História Meu chefe pevertido Chanyeol (ChanBaek) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Huang Zitao (Tao), Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Lisa, Lu Han (Luhan), Min Yoongi (Suga), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Rosé, Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Visualizações 78
Palavras 710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura:)

Capítulo 9 - O falecimento de alguém querido para Baek..


Acordei cedinho para trabalhar,Omma já fez o café,mas não vi Appa.

-Onde está o Appa?-Perguntei de boca cheia.

-Ele não dormiu essa noite! então deve estar dormindo!-Respondeu.

-Por quê?-Perguntei espantado.

-Ele ficou a noite inteira pensando!-Respondeu.

-Ah...

Terminei meu café da manhã,me troquei ,e estou indo para o trabalho,mas antes de sair Omma me pede para pegar o celular dela que ela deixou no quarto.Fui até lá e a porta estava meio aberta.Ouço soluços de quem havia acabado de chorar,entrei no quarto e encontrei meu pai aos prantos sentado na cama.

-Appa?-Perguntei estranhando.

Ele não me responde apenas continua chorando de cabeça baixa.

"Essa é a primeira vez que eu o vejo chorar"

Me sentei ao seu lado com dó do mesmo,ele me olha e diz:

-Me desculpe filho!

-Por quê?-Perguntei com os olhos marejados-Por quê o senhor não me pediu desculpas antes Appa?

-Você não vai me perdoar!

-Por quê você nunca me disse nada?nunca me apoiou?-Perguntei já chorando.

-Meu filho..eu sempre quis o seu bem,queria que seguisse o mesmo rumo que eu,queria que você fosse feliz como eu fui!-Diz.

-Mas eu sou feliz!-O abracei.

-Me desculpe filho! Eu tentei ser o melhor pa-pai...-Diz rouco.

Ele fica sem ar,grito por omma pois meu pai tem problema no coração,ela não sabia o que fazer então ligamos para uma ambulância,em alguns segundos ela chegou,o hospital não fica longe daqui.Meu pai estava tendo um infarto,e por sorte conseguiriam salvar ele.Mamãe insistiu para mim ir trabalhar e não me preocupar,mas insisto em ficar, não quero ver meu pai morrer sem antes dizer-lhe que o amo.

Fomos para o Hospital,e ficamos aguardando até podermos entrar.Chanyeol me ligou várias vezes mas não atendi.Eu estava muito mal psicologicamente e fisicamente, não poderei trabalhar hoje.Eu e mamãe estamos aos prantos abraçados um no outro,aguardando o momento de visita.

Até que de novo meu telefone toca.

-Mais que droga!-Digo desligando o mesmo.

-Fala para ele filho!ele vai entender!-Diz Omma.

-Ok!

Me levantei e caminhei até um lugar afastado,atendi o celular e já fui recebido com arrogância.

-BAEKHYUN!!!-Gritou Chanyeol.

-O que há?-Perguntei com voz de choro.

-Está chorando?-Perguntou preocupada calmamente.

-Meu pai Chanyeol...-Disse chorando novamente-Ele tá morrendo e eu nem disse o quanto o amo!

-Onde você está?eu vou até aí!-Disse.

"Talvez um abraço me ajude"-Pensei 

-Myungyun-Respondi.

-Ok!-Respondeu.

Encerrei a ligação,e ouvi Omma gritar por meu nome,corri de volta para junto com ela,e deixaram a gente entrar,mas um de cada vez.Fui primeiro com a insistência de Omma.

-Appa?-Perguntei o vendo de olhos abertos.

-Baekhyun?-Se entusiasmou.

-Appa!-Peguei em sua mão.

-Eu estou morrendo filho!chegou a minha vez!-Disse me olhando com lágrimas nos olhos.

-Não Appa!-Abaixei a cabeça.

-Diga a su-sua ma-mãe que eu a a-amo muito!-Diz ficando sem ar.

Olhei para os batimentos cardíacos e estavam fracos.

-Desculpe por não se-ser o pa-pai que vo-você queria!-Diz.

-Appa não!-Digo.

-Me de-desculpe!-Quase que em um sussurro.

-Appa eu te perdôo,me desculpa também por não ser o filho que você queria!eu te amo Appa!-Digo desesperado.

-Eu te perdôo!e-e-eu te-te a-amo!-Diz..

O sinal de morte apita [Piiiii] um último suspiro é dado,e uma lágrima derramada,e ali se vai meu pai..

Gritei desesperado chamando por alguém.O médico e ajudantes entram na sala rapidamente,começam a fazer massagem cardíaca,e aqueles choques..

Fico na sala observando tudo, até que perdem a esperança e o médico me olha decepcionado.

Chanyeol

Cheguei no hospital e corri para o centro de espera,vi uma mulher sentada na cadeira.

-Cade você Baekhyun?-Disse em voz alta ao lado da mesma.

-Quem é você?o que quer com meu filho?-Pergunta a Senhora.

-Eu sou o Chefe dele!vim apoia-lo!-Respondi a olhando.

Ela se levanta e me olha profundamente.

-Obrigado!-Me abraça de repente.

Retribui o abraço,mas muito preocupado com Baek.Até ouvir o grito dele chamando desesperadamente o médico,eu e sua mãe olhamos médicos entrarem com pressa na sala onde ele estava.Pasaram-se alguns minutinhos e Baekhyun saiu da sala de cabeça baixa.

-Baekhyun!!-O chamei.

Ele me olha e corre até mim,lhe dei um abraço forte e o mesmo chora em meu peito.Sua mãe vem e nos abraça.

-Sinto muito Baek!-Digo o olhando.

-Filho...-Disse sua mãe.

E ali os dois ficaram chorando,nos meus braços.

"Eu me preocupo com Baek,ele me conquistou muito rápido,me aperta o coração vendo ele chorando..eu o amo"..



Notas Finais


Desculpem os erros;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...