História Meu colega de quarto- Jeon Jungkook - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Clichê, Colega De Quarto, Jeon Jungkook, Jungkook, Romance
Visualizações 86
Palavras 989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus nenis.
Podem surtar que eu deixo.
Beijinhos, kittycat. ♡

Capítulo 4 - Capítulo 4- "Não sei o que você está fazendo comigo"


Fanfic / Fanfiction Meu colega de quarto- Jeon Jungkook - Capítulo 4 - Capítulo 4- "Não sei o que você está fazendo comigo"

-Mano ‘tá babando? -Jimin me pergunta e percebo que estou no meio do refeitório olhando para a mesma.

Merda.
-Esquece, vamos embora - digo.

---S/N ON---

Hoje o dia foi bem leve, já que é meu primeiro dia de aula, mas os professores já pediram alguns trabalhos.

Logo após terminar algumas coisas que tinha que fazer no campus, vou direto para casa, estava morta de fome, pois já estava quase na hora da janta.

Abro os armários procurando algo gostoso para preparar, mas vejo apenas lamén e mais lámen. Esse menino não come direito não? Além de se alimentar de modo horrível, ainda abusou da bebida nesses últimos dias. Que saco.

Preciso fazer compras. Quando eu voltar estará escuro, e carregar sacolas por ai de noite não é tão legal. Sem contar que eu ainda não consegui sair para procurar o mercado mais próximo. Vou para meu quarto, pego meu células e minha eco bag que sempre deixo comigo e decido sair do mesmo jeito. Não têm condições de comer besteira todos os dias.

-Aonde vai? – Jungkook me assusta ao aparecer do nada atrás de mim enquanto eu calçava o tênis para sair.

-Procurar um mercado e fazer compras para essa casa, só tem lamén para comer, você só come isso? –digo

-Normalmente sim, não tenho tempo para preparar.

-Bom estou indo - digo indo em direção a porta.

-Espera, eu vou com você! –pega seu casaco e abre a porta e entra no elevador.

-Eu não preciso de ajuda, não gaste seu tempo comigo. –seguro a porta do elevador - é serio, pode ir se quiser.

-Não, eu vou. –aperta o botão do andar da garagem - você vai precisar de carona também, o mercado não é tão próximo, não iria voltar tão cedo indo a pé.

-Tudo bem então. –sorrio.

+++Q.D.T+++

-Jungkook, não! –digo vendo ele na parte de salgadinhos e doces.

-Ah S/N, larga mão de ser chata. Um só, por favor - faz bico. Eu juro que se ele fizer isso de novo, eu beijo a boca dele aqui mesmo, mas que coisa linda, como pode isso meudeus.

-Não exagera. –falo e vou procurar a parte de temperos.

Procuro a parte de pimenta, e quando acho, percebo que é muito alto. Meu meio metro não colabora muito com isso. Que tipo de pessoa faz um mercado com prateleiras tão altas, não tem consideração com os baixinhos não? E os anões, como é que fica?

Fico na ponta do pé e pulo para tentar alcançar, um fracasso total. Mas não desisto.

Quando estava quase alcançando, sinto um corpo praticamente colocado na parte de trás do meu corpo. Caramba.

Viro rapidamente. Era Jungkook. Ele não me deixa sair, olhando em meus olhos. Logo estica o braço, e com facilidade alcança a prateleira pegando a pimenta.

-Aqui – me entrega a pimenta.

-Obrigada - me viro para colocá-la no carrinho e ponho a mão em minhas bochechas, que estão queimando. Só ele faz eu me sentir assim em tão pouco tempo.

Terminamos as compras e acabou que Jungkook pagou tudo, mesmo eu quase implorando para dividirmos a conta. Como ele disse “é um presente de boas vindas”. Não posso com esse homem, tão estranho e intrigante.

Quando chegamos a casa, apenas fui tomar um banho para tirar o sono. Pretendia fazer uma janta descente para ele. O mínimo que eu poderia fazer, já que ele pagou tudo àquilo que compramos.

Ao sair do banho vi que as compras já estavam guardadas em seus devidos lugares e Jungkook assistia uma série na televisão.

-Eu falei para não se preocupar, guardaria tudo quando terminasse o banho - digo e ele me olha.

-Você parecia cansada, resolvi ajudar, é seu primeiro dia de aula, mas não se acostume - solta uma piscadela.

-Bom, já que é assim, obrigada. Mas quero que vá tomar um banho agora. Vou preparar uma janta descente para comermos. –ele assente e vai para seu quarto.

Tenho certeza que ele deve sentir falta de comer algo caseiro. Então me esforço para usar todos os meus dons na cozinha, naquela noite.

+++Q.D.T+++

Termino de arrumar a mesa, coloquei tudo do melhor jeito que consegui. Sento-me e espero Jungkook, que não demora.

-Uau, isso parece ótimo. –diz se sentando em minha frente.

Enquanto comemos, ficamos conversando, rindo e conversando sobre a vida.

-Como foi largar o namorado no Brasil? –me pergunta, fazendo-me engasgar pela pergunta inesperada.

-Não tenho namorado, então não tive como largá-lo. –respondo e olho para o mesmo, que parece satisfeito com a minha resposta pelo sorrisinho que acabou dando. Deve ser coisa da minha cabeça.

Terminamos de comer, tiramos a mesa. E decidimos que Jungkook iria lavar a louça e eu guardaria.

-S/N me ajuda aqui, por favor - me chama.

Levanto do sofá e vou ver o que queria. Vejo o mesmo virado para a pia com as mãos cheias de espuma, enquanto parte de seu rosto estava encostado no ombro.

-Tudo bem? – pergunto.

-Acho que caiu algo no meu olho e não posso tirar – diz mostrando a mão.

Ele se vira para mim, fico na ponta dos pés para conseguir enxergar seus olhos.

Seguro seu rosto e examino seu olho, vendo um cílio dentro. Assopro para sair, mas não adiantou, assoprei até sair. Quando consegui tirar olhei para seu rosto e percebo que seus olhos estavam vidrados em minha boca. Quando percebo, desço da ponta dos pés.

-Não sei o que você está fazendo comigo. –Jungkook diz e me surpreende logo me puxando para um beijo, ignorando totalmente sua mão cheia de espuma. Cedo ao beijo  e volto a ficar na ponta dos pés.

Nossos lábios se encontravam lentamente, sua língua pede passagem e eu dou, transformando tudo em sintonia. Como se nossas bocas fossem perfeitas uma para a outra, se encaixando perfeitamente.

Ele não faz idéia do quanto eu queria beijar essa boca desde a primeira vez que o vi.


Notas Finais


Comentem o que acharam, por favor!
Quero opiniões.ღ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...