1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Anjo Depressivo - Min Yoongi >
  3. Yoongi!!

História Meu Anjo Depressivo - Min Yoongi - Capítulo 43


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem... Boa leitura.

Capítulo 43 - Yoongi!!


Fanfic / Fanfiction Meu Anjo Depressivo - Min Yoongi - Capítulo 43 - Yoongi!!

S/n On...

Acordo com a luz do dia, e uma voz no meu ouvido dizendo "eu não estou morto! Eu tô vivo! É um coma né é? Não chore por mim... Não é culpa sua." Parecia ser a voz do Yoongi, me levanto correndo da cama, não tem ninguém no quarto. Percebo que dormi do lado do Yoongi, me Levanto e sento na cadeira ao lado do maior e seguro sua mão, mas vejo uma coisa estranha... Uma marca?

S/n: Que... Coisa é essa?... Parece um machucado...Não importa... Deve ter se machucado na Guerra aqui também.... 

Taehyung: Pequena? - diz abrindo a porta - Tá na hora do café da manhã...

S/n: Não tô com fome...

Taehyung: S/n... Você emagreceu mais desde que o Yoongi entrou em coma... daqui a pouco você vai virar anêmica. E você não quer ficar de cama quando o Yoongi acordar né? - Balanço a cabeça negativamente e sorrio.

S/n: Tudo bem... - Olho Suga - Eu já volto...

Me Levanto da poltrona e saio do quarto, desço as escadas, me sento do lado do Tae, Dahyun ia se sentar do meu lado, mas a impeço.

S/n: Não! - ponho a mão ao banco - Não quero ninguém desse lado... 

Dahyun: Tá bom...

Jin coloca meu prato na mesa diante de mim, olho bem a comida, pego o garfo e começo a comer, não estava com muita fome, então tive que empurrar pro estômago, assim que termino de comer, subo as escadas indo pro quarto do Suga, coloco sua jaqueta favorita, bota que Tae havia me dado, uma calça de couro preta, um camiseta preta e meu celular junto com os fones de ouvido, saio de casa e pego a minha moto, coloco os fones de ouvido e por cima o capacete, enquanto corria pela pista escuto a música Monster da Meg e Sia. Chego a uma ponte, acabo parando a moto, desço da mesma e tiro o capacete, ando até a beira da ponte, rio... Uma ponte sobre o rio... Quantas pessoas já se jogaram daqui? Quantas vidas perdidas? Sem pensar subo na ponte, fico ali... Em pé... Olhando a água se mecher e imaginando por que algumas pessoas se matam? Não sei... Só sei que não quero o mesmo destino... Volto a moto, aumento o volume da música e coloco o capacete, correto em alta velocidade pela pista, apenas chorando, lágrimas correndo, sou tirada do transe com um grito, seguido por uma dor, quando percebo, estou deitada no chão, olhando um carro e minha moto caída, um homem correm em minha direção.

Xxx: S/n! S/n é o Jackson! Acorda! A ambulância tá chegando, Desculpa! Eu, eu tentei desacelerar! Eu pago o concerto da moto! S/N! 

A voz do mais velho vai ficando mais longe, minha visão vai ficando turva e logo tomada por uma escuridão.

Quebra de Tempo

Acordo num quarto branco, olho minhas mãos, mas que merda! Que tanto de fios! Tento tirar mas sou impedida por um médico.

Médico: Por favor ,senhorita. Não tire. A senhorita acabou sofrendo um acidente, o motorista do outro carro veio te ver e assumiu a culpa, ele pagará por todos os danos e sua moto foi guinchada pra ser consertada. 

S/n: Quando vou receber alta? - Por favor, o mais rápido possível!

Médico: Já recebeu. Não teve ferimentos graves, apenas uma leve lesão na cabeça. Seu irmão está aqui e disse que vai te levar com licença. - Isso!

O Médico saí do quarto, Jackson e Taehyung entram no mesmo.

Jackson: S/n, pelo amor de Deus, me desculpa! Eu prometo que vou fazer uma festa pra você tá? Eu sou o melhor festeiro que tem. 

Taehyung: Você atropelou minha irmã seu imbecil! 

S/n: Tae! Para... Eu tô bem, e eu que não prestei atenção na pista. Poderia ser qualquer outro cara.

Taehyung: Uhm... Tá bem. 

Jackson: Eu vou pagar o conserto da sua moto.

S/n: Tá... É um pena que ela tenha sido danificada, mas... Pelo menos vai ser arrumada.

Um silêncio grande reina o cômodo, mas some assim que uma enfermeira entra e se pronuncia.

Enfermeira: Oi, eu vou ajudá-la a tirar esses fios ok?

S/n: Moça, eu não quero ser estraga prazeres, mas... Não quero ajuda. - digo arrancando os fios.

Enfermeira: Mas-

S/n: Tudo bem, vai tirar uns minutos de descanso, você merece.

Enfermeira:.... Er..... Tá bom então... Tenha um bom dia. - sai do quarto.

S/n: Tá, vamos? - digo já me levantando - Quem vai me levar mesmo? - eles se entre olham.

Taehyung: eu, o Jackson vai ver sua moto. - Jackson concorda, acena e sai correndo.

S/n: Tá...

Taehyung: Acho que o médico não falou, mas você tem uma cicatriz perto da orelha, sabe? É que na hora da batida, a viseira do capacete quebrou e cortou aí.

S/n: Uhm... Vamos.

Saímos do quarto, andando até o carro do Taehyung, penso em como seria se eu tivesse morrido, perderia o Yoongi, o Tae, os outros meninos, as meninas... Não quero isso... Tivemos uma longa viajem silenciosa até em casa, assim que chego todo mundo me olha, Jin vem correndo até mim.

Jin: Meu Deus menina! Você tá bem?

S/n: Tô... Tô bem sim, agora eu vou ver o Suga.

Jin: Nossa, grossa.

S/n: Obrigada! - Digo sarcástica

Subo as escadas correndo e abro a porta com tudo, sento-me na cadeira, e fico ali.

S/n: Como foi seu dia?... O meu foi bem chato, eu fui sair de casa... Fui a uma ponte, subi nela e fiquei pensando, por que as pessoas se matam? Mas não cheguei a ponto algum. Subi na minha moto de novo e... Acabei sofrendo um acidente, depois disso eu acordei em um quarto do hospital, recebi alta e... Agora eu tô aqui... Como eu queria que você voltasse... - me deito junto ao mais velho - Eu tô com saudades... - e acabo caindo no sono.

S/n Off... | Yoongi On...

Suga: A onde está me levando?

Drika: A lugar nenhum, vou ver alguém.

Continuamos andando, já faz um tempo que fomos passear e até agora ela não me diz onde vamos.

Chegamos em uma casa, de quem será? É linda, Drika sorri grandemente e corre até a casa, corro atrás seguindo a garota, ela abre a porta e corro pro espelho da sala, mas para na mesma hora e seu sorriso some.

Suga: Drika? Aconteceu alguma coisa?

Drika: Não... FIGURA! 

Figura: Oiê! - aparece diante do espelho.

Drika: O que aconteceu? Eu fiz tudo que vocês mandaram! Eu obedeci perfeitamente!

Figura: Não sei, o chefe mandou, eu fiz, ele disse que você não cumpriu a missão, não acabou com a S/n, e nem matou o Yoongi, haha! Olha no que deu! Kkkkkkkk

Suga: Deixa eu ver. 

Vou a frente do espelho e assim como Drika, Paralizo, um homem que aparenta ter uns 24 anos, ensanguentado, detonado, Morto duas crianças, menina e menino, pareciam ter uns 3 anos... Também como o homem. Drika se ajoelha.

Drika: Lucas... Bela... Tobe... Por quê? Por que mataram eles? 

Figura: O chefe mandou... Foi divertido...

Drika: NÃO! EU DISSE PRA VOCÊS, PODEM FAZER O QUE QUISEREM COMIGO, SÓ NÃO ENCOSTE NO MEU MARIDO E NOS MEUS FILHOS! EU AVISEI! MENTI COMO PEDIRAM! O QUE QUERIAM QUE EU FIZESSE! EU VOU ME VINGAR! 

Figura: A! Pare de chorar por pessoas insignificantes! Eles nem mereciam você! Você merece mais, merece nosso reino.

Suga: Eu não entendi...

Figura: Nossa, como pode... Drika acabou se apaixonando por um homem humano, casou com ele e teve filhos, mandamos ela mentir pra você dizendo que te amava pra acabar com você que é um dos anjos mais poderosos de todo o reino de Deus, queríamos te tirar do caminho, então, fizemos um lugar pra família dela, a deixando presa, pra não matarmos Drika teria que encenar tudo, mas... Ela não fez umas das missões que era acabar com um de vocês, então matamos o marido e os filhos. Aliás, pode ficar aí com eles. - Figura estala os dedos e a família de Drika se muda pra sala onde estávamos, Drika corre até o Marido, o abraça chorando, Puxa os filhos, os abraça, agora eu entendo... Drika apenas queria proteger a família, não nos incomodava por mal* Figura desaparece feliz e Drika continua chorando toda acabada.

Drika: Eu... Só queria que eles ficassem bem, e ele... Os matou... Yoongi, por favor cuide da S/n, não deixe que aconteça o mesmo, agora que perdi tudo, vou seguir minha vida... Vou me vingar do Seungri, tome meu número, assim que for gurrear, me ligue, eu conheço um grupo de pessoas que passaram por isso, agora que eu perdi meu tudo, vou pra lá, e ajudarei você quando for tentar.

Suga: sim.

Drika: Obrigado... Agora eu vou... Arrumá-los, é estranho pra você,as eu vou fazê-los ficar aqui... Não me resta nada agora, não tenho nada pra perder... 

Suga: Ok. Vou deixar você sozinha. - saio da casa.

Fico sentado no chão, enchendo nos matos... Onde estamos? Depois de uma hora e meia, Drika sai de casa, seus olhos inchados indicam que chorou enquanto se despedia ou sei lá o que. Ela apenas me olha, seus olhos já não brilham mais, ela está morta por dentro, sei o que é esse sentimento 

Drika: Eu sei como sair daqui... Eu não saí porque não sou forte o suficiente, você tem que lutar com o Demônio Guard do Portal... Ele é extremamente forte e eu... Sou fraca... Só posso sair daqui quando acordar de verdade, e vai demorar mais alguns dias.

Suga: E por onde fica? 

Drika: Pra lá, atravesse a montanha, encontre ele e lute pelo portal... 

Suga: Ok... - Saio andando sem ao menos dizer adeus.

Corro até a metade do caminho, não sabia que seria tão longe, da casa da Drika parecia ser mais perto, paro um pra pegar um ar, e continuo correndo, subo a montanha com um pouco de dificuldade, assim que só falta descer a mesma, a noite já pairava sobre a Terra. Tiro um cochilo leve.

Assim que acordo, já me sinto menos cansado, desço a montanha, assim que chego onde deveria, não vejo nada além do portal, o que aconteceu? Cadê o demônio? Chego perto do portal, mas uma coisa forte me joga pro lado, me levanto vendo uma fera grande e aparentemente forte, assim que me levanto, coloco minhas asas pra fora, já estou farto desse mundo e dessas coisas! Corro até o mesmo o jogando longe, faço feitiços que Mia me ensinou, ataco mais rápido do que o movimento do demônio, em menos de cinco minutos ele já está no chão, olho pro portal, corro até ele, assim que entro no sinto nada, além do escuro. Abro os olhos e sinto um peso em meu peitoral, tento me levantar, mas não consigo. Assim que bufo, o ser que estava deitado em cima de mim ergue a cabeça com tudo e me olha. Lágrimas sem permissão caem de nossos olhos, ela envolve seus braços em meu pescoço, ela soluça em meu peito, sorrio, eu estava com tanta saudade...

S/n: Você tá aqui! 

Suga: Sim... Por você eu estaria em qualquer lugar...

Me sento na cama, passo a mão por seus cabelos cacheados passando por seu pescoço e subido até o queixo, a puxo para um beijo, calmo e duradouro, ela põe a mão em meu pescoço aprofundando mais o beijo. Nos separamos pela maldita falta de ar.

Me levanto da cama, ainda um pouco fraco, ela pega em minha mão animada, abre a porta e corre pra cozinha me deixando sozinho, ando em passos rápidos até a cozinha onde a mesma estava. Todos param de comer e me olham, saudade estava nos olhar de cada um dos meninos, e alívio nos olhos das meninas. Todos correm até mim me abraçando forte, Namjoon era o que mais chorava, nos separamos.

Namjoon: Meu Deus.... Você tá aqui cara... - me abraça de novo - eu estava tão preocupado...

Jackson: ÓTIMO! - diz recebendo atenção de todos - Oi Suga... Bom, Suga está de volta, vamos fazer uma festa! Eu faço os preparativos! Na minha casa! Vai estar tudo pronto até a manhã! 

Suga: Ok... 

S/n: ISSO! 

Jackson: Até porque, eu sou o melhor amigo da S/n, é o mínimo que posso fazer por você.

Dahyun/Yummi/Saeko: É O QUE?

Jackson: É, eu sou homem. Vocês são melhores amigas, ou amigos dela? Amigas, então eu sou o melhor AMIGO. Obrigada de nada. Bom, vou indo pra preparar tudo pra amanhã! - Diz saindo correndo. 

Quebra de Tempo

Yoongi Off... | S/n On... 

Yoongi: Vamos S/n!!! - Diz de trás da porta do closet - Vamos nos atrasar!

S/n: Calma! - Digo me olhando do espelho, pronto, blusa, short curto, tênis Allstar, tudo preto. Saio do closet recebendo um olhar de admiração do mesmo

Suga: Tá bonita... Mas vai por outra roupa, essa aí tá mostrando de mais.

S/n: Não. - passo pelo mesmo - Ou eu vou assim, ou eu vou assim. 

Suga: Tá. - pega em meu braço, e saímos de casa entrando em seu carro. 

Suga liga o carro, logo entrando na pista, em menos de uns minutos, já estávamos na festa, entro bem animada na mesma, todos já estavam lá, chego perto do Jackson.

S/n: E aí?

Jackson: Oi! Toma - me entrega uma taça de Soju - Bebe! É bom. 

S/n: Tá bom, não custa esperimentar! - Tomo um gole - é uma delícia!

Assim que entrego o copo vazio pro mesmo, vou pra pista de dança, acabo pegando alguns copos de Soju pra beber, acho que foquei um pouquinho bêbada, continuei na pista de Dança, Jackson Também entra. Assim que Yoongi entrou em coma, ninguém me entendia tanto quanto Jackson que viu sua mãe morrer e seu pai entrar em coma logo em seguida, dançamos sem ligar pro mundo, como amigos, Jackson sempre deixa claro que nunca me verá como alguém que ele ame mais que amiga, ele me encherga como irmã, nem ligávamos pro resto. Até que Jimin chega.

Jimin: Jagya? 

S/n: Sim Jimin?

Jimin: Você não acha que já deu de dança? O Yoongi não tá muito feliz...

S/n: Só mais alguns minutinhos!!!

Jimin: Tá...

Continuei dançando, meu corpo se sentia ligado a batida da música, continuo dançando até ver Hoseok parado olhando pro nada, sério, no sofá, vou até o mesmo e me sento do seu lado.

S/n: E aí Hoseokão! 

Jhope: Oi...

S/n: No que pensa?

Jhope: Não sei não. 

S/n: Se tá muito... Sério

Jhope: É... Se acha? - concordo com a cabeça - Tá né...

S/n: Não quer curtir não?

Jhope: É... Pode ser... Você sabe que o Yoongi não bebeu né? Ele tá de olho em você.

S/n: Não vi ele até agora... Deve tá dormindo em uma das camas do Jackson...

Jhope: Se você diz...

S/n: Vamos curtir cara!

Jhope: Não, não... Vou ficar aqui mesmo... Pensando... No nada... Pegando o trem da Brisalândia, pra ver sereia andar.

S/n: Sério? Também quero ver!

Jhope: é só beber mais Soju... Mas eu não recomendo pra você. 

S/n: Tá... Então... Eu vou curtir! Tchauuuu!

Sumo dali a passos largos indo pra pista, mas alguém me puxa pro escuro, me levando até o jardim da casa do Jackson.

Suga: Chega! Você já tá bêbada! 

S/n: Não! Não tô não! - Cara doido, quem ele pensa que é?

Suga: Então quem eu sou?

S/n: faço uma careta tentando lembrar...

S/n Off... | Yoongi On...

Suga: Em? Fala!

S/n: Não sei cara, mas você parece muito meu namorado sabia? Em fala nisso, não toca em mim que eu tenho dono! Mas assim ... Eu também sou dona dele, entende?

Suga: Meu Deus S/n, e como é seu namorado? - digo entrando no Jogo.

S/n: Ele é Lindo, Gostoso, Fofo... Atencioso, um Anjo! É Depressivo, mas eu vou ajudar ele. Resumindo, ele é PERFEITO! kkkk

Continua...?

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado... Comentem se devo continuar ou parar.... •-•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...