História Meu Colega De Apartamento É Um Assassino - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Drama, Suga
Visualizações 244
Palavras 713
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei mais rápido do que esperava.

Muito obrigada pelos +100 favoritos.

Capítulo 12 - Capítulo 12


Fanfic / Fanfiction Meu Colega De Apartamento É Um Assassino - Capítulo 12 - Capítulo 12

S/N ON...

-O que uma belezinha como você faz aqui?Em um lugar como este?

Fiz a mesma pergunta há uma hora atrás.

-B-bom e-eu...

-S/N?-fui interrompida por Jimin.

-Jimin?-disse aliviada.-A-amor finalmente chegou!

Caminhei até ele segurando sua mão.

-O que você estava falando mesmo?-perguntei ao homem.

-N-nada.-respondeu encarando Jimin.

Tirei um cartãozinho de dentista.

-Aqui está!-peguei a mão do homem e coloquei o cartãozinho.-O dentista é ótimo!-sorri e fui até Jimin novamente.-Vamos querido.-puxei sua mão até a direção oposta do homem.

-O que aconteceu?-Jimin soltou minha mão com delicadeza.

-Aquele homem era maluco.-falei.-Sorte minha que você chegou.-sorri.-Obrigada.

-O que você está fazendo aqui? Esse lugar é perigoso.

Eu poderia dizer que foi tudo culpa de Min Yoongi e dizer também que ele é o assassino, mas como sou uma ótima pessoa eu não vou dizer.

-Foi tudo culpa do Min!

Bem,eu não disse que ele era o assassino.Também não posso mentir para Jimin.Mas também foi somente isso.

-Que?-perguntou confuso.

-Aquele idiota deu uma de maluco e me deixou aqui.Aquele zumbi branquelo magrelo.-cruzei os braços.-Vou matar ele quando chegar em casa.

-Namorados?

-Não!Que nojo.Ele não faz meu tipo.

-Quem faz?

-Você.-soltei sem querer.

Depois que me toquei esbugalhei os olhos.

-N-não,quero dizer,sim...Não!-ele riu.

Começamos a caminhar,não sei para onde.

-Tudo bem.Você também faz meu tipo.-queria fazer um buraco no chão e me enfiar ali, pois a vergonha que senti foi imensa.

-Pare com isso!-dei um soquinho em seu braço.

-Não estou mentindo.Desde que te vi na faculdade time vontade de conversar com você.Mas eu sou muito tímido.E, achei que rolava algo entre você e Min.

-Só ódio!-falei raivosa.

-Você quer que te leve para minha casa?

-Q-que?Sem uma bebida antes?

-Não,não é isso que está pensando.

S/N sua mente suja!

-Ah não?

-Não,sua pervertida!-me deu um empurrão de leve com o ombro.-É que talvez Min esteja preocupado.

-Mas se ele está preocupado, não é melhor eu voltar pra casa?

-Sim,mas seria fácil pra ele.Que tal uma pequena vingança.

-Vingança?

Vingança não seria nada ruim.Ele me deixou aqui.Mas e depois?...Ah mas ele nem deve se importar, me deixou sozinha em um lugar perigoso.

-Topo!-falei com espírito vingativo.

YOONGI ON...



-Aquela idiota.Tô tentando deixa-la viva e é assim que me agradece.

Reclamei ao meu (felizmente) ex cunhado.

-Pense bem Yoongi.A garota veio do outro lado do mundo estudar e de repente ela está morando com um assassino e tem que largar os estudos.

-E daí? É só um sacrifício pequeno.

Hoseok enrolou a revista de carros que estava lendo e bateu com aquilo na minha cabeça.

-Pare de ser egoísta.Aigoo! Como acha que vai conquista-la assim?

-E quem disse que ela faz meu tipo?

-Me engana que eu gosto.-disse irônico.-Agora vá buscá-la.Aquele lugar é perigoso.

-Ela deve estar bem...-olhei relógio.-Deve estar em casa.

Peguei meu celular e liguei para a mesma.

-Caixa postal.-falei.

-Aigoo! Se acontecer algo com ela é sua culpa.

-Eu sei tá legal!-falei preocupado.-Vou lá ver se ela chegou.Diga que mandei um beijo para Yoonji.-saí em disparada.

(...)

Que ótimo, agora estou aqui,procurando essa idiota.Se ela morrer vão desconfiar de mim.

A culpa é realmente minha,mas isso não vem ao caso.

Liguei pela oitava vez.

-Alô?-finalmente!

-Onde está?-fui direto ao ponto.

-Na casa do Jimin.-disse como se fosse a coisa mais simples do mundo.

-Onde?

-É surdo?Na casa do Jimin.

-Passa o endereço,vou ir aí te buscar.

-Não.

-Você disse "não"?-perguntei desacreditado.

-Isso mesmo,você me abandonou,eu poderia ter morrido!

Ela estava exagerando.

-Olha eu...-fui interrompido.

-Não!-afastei um pouco o celular do ouvido.-Você me abandonou!

-Não precisa ficar repetindo toda hora.-resmunguei.

-Precisa sim!Agora tchau!Você nos atrapalhou.

-Espera...A-atrapalhando o que?-desligou o celular.-Aish...-guardei o celular no bolso da jaqueta de couro.

S/N ON...

-Eu acho que peguei muito pesado.-falei para Jimin.

-Poderia ter acontecido algo pior com você.Sabe,aquele cara poderia ter te molestado.-respirei fundo.

Jimin,tinha razão.Poderia ter acontecido algo muito pior.Nunca vou perdoar Yoongi por isso.

-Tem razão!

Ele e eu estávamos deitados no chão da sala.

Vi o horário no celular e já era umas 21:00.

-Preciso ir!-levantei.

-Não quer dormir aqui?

-Não.Não quero atrapalhar.-falei pegando minha mochila.

-Você não atrapalha.-segurou minha mão.

-N-não eu realmente tenho ir.

(...)

Estava no corredor do edifício.

Hoje foi realmente estranho,mas graças a Jimin isso foi consertado.

A sua cama é de outro mundo,tão gostosa.

Dormi à tarde toda nela.

Devo estar com a cara ameaçada ainda.

Vi Yoongi sair do apartamento.Ele me viu e respirou fundo.

Ergui a cabeça e continuei a caminhar.

Parei bem em sua frente.Irei lhe falar umas boas verdades e talvez dar alguns tapas em sua cara.

Olhou para meu pescoço e me encarou.

-Espero que tenha aproveitado.

Esbarrou no meu ombro e saiu.

Me virei e o olhei ir embora confusa.

-Que?

Entrei dentro de casa pensando que Yoongi fosse louco.

Estava indo para o meu quarto, quando paro em frente ao espelho.

-Meu...Deus!

No meu pescoço havia uma mancha roxa.

-Park Jimin eu te mato!


Notas Finais


Se fudeu ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...