1. Spirit Fanfics >
  2. Meu crush é GAY? >
  3. Você é Gay?

História Meu crush é GAY? - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


anteriormente:

Certo, tenho 3 horas pra consulta, Só não sei se vou conseguir aguentar com essa ardência no corpo, isso é tortura.

Capítulo 2 - Você é Gay?


atualmente:

Cá estou eu, eu pé na sala de espera do consultório do tal Dr Jeon, aí vocês me perguntam, por que não senta? ENTÃO NÉ, NEM ISSO EU CONSIGO. A minha sorte é que o prédio é perto da minha casa, imagina se eu precisasse vir de carro? Deus me livre. Sofri muito só pra colocar um macaquinho de manga curta, além de não conseguir dobrar meus braços e pernas, eu tô só a graça.

- S/N S/S - ouço a sala de espera ser preenchida por uma voz grossa chamando meu nome, a voz é bonita, é bem firme e grossa, será que o médico é bonito?.... Cala boca S/N você odeia os homens.

Tento controlar meus pensamentos enquanto caminho até a sala do Dr. Quando adentro o local seu perfume invade minhas narinas, um cheiro amadeirado que chega grudar na alma, que perfume delicioso. Vejo o moreno com minha ficha na mão me esperando terminar de entrar para me atender. Paro pra prestar atenção nele e mano, ELE É MUITO GATO, tem os olhos negros e redondos, sem contar os lábios levemente finos e rosados... PARA DE PENSAR ISSO.

- Como poderia ajudar? - pergunta assim que fico em sua frente.

- Olhe meu braços... Minha pernas... tá tudo ardendo. - parecia uma criança prestes a chorar. - Ontem comprei um creme corporal que prometia deixar a pele macia e olha o que aconteceu...

- Consegue se sentar? - seu olhar era preocupado.

- Não.

- Quando ficou assim? - se refere aos machucados 

- Eu acordei e senti a ardência, o que pode ter acontecido?

- Você provavelmente tem alergia a algum dos ingredientes que contem no produto, isso causou irritação a sua pele, e dormindo você pode ter coçado, por isso está sangrando, acho que temos.... - me perdi totalmente no que ele dizia, ele estava tão perto de mim, sua respiração batia contra meu rosto e meus olhos se mantinham vidrados em seus lábios rosados, tive que me controlar para não avançar nele, até porque estou em uma consulta.

- me ouviu? - diz se afastando.

- Oi?

- Ah - da um sorriso que me pareceu bem sexy, não sei se foi a intenção, mas conseguiu. - não ouviu nada do que eu falei né?

- Não.

- Vou te receitar uma pomada, eu tenho uma amostra grátis aqui, mas não vai ser o suficiente.

- Mas como eu vou passá-la? Eu mal consigo me sentar...

- Certo, aproveitando que já está aqui eu passo pra você, mas as próximas vezes será você.

ADOREI A IDEIA KKKKKK 

- Sente-se aqui. - se aproximou de uma maca que havia ali.

- Jeon, eu não consigo. - digo séria.

- Pode me chamar de Jungkook.

- Tá, Jungkook, eu não consigo. - digo e ele ri.

- Você tem um jeito engraçado. Vem eu te ajudo.

Ele me ajuda a sentar na cama, por mais que doía eu tinha que me sentar, não aguento a dor e deixo escapar um gemido.

- Tá doendo tanto assim? - pergunta

- Não, tô gemendo porque isso me excita. - me refiro a dor

- Hm, você é sadomasoquista? - pergunta com curiosidade

- Eu tô sendo irônica Jungkook, agora faz essa dor parar logo.

Vejo o moreno colocar a pomada na palma da mão e começar a passar nos meus braços, eu o observava e admirava até ele olhar diretamente pros meus olhos.

- Tá doendo? - pergunta e eu desvio o olhar.

- Um pouco.

- Você passou o creme até aonde?

- Como assim? - não entendi sua pergunta.

- Quais partes do seu corpo você passou o creme?

- Só na perna e no braço...

- Se importa de eu levantar o seu short? - Não, pode levantar tudo se quiser.

- Não.

Dito isso o mesmo começa a passar a pomada na minha cocha, e como esperado ali era a parte onde mais estava machucada.

- Caramba, você é muito alérgica.

- Awn. - deixo um gemido escapar. - Tá doendo Jungkook, passa com mais calma.

- Eu tô passando com calma. - olho pro mesmo brava. - Assim tá melhor? - diz deixando a mão mais leve

- Sim

[.................]

- E quando eu volto aqui?

- Venha daqui dois dias, espero que sua pele já esteja melhor.

- Certo. Obrigada por passar a pomada, eu...

- Amor, já tá no expediente? - diz um homem entrando na sala.

Amor? Um homem chamando o Jungkook de amor?

- Você é gay? - o olho surpresa


Notas Finais


Desculpem se houver erros ortográficos
adicionem aos favoritos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...