História Meu bad Boy - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bad Boy, Derek, Dylan
Visualizações 6
Palavras 1.572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Cap 2


Assim que sai da sala fui direto pro refeitório, onde provavelmente os dois malucos estariam, assim que cheguei perto deles, percebi que tinha um grupo sentado com eles... O Dylan estava ali com eles, Ele é bem rápido..

Selena: mas então, o que aconteceu enquanto eu estava fora?  - Percebi que o grupo era metade góticos e bastante palidos.

Derek: Alice ainda não fala, E ela começou a trabalhar, sou capitão do time de futebol por 3 anos. - O mesmo falou orgulhoso. - Agora eu crio músicas e a Alice desenha. - Sorri me sentando ao lado dele. - E Ela ainda não ficou com ninguém da escola. - Ele falou firme e senti a Selena ficar orgulhosa do mesmo.

Selena: ótimo, Você ganharia uma recompensa, mas não acho que esteja merecendo. - Ela falou provocando, Peguei meu lanche que tinha trazido e comecei a colocar na bandeja de cada Um. - Hm.. Não me diga que é um dos Lanches da Tia clara?  - Assenti. - Que SAUDADES da comida dela. - Ela colocou a comida Na boca se deliciando, percebi que o Dylan e os outros não estavam comendo, Peguei meu bloco de notas e comecei a escrever " Vocês querem um pouco? " Dylan me olhou friamente e sorriu.

Dylan: A gente não Come. - A menina ao seu lado deu uma cotovelada nele. - Ai Stella!  - Ele bufou.

Stella: O que ele quis dizer.. Foi que estamos de dieta. - Ela sorriu, Stella era muito bonita sua pele era palida e usava maquiagens fortes, Seu cabelo era curto e preto na parte de cima, mas seus cabelos eram azuis na ponta, Sorri e Assenti, mas escrevi no meu bloco de notas "Você é muito bonita." Ela corou fortemente. - Obrigada, pelo menos você percebe a minha beleza. - A mesma murmurou olhando pro garoto ao seu lado, o garoto ao seu lado tinha pele branca e cabelos castanhos, Seus olhos eram um verde intenso e claro, E ele demostrava frieza.

Dylan: não sei que beleza é essa. - Ele resmungou e todos riram, Sorri discretamente e logo tratei de comer, Eu era magra.. Mas magra de ruim mesmo, Sou pálida como tinha dito pra vocês, Meus cabelos eram um preto ondulado e meus olhos eram azuis cristalinos que se destacam, Meu corpo é magrelo e meus seios são pequenos, Assim como minha bunda, não tinha muita coxa entre outras coisas.

Derek: Pequena, o grupo do time de futebol tá chamando a gente lá. - Olhei pra ele apreensiva, O pessoal do time de futebol eram ruins comigo.. Pelo menos quando o derek não estava, todos daqui sabiam que Derek me defende com unha e dentes, parei de viajar nos meus pensamentos e olhei para ele tranquilamente negando. - Vou lá Então. - Ele deu um beijo em minha testa e saiu, Percebi o olhar malicioso de Selena.

Selena: E ai, Qual é o seu relacionamento com o nosso Derek lobisomem?  - Comecei a rir sem parar, Derek era muito parecido com Derek Hale, um personagem da série Teen Wolf, o que fazia a Selena dar esse apelido para ele.

Dylan: também quero saber, sou Um pouco curioso sabe?  - Ele ainda mantinha o sorriso sarcástico dele no rosto, Mordi o lábio inferior e escrevi no meu pequeno bloca de notas roxo com algumas Orquídeas como desenho "Nada, somos só amigos." eles não pareciam ter acreditado nisso "Ele só me defende doa garotos maus" A Selena fez uma careta.

Selena: Eles ainda não te deixaram em paz?!  quando eles vão perceber que eles não tem chance alguma em te matar igual fizeram com a Suzan?  - Engoli em seco, Suzan era uma garota maravilhosa e gentil com todos, assim como eu, ela sofria bullying, mas ela sofria bullying por causa de uma piadinha horrosa que fizeram com ela, Depois de um certos dias sem vim para a escola, Descobrimos que ela tinha se matado, Ela era uma das nossas melhores amigas e eu sofri muito com a perca dela, eu parei de falar por completo quando ela morreu, Desde desse dia a Selena anda me protegendo de todos ao perceber que eu era o próximo alvo deles, abaixei a cabeça sentindo meus olhos se encherem de lágrima, A Selena rapidamente parou de falar. - Desculpa Lice, mas eu não vou Aguentar perder uma amiga minha por eles.. Não mesmo. - Ela sussurou tentando convencer a si mesma, o Dylan me olhava, parecia preocupado assim como a garota ao seu lado que se chamava stella, os outros nos olhavam sem interesse, Para não a deixar mais preocupada que o normal resolvi falar.

Ali: Tudo bem Selena, Eles nunca irão fazer algo comigo enquanto vocês estiverem aqui. - Ela sorriu com lagrimas nos olhos, então ela pulou em cima de mim me abraçando forte.

Selena: Volte a falar, Por favor... - Neguei suspirando, Odiava o fato de me pedirem para voltar a falar, Poxa.. Eu só falo as vezes e Só o tempo vai me ajudar A falar de volta. - Não vou insistir, mas peço que quando você estiver totalmente preparada, que fale com a gente.  - Assenti e ela voltou a comer.

Dylan: Você tem a voz parecida com um canto de passarinho. - Ele sussurrou e eu Sorri.

Stella: mas não querendo ser indelicada mas já sendo, Porquê você não fala?  - Olhei para a Selena e ela olhou pra mim, Assenti devagar, Sentia que podia confiar neles.

Selena: Ela parou de falar quando o senhor Carlos morreu em um acidente de carro, Mas ela não tinha parado de falar por completo, Mas quando suzan.. Uma das nossas melhores amigas morreu, Ela ficou sem falar por completo, Ela até está falando um pouco mais do que o normal, Na maioria das vezes ela apenas Sorri ou assenti ou nega com a cabeça, Não sei como ela começou a escrever.. Já que infelizmente tive que viajar. - Ela suspirou, Dylan colocou a sua mão em cima da minha me fazendo recuar rapidamente, Me levantei atordoada.

Ali: Licença. -  As palavras saíram sem a minha permissão, Então Fui andando desesperada pro banheiro, Sua mão era fria, Mas me trazia um conforto... O que está acontecendo comigo? Eu andava em passos rápidos tentando chegar o mais rápido possível pro banheiro, Só não esperava encontrar a Amanda ali se maquiando junto com suas amigas.

Amanda: Pálida? o que está fazendo aqui? Achei que já tinha Morrido.  - Ela e suas amigas começaram a rir, Segurei o ar tentando não chorar.  - Oh, olha o rostinho dela minha gente, ela quer chorar. - Ela se aproximou com passos de ameaça enquanto eu tentava me afastar, quando cheguei na parede ela colocou a mão na parede me prendendo. - Não Se meta na minha frente. - Sem eu perceber minhas lágrimas já Caiam. - Garotas, o balde. - Arregalei meus olhos enquanto elas pegavam um balde enorme.

Ali: Amanda, por favor.. - Tentei implorar para que ela não fizesse aquilo, Ela sorriu maldosa e tacou a água em mim, A água fedia a esgoto e sujeira, A esse ponto estava soluçando e pedindo a Deus para acabar com esse sofrimento, Elas foram embora rindo, Me sentei no chão sentindo meu corpo pedir por misericórdia, Soltei um grito, Um grito repleto de frustração, De tristeza, de solidão.. Me levantei e comecei a andar em passos devagar em direção ao espelho da escola, Eu estava horrível.. Abaixei a cabeça ainda chorando, Senti dois braços me segurando com força, Reconheci pela cor e logo me deixei chorar como uma bebê nos braços de Dylan. 

Me virei indo de encontro com o peitoral do mesmo, Ele me envolveu em seus braços e eu senti conforto, Proteção e afeto.. Ficamos assim por um bom tempo até eu parar de chorar.

Dylan: Quer voltar para casa? - Ele murmurou fazendo carinho nos meus cabelos, Assenti lentamente, Ele pegou em minha mão fazendo nós dois ficarmos de mãos dadas, Senti um enorme choque passar por todo meu corpo.

Fomos andando no lado de fora, Onde estava o grupo do Dylan e o Derek e a Selena.

Selena: Oh Querida.. - Ela se aproximou de mim me abraçando com força.. - Irei avisar pro diretor.. E depois me conte tudo. - Ela falou com uma pitada de malícia, Sorri fraco, Dylan me puxou e fomos em direção a sala para pegar minha mochila, Assim que pegamos minha mochila começamos a andar lado a lado.. O silêncio não era desconfortável, Muito ao contrário.. Ele era confortável e perfeito, Assim que chegamos dei graças a deus que Minha mãe estava trabalhando.

Dylan: Eu moro aqui.. - Ele murmurou apontando uma casa logo em frente.  - Parece que iremos nos ver bastante. - Assenti e logo soltei a mão dele, Quando estava prestes a entrar fiquei paralisada, Eu simplesmente não queria Deixar ele ali, Ou sair de seus braços... Corri em direção a ele O abraçando com força, Percebi que ele estava Supreso, Mas logo tratou de me abraçar também, Coloquei meu rosto na curva de seu pescoço sentindo aquele cheiro delicioso, Eu definitivamente iria lembrar desse cheiro.

Ali: Obrigada.. - Sussurei no ouvido dele, Dando um beijo em seu rosto gelado e corado, fui em direção a porta e a abri, Mas antes olhei para ele que estava com a mão na bochecha e os olhos arregalados, Sorri boba com aquela cena e Entrei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...