História Meu Colega de Quarto - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Cora Hale, Derek Hale, Erica Reyes, Lydia Martin, Stiles Stilinski, Vernon Boyd
Tags Gay, Sterek, Stora, Stydia, Teen Wolf
Visualizações 93
Palavras 1.927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui o capítulo fresquinhos pra vocês!!! Hoje eu to no prazo
*Aplausos*
Obrigado, obrigado.
Brincadeiras a parte :V falar aqui pra ocês que querem os capítulos mais rápido, veem no Wattpad, lá sai primeiro.

Boa leitura C:

Capítulo 6 - Primeiro dia de muitos


O despertador acabou de fazer seu objetivo, me despertar as seis da manhã com intuito de eu ir para o primeiro dia de aula na Faculdade. No horário do almoço KKB iríamos discutir sobre alguns assuntos do Stuart.

O cobertor é removido do meu corpo e meus pés nus foram entrar em contato com o chão frio. Caminho para o banheiro para fazer minhas necessidades e tomar um bom banho para esse dia repleto de acontecimentos... legais, talvez. Abro o boxe do banheiro, giro o registro de água deixando assim a água morna cair sob minhas costas, relaxado meus músculos. Apanho o sabonete e passo em minha pele branca. Terminei rápido. Enrolo a tralha azul na minha cintura e vou para pia parar escovar os dentes.

 

 —É pra hoje, Stilinski! —Derek gritou me apressando.

 

 —Já que saio! —Respondo no mesmo tom em que Hale disse.

 

Os pelos da escova higieniza minha boca junto com o creme dental. Jogo minhas roupas sujas que estavam no cabide da porta no cesto de vestes sujas. Giro a maçaneta da porta e Derek estava olhando para chão com o braço apoiado no portal da porta. Ele estava sem camisa com sua toalha verde, verde como seus olhos, em seu ombro largo.

 

—Pronto, cara. —Ele me encarou e percebi Hale limpou a garganta com sua saliva.

 

—Mc. Harris vai matar a gente se nos atrasamos. —Comentou entrando no banheiro as pressas. Vesti uma camiseta flanela vermelha, como sempre, uma calça jeans e um tênis marrom. Peguei todos os livros que precisaria e coloquei dentro da mochila. Na tela do meu celular estava uma ligação cuja tinha um nome intitulado "Mãe".

 

 —Oi, mãe, como estão as coisas aí? —Pergunto.

 

—Tenho novidades! —Parecia estará muito feliz.

 

—Diga o que foi. —Figuei curioso.

 

—Scott passou na segunda chamada da Faculdade de NY. Ele vai fazer Educação Física e já recebeu um estagio como ajudante de Treinador de Lacrosse.

 

—Caramba, mãe, isso é demais! Quando o Mascott vai para New York?

 

—Semana que vem. Vai de avião. Já tá comprando monte de coisas pro dormitório.

 

—Porque tive que vim de carro e o Scott vai para New York de avião? —Reclamei.

 

—Não quero confusão, Stiles! E de Garden Groove para Beacon Hills é só poucas horas.

 

—Qual é o nome da Faculdade mesmo?

 

—University Get Well New York.

 

—É a mesma faculdade da Malia.

 

—Isso é bom.

 

—Mãe, tenha que ir, hoje começa as aulas e não quero me atrasar.

 

—Tá bom, até mais!

 

A ligação foi encerrada.

 

 

[...]

 

 

 Estava difícil de respirar com tanta gente em um único lugar, o corredor dos dormitórios estava completamente lotado de seres de personalidades diferentes, índoles diferentes, pensar diferente. Contudo, eu e Derek conseguimos passar da primeira missão, estávamos caminhando para o edifício das salas de aulas. Quando chegamos na nossa sala, fiquei um tempo observando o quão era gigante aquela sala, cabia facilmente ali umas 100 pessoas.

 

—Bem grande né? —Perguntei ao moreno que me acompanhava.

 

—Pois é, aonde você vai querer sentar? —Me perguntou.

 

—Sinceramente? Tanto faz, mas o mais longe do professor possível seria bom, assim ele me ignora. Já falei que os professores me odeiam? —O observei soltar uma leve risada pelas narinas.

 

—Porque será Stiles? —Me respondeu quase começando a rir.

 

—Eu não estou achando graça Hale! Você não sabe o quanto é real, meus professores faziam de tudo para me pertubar, você vai entender quando o Sr.Harris chegar na sala, provavelmente já vai me encher! —Pronto! Agora ele estava realmente rindo enquanto íamos nos sentar. Tá bom... Até que é um pouco engraçado, mais não se ri assim da desgraça dos outros! Isso vai ter volta.

Aonde nos sentamos não era tão longe, nem tão perto de onde o professor vai nos dar aula, um ótimo lugar de fato. Faltava mais ou menos 20 minutos para começar a aula.

 

—Acho que chegamos bem cedo né? O professor ainda nem chegou. —Falou o moreno que estava ao meu lado, o encarei incrédulo.

 

—É obvio! —Respondi tomando cuidado para não falar muito alto. —Você mal me deixou tomar banho direito ainda fez questão de me apressar para chegarmos rápido! Minha perna ainda tá doendo. —O observei rindo da minha reação, agora eu já não tomava mais cuidado com meu tom. —Você tem esse corpinho aí todo sarado, e cheio de musculo, deve ter muita estamina, mais eu não! —Que estranho, ele não estava mais rindo, o que será que aconteceu? Agora ele estava virado para frente um pouco sério, mais ainda com um leve sorriso naqueles lábios.

 

—Que ótimo que você gostou do corpo do seu amigo Senhor... —Eu gelei. A sala estava toda quieta. Quando eles pararam de falar?!

—Stilinski.

—Sr.Stilinski, mas acho que isso não é apropriado de ser falado em alto e bom som em uma turma bastante cheia, não acha? — Ouvi algumas pessoas rindo e outras viradas para mim e Derek, assim como Derek me olhava dando algumas risadinhas baixas.  

 

Mais que merda! Quando ele chegou na sala?

 

—Bom, isso não me importa, a aula já vai começar e eu gostaria que durante ela, você não fale alto e nem me atrapalhe. —Ele me observava querendo uma resposta, apenas balancei a cabeça em resposta dizendo sim. Ele viu e foi até sua mesa, peguei meu celular e vi a hora, faltava 5 minutos para começar a aula e ele já escrevia no quadro.

Pronto! Já vi quem vai ser o primeiro professor a pegar no meu pé!

 

—Eu te avisei!! —Falei para o moreno que estava ao meu lado, ele parece ter aberto mais ainda seu sorriso com os lábios fechados.

 

—É... Avisou. —Me respondeu dessa vez me olhando, me fazendo sentir um calafrio, era o mesmo olhar que recebi de Cora na primeira vez quando conversamos, acho que o olhar era de família. Depois de alguns segundos nos encarando, ele voltou sua atenção ao quadro, copiando o que o Sr.Harris colocava no quadro.

Rapidamente, comecei a fazer o mesmo, já ansiando o final da aula.

 

 

[...]

 

 

Assim que o sinal bateu anunciando o final da aula, rapidamente guardei meu material, para ir logo ao almoço para conversar com o povo da minha Fraternidade a charada que nos fora entregue.

Já no refeitório, na mesa da minha fraternidade à espera dos outros, alguns já estavam ali sentados comendo alguma coisa, mais não se juntaram então não seria quem iria fazer. Provavelmente também estavam à espera da nossa querida chefe, Cora Hale, que por sinal, e o principal motivo por mim estar aqui, eu já estaria na sala da minha próxima aula, não quero mais surpresas.

Sem muita demora Cora apareceu juntamente com Kira. Assim que elas sentaram na mesa, todos se juntaram logo para começar a falar da charada que Cora já tinha descoberto metade dela. Fiquei meio sem graça por Cora se sentar ao meu lado, a gente mal se falava, acho que ganhei pontos por ser amigo do irmão dela.

 

—Bom, acho que podemos começar, não é mesmo? Acho que já está quase todo mundo aqui. —Allison disse.

 

—Não, ainda falta o Whittemore. —Responde Kira que estava ao lado de Cora.

Agora parando para olhar, Allison já estava naquela mesa quando cheguei, parece que ela avia respeitado minha decisão de ficar sem falar com ninguém, mais ela não parava de me olhar, estava ficando bizarro.

 

—Bom, vou começar do mesmo jeito, daqui a pouco ele chega. A peça que eu fiz de Mary Stuart, que como eu já disse, era a protagonista...

Falava Cora que olhava para todos naquela mesa, que por sinal, ficaram quietos e atentos ao o que era falado. Eu quase não prestava atenção, estava ocupado de mais olhando para Cora e sua beleza, quando me dei conta que a olhava diferente de todos ali, rapidamente virei meu rosto, mais acabei indo de encontro a Allison, que tinha um sorriso malicioso e olhava diretamente para mim.

Ok, ok! Eu definitivamente fiquei preocupado.

E se ela viu que eu olhava Cora de um jeito diferente?

E se ela tentar me chantagear? Afinal eu não à conheço.

Terei que ter mais cuidado.

 

 

—... Bom gente, isso é tudo que eu me lembro e sei, agora seria bom irmos procurar mais coisas e descobrir mais. Agora eu tenho que ir, minha aula já vai começar, vamos? —Falou Cora se dirigindo a Kira e Allison, que logo a moça cujo tinha o olho puxado segui o-a

Rapidamente fiz o mesmo e fui a minha sala. Andando nos corredores percebi que Allison me seguia, não era possível!

Oque ela queria? Me virei rapidamente à ela.

 

—O que você quer Allison?! —Falei rápido e seco, logo vendo aquele sorriso em seus lábios de novo.

 

—Eu estou indo apenas para minha sala, parece que teremos a mesma aula agora né? —Falou aumentando ainda o sorriso em seu rosto.

Apenas à ignorei e continuei a andar. Ótimo! Agora teria a mesma aula que ela. Se minha manhã já estava desse jeito, quero nem saber o resto do dia.

 

 

[...]

 

 

Assim que as minhas aulas acabaram, estava na frente da entrada do corredor a espera de Derek para voltarmos juntos a pedido dele, que por sinal estava 3 minutos atrasado! Ah, olha ele lá acompanhado de Boyd, Erica, e mais alguns garotos que eu não reconhecia.

 

—Stileszinho! —Falou Erica que estava ao lado de Boyd, que por sinal não paravam de andar, e já estavam alguns centímetros longe de mim.

 

—Até depois, Derek! —Falou Boyd entusiasmado, era a primeira vez que o via assim. —E vê se não demora! —Completou Boyd, me deixando curioso, a gente não iria ir pro dormitório agora?

 

—Olá... —Respondi um pouco baixo, mais creio que eles escutaram.

 

—Ah, olá Stiles! —Falou Derek ao meu lado, com o mesmo entusiasmo de Boyd. —Eu sei que falei que iria com você pro dormitório, mais acabou que hoje vai rolar treino da equipe de Lacrosse, e eu queria te perguntar se você não quer ir e me ver jogar? —Me perguntou com aqueles olhos verdes me observando bem atentos a qualquer reação que eu iria tomar

Parei e pensei um pouco, que mal iria fazer?

—Claro. Por que não? —Respondi com um sorriso no rosto sincero, bom pelo menos não iria ficar deitado na minha cama fazendo uns monte de nada né?

 

 

[...]

 

 

Já no final daquela tarde, depois de assistir Derek jogar e marcar o ponto da vitória do seu time, ele fez um sinal mostrando que era pra mim aquele gol, comemorando com o seu time.

Achei gentil e legal da sua parte, realmente ele era um ótimo amigo e parecia se importar comigo. Não pude falar com ele, pois ele e seu time foram comemorar a entrada de um novo integrante que já mostrava um potencial incrível. Após jantar voltei para meu dormitório.

Agora já quase de noite, liguei para minha mãe para falar como foi meu dia e perguntar o que tinha acontecido em casa. Quando toquei no assunto de Derek ter feito tal ato por mim em sua partida, minha mãe ficou alguns segundos em silencio e depois voltou a conversar comigo normalmente. Após desligar, não tinha entendido o motivo dê seu silencio, mas agora não era o momento de pensar essas coisas. Agora eu tenho que pesquisar a história de Mary Stuart, que por sinal, já estava cansado de tanto ler sobre isso, e logo depois fui dormir para acabar logo com meu primeiro dia de aula que já se mostrava muito cansativo e longo, agora aproveitando minha cama e indo ao sono.

Assim encerrando meu dia. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...