História Meu Chefe Psicopata Min Yoongi - Capítulo 16


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Agust D, Bts, Ecchi, Fanfic, Hentai, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Linguagem Imprópria, Min Yoongi, Nudez, Originais, Psicopata, Rap Monster, Sadomasoquismo, Sobrenatural, Suga, Terror & Horror, Violencia
Visualizações 345
Palavras 1.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam as notas lá em baixo, eu fiz um grupo pra quem quiser entrar pra dialogar sobre a fanfic.

Capítulo 16 - Pegos


Fanfic / Fanfiction Meu Chefe Psicopata Min Yoongi - Capítulo 16 - Pegos

S/n on

A pergunta que tinha mais medo tinha sido feita, o que eu responderia? Como falar que estou sendo obrigada a estar ali por causa de um sadomasoquista maníaco? Além da parte do psicopata né? Prefiro não contar toda a verdade, aliás, se eu contasse era provável que ele não acredita quem acreditaria em algo assim?

-Ah, me chamo S/n, sou mestiça, meio brasileira, meio sul-coreana, meu pai meio que não foi um pai totalmente presente, só tenho a minha mãe meu irmão que se chama Haru, atualmente trabalho na mesma empresa que você, uma novidade pra mim, pois nunca tinha te visto._ Solto uma risada, e o mesmo me acompanhou com um riso sem mostrar seus dentes.

Hum... O que mais você quer saber?._ Pergunto baixo, porém em um tom audível.

-É... Uma pergunta meio pessoal, você é virgem?._ Perguntou em um tom despreocupado.

-Não..._ Respondi abaixando a cabeça ficando um pouco envergonhada.

No mesmo momento ele soltou uma grande risada.

-Porque ficou envergonhada?._ Sorrindo novamente, só que dessa vez formando um sorriso quadrado.

Eu neguei com a cabeça, então sentindo uma mão percorrendo meu rosto de certa forma mexendo em uma mexa do meu cabelo que insistia em cair, fazendo o rapaz a coloca-la atrás da minha orelha, com um olhar direcionado ao meu.

Enfim, ficamos alguns segundos se encarando.

-S/n, sei lá... De uma certa forma me sinto bem com você, faz muito tempo que não me sinto assim em relação a alguém, estou até com medo, pois se conhecemos a apenas um dia, não posso negar que já tinha a visto na empresa, e você me encantava mas com essa oportunidade de te ver de pertinho, me senti no direito de dizer isso a você.

Naquele momento não sabia o que dizer, eu deveria acreditar no que ele dizia? Será que ele realmente gosta de mim? Eu não sairia dizendo por ai que gosto de alguém do nada sem gostar, só que depois que o Yoongi urgiu não duvido mais de nada, escolhi não responder nada. E logo senti um puxão que selou meus lábios no dele, em um selinho longo e demorado, rapidamente pediu passagem com sua língua e sem pensar, cedi, e a falta de ar se fez presente entre nós até que o Tae terminou o beijo em uma pequena mordida em meu lábio inferior me deixando com gostinho de quero mais pelo amor de Deus!

Que boca é aquela? Praticamente tinha ficado excitada apenas com um beijo, mas mesmo assim minha consciência falava que ia dar algo errado, até que o Taehyung começou a me beijar ferozmente e novamente cedi à tentação sentando em seu colo, dando uma breve arfada até que ouço alguém dizer.

- Uau, estão se divertindo sem mim em?

Naquele momento sabe o que é o cu piscar? Pois é, depois de ter escutado a voz do Yoongi, minha alma saiu do corpo rapidamente, sabia que eu tinha-me fodido legal.

S/n off / Tae on

Estava prestes a acontecer tudo, até que o Min chega, S/n mudou totalmente sua postura quanto a mim, e saiu de cima do meu colo correndo, e em um estalar de dedos começou a pedir desculpas ao Yoongi.

Porque ela o tratou como se tivesse desapontado ele? Ai tem algo... e vou descobrir.

Levantei já falando com o Yoongi.

-Ah.. me desculpa, você me pediu apenas para passar o olho nela._ Senti seu olhar queimando em mim, e eu estava morrendo de rir por dentro, era tão prazeroso provocar o Yoongi.

-Que isso Tae, não se preocupe, você de qualquer forma não iria passar dos beijos com ela.. não aqui né? Solto uma risada gostosa e o rapaz me acompanhou.

Dava pra perceber como a S/n me olhava tentando me alertar algo, pena que era algo que eu já tinha conhecimento, e até demais do assunto. Tentava fazer com que a mesma ficasse calma, mesmo sabendo que se fosse eu naquela situação já teria entrado em pânico.

-Então Yoongi, já vou indo, mas será que amanhã eu posso vir aqui para passar a tarde com a S/n?._ Fiz logo uma pergunta bem descarada pra provoca-lo ainda mais.

Tae off/ S/n on

-Que? Como assim passar á tarde comigo?._ Como se depois de ver essa cena o Min deixaria, pergunta tola e absurda.

-Vou pensar no seu caso, te falo depois._ Riu.

-Nossa Yoongi... Até parece que é dono da garota.

Os dois começaram a rir da possível ‘’brincadeira’’ do Tae, Min me olhou nos olhos profundamente, e naquele exato momento eu soube que me foderia bonito nessa pequena brincadeira.

Taehyung ficou conosco até em torno de umas 23:30 até que ele resolveu ir embora, eu estava quase implorando para que ele ficasse.

- Então Tae, tá tarde, porque não dorme aqui? Essa hora sair por ai é meio perigoso, não?

Ele me olha nos olhos fazendo que um arrepio subisse pela minha costa.

-Ah que isso, já te enchi o saco demais, tá na hora de ir embora, e eu estou de moto, não se preocupe que tenho certeza que amanhã iremos nós ver.

Direcionou-se até mim e beijou minha bochecha calmamente, montando em sua moto e dando partida, naquele momento me perdi em meus pensamentos, ‘’ duvido muito que nós veremos amanhã, eu já tava com o corpo completo na cova, o Yoongi ia me levar pra vala hoje mesmo’’.

Só senti uma respiração atrás de mim, e então o Yoongi me puxou violentamente para dentro da casa.

-EU NÃO TE FALEI QUE NÃO ERA PRA CHEGAR PERTO DE NINGUÉM?

-E-eu, n-não, foi- minha e-es-colha._ Dizia em filetes já soluçando.

O medo me abatia, eu estava cercada, a forma como ele me olhava fez meu corpo todo se arrepiar pior do que das outras vezes.

-Tudo bem, se você diz, não diga que eu não a tinha avisado.

Depois disso ele entrou em seu quarto batendo a porta violentamente me deixando no corredor, não deu questão de muito tempo para eu entrar correndo em meu quarto e trancar a porta, o que tinha acontecido ali? Eu fiquei desesperada, será que ele faria algo com o Tae? Ou melhor, como ele avisou, será que ele pretendia fazer algo com minha família?

Eu dormi mais tranquila do que da outra noite em relação as marcas que não sei como evitei essa noite, ele não tinha me castigado só me deu um aviso, eu prometido pra mim mesma que nunca mais chegaria perto de nenhum outro homem, ou algo aconteceria.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...