1. Spirit Fanfics >
  2. Meu crush é o meu ex - Lee Jeno >
  3. Drunk for love

História Meu crush é o meu ex - Lee Jeno - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


GENTE, EU JURO QUE ESQUECI DE POSTAR ONTEM!! Mas aqui está!!

E aqui temos a primeira recaída de muitas do Jeno... Bixinho é muito trouxa nessa fic mano, tenho até pena :(

Boa leitura, amo vocês 💜💜

Capítulo 6 - Drunk for love


• Jeno •

O dia estava claramente nublado, dava para ver através da janela do escritório. Na verdade, estava assim desde que eu havia saído de casa, e com o clima desse jeito, isso fazia com que todos saíssem de suas residências com pelo menos alguma roupa de frio. Eu decidi usar um parka com capuz, pois tinha a impressão que o friagem não seria pouca hoje.

Peguei minha peça de frio e saí para me encontrar com Renjun. No hall principal, encontrei com Sunhye usando uma espécie de trench coat, indo em direção a saída. Dei uma pequena corrida para alcançá-la.

Aquela peça marcava mais suas curvas, e todas aquelas roupas que ela usava para trabalhar era algo novo para mim, que só costumava vê-la com roupas casuais.

Seu cabelo estava solto e alguns fios de sua franja caía pela sua testa deixando ela com o ar mais elegante.

- Vai para casa? - perguntei com um sorriso no rosto assim que me aproximei da mais nova. Ela tomou um leve susto fazendo com que eu risse daquela cena enquanto Park só fazia bico indignada.

- Vou. - por fim, ela respondeu.

- Vou me encontrar com Renjun para conversarmos. Quer ir? - falei abrindo a porta para ela sair da empresa.

Assim que saímos completamente, ela se encolheu com uma pequena ventania que havia passado por nós. Olhei para seus olhos em procura de uma resposta e a menor parecia hesitante.

- Tudo bem, vamos. - ela deu um sorriso que me fez suspirar de alívio.

Começamos a caminhar. De certa forma, o restaurante que eu conhecia era simples e perto, não tendo problemas de ir andando.

- Como está indo no seu setor? - perguntei colocando minhas mãos no bolso afim de aquecê-las.

- Muito bem! - ela sorriu animada. - Virei amiga de Jinsoul graças ao elogio que você mandou eu dizer a ela.

- Sabia que ia dar certo. - eu ri. Jinsoul parecia uma pessoa séria de primeira, mas após conhecer, ela apenas se tornava uma criança. - Mas já te mandaram muitas tarefas?

Ela parou esperando com que o sinal ficasse vermelho, e nesse tempo, a morena olhou para cima pensando se realmente tinha muita coisa para fazer.

- Acho que não. - ela disse, olhando para mim com um sorriso no rosto. - Mas esses são meus primeiros dias de trabalho, daqui a pouco não estarei aguentando nem abrir o notebook.

- É verdade. - eu sorri de lado lembrando do tempo em que fui um estagiário.

Atravessamos a rua, e logo de cara pudemos ver o restaurante. Já estava começando a escurecer, o sol já havia desaparecido por completo. As luzes da cidade iluminava aquela área de Seoul, e nunca fiquei tão feliz naquela quase noite como em qualquer outro dia.

Abri a porta novamente para Sunhye que agradeceu com um gesto de cabeça.

- Aqui é tão aconchegante. - ela disse, passando as mãos pelo braço. Uma maneira de tentar aliviar o resquício de frio.

- É mais ainda perto da cozinha nessa época de frio. - falei indicando uma das mesas que ficava perto do local citado.

Nos sentamos, e a garota na minha frente passou um tempo observando o ambiente com um sorriso quase impercetível em seu rosto.

- Como foi em Daegu? - perguntei, finalmente criando algum assunto nessa saída.

- Foi muito bom! - ela olhou para mim com uma animação fora do normal. - Passei bom tempo com meus pais, e até pude ajudá-los em algumas tarefas de casa.

- Eles estão bem? - perguntei, colocando meu cotovelo sobre a mesa e logo apoiando meu queixo na minha mão, observando ela falar com um sorriso nos meus lábios.

- Estão ótimos. - seu sorriso passou a ser algo mais sincero e nostálgico. - Toda vez que era possível, meu pai perguntava sobre você.

- Sério? - fiquei surpreso com aquela declaração, e Sun apenas concordou achando graça da minha cara.

- Além do mais, foi lá onde eu conheci Yunho. - Sunhye abaixou os olhos um pouco tímida daquela situação.

Minha cara de surpreso que estava quando ela havia falado do pai, começou a desaparecer gradativamente. Eu deveria estar feliz por ela ter encontrado alguém que finalmente possa fazê-la feliz, mas só de ouvir ela falando aquilo, fazia meu peito doer.

Levantei minha mão chamando a atenção de um garçom que passava por nós.

- Traz um shot. - falei determinado com aquilo.

Olhei para Sunhye que tinha um olhar confuso em minha direção, mas seu sorriso dava para perceber que não tinha perdido seu senso de humor.

- É para esquentar. - falei, recebendo meu shot e logo tomando de vez.

- Nem para esperar os amigos, seu idiota! - Renjun chegou bem na hora dando um pequeno tapa em minha cabeça.

- Ele diz que é para esquentar. - Sunhye explicou por mim revirando os olhos. - Oi, Renjun.

- Oi, Sun. - o mais velho sentou ao lado dela e logo pediu sua comida de sempre, a mulher ao seu lado também fez o mesmo, porém escolheu cautelosamente seu pedido. - Mas o que vocês estavam falando?

- Yunho. - Sunhye respondeu com um sorriso nos lábios. Ela, definitivamente, estava apaixonada por ele.

- Mais um shot. - pedi ao garçom que concordou e trouxe a garrafa de vez para minha mesa. Ainda bem que o pessoal já me conhecia. - Mas diz aí, como vocês se conheceram?

- Foi na faculdade mesmo. - ela respondeu bebendo um pouco do seu refrigerante. - Ele me reconheceu e ficamos amigos.

Bebi mais um shot ao ouvir aquilo.

- E vocês começaram a namorar depois de quanto tempo? - perguntei, mais uma vez começando a sentir algo diferente no meu corpo.

- Faz quase um ano. - ela respondeu olhando para mim preocupada que coloquei mais um shot.

Renjun me olhava como se já soubesse o que estava acontecendo. As recaídas sempre vinham quando mencionavam demais sobre Sunhye, mas ela falando sobre o próprio namoro atual... Ali não era uma recaída, era um abismo para a desilusão amorosa.

- Que incrível! - respondi, tentando manter minha seriedade, pois se ela notasse essa minha fraqueza, talvez nunca mais iria querer andar comigo.

- E você, Renjun? - Sunhye perguntou ao garoto ao seu lado, mudando completamente de assunto. - Como está a vida amorosa?

- Bem bosta. - ele respondeu, dando uma mordida no petisco a sua frente. - A garota que eu gosto, gosta de outra pessoa.

- Poxa! - disse, segurando a mão do meu amigo. Ele gostava da Jisoo, não gostava? - Você deve procurar pessoas melhores, então.

Renjun apenas deu de ombros. Olhei para a bebida na minha frente e coloquei mais um shot.

Como eu vim parar nesse ponto? Sofrer pela minha ex, e pior, na frente dela. Isso era pedir para morrer.

Tentei falar para mim mesmo que tudo o que nós vivemos foi bom, mas era hora de superar e esquecer, e o passado ser apenas uma mera lembrança boa. Isso dava certo na maioria das vezes, mas quando ela não estava aqui.

Não sei quanto tempo passou, ou quantos shots eu tomei. Só percebi o que eu realmente tinha feito quando Renjun me ergueu com meu braço ao redor do seu pescoço.

Meu amigo me jogou no banco de trás do seu carro, e vi Sunhye sentando ao meu lado olhando para mim como se aquela situação fosse comum. Ela estava com uma feição de decepcionada e frustrada ao mesmo tempo.

- Desculpa. - murmurei, parecendo uma criança ao lado dela.

Eu realmente não queria fazer isso, e se tivesse uma chance de reconquistar ela, com certeza a faísca tinha desaparecido.

- Está tudo bem. - ela passou a mão pelos meus cabelos, colocando-os para trás. - Você está muito suado em um clima como esse. Deve descansar.

- Eu só quero... - pensei em responder "você", mas tinha certeza que aquilo só iria afastá-la mais ainda. - Dormir.

Ela deu um riso abafado.

- Sei que quer. - ela colocou meu cinto, e logo em seguida, o seu. - Pode dormir, quando chegarmos lá, te acordamos.


Notas Finais


Por onde começar? Me sigam no insta kkkkkkkk: @xoxolovetete... Vou ficar postando imagines de grupos aí, além de interagir com vocês :)

Jeno gado, pse, eu sei...

Mas enfim, antes de falar algo sério, eu estava comentando com algumas pessoas do insta q eu e minha amiga estávamos planejando uma estória com os filhos dos personagens dessa estória... Seria algo que teria alguns reflexos do passado, mas ao mesmo tempo não teria. Sei q tá bem longe de terminar essa fic, mas o que vocês acham?? KKKKKKKKKKK Eu iludida

AGORA É SERIO!! Vocês já lavaram as mãos de vocês hoje?? Estamos em uma pandemia muito perigosa, q por mais q o Corona não seja extremamente perigoso, se não cuidarmos, vai ser perigoso sim! Evitem sair de casa e só saiam se for urgência, levando sempre um álcool em gel! Estou muito preocupada com cada um de vocês e espero que estejam bem. Se cuidem, por favor 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...