História Meu cunhado fofo - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias To Love-Ru: Trouble
Personagens Haruna Sairenji, Lala Satalin Deviluke, Mea Kurosaki, Mikan Yuuki, Momo Velia Deviluke, Nana Asta Deviluke, Personagens Originais, Rito Yuuki, Yui Kotegawa
Tags Harem, Romance, Segredos
Visualizações 40
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura a todos, desculpem pela demora, é que o tipo de escrita desse capítulo é mais complicada. Queria novamente agradecer pelo apoio e pelas visualizações e prometo me esforçar para trazer o melhor conteúdo pra vocês, e em especial agradeço ao RefC por me incentivar a escrever!

Capítulo 6 - Capítulo 6: Eu fui a primeira


Fanfic / Fanfiction Meu cunhado fofo - Capítulo 6 - Capítulo 6: Eu fui a primeira

Nana pov'on

-V-você já fez isso Rito?

-Ainda não, eu nunca quis isso. Não como agora, não com outra pessoa. Eu te amo Nana, você não tem noção do quanto!

-A Onee-san sabe disso?

-Não.

-E a Momo?

-Sim, ela até me incentivou. Mas chega de conversa!

"Meu Kami-sama, que olhar é esse? Foi o que bastou pra tirar minhas dúvidas. Ele chega mais perto, mas agora ele me olha com amor, como se pedisse permissão. Eu fecho os olhos como um sinal, a gente se beija e o tempo parece que não passa, E eu não quero que passe."

-Qualquer coisa que você não gostar, me fale!

-Hai!.

"Iniciamos um novo beijo, ele vai lentamente beijando meu pescoço e tira meu sutiã, iniciando chupões e lambidas em meus seios."

-AHH RITO!

-N-Nana?

-Não para!

"Ele continua e agora os beijos vão descendo pela minha barriga, a caminho da minha intimidade, porém ele para e começa a dar beijos e leves mordidas nas minhas coxas, porém para e me olha, eu vejo necessidade e paixão nesse olhar".

-Nana!

-Rito!

<Aishiteiru> (Eu te amo).

-Ahhhh!

Ele avança sobre a minha intimidade e começa a fazer movimentos lentos com a língua, enquanto massageia minha cauda.

-Ahhh!

Agora os gemidos viram gritos, ele agora faz um pouco mais de força com a língua, mas continua com essa lentidão deliciosa nos movimentos.

-Rito, eu vou... AHNNN!

"Então eu chego a um delicioso orgasmo, meu corpo ainda está tremendo e muito líquido saiu."

-Quando você aprendeu a fazer isso?

-Faz alguns dias, gostou?

-Foi ótimo. "E-eu p-pre-ciso fazer aquilo agora? Espero que você tenha explicado direito Mea."


Flashback on

-Então quando ele te fazer gozar você vai ter que tomar o controle da situação, beijá-lo e...

-E?

-Você vai ter que dar um orgasmo pra ele.

-A-ai, i-isso é m-muito vergonhoso. C-como eu faço isso?

-É assim


Flashback off

Nana pov's off


Rito pov's on

-E-Eu não sei fazer isso, m-me perdoe se eu fizer algo errado.

"Eu não acredito, a Nana não vai fazer isso, vai?"

-AHH NANA!

"É tão bom, nunca imaginei que a Nana iria fazer isso, seus lábios pequenos fazem um lento e delicioso vai e vem, essa maciez e essa boca pequena, a excitação aumenta cada vez mais, de repente ela roça levemente os dentes na glande, e começa a usar mais força nas sucções, eu não posso segurar mais."

-Porra, que delícia! N-Nana, eu vou...

Ela continua, eu não queria que isso acontecesse, mas é tarde demais."

-NANA... AHHHH!

Então eu me derramo em sua boca, ela engole tudo, n-não imaginava q-que a Nana faria isso, a vida pode ser cheia de surpresas.

-Ainda não acredito que você fez isso!

-Gostou da surpresa?

-Gostei muito. SUA SAFADA!

-NÃO ME CHAMA ASSIM! HUNF!

-Kawai. por favor bravinha, eu quero te fazer minha.

-A partir de hoje... Sempre serei sua.

-ENTÃO VAMOS CONTINUAR!

Começo a beijá-la e a deito na cama, a penetro lentamente até romper o hímen.

-AHHH RITO!

-NANA?

-Continua, mas vai devagar!

-Tá bom!

Posso pelo menos ficar tranquilo, pois não há risco de gravidez. Como a Momo disse, por conta da fusão de sangue das irmãs entre os charmians e os devilukeanos , coisa muito rara, também é necessária uma ejaculação adicional em suas caudas, ou então a fecundação não ocorre.

E novamente começo as estocadas, vou devagar, quero que seja especial pra ela, depois de alguns minutos um orgasmo começa a tomar forma.

-Rito, eu vou...

-Nana, eu também...

<AHHHHN!>


De repente alguém arromba a porta

BAAAAM!!!


-Rito, que barulheira é essa? O que significa isso? Não me diga que...

FUDEU! A chefona da casa descobriu!

-Mikan, eu posso explicar.

-Acho bom mesmo Nana-chan.


Notas Finais


Obrigado. Desculpem pelo capítulo curto, mas como eu planejo fazer uma fic longa, a história ainda vai melhorar. E muito, eu prometo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...