História Meu crush é um zumbie -YOONKOOK- - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Sugakook, Terror, Yoonkook
Visualizações 50
Palavras 716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Armadilha


11:32 AM

Chuvendo fortemente

P.O.V Jeon Jungkook

Já era quase meio dia e  minha mãe ainda dormia e meu irmão Tae. O barulho forte da chuva ecoava em todo território da casa onde eu e minha família morava. Cansado de não fazer me levanto da cama e pego meu machado já que minhas balas tinham acabado e não tinha como para usar a arma. Coloco uma calça de couro preta, uma camiseta branca, uma blusa de frio aberta na frente de cores preto e vermelho em linhas deitadas e uma botina preta de couro resistente para as chuvas fortes. Desço para a sala do nosso esconderijo e pego uma tocá preta da marca puma. Vou até perto do sofá para vê se Tae está mesmo dormindo para mim poder sair.

Eu: Tae?

Sussurro. Tae não me responde então me viro indo até a porta, abro a mesma e sinto uma mão em meu pulso, olho para trás e vejo meu irmão

Tae: onde pensa que vai?

Eu: está chovendo e o barulho da chuva atrapalha a audição dos zumbis

Tae:  tem razão mas e se a chuva acabar e VC ficar preso em algum lugar com zumbis?

Eu: Tae a gente já está aqui nessa casa a uma semana daqui a pouco é duas e nós não encontramos mais nenhum sobrevivente, e se tiver alguém ali fora precisando da nossa ajuda, o estoque de comidas um dia vai acabar! Sabia?

Tae: tem razão, mas VC não pode arriscar sua vida e se VC morrer como a mãe vai ficar?

Eu: ela vai ficar muito mal 

Olho para baixo

Tae: o que foi?

Eu: é que eu não quero ficar preso aqui dentro eu quero me aventurar e ajudar essas em perigo 

Tae: irmãozinho vc ainda é muito novo para se arriscar

Eu: mas eu quero sentir a adrenalina em minha veia

Olho para Tae

Eu: vc não entende?

Tae: tudo bem vc pode ir mas, me promete que vai voltar vivo para casa?

Eu: prometo

Sorriu e saiu de casa

...quebra te tempo...

14:12 PM 

Estava andando a muito tempo até que chego em frente a um hospital fico em posição te ataque e entro no mesmo, vou para o segundo andar pela escada chegando lá vou para um salão de cirurgia onde encontro um homem em cima da cama deitado, coberto e com os instrumentos para a pessoa ficar em cima, olho em volta dps quarto e percebo que está tudo arrumado, penso que á alguém mais aqui no hospital então mesento numa cadeira deixando meu machado perto de mim. Fecho um pouco os olhos mas não demora muito para mim abrir com um grito feminino. Me levanto e esqueço do machado na sala e vou correndo até onde estava os gritos.

Era uma garota loira que parecia brasileira, perto dela estava um homem vestido de rockeiro ele estava tentando tirar as roupas da garota a força.

Eu: HEY

chamo a atenção deles e o rockeiro vem até mim com um olhar mortal

Rockeiro: Quem é VC?

Sua voz grossa me faz ter medo 

Eu: e-eu... Eu sou Jeon Jungkook

Rockeiro: não precisa ter medo, e alias eu sou Carlos, um professor que veio para Coréia do sul para dar aula de português e essa aqui

A garota vem até perto de Carlos e Carlos coloca o braço entre o pescoço da mesma

Carlos: é minha filha o nome dela é Marina eu trouxe ela para passear com o papai mas a gente não imaginava isso tudo 

Eu: se ela era sua filha por que estava tentando tirar a roupa dela?

Carlos: o quê? Eu não estava tentando estrupar minha filha

Eu: então o que era?

Carlos: era que... A mãe dela morreu e Marina não queria deixar o corpo da mãe aqui por causa dos zumbis que agora está comendo o corpo de minha mulher

Eu: Zumbis? Então aqui no hospital tem zumbi?

Carlos: sim já ia esquecendo disso por causa de nossa conversa, temos que sair daqui agora

Eu: ahm, calma esqueci algo numa sala

Me viro e começo a correr até a sala assim que chego lá pego meu machado e me viro para a porta e vejo Marina e seu PA me olhando

Eu: vamos para o esconderijo meu e da minha fa... 

Antes que eu pudesse terminar a frase Marina foi até atrás de mim e com certeza me bateu já que eu desmaiei depois de sentir algo forte atrás de minha cabeça.

Acordo e vejo que estou...





Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...