História Meu Bichinho - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem pela demora sinto muito mesmo aconteceram várias coisas.... Mais enfim prometo não demorar mais assim.

Conto com seu apoio
E
Boa leitura!!!!❤️

Capítulo 6 - Só me diga: Sim!


Fanfic / Fanfiction Meu Bichinho - Capítulo 6 - Só me diga: Sim!

—Eu disse que não deixaria ele te machucar. Eu gosto de você.

(Ao ouvir isso Bakugou ficou perplexo, sua expressão era tão confusa quanto a situação em si.)

—Eu realmente não entendo. Você é um maldito doente.

—Não presisa entender (ri), Me deixe cuidar dessas feridas. (toca o rosto de Bakugou.)

—Eu faço isso sozinho, não encoste em mim.

—Tudo bem..... Tudo bem, quanto mais você se debate mais exitante isso fica. E quanto ao trabalho, vamos fazer amanhã na minha casa.

—Que caralhos te faz pensar que eu vou entrar na sua casa? (visualiza um ninho de cobras.)

—Eu disse que não faria de novo se você não pedisse, tem tanto medo assim de mim?

—Medo é o caralho, seu filho da puta, eu vou te socar até a morte....

‹‹‹Depois horas e horas de insultos e chingamentos›››

—Então concluímos que você não me considera uma ameaça, isso quer dizer que você vai né?

—Isso mesmo você não é uma ameaça, eu vou.

Midoriya não disse mais nada, porém pensou no quanto amava aquele jeito marrento do loiro, e não via a hora de por suas mãos nele.

‹‹‹Já no dia seguinte›››

—Uaaa.... Sua casa é enorme.....

—Você gostou?

—Eu ainda te odeio seu bastardo. Onde estão seus pais?

—Eu moro sozinho.

( Fudeu!! Eu não sabia que ele morava sozinho, com os pais dele aqui ele não tentaria nenhuma gracinha, mais somos só eu e ele sozinhos, completamente sozinhos.)

—Bem.... Acho que tenho que ir, acabei de lembrar tenho algo importante a fazer.....

—Humm...... Você veio de tão longe não vai embora agora.( Midoriya pega Bakugou no colo e sobe as escadas que levam ao seu quarto.)

Entrando no quarto o loiro foi jogado e algemado a cama.

—O que é isso? Você disse que não faria nada.

—A culpa não é minha se você entendeu errado, quando eu disse aquilo me referi a sexo, não estava incluído não tocar você.

—Seu- (se cala.)

—O que foi? Não vai dizer: "Seu desgraçado eu te odeio"!!!!!? (ri)

—Independente do que eu diga você não vai parar, então......

—Ahh...... Bom garoto, bom garoto, por isso prometo ser gentil com você.

Midoriya começou se livrando das roupas, e foi distribuindo vários beijos pelo corpo do loiro, mordidas e chupões se encontravam  por toda a parte, estava tudo tão quente, os beijos e os toques as respirações ofegantes era impossível dizer não, mais não transaram.

—Você está prestes a gozar...(diz Midoriya) acho que vou parar por aqui.

—O que? Olha aqui se bastardo você que começou essa porra toda então pelo menos termine.

—Do que você está reclamando? Tem sorte que estou cumprindo a promessa, eu poderia violar você agora mesmo.

—Então pelo menos solte minhas mãos.

—Eu poderia fazer isso (ri) mais não vou. Fique aí e espere até que se acalme.

*5min depois*

Esse maldito...... Eu não consigo me acalmar, me sinto tão quente, o que está havendo comigo? Nem fudendo que esse cara me exita.

*10min depois*

—Vejo que não consegue se acalmar.

—Cala a boca!!!!

—Você só precisa me dizer sim.

—Eu não quero!!!

—Tem certeza? ( aperta o membro de Bakugou)

—Ahh! E-eu...... por favor!!!

—Por favor o que?

—P-por f-favor continue!!!!!





Notas Finais


❤ Eros-beijooos ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...