História Meu bonequinho, Minnie - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Huang Zitao "Z.Tao", Kris Wu, Lu Han
Personagens Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Suho, Xiumin
Tags Chankaisoo, Kray, Luhan Hétero, Suchen, Xiuchen
Visualizações 23
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Prólogo


Prólogo

 

 Olá meu nome é Kim Jongdae e tenho 22 anos, desde criancinha tive paixonites por bonecos que eram feitos a mão e meu papai sempre comprava para mim. Quando fiz 10 anos, passei a admirar os bonecos que um velho homem chamado Wu Yi Lyn fazia bonecos à mão com caricaturas humanas que eram bastante vendidas naquela época, sempre pedi para que meu papai comprasse um para mim, mas, ele nunca teve dinheiro para comprar para mim por ser uns bonecos caros e eram chineses e demoraria bastante tempo para chegar até mim.

 Quando estava com os meus 13 anos, o senhor Wu tinha feito um raro bonequinho que era somente um; seu nome era Minnie, pois a filha falecida do velho homem gostava daquele nome e de um rosto em comum de seu amiguinho imaginário, que nos relatos, a própria falecida relatou as características do rosto do boneco barra amigo imaginário.

Por ser somente o último boneco que homem havia feito antes de falecer, se tornou extremamente raro as pessoas possuírem o boneco e última peça de seu trabalho. Muitos dizem que o boneco e assim como os materiais feitos este último artefato nunca foram encontrados; outros relatam que o boneco fôra enterrado juntamente da filha do senhor Wu.

Eu acredito que o boneco esteja na velha mansão chinesa do senhor Wu, mas não tenho absoluta certeza que isso possa estar lá. Meu pai dizia que era possível eu viajar para fora do país se estivesse acompanhado de alguém responsável por mim, e admito que me sinto às vezes injustiçado e que ele não veja que eu tenha responsabilidade de mim mesmo e que consigo viajar sem ter problema algum.

Com apenas 16 anos consegui terminar rapidamente o colegial, sim, sou um aluno prodígio e nunca me importei com comentários maldosos dos outros alunos que diziam que eu era especial demais e que era uma ‘criação errada’ de alguém. Não me era de importar tanto, então ficava calado no meu canto apenas vendo adolescentes da minha idade se preocupar com namorados ou algum tipo de amor, realmente, eu nunca fui de ficar secando garotos ou querer fazer um tipo de ‘flerte’ porque isso não é comigo.

Admito sim que quando entrei na faculdade tive um crush que era um dos veteranos que estavam já saindo da faculdade, eu me sentia um lixo por saber que mesmo tendo capacidade de nem ao menos fazer faculdade por ter um conhecimento além das outras pessoas eu gostaria de dar um diploma para meu pai.

Bom, o nome do meu crush era Kim Junmyeon. Ele falava algumas vezes comigo e até chegou a trocar mensagens mas nunca tive coragem de ir mais à fundo nisso tudo. Algum tempo depois, antes dele sair da faculdade eu estava completando 17 anos e estava bastante feliz por ele e por mim também, porém, ele me deu um beijo como despedida e me desejou bons anos como historiador e depois, como um bom cantor.

Com o tempo passando, Junmyeon e eu estávamos mais próximos e partilhávamos tudo; desde conversas mais íntimas até as mais vergonhosas. Eu gostava bastante disso, gostava quando ele ia pra minha casa quando meu pai não estava e fazia um jantar delicioso pra mim depois da faculdade exaustiva. Claro que também continha beijos roubados pela a parte dele.

Um tempo após eu estar no penúltimo ano da faculdade ele me pediu em namoro – ele tinha 25 na época e eu 18 – certamente que ele também pediu porquê na época eu estava muito pertinho de um menorzinho com expressões de satanás que vivia surgindo dos cantos mais obscuros da faculdade. De cara eu não aceitei, mas ele ainda sim, persistiu.

No último ano, ele apareceu na minha  casa após meu pai sair para trabalhar e me prensou contra a cama e pediu da forma mais agressiva que queria ser meu namorado alegando que estava esperando demais, eu aceitei depois de espancá-lo e nunca mais fazer aquele tipo de coisa, pois tinha me assustado. Ele sabia apenas rir de mim dizendo que não era alguém possessivo, só gostava de preservar oque era seu... seu.

Terminei as duas faculdades ao mesmo tempo, e foi um dia maravilhoso por que estava o meu pai e meu namorado, Kyungsoo me abraçou forte quando tivemos que nos despedir e disse que tinha que manter contato e ir trabalhar juntos.

Junmyeon e eu estávamos namorando jazia um tempo e gostávamos da companhia um do outro, e eu adorava isso. Passamos a morar juntos e eu deixei para trás meu pai que já não se importava se o Suho era mais velho que eu e eu bem novinho, bom, ele estava era orgulhoso do filho que teve a mesma capacidade da mãe.

- Meu amor? – Junmyeon me chamou e fez uma bagunça nos meus cabelos agora morenos.

- Ô sim...? – falei um pouco perdido vendo ele apenas rir e se sentar no meu colo com um sorrisinho fofo.

- Estava tão lindo pensando, bom tenho uma surpresa e tanta para dizer pra você! – ele sorriu me fazendo ficar nervoso, Junmyeon fazia surpresas bestas e que deixavam quebrado por três dias seguidos.

- Qual é ela? – perguntei curioso vendo ele apenas fazer um beicinho e se aproximar mais do meu corpo.

- Sabe aqueles bonecos que você tanto adora? Então... O meu amigo, disse que ele têm, ele não, mas o namorado tem as chaves do velho casarão que pertencia ao senhor Wu Yi Lyn, e disse que estão dispostos há te ajudar á procurar o último bonequinho que você tanto quer. – Suho disse me fazendo sorrir e ficar totalmente estático, eu não podia acreditar nisso. – Amor?

A única coisa que fiz foi abraçá-lo e logo ficar sorrindo de orelha a orelha com animação, logo teria o último brinquedo para a minha coleção me fazendo pirar de felicidade. Seria mesmo verdade que ao embarcar para a China e enfrentar vários chineses que não iriam tão facilmente aceitar coreanos em seu país, ir justamente à mansão do homem que era super-riquíssimo? Com certeza não iam gostar, mas estava pouco me fodendo para aquela possibilidade, queria mais do que tudo, meu:

Meu bonequinho, Minnie


Notas Finais


Disse que ia voltar com lindos projetinhos para enaltecer meus dois bebês que é o Yixing e o Jongdae, só que a da vez é do Dae e quando essa shotfic terminar, irei começar a trazer as do Yixing.

A fic em si é bem pequena, não é uma long-fic, ela será bem pequena em torno de cinco capítulos no mínimo.
7u7
nao tenho a menor ideia quando eu vou atualizar por conta de estar no final de ano e por causa dos meus trabalhos, então vou tentar nao demorar tanto :3
~~~espero que gostem ~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...