História Meu Casamento Arranjado (Nyongtory) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, Big Bang, F(x)
Personagens Amber Liu, Cl, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Sandara Park, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Jiyong!bottom, Nyongtory, Seungritop
Visualizações 90
Palavras 1.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu tô chorosa com esse capítulo!
Espero que goste!
Boa leitura 🙊❤️

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction Meu Casamento Arranjado (Nyongtory) - Capítulo 9 - Capítulo 9

Jiyong on

Eu não acredito nisso.

Sabe, eu cheguei bem chateado do cinema, no começo foi bem divertido, o Katsu me deu sorvete gourmet bem caro que eu amei, mas tudo bem por que amigos são pra essas coisas, certo? Errado. Entramos na sala de cinema, era uma comédia romântica, mas não tinha quase ninguém na sala, dava até um certo medo.

O filme começou e eu ficava sentindo o Katsu pegar na minha mão, passar o braço ao meu redor, mas como a gente já tinha esse nível de intimidade por sermos amigos eu não reclamei. Só que quando estávamos no estacionamento ele tentou me beijar.

Flashback on

Eu estava lindamente caminhando pelo estacionamento indo em direção ao carro dele, para ir embora quando senti ele me abraçar como o Seungie faz pelas costas e eu me senti desconfortável, só que quando eu fui me soltar ele me virou e veio seco na minha boca.

Eu não sei de onde eu tirei força mas dei-lhe um empurrão que ele caiu sentado.

- Mas que droga Jiyong! – Bradou se levantando.

- Que droga digo eu, você tá louco? Eu tenho noivo! – Falei nervoso.

- É, um que você já me disse que seu pai quem arranjou! – bufou irritado. – Achei que tivesse percebido.

- Olha eu sinto muito, mas por você eu não sinta nada mais que amizade. – Respondi.

- Eu não paguei isso tudo pra você vir com essa de amizade! – Exclamou histérico.

- Eu não tô acreditando no que eu estou ouvindo. – suspirei desacreditado. – Toma essa merda desse dinheiro e some da minha frente! – Falei jogando tudo o que eu tinha na cara dele.

- Você nem vale tudo isso mesmo. – Pegou o dinheiro e se foi.

- Achei que era meu amigo. – Sussurrei sentindo as lágrimas brotarem e embarcarem minha vista.

Flashback off

Depois daquilo eu sequei minhas lágrimas, peguei um táxi e voltei pro apartamento. Quando cheguei lá percebi que não tinha ninguém e logo pensei que o Seungie estivesse com os meninos, então mandei uma mensagem pro Tae e ele me mandou o endereço da boate onde estavam e um áudio dele gritando pra eu ir me divertir com eles.

Pensei que seria bom depois do fiasco de mais cedo então mal cheguei e sai. Quando eu vi o Seungie na pista de dança eu corri até ele, mas quando eu percebi o que eu tinha sem querer interrompido eu só quis sair dali.

Ele tentou me chamar, me segurou, mas pela terceira vez dentro de um táxi naquela noite, eu só podia pensar em como aquele não era o meu dia.

Dessa vez, eu entrei rápido em casa e fui direto pro banheiro, não chorei, enchi a banheira e fiquei lá olhando pro teto tentando relaxar e esquecer o que tinha acontecido. Eu sabia que não podia cobrar nada do Seungie, mas durante esses meses eu achei que o que tínhamos significava alguma coisa, mesmo que não tivéssemos nomeado e foi desses pensamentos que barulhos de porta e chaves seguidos de gritos do meu nome me tiraram.

- Ji, vamos conversar. – Ouvi sua voz, mostrando levemente que ele estava bêbado do outro lado da porta.

- Só me deixa tomar um banho em paz. – Falei baixo, sentindo a vontade de chorar voltar.

- Tudo bem.

E então eu o ouvi se afastar. Tomei calmamente meu banho e só sai quando senti a água da banheira começar a esfriar. Me sequei, sequei meus cabelos, passei meus cremes, fiz tudo com a maior calma que existia em mim, depois me vesti e sai, dando de cara com ele sentado na cama olhando fixamente para a porta do banheiro.

- Podemos converso agora? – Perguntou já soando sóbrio.

- Não acho que temos o que conversar. – Falei passando por ele e sentindo ele pegar na minha mão em um pedido mudo para que o escutasse.

- Eu sei que está chateado, ou até bravo. Me desculpa Ji, por favor. – Pediu.

- Nós não temos nada. Não tem porque eu ficar incomodado com você beijando outra na boate. – Falei sem o olhar.

- Não fala assim, eu cometi um erro, mas você também estava com outro cara! – Retrucou me deixando ainda mais puto.

- UM OUTRO CARA QUE TENTOU ME BEIJAR HOJE E EU AFASTEI POR SUA CAUSA SEU IDIOTA! – Gritei finalmente o olhando nos olhos. – Um cara que foi um babaca comigo e que eu achei que fosse meu amigo, aí eu trouxa pensei que talvez se eu fosse te encontrar, ver você e os rapazes tudo ia ficar melhor, mas aí eu vejo aquilo.

- Eu não sabia. – Falou e eu soube que tinha sido mais pra ele mesmo do que pra mim.

- Eu sei. Mas não muda o que você fez. – Falei tirando sua mão da minha.

- Olha, me ouve. – Pediu novamente e eu me virei e o olhei. – Eu sei, eu fui um babaca hoje. Pela primeira vez em tempos eu bebi como uma droga de um adolescente e fiz uma besteira, eu sei que pedir desculpas não vai mudar o que eu fiz, mas eu quero mostrar que eu me arrependo. Eu sei que não devia ter feito aquilo, que devia ter confiado em você, mas eu estava com ciúmes. É isso, eu achei que você estava me trocando por ele, o que é uma grande bobagem, não por eu ser demais, mas por que eu sei que você não seria ruim a esse ponto, então me perdoa Ji.

- Eu preciso pensar nisso tudo, minha cabeça gira, eu nem sei o que temos, somos noivos arranjados por um negócio! Agimos como um casal, mas no fim, somos só dois cara em uma droga de casamento arranjado.

- Não, eu gosto de você. Você entrou na minha vida e tomou conta de tudo com esse seu jeitinho, cuidou de mim, me fez melhor e eu não quero que você resuma o que temos a um negócio. Por que eu lembro, que foi quando eu fiz isso, que eu te magoei pela primeira vez. – falou e eu lembrei.

- Se não é isso o que temos, então o que é? – perguntei, já com o olhar marejados.

- Vamos decidir, vamos nos encontrar, só me perdoe, eu fiz besteira e não vou culpar a bebida, eu não vou culpar ninguém, só que quando eu pensei que você pudesse estar gostando de alguém que não era eu, eu fiquei cego. Queria provar a mim mesmo que eu não precisava de você, mas olha só, eu larguei a boate, a garota que eu nem sei o nome e vim atrás de você. Por que eu vi que é você quem importa Ji. Você é o mais importante meu pequeno, me perdoa por eu ser um idiota e te machucar.

- Tudo bem. No fim, você não chegou a colocar em prática mesmo. – Resmunguei sentindo seus braços me rodearem.

- Nos dois sabemos que esse não é o problema. – Falou e eu o apertei escondendo o rosto em seu peito.

- Tudo bem Seungie, você veio, você veio por mim e isso é o que me importa. – Sussurrei.

E então eu chorei, ele me abraçou e disse que tudo ficaria bem, que nos entenderíamos. E eu, chorei. Chorei por ele ter me magoado de novo, chorei por ele ter dito o que eu queria ouvir, chorei por ele mostrar que o que ele disse não era da boca pra fora, chorei pelo cara que eu pensei ser meu amigo e por fim eu chorei por que ali naquele mesmo quarto onde ele aguentou meu choro em meio a trovões eu soube que eu estava completamente apaixonado por ele.


Notas Finais


Obrigada por ler essa preciosidade!
Chorei 😭
Obrigada por ler, beijocas ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...