História Meu antibiótico ( Imagine BTS- Jimin) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Jimin
Visualizações 68
Palavras 1.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


e aí?
Vim trazer mais um capítulo eeeee.
Obrigada pelos favoritos e comentários realmente ajuda e me incentiva a continuar a fic e pôr minha preguiça de lado.
Mas enfim, fique com esse capítulo e boa leitura! SZSZ

Capítulo 7 - You'll be fine, I promise.


Fanfic / Fanfiction Meu antibiótico ( Imagine BTS- Jimin) - Capítulo 7 - You'll be fine, I promise.

        

-JUNGKOOK! 

  Eles saem correndo ao quarto do colega que já estava cercado por policiais e um esquadrão anti-bomba, aparentemente do exército.

 

 

- O que está acontecendo? Por que eles estão justo aqui?

 

 

-Eu não sei, só espero que que nada tenha acontecido com o Jungkookie-oppa.

 

 

  Ela diz a ele. Jimin olha para suas mão confuso não sabendo se estava enxergando mal ou se estava com algum problema de visão, ''ela esta tremendo?''; era o que não saia da cabeça do mais velho ao lado de S/N. Ela poderia estar o mais assustada possível mas não queria assustar, também, o mais velho a seu lado.

 

 

-Ei, tudo bem hm? Jungkook já passou por coisa muito pior afinal o trabalho do pai dele o coloca em risco dessa forma, lembra? 

 

 

  Ele diz roubando o papel dela de consolar e acalmar ele. Ele, a partir desse momento, estava encarregado de cuidar dela; o que era encarregado a S/N. Ela não só cuidava dele mas cuidava de todos a sua volta que precisassem de seu amor de sua ajuda, e isso era certamente mais um dos motivos o qual ela é a mulher a qual Jimin tem o coração preenchido.

 

 

- Verdade, certo? Tomara que nada acabe mal.

 

 

  Ela diz aparentemente aflita e sente a mão do mais velho segurar a sua sorrindo em resposta, S/N aperta sua mão como se sua  vida dependesse de ficar calma e não começar a entrar em desespero em um momento como esse. O telefone toca sendo identificado como o número do Jungkook fazendo S/N atender de imediato.

 

 

-Jungkook! Você está bem? 

 

-Ei, quem é você? Por que atendeu? Ele disse que seria a polícia.

 

 

  Um homem com uma voz desconhecida por ela se pronuncia bravo e alterado.

 

- O que quer e por que está fazendo isso?

 

 

  Ela fala nervosa mas sua voz apresentava calma, sendo firme e exigente a cada momento. No exato momento em que ela terminou sua frase todos começaram a olha-la surpresos e espantados. Aquela forma de falar fazia pate de um treinamento policial e todos se perguntavam mentalmente o que ela fez para saber exatamente o que fazer.

 

-O que ela está fazendo? Como ela sabe esse treinamento?

 

    O oficial Kim, colega do pai do Jimim e dele também, indaga ao mais novo.

 

 

-Bom.. Meu pai a ensinou bem...

 

 

    Jimin sorri a olhando orgulhoso. O pai de Jimin é um agente especial do principal departamento de polícia e Seul e sempre estava se deslocando para lá á trabalho, mas sempre que possível sempre os ensinava tudo o que sabia e S/N era a pessoa que mais se importava realmente dando atenção a ter um pai assim pois o dela nunca fez o mesmo. Jimin se interessava o mínimo possível pois sempre que a presença de S/N era ausente seu pai falava horas e horas a ele sobre o trabalho mas certamente, com a chegada dela tudo mudou tanto que seria impossível comparar as coisas ruins ás boas. 

 

  O homem ao telefone fica em silêncio após ouvir a garota.

 

   

  -O que você quer? Não vai responder?

 

Ela diz alterada e cada vez mais brava e exigente sobre o que queria, que era a segurança de seu colega.

 

 

- Quero esse moleque morto! Completamente morto!

 

-Por que? Eu não acho que seja ele a pessoa que realmente queira matar por estragar a sua probe vida!

 

 

  Ela diz sarcástica sem baixar a guarda e segura a mão de Jimin cada vez mais forte mostrando estar mais nervosa que qualquer um naquele local.

 

 

- Não, mas só assim posso atingir o miserável do pai desse moleque desgraçado!

 

 

  É ouvido um barulho de um gatilho de arma sendo feito.

 

 

-Olha aqui, Senhor! Se você quer reclamar sobre a injustiça que é sua vida, faça ela ser diferente e não acabe com a vida dos outros. Ficar falando e de ''mimimi'' não vai resolver merda nenhuma. Acho melhor você sair daí antes que eu mesma entre e aponte essa arma na sua cabeça!

 

 

  Ela diz já sem paciência, controlando a situação mas ainda querendo socar a cara daquele cara irritante! 

 

 

-Consegui, Chefe

 

 

  Um dos agentes do Oficial.Kim lhe dá um sinal positivo de que a bomba havia sido desativada. O mesmo responde com um sinal positivo com o polegar e o manda sair dali com a cabeça. De novo ao telefone...

 

 

- Senhorita, me desculpe mas esse moleque não vai sair daqui vivo e se continuar exigindo tanto nem você nem ninguém sai vivo desse hospital! 

 

-Senhor, te aconselho a parar ok? Antes que eu mesma vá aí com toda a paciência que eu perdi conversando com você e soque sua cara.

 

-Você/ Me bater? ATA! e aliás; que paciência você é somente uma mulherzinha que está sempre de TPM e se acha a dona do undo com essa língua que não sabe ficar salada!

 

 

  Ele diz sarcástico. No momento em que ele disse isso S/N solta mão de Jimin e ameaça ir até lá mas é segurada e após um tempo sai correndo até lá dentro e chega após abrir a porta calmamente. No momento em que S/N o vê após entrar na sala e o empurra com força o fazendo bater na parede atrás dele.

 

 

- EI! O QUE PENSA QUE ESTÁ FAZENDO?

 

 

  Ele diz se levantando e indo em frente a garota, segurando seus cabelos, os puxando com força.

 

 

-Mostrando a mulherzinha de TPM fraca que sou!

 

  Ela diz e segura o braço dele e o taca no chão segurando seus braços em suas costas.

 

 

-Ei! Acho que esqueci de falar que sou bem fraca, certo? Ou falei/ Enfim, aprenda a nunca mais subestimar ou mexer com nada relacionado aos Jeon's ou eu acabo com essa merda que você chama de corpo. Entendeu? E nem pense em mandar outro alguém pois pode vir até o demônio, se for para defender as pessoas que amo eu mato o que for, ainda mais se for alguém como você!

 

 

  Ela diz torcendo seus braços cada vez mais o fazendo gritar e gemer de dor e logo em seguida a polícia entra o pegando e o prendendo, amenizando todo o medo que estava estagnado ali. 

 

 

  -O que?

 

 

  Jungkook fala confuso pois acabara de acordar pelos medicamentos fortes ( E uteis a quem quiser matar alguém em puro silêncio)

 

 

  -Nada não kookie, volte a dormir.

 

 

  Ela diz sorrindo e ajeito seu uniforme indo até ele e ajeitando também, seu cobertor para que dormisse em paz. Jimin tem permissão para entrar no quarto e entra praticamente correndo desesperado e preocupado e se aproxima dela, falando e a examinando para ver se ela não se machucou.

 

   -EI! Está louca? Por que fez isso? Eu até mesmo tentei te impedir e o oficial.Kim me deu um esporro por não conseguir.

 

-Eu falei que sei me defender sozinha e me desculpe hm? Não queria te causar problemas.

 

-Tudo bem  mas nunca mais faça isso se não você vai certamente ficar mal um dia.

 

 

-Não prometo nada, você me conhece!

 

 

     Eles riem e Jimin segura sua mão e eles começam a rir de nervoso sem entender exatamente o que havia acontecido.

 

 

 -Sou realmente forte, certo oppa?

 

-Sem dúvida, anâzinha.

 

-Vocês vão sempre estar bem se eu estiver com vocês, eu prometo.

 

    "Vocês vão ficar bem, eu prometo"

 


Notas Finais


Obrigada por ler até aqui.
Apoie a fic, por favor. É de extrema importância pra mim.
Tchau! E até a próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...