1. Spirit Fanfics >
  2. Meu cupido é gari - Jikook >
  3. Bônus 3 - Final

História Meu cupido é gari - Jikook - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


ÓTIMA LEITURA MEUS GATOS

Capítulo 10 - Bônus 3 - Final


Os dias depois daquela noite passaram a ser mais cansativos, Jimin constantemente tinha enjoos e tonturas, deixando todas as vezes jungkook com o cabelo em pé já que não sabia o que fazer, mesmo dando remédio que o médico receitou muitos enjoos persistiram por algum tempo.

Entretanto Jimin não conseguia reclamar de nada, havia para si estava sendo um sonho, logo Jiyoon fez dois anos e agora a criança já estava falando até demais, mesmo que os pais não entendessem nada, estavam ali para ouvir e sorrir das palhaçadas e conversas do pequeno bebê, jungkook estava se saindo um pai duas vezes mais babão que antes, todas as noites antes de colocar o pequeno Ji na cama, o lúpus conversava com o filho e também brincava com o mesmo, quando o ômega dormia Jeon o colocava na caminha e ia até seu quarto conversar com Jimin, mais especificamente com a barriga do ômega.

O loiro ficava todo abobado quando Jeon deitava na cama e começava a falar com o filhinho deles, então, os meses passaram correndo e logo Jimin e taehyung estava fazendo sua ultrassom para saberem o sexo dos bebês, o ômega Jimin estava esperando uma menina mas ainda não sabiam a classificação dela somente jungkook poderia saber.

Ja o Kim estava esperando não só um, mas dois bebês e eles eram meninos, podemos dizer que a festa que Yoongi e hoseok fizeram foi bem grande, afinal, seu ômega estava esperando dois bebês, eles não quiseram saber de quem pertencia ou quem era o pai de verdade já que ambos eram uma família e não precisavam saber de quem realmente pertenciam, os três eram os pais e concordaram que o filho pertenciam aos três.

Já Jeon jungkook fez uma grande festa, era pai de uma menininha e estava contando os segundos para chegar em casa e cheirar a barriguinha de seu esposo, sendo assim saberia se era, beta, ômega ou alfa, dependendo de qual classificação ela teria, ambos com certeza iriam ama-la do mesmo jeito.

Chegando em casa, o ômega pegou o bebê na vizinha já que havia deixado Jiyoon com ela, Park pôs a criança no carpete da sala e ligou a TV, deu vários brinquedos para ele e então foi para seu banheiro tomar banho, jungkook estava com o seu filho então não precisava se preocupar.

Jimin tomou o melhor banho da sua vida, se lavou direitinho e acariciou o barrigão de cinco meses, estava ficando enorme e inchado, quando terminou seu banho foi se enxugar e se vestir, vestiu uma calça moletom e uma blusinha de mangas curta, secou o cabelo e foi até a sala, sentou ao lado do marido no sofá e lhe roubou um beijo.

ㅡ quer sentir agora? ㅡ Jimin perguntou colocando a mão sobre a barriga, jungkook concordou animadamente. O ômega então levantou a camisa e deitou no sofá, ficando assim de frente para o marido.

Jungkook com todo carinho aproximou seu nariz da barriga do esposo e sentiu o aroma de sua filha, se surpreendendo por ser uma alfa.

ㅡ mas que honra, parece que vamos ter uma garotinha alfa... ㅡ quando deu a notícia para Jimin, o ômega sorriu tão grande que achou que sua bochecha iriam rasgar.

ㅡ vamos ter uma menina alfa? Céus! Nossa menininha guerreira, vai ser tão amada! ㅡ disse sentindo os olhos marejar, estava se sentindo tão sentimental e sensível nos últimos tempos que qualquer coisa eram motivo para choro.

Jungkook abraçou seu ômega, deitando a cabeça dele em seu ombro enquanto fazia carinho e beijava seus fios de cabelos.

ㅡ sim meu amor, vamos ter uma alfinha correndo pela casa junto ao nosso ômega. ㅡ apontou para o bebê que brincava com os carrinhos sem parecer interessado no assunto dos pais.

Jimin sentiu as lágrimas escorrer por suas bochechas, agora que sabia do sexo e da classificação de seu bebê estava mais que realizado, abraçado a seu alfa, jungkook deixou que Jimin chorasse em seu ombro, não era um choro se tristeza e sim felicidade, afinal, era seu bebê ali!

ㅡ eu amo todos Vocês! ㅡ Jimin declarou entre soluços altos, agarrando fortemente a camisa do marido apertando a mesma entre seus dedos.

ㅡ eu também amo vocês, meu amor, Eu amo muito! ㅡ beijou a bochecha do ômega enquanto acariciava o mesmo.

Eles sabiam muito que não iria ser fácil já que nenhuma gravidez é fácil, ainda mais quando se tratava de uma bebê alfa, mas Jimin era forte e sabia que aguentaria toda dor do parto.

                                  [...]

Meses depois...

Jimin acordou no meio da noite, estava ofegante e sentindo algumas dores parecidas com contrações, o ômega sentou sobre a cama e pegou que seu celular perto da escrivaninha ele estava cheio de mensagem, todas de Yoongi avisando que estava indo pro hospital, taehyung havia entrado em trabalho de parto seus dois garotinhos estavam nascendo, ambos eram alfas. No final das mensagens Yoongi dizia que hoseok tinha desmaiado então estava sendo um pouco complicado.

Porém, ao dar uma risadinha Jimin sentiu novamente uma contração dessa vez mais forte, o ômega colocou a mão sobre o barrigão de nove meses e respirou fundo.

ㅡ meu amor não era hora de nascer... ㅡ tentou acalmar sua filha, todavia, ela aparentou não escutar já que ao levantar da cama Jimin sentou o líquido escorrer por suas pernas. ㅡ é agora! Meu bebê vai nascer! Jungkook!

O ômega caminhou com cuidado mas apressadamente até o outro lado da cama e balançou o marido, mas lembrou de seu sono pesado.

ㅡ  jungkook caralho, Acorda! Nossa filha tá nascendo! ㅡ  balançou mais forte o corpo do esposo e deu um tapa em seu rosto, o jeon acordou atordoado falando algo sobre "cadê as galinhas"

ㅡ por que você me bateu? ㅡ  o lúpus perguntou colocando a mão sobre a bochecha.

ㅡ nossa filha tá nascendo, amor! A bolsa estourou!  ㅡ  o loiro disse apressadamente para o alfa, se embolando entre as falas vez ou outra. Jungkook arregalou os olhos, dando um grito fino, logo pegou a bolsa que o ômega tinha preparado para levar para o hospital.

O casal desceu às escadas com certo cuidado, jungkook foi até o apartamento da frente e acordou a vizinha, quando está apareceu na porta o moreno pediu para que ela tomasse de conta de seu bebê, já que sua filha estava nascendo.

A loira concordou e pegou a chave com o mais velho, adentrou o apartamento de Jimin e foi verificar se o bebê estava bem, enquanto isso jungkook já abria a porta do carro para o Park entrar, ajeitou o marido e o pediu para ter calma, então pisou no acelerador e alavancou com o automóvel, Não se importando de passar por semáforos com sinais vermelhos, as multas realmente não importava.

Já dentro do ambiente hospitalar, o lúpus informou que o marido estava ganhando bebê e que a bolsa já tinha estourado, Park foi encaminhado até a sala de cirurgia enquanto jungkook foi fazer a higienização.

ㅡ Vai dar tudo... certo! ㅡ respirou fundo e abriu a porta da sala onde o marido estava, sorriu por trás da máscara e segurou na mão do mesmo. A cirurgia então começou, Park colocava toda sua força e esmagava a mão do marido.

Jungkook sentia os olhos arder, tanto pela dor, quando pela emoção, o cirurgião pediu para que Jimin pusesse um pouco mais de força e assim Park fez, colocou toda sua força e o chorinho desesperado começou depois que o médico deu um tapinha na bundinha da bebê.

A criança recém-nascida foi colocada nos braços de Jimin após ser enrolada em um pano, Park chorou ao ver sua pequena alfa e jungkook fez o mesmo, ali sua família estava quase completa, só faltava o pequeno Jiyoon.

[...]

Tempos depois.

Correndo pela casa, se encontrava Jiyoon, o ômega corria enquanto segurava o presente da irmãzinha alfa, ele e jungkook tinham ido na rua somente para comprar o presente da alfa, enquanto isso, Jimin e taehyung terminavam de arrumar Jiwoon, um escolhia a roupa o outro arrumava o cabelo da criança que completava um ano de vida.

Os tempos se passaram incrivelmente rápido, e os papais não podiam estar mais felizes, sua família havia crescido e seus filhos estavam mais saudáveis e fortes do que nunca.

Quando chegou o momento dos parabéns, Jimin estava segurando sua alfinha no colo enquanto jungkook segurava o pequeno ômega, cantaram a musiquinha tradicional e chegou o momento de cortar o bolo, o primeiro pedaço foi para a pequena alfa já que ela não saberia escolher pra quem iria dar o primeiro pedaço e estava animada para comer.

Em determinado momento, jungkook chamou Jimin para longe dali apenas para o abraçar e fazer Jimin ter a mesma visão que si, a visão da linda família que construíram juntos.

ㅡ sabe meu amor, há alguns anos atrás se me falassem que eu iria casar com o meu chefe e iríamos ter essa linda familia, eu não iria acreditar, você se tornou sozinho minha família, mas essa família só se tornou completa com a chegada deles dois... os nossos pimpolhos. ㅡ sorriu, mostrando as covinhas fofas, os olhinhos grandes brilhavam por tamanho amor.

ㅡ eu também não iria acreditar que me casaria com o meu secretário carinha de coelho, eu amo nossa família e tudo o que nós construímos, amo nossa família! ㅡ beijou a bochecha do marido enquanto abraçava seu pescoço. ㅡ que tal irmos aproveitar com todos eles? ㅡ sugeriu animado.

ㅡ o que tá aprontando? ㅡ o moreno perguntou, desconfiado do sorrisinho alegre do marido.

ㅡ comer todos os docinhos, ue! É festa de criança bora acabar com os doces. ㅡ beijou a boca do marido enquanto se soltava e começa a correr, no meio do caminho pegou o filho mais velho no colo e correu até a mesinha dos doces e salgados.

Enquanto jungkook ria pegando a filha mais nova e correndo para alcançar o esposo, no final das contas, nem sempre odiar quer dizer que a pessoa sinta raiva de você, talvez seja só desejo e amor disfarçado.

Jimin aprendeu a amar o carinha diferente, nunca teve nem motivo para o odiar, porém como o coelhinho ficava lhe enchendo o saco  ele acabou pegando ranço do mesmo.

Junfkook aprendeu a conversar, mostrar seu todo amor pelo omegazinho de cabelos coloridos.

O melhor de tudo era que a família estava completa e feliz, não tinham do que reclamar, estavam felizes e tava tudo completinho.

O amor reinava.

FIM.

||||||||||||||||||||||||||||||||||||



Notas Finais


eaaaaaaaaaaaaaaaaaaae!

ANOS DEPOIS EU FINALMENTE TERMINEI KAKAMKAKAKAMA
gente sério, eu não sei como mas minha filha cresceu bastante, 2k mds EU TÔ MUUUITO FELIZ!

Mas podemos fazer ela crescer ainda mais, compartilhe e indiquem a short, bom, eu vou publicar uma nova fanfic, sobre deuses etc... tô escrevendo ainda, mas logo vai ser postada, porém irei precisar da ajudar de vocês na divulgação.

É complicado passar horas escrevendo e escrevendo, tendo muitas ideias e nunca ter um bom reconhecimento.

Bem, me sigam no Twitter, irei começar a postar coisas sobre "Dionysus", o plot tá bem legal.

Byeee se cuidem, não quebrem a quarentena! Usem máscaras o tempo todo em que estiverem fora de casa♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...