História Meu Cunhado (Imagine Jay Park) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jay Park
Personagens Jay Park, Personagens Originais
Tags Fofo, Hot, Jay Park, Romance
Visualizações 217
Palavras 1.529
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEI BANDO DE AMOREXOS FINALMENT

começemos a ficar sério, vejam o por que ai no cap de hj, ta de madruga?

está

mas eu acabei de fazer e terminar, kissues

Capítulo 13 - I Love u


Fanfic / Fanfiction Meu Cunhado (Imagine Jay Park) - Capítulo 13 - I Love u

Ainda não acredito em mim mesmo, como posso me apaixonar por uma se estou namorando outra? Tenho que desistir! Eu e ela não podemos nem se quisessemos, sou velho para ela, tenho trinta e ela dezenove. Sei oque devo fazer, mesmo que doa, tenho que fazer o certo e retirar eu e S/n de problemas.

- Esta tudo bem? - Coloquei a mão no ombro de Gray.

- Morra Jay Park! - ri alto.

- Só por que vai cuidar de alguém? Quer saber, deixa vai, você chegou de viajem agora vai descansar vai.

- Sério? Ah obrigada - ele me abraça.

- Vai logo, garota sexy - ri e peguei meu carro indo a casa de S/n e Livya, queria falar com ela mesmo se ela estiver dormindo essa hora da tarde, preciso despedir-me desse tal sentimento e jogar tudo para fora da boca. Assim que cheguei corri para seu quarto, Hoody estava la vendo a temperatura da menor - Hoody?

- Jay!! Eu estou cuidando da pequena aqui - sorriu ela e bagunçou os cabelos da pequena bela adormecida ali na cama. - Oque faz aqui?

- Posso falar com ela? Sozinhos.

- Ela está dormindo

- Sabe.... Sozinhos sem ela escutar - ela faz cara de que entendeu e sai do quarto, me aproximo da adormecida e seguro sua mão enquanto me abaixo. - Vai ser difícil fazer isso, eu sei muito bem, mas entenda que eu tenho que fazer isso, entenda que não podemos ficar juntos, mas pelo menos fique comigo ok? Tristemente eu tenho que deixa-la ir viver a vida sem mim, sei oque vou fazer, e infelizmente contra minha vontade, mas se quero te deixar bem, isso é o melhor. - lágrimas escorriam pelo meu rosto enquanto falava, eu não queria, não é algo que eu quero, não queria deixa-la ir. Agora ela está livre nem mim para interferir, mas sempre ficarei com ela. - Não esqueça disso....Eu te amo. - dei um selar em sua bochecha e me levantei ainda segurando sua mão e enquanto saia nossas mãos se distanciavam mais e mais. Meu coração não estava aguentando aquilo, estava doendo muito, mas é o melhor. Sai do quarto correndo não queria que Hoody me visse chorando, ela só me viu chorando uma vez que foi quando; estava escrevendo e cantando Stay With Me.

- JAY PARK? - Hoody gritou de longe e não liguei, peguei o carro e fui para a loja de joias.

- Boa tarde, seja bem vindo, temos aneis, brincos, colares e alicanças - a mulher disse com um sorriso, enxuguei as lágrimas que tinham em meus olhos.

- Me deixe ver os anéis de casamento - Sim, eu vou pedir a Livya em casamento, sei que amo outra, sei que é ridículo e errado, mas ao mesmo tempo é certo.

- Senhor, está bem? - assinto e tiro meu cartão da minha carteira. - Bom, temos essas - eram anéis lindos, sorri ao ver pôs sempre foi meu sonho casar-me, mas com o amor da minha vida e não.... A Livya.

- Vou levar esse! - aponto para um anel lindo com uma pedra brilhosa em destaque.

- Boa escolha, vai pedir a amada em casamento? - ela pegou o anel e colocou em uma caixa e depois em uma sacola bonitinha.

- Vou pedir em casamento, mas não é amada - ela me olhou sem entender - É complicado - passei o cartão na máquina e comprei o anel.

- Obrigada senhor - ela me entregou a sacola e sai da loja entrando em meu carro de uma vez, assim que entrei coloquei a sacola do meu lado e encarei, balançei a cabeça e sai dali dirigindo meio rápido. Tinha que ser agora.

É complicado isso oque estou fazendo, mas tem que entender que é preciso para ambos não se magoarem. Cheguei na AOMG e me retirei de meu carro pegando aquela sacola bonitinha, sai correndo até entrar na empresa e ir ao meu escritório, ali estava Livya cuidando de alguns papéis, ela sempre sonhou em casar-se comigo, e agora, infelizmente vai acontecer.

- Livya? - chamei sua atenção.

- Oi amor - ela veio até mim e me deu um beijo.

- Tenho que te perguntar algo - coragem Jay, por favor. Retirei a caixa dali e me pus de joelhos - Quer se casar comigo?

- SIM AAA - Me levantei e ela me abraçou, não estava feliz e nem vou ficar. Coloquei o anel nos dedos dela e ela me abraçou e me deu um beijo - Esse sempre foi meu sonho

- É, eu sei - sorri falso - Agora...

- Temos que pensar no casamento, onde vai ser? E o vestido? e os convidados? E as comidas.

- Livya, não vai ser agora, para por favor - ela assente e sai correndo do escritorio, em poucos segundos Hoody aparece.

- Idiota, otário, imbecil, imprestável, jumento, sem noção - ela disse apontando para mim - Como pode fazer isso? Você ama a S/n lembra?

- Claro que lembro, mas vai ser melhor assim - ela beteu a mão na mesa

- Melhor coisa nenhuma Park Jaebeom, e se ela também gosta de você? Vai acabar com o coração dela?

- Hoody, me entende por favor, sabe que meu relacionamento com alguém de dezenove anos é quase impossivel, eu iria tomar hate por namorar alguém que acabou de sair da menor idade

- Você liga para oque falam? Medo de tomar hate? Quem é você agora Jay Park? Cade aquele que não se preocupa com nada e que faz oque quer?

- Esse Jay Park morreu, infelizmente, não ligo muito para oque falam, mas é minha carreira Hoody, entenda. - ela balança a cabeça e se senta.

- E se ela namorar o Loco? Não vai ter problema? Já tem muitas polêmicas dizendo que ela é a namorada do Loco, e muitos aceitam e por que com você seria diferente?

- Sou um homem que fala sobre sexo mas músicas, muitos acham que sou um maldito pervertido, e não eu não sou, ninguém iria aceitar. Para muitos, Jay Park é o mesmo que Park Jaebeom, mas não, Jay Park gosta de balada, falar sobre sexo mas músicas e cantar essas coisas, Park Jaebeom é um homem leal, fiel, amável, sério e romântico, mas ninguém iria ligar se eu fosse o Park Jaebeom.

- Ok, entendi, vou para meu apartamento. - Ela se levanta

- Vai em paz Hoody - ela assente e sai da sala, soltei oque estava guardado em minha garganta, não que eu não goste do meu eu Jay Park, eu gosto e é divertido, porém muitas coisas ninguém entende.

- Parabéns cara! Vai se casar - Simon aparece do nada.

- Obrigada, olha, teu amor foi faz tempo pra casa. - disse rindo

- Para de me provocar só porque gosto do Gray - ri ainda mais

- Gray é passiva, olha - tampei meu rosto com minhas mãos ainda rindo

- Você não existe Jaebeom - rimos juntos, Simon é a única pessoa que me chama de Jaebeom em todos meus amigos.

- Eu sei. Ei gostou da música do Loco? Aquela ost daquele dorama la - disse mudando de conversa

- Vi sim, eu realmente gostei muito - concordo com ele.

~ S/N ~

Meus olhos se abriram devagar, senti uma mão em minha testa e vejo Jun Chul, Min e DoKwang. Mas oque danado eles fazem aqui? me sequestrar?

- Acordou finalmente - Min se senta perto de mim - Está tudo bem amor?

- Tudo sim, oque fazem aqui? - pergunto olhando para os três.

- Viemos te ver ué. - Disse direto Jun Chul

- Aí grosso - joguei uma almofada nele.

- É não minha filha, vem ca vem - ele veio me abraçar

- Sai de perto de mim satanás ormorizado - faço uma cruz com os dedos rindo.

{...}

- Maninha, tenho que te contar algo - sorriu a mais velha e olhou para Jay Park - Eu vou me casar com Jay Park - ela mostrou o anel. Meu chão caiu ali, olhei para ele que me olhou triste e falou um "desculpe" para apenas eu ouvir.

- P-parabéns irma - disse abraçando ela.

{...}

- Atrasada pela sexta vez essa semana, oque está acontecendo senhorita Moon? - me curvei em desculpas e me sentei perto da Min.

- S/n voce está estranha, por que não quer me contar?

- Min, Livya e Jay Park vão se casar, é isso.

- O QUE? - ela gritou e bateu na mesa - Licença professor - ela pegou minha mão e saímos da sala - Me explica esse barulho.

- Eles vão se casar, simples assim - abaixo a cabeça

- Por isso anda triste e descuidada esses tempos? - assinto coçando meus olhos - Percebeu que está gostando dele não é?

- Depois que Livya me contou eu me senti muito mal, deduzi que me apaixonei por aquele idiota - Min me abraçou forte.

- Calma menininha, vai ficar tudo bem, calma menininha - ela acariciava minhas costas - Vamos falar com os meninos, hoje vamos sair para um balada

- Não, Min, eu só quero ficar em meu quarto chorando

- Mas....

- Por favor, eu só te peço isso - ela assente, pega minha mão e entramos na sala para assistirmos a aula.

Vão se casar. E eu? Apenas choro? Por um homem? Quem sou eu? Pôs essa não é eu.


Notas Finais


bye povo esperon que tenham gostado, estou com um pequeno presentimento que ficou pequeno

Mas Ok

ATE O PROCIMO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...