1. Spirit Fanfics >
  2. Meu colega de quarto -Sope, Yoonseok- >
  3. Início de grandes problemas

História Meu colega de quarto -Sope, Yoonseok- - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura💙

Capítulo 23 - Início de grandes problemas


Fanfic / Fanfiction Meu colega de quarto -Sope, Yoonseok- - Capítulo 23 - Início de grandes problemas

Jh: acho melhor ligar para ele.. 

-Hoseok ligava para Yoongi desesperadamente mas o mesmo não estava atendendo e a maioria das vezes dizia que o número não existia, o que deixava Hobi mais preocupado ainda-

Jh: porra Yoongi... talvez o Taehyung saiba de algo

-Hoseok correu até o dormitório de Taehyung, ele ainda estava com um pouco de ressaca, então ele estava meio tonto-

Chegando lá

- J-Hope batia na porta de Tae desesperado, depois de uns 2 minutos o moreno aparece na porta-

Th: Hoseok??? 

Jh: Cadê o Jin??? 

Th: ele saiu com o Yoongi ontem a noite umas 11:06 e não voltou até agora, aliás vc sabe o que aconteceu? 

Jh: achei que vc sabia

Th: só ouvi ele dizer que a omma dele dele ligou e ele teve que voltar para Daegu o mais rápido possível -nessa hora Hoseok já estava com suas mãos tremulas e seu coração disparado-

Jh: vc acha que ta tudo bem? 

Th: eu não sei... -Os olhos de Hobi estavam marejados-

Jh: e se aconteceu algo? E se.. 

Th: fica calmo.. Vem, entra

-Hoseok entra logo atrás de Taehyung que vai até a cozinha do dormitório preparar um chá para o amigo se acalmar-

Jh: obrigado... 

Th: nada, bom... Já tentou ligar pra ele? 

Jh: sim, mas da que o telefone não existe... 

Th: mensagem? 

Jh: ele não vizualiza

Th: eu... Posso tentar ligar pro Jin se vc quiser

Jh: obrigado obrigado

-Taehyung pega seu celular e abre o Whatsapp onde ele liga para Jin -

Yoongi on

Eu estava no carro com o Jin, em direção a Daegu e derrepente ouço um som baixo, eu olho para o porta coisas do carro e visualizo o celular de Jin tocando

Yg: Jin? 

Jn: pode atender pra mim por favor? 

Yg: ok... Alô? -dizia logo após pegar o celular e arrastar o botão para cima-

Jh: Yoongi? 

Yg: Hoseok? 

Jh: aaahh, que bom, ta tudo bem? Onde vc ta? 

Yg: eu to bem Hoseok, eu to indo pra Daegu, como eu expliquei no papel minha mãe precisou de mim

Jh: ela ta bem? 

Yg: eu não sei... A gente ainda ta na rua, mas a estamos quase lá

Jn: o Tae ta bem? 

Yg: o Jin perguntou se o Tae ta bem

Jh: ele ta bem sim

Yg: o Taehyung ta bem -dizia para Jin- ahn, e vc? Ta tudo bem? 

Jh: eu tava bem preocupado com vc na verdade, mas agora eu to muito melhor... Meu Deus que saudade que eu tava da sua voz

Yg: também tava com saudade da sua, me desculpa, mas agora vou ter que desligar

Jh: tudo bem, mas quando tiver chegando vc me avisa? 

Yg: vou tentar

Jh: ok então... Te amo

Yg: também, tchau... -Yoongi desliga a chamada e guarda o celular de Jin-

Jn: falta pouco

Yg: sim... Espero que não seja grave... 

Jn: também espero que não

O Jin dirigiu por mais uns quilômetros até finalmente chegarmos em Daegu, agora era só achar a casa

Jn: ok, estamos aqui, agora... Qual o número da casa mesmo? 

Yg: 135

Jn: ok, 135...135...ali! -Seokjin estaciona o veículo na frente da casa, eles saem do carro e vão direto à porta-

Yg:.... -Suga estava parado em frente à porta olhando para a maçaneta

Jn: ahn... Algum problema..? 

Yg: tenho um pouco de pavor desse lugar.... 

Jn: olha... Eu to aqui ok? Não precisa se preocupar, a gente vai fazer o que for preciso pra sua mãe e logo depois voltar pra Seul ta bom? Eu vou ficar aqui com vc

Yg: obrigado, vc é o melhor... -Yoon colocou sua mão sobre a maçaneta e girou lentamente, até ouvir a porta se abrindo, aquele cheiro de amêndoas lembravam seu passado, seu coração batia forte e suas pernas tremiam, a casa estava silenciosa, mas quando ele chega no quarto de seus pais encontra sua mãe deitada na cama com cobertores grossos em cima da mesma e algumas máquinas respiratórias-

Yg: o-omma..? 

Om: f... F... Filho..? -sua voz estava fraca, ela forçava abrir os olhos para ver o filho, mas seus olhos permaneciam fechados-

Yg: o que a senhora tem..? 

?? : é só frescura -uma voz firme ecoou pelo quarto, uma voz familiar para Yoongi, talvez o motivo de seus maiores medos.. -

Yg: v..Você... 

?? : quanto tempo... Filho.. -começa a se aproximar de Yoongi-

Yg:... -O menor não queria brigar na frente de seu amigo Jin, então tentou se segurar o máximo possível. Enquanto isso Jin apenas observava, a situação estava tensa no local-

Op: ela só esta com frescura, não é nada de mais

Yg: não diga isso... Ela é sua mulher! 

Om: p.. Parem... 

Yg: sai daqui por favor... 

Op: o que foi? Depois de tanto tempo não gostou de ver seu oppa?

Yg: só... Nos deixe a sós com ela.... 

Op: tudo bem

-Yoongi segurava as lágrimas que estavam guardadas em seus olhos, ele queria chorar ali mesmo mas para não preocupar sua omma e piorar a situação ele engoliu a seco e seguiu em frente-

Yg: a senhora já foi no hospital? 

Om: sim, eu f.. Fiquei internada por um tempo... Q.. Quem é esse rapaz alto e bonito...? -perguntava se referindo à Seokjin que estava sentado numa poltrona no quarto-

Yg: meu amigo... Jin

Jn: prazer, senhora -Seokjin se levantou e se curvou mostrando respeito-

Om: o prazer é todo meu... Que rapaz educado... 

Yg: a senhora quer alguma coisa? Uma água, um suco... 

Om: só quero aproveitar um momento com meu filho e seu amigo bonito... "Meu Deus, ela cismou que o Jin é bonito" Yonnie pensava consigo mesmo-

Yg: omma... Eu tenho algo para te falar... Mas por favor não diga nada à Kang Dae.. 

Om: mas ele é seu appa.. 

Yg: omma... 

Om: tudo bem, não vou falar.. 

Yg: eu... Acho que sou gay.. -seus olhos lacrimejavam-

Om: qual é o problema..? 

Yg: a senhora não está decepcionada? 

Om: não meu amor, eu não vejo nenhum problema nisso, aliás todos podem amar e pode ficar tranquilo que não vou falar para seu appa

Yg: obrigado omma, eu te amo muito.. 

Om: e.. E.. Eu também te.. -o aparelho para ver os batimentos cardíacos da mesma começam a apitar aceleradamente-

Yg: omma? OMMA??? ... Vamos leva-la ao hospital, rápido! 

-Jin ajudava Yoongi à pegar a senhora de cabelos grisalhos no colo e leva-la para o carro-

Yg: vai ficar tudo bem... -ele dizia em meio a lágrimas para a mulher que estava desacordada-

Jn: onde fica o hospital?????

Yg: vira a direita! 

Jn: ok ok

-Seokjin dirigia ás pressas para o hospital, quando chegaram lá médicos entravam e saiam de salas, o hospital estava lotado, então derrepente uma enfermeira vem em direção a Yoongi, ela faz algumas perguntas sobre a paciente e logo coloca a mesma em uma maca e a leva para uma sala onde Yoon e Jin não poderiam entrar, somente médicos-

-Suga estava inquieto, Seokjin observava o menor andando em círculos pela sala de espera-

Jn: Yoongi

Yg... -ele continuava andando desesperado pela sala-

Jn: Yoongi!! -Yoon para de andar e olha em direção à Jin-

Jn: olha... Eu sei que a situação é difícil... Mas seja lá o que acontecer... Vai ser bom pra ela... Não se preocupe tanto ok? Se quiser desabafar estou aqui, vai ficar tudo bem ta? 

Yg: obrigado.. -as lágrimas escorriam descontroladamente pelo seu rosto, Seokjin levanta e vai em direção ao mesmo, logo depois abraçando-lhe-

Jn: pode chorar... -nesse momento Yoongi simplesmente desabou em lágrimas, ele não havia dormido a noite e suas olheiras estavam fortes, ele estava cansado, com sono e com fome, Jin fazia de tudo para acalmar o menor- 

Jn: já volto, não sai daqui

Yg: ok... 

-minutos se passam e Jin chega ao local-

Jn: aqui -diz vindo em direção à Yoongi com um café e alguns cookies em suas mãos-

Yg: hm? 

Jn: vc não comeu nada cara, vc tem que se alimentar

Yg: n-não precisa... 

Jn: eu não to perguntando se vc quer, vc vai comer e pronto

Yg: ta ta... -Yoon pegava a comida, sua barriga roncava e então ele deu a primeira mordida em seu cookie-

Yg: obrigado... 

Jn: pare de agradeçer, eu só faço isso por que é meu amigo

-Yoongi termina de comer e se sente um pouco melhor, sua barriga havia parado de roncar e já estava um pouco mais calmo, porém seus olhos quase ficavam fechados de vez quando ele piscava-

Jn: deita

Yg: o que? 

Jn: no meu colo

Yg: mas-

Jn: dorme um pouco, vc ta dando o melhor de si pela sua omma, ela não ia se sentir bem sabendo que o filho ficou sem comer e sem dormir, vc tem que descansar Yoongi

Yg: ok.... -Suga apoiou sua cabeça no colo de Jin e em menos de cinco minutos já havia pegado no sono, Jin fazia cafuné no menor pois sabia como estava sendo difícil para o amigo, Jin queria ver Yoongi bem, não queria vê-lo exausto-

-enquanto Yoongi dormia uma enfermeira saiu correndo da sala onde a mãe de Yoongi estava e logo depois entrou um médico com vários equipamentos-

Jn: acho que algo deu errado... -sussurrou-

Yg: o que..? 

Jn: um médico entrou correndo na sala... 

-Yoongi ouve um som agudo e continuo vindo da sala e aquele som predomina o ambiente. Seus olhos já estavam marejados ele estava paralisado e então uma enfermeira surge-

Ef: senhor Yoongi..? 

Yg: sou eu

Ef: eu... Eu sinto muito... -dizia com a cabeça baixa-

Yg: o... O que..? N-não pode ser... 

Jn: Yoongi... 

Yg: não pode ser... 

Ef: eu sinto muito... 

-Yoongi desabou em lágrimas no colo de Jin que acolhia o menor em seus braços-

Jn: acho melhor a gente ir... Vem... 

-Yoongi saiu do hospital apoiado em Jin. Chegando no carro Suga permanece em silêncio olhando para o nada, em sua mente se passavam várias coisas, mas ele ainda não acreditara que sua mãe havia falecido-

Yg: bosta.. 

Jn: o que? 

Yg: esqueci meu celular na casa da minha omma... 

Jn: a gente vai lá buscar

Yg: ok, obrigado... 

-e eles novamente vão em direção à casa de Senhora Min-

Yg: eu volto rápido.. 

Jn: ok -Yoon entrou na casa e se deparou com Kang-

Op: então vc é viadinho né... 

Yg: o que..? 

Op: eu ouvi sua conversa

Yg: não estou afim de conversar.. -ignora completamente a presença de Kang Dae e vai até o quarto de sua mãe pegar seu celular e logo depois ir embora daquele inferno, mas como bem tudo é perfeito ele é barrado por seu appa-

Op: acho que temos que resolver isso, não? 

Yg: vc nem sequer perguntou se sua mulher ta bem!! Vc nem amava ela de verdade, só estava com ela por causa do dinheiro!! 

Op: eu amava sua mãe, mas depois esse amor acabou! Vc tem que aprender umas lições.. 

Yg: tenho que ir embora

Op: mas não vai.. -pegou o braço de Min firmemente e apoiou o mesmo no chão-

Yg: m-me larga.. -dizia enquanto fazia força para se soltar dos braços do mais velho-

Op: só depois de vc aprender a lição.. 

Yg: ME LARGA!!! -Yoongi chutou vo membro do maior, o que fez ele se contorcer no chão dando tempo para o mais novo sair da casa-

Op: isso não acabou... 

No carro

Yg: vamos, por favor

Jn: o que é isso no seu queixo????

Yg: eu... Eu cai

Jn: parece mais que te jogaram no chão

Yg: não Jin eu só cai

Jn: ok... 

-No caminho de volta para Seul Yoongi tinha vários flashbacks de seu passado, o que fazia ele chorar mais ainda, ele tinha pavor daquele lugar e queria ir embora logo. Eles pegaram um trânsito infernal por conta de um acidente que havia ocorrolido na estrada, mas conseguiram chegar em Seul-

Na escola

Jn: chegamos

Yg: muito obrigado mesmo Jin, mas agora acho que... Vou descansar um pouco.. 

Jn: isso, vai lá... Vou avisar aos meninos que já chegamos ta bom? Pode relaxar

Yg: obrigado.. -abraçou SeokJin e logo depois entrou no dormitório, Hoseok estava em aula então ele ficaria sozinho o resto da tarde. Yoon aprofundou sei rosto no travesseiro e começou à chorar descontroladamente e à soluçar, até que depois de um tempo ele pegou no sono-


                To be continued


Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpem qualquer erro ortográfico e até o próximo capítulo ^-^💙💙💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...