1. Spirit Fanfics >
  2. Meu bebe omega >
  3. Cap 1

História Meu bebe omega - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Cap 1


Fanfic / Fanfiction Meu bebe omega - Capítulo 1 - Cap 1

Autora...........

O park tinha acabado de levantar com um pouco de dificultade devido a surra que levou anoite passada por esquecer de tirar o lixo, era sempre assim se esquecesse algo ou falasse algo que seu pai julgasse errado ele batia, nao, nao melhor espancava o pequeno omega,bom seu pai não era assim, ele era um pai amoroso, atencioso, mas mudou virou um mostro que opequeno omega tem medo, isso ocorreu a 3 meses quando a mãe do pequeno morreu em um acidente de carro indo trabalhar,mas ele não entende por que seu pai descontar tudo em si,ele sofre tambem com a paetido dela bom agora sofre em dobro, mas voltando.

O pequeno se dirigiu ao banheiro e tomou banho e vestiu o uniforme.

Depois de pronto desceu e preparou seu cafe e o cafe do seu pai,deixou tudo arrumado, tomou o cafe lavoi tudo e antes de sair foi acordar o pai

-Papai...... Pai

Pj - o que foi aberração.

O menor abaixou a cabeça e engoliu o choro, olhou para seu pai e respondeu.

-Hum... Ja esta na hora, seu cafe esta na mesa, estou de saida para a escola.

Pj -ok, vai de uma vez, mas lembreçe quero boas notas.

-sim papai

E assim saio rumo ao colégio, aonde é assediado por imalfa sem noção e zuado pelos omegas populares, e não tem. Amigo,antes da sua mãe esse fardo era mais leve,agora se tornou o triplo do peso para o pequeno omega, que garregava seu pequeno mais pesado mundo nas costa sezinho sem o amor de ninguem.

Ao chegar na escola ja foi sercado pelo ricardo,um alfa nojento que vive querendo comer o omega, ele é estrangeiro esta na coreia por causa do intercambio, se tornou popular rapido por suas habilidades no futsal,ja pegou todos os omegas e betas esseto 1 nosso pequeno Park, e ele se tornou a obsessão do alfa, riquinho, mimado, que nunca ouviu um nao na vida, ate encontrar o Park, aaaa o pequeno Park com aquele cheiro de pureza, deixa o alfa louco para o marcar e o tornar seu brinquedo, mas ele so nao contava que seu pequeno vicio iria ser mais esperto do que antes e fugir dele como o diabo foge da cruz, acontece que o pequeno ouviu Ricardo falando sobre querer o " rapitar" quando visse o Park sozinho para o possuir em outras palavras ele quer estrupar o omega agora que ele esta perto do cio e o marcar voltando

- oque voce quer Ricardo?

R- eu quero voce omega, voce ainda vai ser meu por bem ou por mal.

- nao vou ser seu nem depois da morte, agora licença quero entrar.

E assim ele rodou em volta do alfa e saiu para a sala, as aulas passaram rapidinho, no recreio foi na sala da diretora como sempre almoçar com ela, a senhora Jeon Haru era amiga da mae do pequeno, e não ela nao sabe dos abusos que o menor sofre em casa,afinal o senhor Park sempre fora apaixonado pelo filho, mas se soubesse falaria com seu filho o Jungkook para tirar o menor de la, ela também nao sabe do bullyng e nem do assedio na escola ele nao quer perturbar a sua única amiga com coisas " fúteis ", bom com a Haru ele é ele mesmo no caso um frágil omega que paresse um bebê, ele é manhoso igual um gatinho, afinal é o único momento que ele tem carinho é ali naquela meia hora com a diretora, e bom no final das aulas ele sai igual um foguete, ele é o primeiro a sair da escola e vai para casa correndo, sem parar um minuto ou um segundo.

Quando o pequeno chegou em casa comessou a chover e esfriar, ele deu grassa que chegou antes da chuva, bom ele subiu tomou um banho e vestiu uma roupa confortavel no caso seu pijaminha, afinal seu pai nao chegaria agora antes dele terminar seu jantar, nao é mesmo?? (o mochi estuda o dia todo para quem nao entendeu a parte do almoço e agora ser o horario do jantar ok)

Autora...........

O park tinha acabado de levantar com um pouco de dificultade devido a surra que levou anoite passada por esquecer de tirar o lixo, era sempre assim se esquecesse algo ou falasse algo que seu pai julgasse errado ele batia, nao, nao melhor espancava o pequeno omega,bom seu pai não era assim, ele era um pai amoroso, atencioso, mas mudou virou um mostro que opequeno omega tem medo, isso ocorreu a 3 meses quando a mãe do pequeno morreu em um acidente de carro indo trabalhar,mas ele não entende por que seu pai descontar tudo em si,ele sofre tambem com a paetido dela bom agora sofre em dobro, mas voltando.

O pequeno se dirigiu ao banheiro e tomou banho e vestiu o uniforme.

Depois de pronto desceu e preparou seu cafe e o cafe do seu pai,deixou tudo arrumado, tomou o cafe lavoi tudo e antes de sair foi acordar o pai

-Papai...... Pai

Pj - o que foi aberração.

O menor abaixou a cabeça e engoliu o choro, olhou para seu pai e respondeu.

-Hum... Ja esta na hora, seu cafe esta na mesa, estou de saida para a escola.

Pj -ok, vai de uma vez, mas lembreçe quero boas notas.

-sim papai

E assim saio rumo ao colégio, aonde é assediado por imalfa sem noção e zuado pelos omegas populares, e não tem. Amigo,antes da sua mãe esse fardo era mais leve,agora se tornou o triplo do peso para o pequeno omega, que garregava seu pequeno mais pesado mundo nas costa sezinho sem o amor de ninguem.

Ao chegar na escola ja foi sercado pelo ricardo,um alfa nojento que vive querendo comer o omega, ele é estrangeiro esta na coreia por causa do intercambio, se tornou popular rapido por suas habilidades no futsal,ja pegou todos os omegas e betas esseto 1 nosso pequeno Park, e ele se tornou a obsessão do alfa, riquinho, mimado, que nunca ouviu um nao na vida, ate encontrar o Park, aaaa o pequeno Park com aquele cheiro de pureza, deixa o alfa louco para o marcar e o tornar seu brinquedo, mas ele so nao contava que seu pequeno vicio iria ser mais esperto do que antes e fugir dele como o diabo foge da cruz, acontece que o pequeno ouviu Ricardo falando sobre querer o " rapitar" quando visse o Park sozinho para o possuir em outras palavras ele quer estrupar o omega agora que ele esta perto do cio e o marcar voltando

- oque voce quer Ricardo?

R- eu quero voce omega, voce ainda vai ser meu por bem ou por mal.

- nao vou ser seu nem depois da morte, agora licença quero entrar.

E assim ele rodou em volta do alfa e saiu para a sala, as aulas passaram rapidinho, no recreio foi na sala da diretora como sempre almoçar com ela, a senhora Jeon Haru era amiga da mae do pequeno, e não ela nao sabe dos abusos que o menor sofre em casa,afinal o senhor Park sempre fora apaixonado pelo filho, mas se soubesse falaria com seu filho o Jungkook para tirar o menor de la, ela também nao sabe do bullyng e nem do assedio na escola ele nao quer perturbar a sua única amiga com coisas " fúteis ", bom com a Haru ele é ele mesmo no caso um frágil omega que paresse um bebê, ele é manhoso igual um gatinho, afinal é o único momento que ele tem carinho é ali naquela meia hora com a diretora, e bom no final das aulas ele sai igual um foguete, ele é o primeiro a sair da escola e vai para casa correndo, sem parar um minuto ou um segundo.

Quando o pequeno chegou em casa comessou a chover e esfriar, ele deu grassa que chegou antes da chuva, bom ele subiu tomou um banho e vestiu uma roupa confortavel no caso seu pijaminha, afinal seu pai nao chegaria agora antes dele terminar seu jantar, nao é mesmo?? (o mochi estuda o dia todo para quem nao entendeu a parte do almoço e agora ser o horario do jantar ok.  A foto do pijama esta ni começo )


Errado ele chegou completamente bebado as 18:24 e assim que olhou para o pequeno omega de pijama e aquele cheiro de inocência dele ele ficou louco porque?? Por que ele estava no cio.

PJ - vem aqui com o papai bebe

O omega ja entendendo oque estava acontecendo entrou em desespero afinal seu pai estava o olhando do mesmo jeito que o Ricardo o olha, e sua mae falou que voce so pode fazer essas coisas quando no minimo voce estiver namorando e amar esta pessoa e a pessoa o amar, e isto vai acontecer naturalmente, sem pressão voce nao vai sentir medo, vai se sentir bem, entregue, afinal vao fazer amor, entao nao ele nao amava seu pai deste jeito, e era errado era seu pai.

PJ - VENHA AQUI SEU OMEGA INUTIL, EU ESTOU MANDAND0.

e o pequeno entrou em desespero, seu pai usou a voz de alfa com ele, ele sentiu seus tímpanos doerem e sentiu algo escorrendo, levou a mao a um dos ouvidos que agora estava zumbindo e viu era sangue, seu pai o fez sangrar de novo, quando ele olhou para o pai, seu pai estava mais próximo ele deu um passo para traz e encostou na pia, viu o rolo de macarrão ali a qual ele estava usando para fazer a massa, ele pegou e quando o pai foi para o agarrar ele bateu na cabeça dele, bom ele nao desmaiou mas foi o suficiente para o omega correr do jeito que estava naquele chuva, ele correu como nunca, estava encharcado, cançado e com frio, o pequeno passou próximo a um beco e la ele parou uns 5 segundos?? E ouviu a voz do Ricardo o chamando e la estava o pavor novamente, e ele correu novamente ate chegar no final do bairro medio e começar a entrar no alto, lá na entrada ele topa com alguem, o pequeno quase foi ao chão mas mãos fortes seguram, ele estava desesperado com frio com medo, mas aqueles braços o passaram tranquilidade, paz, segurança, ele chorava muito.

- ajuda o Jimin, alfa mal, pai mal querem fazer mal ao Jimin ajuda.

Ele falava, chorava e se agarrava mais e mais naquele desconhecido estava quase o escalando, e o tal desconhecido se chamava Jeon Jungkook um alfa que nao suportava choro, contato físico ou manha, bom ate agora pois ter aquele omega tão frágil em seus braços e chorando tão desesperadamente o deu uma vontade fora do normal de o proteger.

Jk - calma pequeno, eu nao vou deixar nada te acontecer ok?

Park afirmou com a cabeça, se acalmando com aquele cheiro ate ouvir alguem chamando seu nome.

R- PARK CADE VOCE?? EU VOU TE ACHAR.

Ricardo estava se aproximando oque fez o pequeno se encolher nos braços do Jeon, Jeon o o pegou no colo deixando ele igual um coala, e o enrolou com seu sobretudo, ele queria muito encontrar o dono daquela voz e o triturar o esmagar com suas próprias mãos.

Jk - vem bebe vou te levar para minha casa, nao se preocupe eu vou cuidar de voce.

Park ja estava quase dormindo, o colo do Jeon era quente, aconchegante e seu cheiro o acalmava, e estranhamente ele nao estava com medo, luz a loba de Park pediu para ele confiar nele, que ele era seu alfa e ia os proteger, entao Park se aconchegou mais ainda naqueles braços quentes afundou seu rostinho cansado no pescoço de Jeon e la dormiu. Bom Jeon nao achava que iria sair para comprar run para a mae e voltaria com um omega, mas aquele omega AAAAA nao sabia explicar, seu lobo o queria para si, mesmo nao o vendo direito, ele o queria e queria o proteger, bom quando estava quase chegando viu que o omega ficou quietinho e o chamou.

Jk - bebe??

Sem resposta, entao constatou que seu bebe avia dormido, viu também que ele nao estava mais gelado, devido ao seu calor e ao seu sobretudo, mas logo chegou em casa, segurou a garrafa com a mesma mao que sustentava seu bebe no colo e abriu a porta vendo Jin seu cunhado e amigo derrubar o copo assim que ele tirou os sapatos.

Jk - nao grita vai acordalo e depois eu explico.

Jin confirmou.

Jk - to leva o run para a mamãe, eu vou subir com ele e tirar essas roupas molhadas dele.

Jin - o.. Ok

E assim fez subiu com seu bebe para seu quarto, e la tirou suas roupas e ficou chocado com a quantidade de hematomas, naquele pequeno corpo, seu sangue ferveu, mas embaixo daquela quantidades de roxos ainda existia um belo corpo e ele o olhou adimirado, o banhou com a agua quentinha e o vestiu com uma cueca sua nova que ficou um shorts folgado nele nas pernas, já na bunda bom.. Preencheu bem, e um suéter de lã quentinho que virou um vestido pegando bem abaixo do joelho, o deitou na cama e o cobriu, deixou um beijinho na testa do pequeno que se aconchegou mais ainda e afundou seu rostinho no travesseiro que era dele arrancando um sorriso seu, ele se banhou e colocou um conjunto de moletom e desceu para a cozinha, encontrando seus pais e irmãos e cunhados la o olhando estranho, é pelo jeito o jin os contou

PJ - vai nos explicar??

Jk - bom eu estava voltando para casa com o run que a mamãe pediu, e bom uma pessoa pequena no caso o omega que eu cheguei, trombou em mim com o impacto ele quase caiu mais eu consegui o segurar, ele tava gelado, chorava muito, estava assustado, ele se agarrou em mim estava praticamente me escalando, e comessou a falar, ajuda o Jimin, alfa mal, pai mal querem fazer mal ao Jimin ajuda, e..

Ele parou de falar quando a mae Haru se virou e perguntou, como ele é?? Um pouco digamos que desesperada??

Jk - bom ele é pequeno tem cabelos rosas compridos bom parece um be....

Ele parou quando a mae saiu em disparada para seu quarto, e eles foram atraz, chegando la a mae estava em lagrimas olhando as pernas desnudas do pequeno, as mesmas pernas que ele escondia com meias compridas.

Jk - mae??

MH - eu vou matar o Park, aquele desgraçado, filha da puta.

Ela falava sussurrando enquento via os machucados que tinha nas pernas que ela descobriu depois ela o cobriu e os mandou desser.

Jk - vai explicar??

MH - aquele é o Park Jimin, lembram que eu falei do bebe da minha amiga Park Sana??

Todos assentiram

MH - bom é ele, mas me admira ele confiar em voce, ele tem pavor de alfa, ele odeia que um desconhecido o toque é assim desde bebe, qualquer um que o toque que ele nao conheça ele chorava, e bom todos tem medo de voce meu filho.

Nam - as vezes na hora do desespero, sei lá o kook foi a janela de escape para ele.

Jin - nao, omegas dóceis, só confiam em seus alfas, ou nos pais, eu também nao gosto quando desconhecidos me toquem eu entro em choque e como defesa eu corro para o o nam, ele sempre vai ser meu porto seguro.

Tae - entao??

Jin - o omega la em cima te escolheu como alfa dele kook, e pelo seu jeito e cheiro ele nao é apenas um dócil, ele é um raro assim como voce...

Continua????.

1919 palavras




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...