e so foi um beijo, não e como se eu tivesse transado com Jackson. 


Horas depois...


Meus pés doiam de ter que ir de pe pra casa, mas precisava pensar na vida um pouco, e andar me fazia bem, pena que eu sou uma sedentaria que não faz porra nenhuma da vida. 

Cheguei na porta de casa e um carro preto tava parado na frente dela, me virei encarando ele, mas realmente não sabia de quem era, entrei em casa e esta o maior silêncio. 

S/n: OMMA CHEGUEI


Tirei os sapatos e fui até a sala, minha omma tava sentada encarando um homem que estava na poltrona de costas pra mim, pensei que fosse senhor wang, mas não era. 

Omma: F-filha!! 

S/n: Omma. 


O  homem se levantou e virou pra mim, na hora meu coração parou, senti o frio invadir cada parte do meu ser, enquanto o homem alto e moreno me  encarava sério. 

S/n: V-Voce? 

****: Filha!! 





Notas Finais


Amanhã vai ter 2 capítulos
Ja que eu não vou pra escola!!
AMÉM ❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...