1. Spirit Fanfics >
  2. Meu caos - noart >
  3. 046

História Meu caos - noart - Capítulo 48


Escrita por:


Notas do Autor


penúltimo capítulo😪❤️

Capítulo 48 - 046


Fanfic / Fanfiction Meu caos - noart - Capítulo 48 - 046

narradora🌙

__________________________________________________

moana🌊| @anygabrielly_s • 1h

a gente vai embora do rolê assim

{ amo }

__________________________________________________


- EU VOU CAIR, LAMAR! - Sina gritava, se desequilibrando e indo em direção ao chão.

- Mano, a Sina caiu. - Krystian ria alto, enquanto ajudava a alemã a levantar.

- Vai se foder, palhaço. - Ela dizia, limpando sua roupa.

- Alguém quer carona? - Sabina perguntava, se aproximando de Krystian, Lamar, Sina, Any, Josh, Joalin, Bailey, Shivani, Linsey, Diarra, Kyle e Hina. (N/ puta gangue boa pra fazer arrastão)

- Eu quero! - Hina dizia, se aproximando da mexicana.

- Ótimo. Krys? - Pepe perguntava, ajudando Sabina a entrar em seu carro.

- Já que o plebeu insiste. - Krystian dava de ombros, entrando no carro de Pepe.

- Tchau, gente. - Hina acenava para os de mais, entrando no carro de Pepe.

- Tchau. - Todos diziam juntos, e continuavam caminhando até o estacionamento.

- Vai querer ir comigo, Si? Podemos rachar um Uber, se quiser. - Lamar dizia, fazendo Any e Josh trocarem olhares.

- NÃO! - Beauany gritava, fazendo Sina arquear sua sobrancelha.

- A gente leva a minha irmã, Morris, sem problema. - Josh enroscava o braço no pescoço de Sina, e Lamar dava de ombros.

- Tudo bem. Di? Kyle? - Lamar pergunta, e Kyle assentia.

- O meu ex quer dividir Uber comigo e com o meu atual. Socorro. - Diarra sussurrava no ouvido de Sina, fazendo a mesma rir alto.

-  Aja naturalmente. - Sina sussurrava de volta, caminhando em direção ao estacionamento. - BEIJO! - Ela gritava, acenando para o trio.

- Lin, vão chamar um Uber ou vão de metrô? - Any perguntava, e Linsey dava de ombros.

- Acho que Uber. Metrôs com esses vestidos e essas coroas não são muito recomendados. - Urrea brincava, fazendo Any rir baixinho. (N/ Sim, elas foram as rainhas do baile)

- Podemos dar carona p'ra vocês, se quiserem. - Bailey dava de ombros, se direcionando ao carro dele e de Sabina.

- A gente aceita. - Shivani piscava para Linsey, a puxando para perto do carro. - TCHAU, SI! TCHAU, JOJO! TCHAU MOANA! - A indiana gritava, já distante dos três.

- Por que a insistência em me levar, Josh? - Sina perguntava, acenando para os amigos. - Posso ir sozinha. - Ela dava de ombros, entrando no carro do irmão.

- Quero você segura, irmãzinha. - Ele dizia, assim que entrava em seu carro. - É perigoso você sozinha por esses lados. - Ele dava de ombros, observando Any entrar no carro.

- São dez horas! - Sina exclamava, cruzando os braços.

- Não seja uma menina mimada e irritante, Sina. E não me estresse também. - Ele dizia, arrancando com o carro. - Vai ficar na casa da mamãe, certo? - Ele perguntava, e Any ligava o rádio.

- Yes. - Ela dizia, pegando seu celular. - Ei! - Batia no ombro de Any, que virava para trás. - Tem meu vídeo caindo? Ou só essas fotos? - Sina mostrava o tweet de Any, que ria.

- Só as fotos, Si. - Ela dizia, e logo achava uma estação com músicas brasileiras. - Deixa eu te falar, eu sou do tipo que não dá p'ra decifrar. - Cantarolava, recebendo olhares dos loiros.


*quebra de tempo*


- A mamãe 'tá em casa? - Sina perguntava, assim que saia do carro de Josh.

- Nop, ela vai ficar a semana inteira em uma conferência em New York. - Ele piscava, acompanhando a garota até a porta.

- Então eu quero ficar na casa do papai, não quero ficar sozinha aqui. - Sina caminhava de volta para o carro, mas Josh a impedia.

- Só entra logo! - Ele se exaltava, fazendo a garota revirar os olhos, destrancando a porta.

- Você é um chato, sabia? - Ela começava, entrando dentro de casa. - Sempre mandando em mim, eu não tenho mais sete anos, Kyle! Sei me cuidar! Que ódio! E o pior de tudo é que tenho que ficar nessa casa enorme, uma semana, sozinha! Porque a mamãe dispensa os empregados quando viaja, e você sabe disso, FILHO DA PUTA! - Ela dizia, lançando um dedo do meio para Josh, que ria, ligando a luz. - Que caralhos...? - Ela parava de reclamar, ao ver a casa com o teto cheio de balões em forma de coração, o chão cheio de pétalas de rosa, e Noah com uma rosa na boca, em frente a porta da geladeira.

- Desculpa, deu fome. - Ele dizia, mordendo seu donut de chocolate.

- Que merda é tudo isso? - Ela perguntava, jogando sua bolsa no sofá. - E por que você não foi no baile? - Ela perguntava, e Josh ria.

- Bom, boa sorte, tigrão. - Ele piscava para Noah, fechando a porta da casa.

- Eu fiquei na sua casa fazendo isso. - Ele pegava o violão. - Uma curiosidade que você não sabe sobre mim, eu sou apaixonado por One Direction, e tenho uma queda pelo Harry Styles. - A garota ria, fazendo ele sorrir. - Então. - Ele deslizava os dedos pelas cordas do violão, sentando no sofá. - Vem cá. - Ele chamava a garota, que ia correndo sentar em seu lado.

- You're insecure

 ( Você é insegura )

Don't know what for

( Não sei pra quê )

You're turning heads when you walk through the door

( Você faz virar cabeças quando passa pela porta )

Don't need make up

( Não precisa de maquiagem )

To cover up

( Para se cobrir )

Being the way that you are is enough

( Sendo do jeito que é já é o suficiente )

Everyone else in the room can see it

( Todo mundo na sala pode perceber )

Everyone else but you

( Todo mundo menos você )

Baby you light up my world like nobody else

( Baby, você ilumina meu mundo como mais ninguém )

The way that you flip your hair gets me overwhelmed

( O jeito que você vira o cabelo me deixa arrepiado )

But when you smile at the ground it ain't hard to tell

( Mas quando você sorri para o chão, não é difícil notar )

You don't know, oh oh 

( Você não sabe, oh oh )

You don't know you're beautiful

( Você não sabe que é linda )

If only you saw what l can see

( Se ao menos você visse o que eu posso ver )

You'll understand why l want you so desperately

( Você entenderia porque te quero tão desesperadamente )

Right now l'm looking at you and l can't believe

( Agora eu estou olhando para você e não posso acreditar )

You don't know, oh oh 

( Você não sabe, oh oh )

You don't know you're beautiful, oh oh 

( Você não sabe que é linda oh oh )

But that's what makes you beautiful

( Mas é isso que te torna linda )

So c-come on

( Então vamos lá )

You got it wrong

( Você entendeu errado )

To prove l'm right l put it in a song

( Para provar que estou certo, colocarei numa canção )

I don't know why

( Eu não sei por quê )

You're being shy

( Você está sendo tímida )

And turn away when l look into your eyes

( E se vira quando olho em seus olhos )

Everyone else in the room can see it

( Todo mundo na sala pode perceber )

Everyone else but you

( Todo mundo menos você )

Baby you light up my world like nobody else

( Baby, você ilumina meu mundo como mais ninguém )

The way that you flip your hair gets me overwhelmed

( O jeito que você vira o cabelo me deixa arrepiado )

But when you smile at the ground it ain't hard to tell

( Mas quando você sorri para o chão, não é difícil notar )

You don't know, oh oh

( Você não sabe, oh oh )

You don't know you're beautiful

( Você não sabe que é linda )

If only you saw what l can see

( Se ao menos você visse o que eu posso ver )

You'll understand why l want you so desperately

( Você entenderia porque te quero tão desesperadamente )

Right now l'm looking at you and l can't believe

( Agora eu estou olhando para você e não posso acreditar )

You don't know, oh oh 

( Você não sabe, oh oh )

You don't know you're beautiful oh oh

( Você não sabe que é linda oh oh )

That's what makes you beautiful

( É isso que te torna linda )

Na-na-na-na-na-na-na-na

( Na-na-na-na-na-na-na-na )

Na-na-na-na-na

( Na-na-na-na-na )

Na-na-na-na-na-na-na-na 

( Na-na-na-na-na-na-na-na )

Na-na-na-na-na

( Na-na-na-na-na )

Baby you light up my world like nobody else

( Baby, você ilumina meu mundo como mais ninguém )

The way that you flip your hair gets me overwhelmed

( O jeito que você vira o cabelo me deixa arrepiado )

But when you smile at the ground it ain't hard to tell

( Mas quando você sorri para o chão, não é difícil notar )

You don't know, oh oh

( Você não sabe, oh oh )

You don't know you're beautiful 

( Você não sabe que é linda )

Baby you light up my world like nobody else

( Baby, você ilumina meu mundo como mais ninguém )

The way that you flip your hair gets me overwhelmed

( O jeito que você vira o cabelo me deixa arrepiado )

But when you smile at the ground it ain't hard to tell

( Mas quando você sorri para o chão, não é difícil notar )

You don't know, oh oh

( Você não sabe, oh oh )

You don't know you're beautiful

( Você não sabe que é linda )

If only you saw what l can see

( Se ao menos você visse o que eu posso ver )

You'll understand why l want you so desperately

( Você entenderia porque te quero tão desesperadamente )

Right now l'm looking at you and l can't believe

( Agora eu estou olhando para você e não posso acreditar )

You don't know, oh oh

( Você não sabe, oh oh )

You don't know you're beautiful, oh oh

( Você não sabe que é linda oh oh )

You don't know you're beautiful oh oh

( Você não sabe que é linda oh oh )

That's what makes you beautiful

( É isso que te torna linda )


Ele parava de cantar, para limpar as lágrimas da alemã.


- E aí? Sim ou não? Vamos fechar ou não vamos? 'Tá afim ou vai me dar um pé na bunda? Você decide. - Ele perguntava, fazendo a garota rir.

- Sim! QUERO! - Ela abraçava ele, deixando o donuts dele cair, e ele ria do jeito atrapalhado da garota que ele tanto amava.

- Eu te amo. - Ele dizia, e ela soltava dele. - Eu te amo, Sina. - Ele repetia, deixando a garota mais chocada ainda. - Nunca pensei que eu ia amar alguém assim, como eu amo você. - Ele colocava o violão ao lado do corpo. - Chega de brigar, chega de se separar, só fica comigo. - Ela sorria, piscando duas vezes. - Eu amo você. - Ele dava um selinho demorado na garota.

- Eu amo você também. - Agora ele sorria, com os olhos marejados. - Mas eu não quero ser mais uma, Noah. - Ela tinha a expressão triste. O garoto a puxava para si.

- Ei! Não, não, não! Você nunca foi mais uma. - Ele se aconchegava no peito dela. - Eu te amo. - Agora beijava o rosto da garota.

- Eu também te amo. - Ela ria, deixando o garoto extremamente feliz.

O telefone de Noah tocava. Era Josh ligando por vídeo.

- HEY, JOSH! ELA ME AMA! - Ele gritava, fazendo Sina rir.

- Eu te falei, amigo, eu te falei. - Josh sorria para o amigo, que enchia o rosto de Sina de beijos.

- Agora ele vai ficar três vezes mais meloso, eu mereço. - Any dizia, aparecendo atrás de Josh.

- Merecemos. - Josh dizia, rindo. - Vou deixar o casal de lua de mel se divertir, eu e Any temos coisas melhores p'ra fazer. - Josh tinha um sorriso malicioso no rosto, quando encerrava a chamada.

- Quer se divertir? - Noah perguntava, atirando seu celular em algum lado do sofá.

- Pode apostar que sim. - Sina piscava, puxando o americano para um beijo.


Notas Finais


meu Deus, meu caos "acabou" e eu não tenho mais rumo.

- Gabi🌙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...