1. Spirit Fanfics >
  2. Meu chefe arrogante. (IMAGINE JUNGKOOK) >
  3. Conversa com Joo; e a passagem.

História Meu chefe arrogante. (IMAGINE JUNGKOOK) - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Roi, army iludida né?
Desejo uma boa imaginação a vocês, e até o próximo capitulo.
Fiquem com Deus! ♥


"Há muitas mulheres virtuosas neste mundo, mas você supera todas elas" Provérbios 31:29 ❤

Capítulo 33 - Conversa com Joo; e a passagem.


Fanfic / Fanfiction Meu chefe arrogante. (IMAGINE JUNGKOOK) - Capítulo 33 - Conversa com Joo; e a passagem.

Sábado 15:00 PM

BRASIL

Os dias se passam e eu aqui sorrindo apenas para ver os outros felizes sem que se preocupem comigo, apenas queria minha vida novamente, sem essa de ter que passar por tanta coisa complicada e acho que não sou a única no mundo, de fato, eu não sou. Minha vida anda tão chata sem ver o sorriso tão bonito que havia nos lábios da minha mãe, querendo ou não, ela continua sendo a minha mãe, a mulher que me deu a luz. Não é fácil falar que vou esquece-la e fazer isso de verdade, eu não consigo. 

Meus pensamentos só fluem dessa forma quando eu estou sozinha em qualquer canto da casa sem ninguém pra me distrair com coisas bobas, e é por isso que eu tento não permanecer sozinha, pra evitar pensamentos horriveis e que me deixem mais e mais tristes ainda. 

Dias se passaram após Gguk simplesmente dar uma risada um tanto quanto desconfiada na minha opnião e me deixar sem entender nada, insisti por um pequeno tempo, e logo desisti. Ele não vai me contar, afinal, quando coloca algo na cabeça, ele faz. 

Percebi que J-Hope estava mais alegres esses dias, e tem sido por conta da Jin-Joo, namorada dele. Se ela o faz feliz, já faz parte da pessoas que eu gosto muito, ele merece muito toda essa alegria e amor que recebe dela. Cheguei até conversar sobre ele querer voltar para a Coreia do Sul para vê-la, mas ele fala que não vai até eu mesma pisar no avião para ir junto. Achei fofo, mas ela pode não curtir isso, até por quê eu não gostaria de nada disso. Hobi estava um tanto estranho, igualmente ao JungKook, evitando ao maximo falar sobre como ficaria minha passagem e passaporte de volta para a Coreia do Sul. 

E esses comportamentos deles estão me deixando chateada, eu quero conversar sobre essas coisas, e eles evitam, de certa forma, é chato. 

—S/n? 

—Sim Hobi?—Olhei para J-Hope que se encontrava na cozinha. 

—Tem uma pessoa que gostaria de te conhecer melhor.—Sorriu.

—Quem?—Disse animada.

—Jin-Joo.

Franzi o cenho e logo sorri vendo que ela estava interessada em conversar um pouco comigo, isso é muito bom da parte dela. 

—Falou de mim pra ela Hobi? 

—Sim, ela achava estranho minhas visualizações nas mensagens e ficar sem respostas em seguida. 

—E o que isso tem a ver comigo?—Perguntei confusa.

—S/n, isso só acontecia quando você pegava meu celular, eu não podia responder com ele na sua mão.

Revirou os olhos e eu ri. 

—Tá, mas cadê ela?

—Vou ligar pra ela, espere.—Falou se sentando ao meu lado. 

—Ok.—Respondi.

O vi puxar o celular do bolso e ir em direção ao aplicativo de mensagens, indo na conversa dos dois em seguida. J-Hope ligou para a namorada por uma chamada de vídeo e esperou até que ela atendesse, e assim foi feito. Jin-Joo atendeu a ligação e sorriu ao olhar para o rosto do meu amigo, ele fez o mesmo. Parecendo um bobo apaixonado, confesso que nunca o vi assim. 

J-Hope estava com a câmera virada apenas para ele, então demorou algum tempo para ela me ver. 

—Tudo bem S/n?

—Tudo ótimo Jin-Joo, e você como está?—Perguntei.

—Opa, pode me chamar apenas de Joo está bem?—Assenti—E eu estou ótima, obrigada! 

Que fofa.

—J-Hope falou bastante de você pra mim. 

—Sério? Pra descobrir quem é você, tive que pegar o celular desse menino aqui e sair correndo.—Ri e ela fez o mesmo—E vocês, como se conheceram?—Perguntei.

—Não é necessário contar isso, chega!—Hobi se pronunciou. 

Ele levantou tentando mudar o assunto e eu escutei a namorada dele cair na gargalhada sobre a atitude estranha dele. 

Tentei fazer ele contar, mas ele como sempre foi um chato dizendo que não era necessário. Mas não adiantou nada isso tudo, Jin-Joo acabou me contando pelo meu próprio aplicativo de mensagens como os dois se conheceram, resumindo tudo, eles se encontraram em um aplicativo de jogos, e Hobi foi um gado já pedindo para sair com ela no primeiro dia que se falaram. Ele sabia que eu ia brincar/zoar com a cara dele, por isso evitou contar na chamada. Joo, como pediu para que eu chamasse, pediu meu número ao namorado pra me contar a história, e foi graças a isso, que começamos a nos aproximar mais, por mensagens. 






<:><:><:><:><:><:><:><:><:><:>






Sábado 18:30 PM

        BRASIL  

No mesmo dia, Jungkook abriu a porta de casa com algo entre as mãos, corri em direção ao mais velho e o recebi com um abraço e um beijo em seus lábios, sendo retribuída por ele. Assim que sair dos seus braços, perguntei o que estava nas suas mãos, e ele me respondeu com um simples: "Não é nada meu amor", respirei fundo e relembrei de alguns relacionamentos passados que sempre que diziam: "Não é nada meu amor", acabo com um grande e belo chifre na cabeça. Não que eu tenha tido vários namorados na minha vida, mas alguns que eu tive, me trairam. Jungkook não é desses, ou eu pelo menos confio demais nele, e espero não me decepcionar de maneira alguma. 

Mais cedo, bem antes de falar com Joo ao telefone, Jungkook me avisou que sairia com Vovô Dong para algum lugar, visitar um pouco da cidade, eu concordei e fui ao quarto. Enquanto arrumava as bagunças jogadas em cima da cama e as coisas dentro da minha bolsa, percebi que alguns documentos meus não estavam ali dentro, os procurei por todo o apartamento e nada de achar eles, foi quando decidi ir a cozinha beber um copo d'água, e me distrair sentada com meus pensamentos e a chamada com Hobi. 

—Me conte Gguk, está mentindo pra mim?—Fechei a porta do quarto o acompanhando. 

—Mentindo?—Fingiu da forma mais siníca ao se sentar na cama e encarar o meu rosto. 

—Vamos, me conte o que está escondendo! 

—Uma passagem.

O olhei confusa e cruzei os braços em frente a ele. 

—Passagem, que passagem? 

—Sua passagem de volta pra Coreia. 


Continua... 




Notas Finais


Kiss.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...