História Meu Cúpido Idiota - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Bisca Connell, Cana Alberona, Carla (Charle), Charlie, Chelia Blendy, Erik (Cobra), Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Laxus Dreyar, Leon, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Sting Eucliffe, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Fairy Tail, Nalu
Visualizações 48
Palavras 1.234
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Ficção Adolescente, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Cheguei!!! Essa foi rápida, rsrsrs. Sabe... Estava no tédio então resolvi escrever algo para me tirar desse tédio, e não é que deu certo?

Bom, já vou agradecendo pelos favoritos de vocês, já são 12 no momento. Muito obrigada mesmo!



espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 2 - Teste


Lucy Pov's:

 

 

Cara, eu não tô acreditando nisso. Um garoto, na verdade um anjo, cúpido ou sei lá o que ele é, quebrou minha janela, invadiu minha casa, fala abobrinhas, fez meu gato falar e ainda diz que irá me ajudar a arrumar um namorado? Uau Lucy, dessa vez você se superou. Isso não pode ser verdade, eu acho que estou sonhando. Mas, infelizmente – ou felizmente – é verdade. Bem que Levy me avisou… Pensando bem, o que eu devo fazer?! Tem um menino meio sobrenatural aqui na minha casa! E-Eu nunca consegui chamar um garoto pra vir na minha casa, essa é minha primeira vez. Ele até que é bonitinho e fofo, suas vestimentas consistem em uma espécie de manto aberto na lateral esquerda, aparecendo seu torso, realmente parecia algum ser celestial com essas roupas. Ele é bem musculoso, consigo ver seu peitoral bem definido. Lucy! Pare de pensar coisas estranhas! Ele vez meu gato falar, sempre quis saber o que Happy pensava e agora, de fato, posso ouvi-lo. Talvez isso não seja tão ruim assim… Okay, vou dar uma chance para ele, mas primeiro vou perguntá-lo sobre essa tal ''associação''.

 

- Então, Natsu… O que é essa tal de Associação dos Cúpidos? - Pergunto me aproximando dele.

 

- Oh? Vejamos, ela é um grupo de cúpidos que tem como objetivo ajudar aqueles que não conseguem achar seu par perfeito.

 

- E-E eu estou nessa? - Pergunto incrédula.

 

- Sim. Aliás, você é muito ruim nisso. Acho que é a pior que já vi, para o mestre ter me chamado pra cumprir essa missão, você é péssima em relacionamentos.

 

- Verdade, Lucy. - Diz Happy.

 

- Ahh… Eu sou mesmo um desastre. - Faço pose de derrotada. - Eu nunca vou conseguir...

 

- Não fica assim! É pra isso que estou aqui! Vou te ajudar a arrumar alguém para você. - Dá um sorriso.

 

- Sério? - Faço carinha de cachorro abandonado.

 

- S-Sim! Agora para de ficar choramingando e vamos ao serviço.

 

- M-Mas, já?

 

- Mas é claro!! O trabalho de um cúpido nunca tem descanso! - Se levanta. - Aproveitando que hoje é sábado, deve ter u monte de garotos que possam te interessar. - Me puxa pelo braço, indo em direção a porta.

 

- Eu também vou! - Happy começa a nos seguir.

 

- E-Eu nem me arrumei ainda! E como fica minha janela?

 

- Você é linda de todas as formas, Lucy.

 

Sinto meu rosto atingir um tom vermelho claro, acho que estou corando. Nenhum menino me disse isso antes, ele foi o primeiro. Me sinto lisonjeada e algo mesmo tempo amada. Estou tão feliz! Isso é um avanço para mim, sabe? Se Natsu diz, eu devo ser bonita de todas as formas. Saímos de minha casa e Natsu larga meu braço, ele diz para o seguirmos, então o fazemos. Andamos um pouco e depois de um tempo, chegamos ao lugar onde o rasado queria chegar: O parque municipal. Realmente, esse lugar cheio de áreas verdes e muitas árvores também é cheio de garotos de todos os tipos. É um ótimo lugar para arranjar um namorado. Chegamos em um certo ponto e paramos por ali, obersando a paisagem e as pessoas que se encontram.

 

- A propósito, Natsu, as pessoas não vão te estranhar por causa dessas roupas e suas asas? Vão pensar que você tá vestindo cosplay.

 

- Não se preocupe, minha cara Lucy. Eu ativei o modo invisível, onde só a pessoa que estou ajudando, no caso você, pode me ver. - Se gaba todo, fazendo um monte de pose.

 

- Entendi. - Dou umas risadas.

 

- Muito bem, vamos começar logo com essa bagaça. Vou te explicar como funciona. Olha, eu tenho poderes mágicos nos quais podem te ajudar na sua relação. Tenho três deles, sendo que o último só se pode usar em casos de emergência ou quando for necessário.

 

- Sugoi*

 

- Bem, nesse caso eu usarei o primeiro. Ele faz com que o cara que você está interessada converse ou te note de alguma maneira.

 

- Entendi. - Aceno com a cabeça.

 

- Natsu realmente é um anjo! - Happy põe a mão na boca.

 

- Obrigado gato falante.

 

- Meu nome é Happy! - Diz irritado. Que gracinha.

 

- Vamos fazer um teste, escolhe qualquer cara que está por aqui.

 

- Okay.

 

Olho fixamente para as pessoas que estão perto ou próximo de nós. Havia muitos meninos no local, mas eu não quero escolher um garoto qualquer, quero um que vá com a minha cara. Pra ser mais exata, aqui só tem tiozão. Espere, estou vendo um garoto ali, e ele parece ter a minha idade pelo visto. Seus cabelos são de uma espécie de azul-escuro bem próximo ao preto, tem estatura alta e está sem camisa, dá pra ver que seu corpo é bem definido. Ah, espere um minuto! Eu o já vi em algum lugar, pois ele me é familiar. Ah sim, eu sei quem é! Estudava comigo na época do colegial, era atleta e era o garoto mais popular do colégio, seu nome é Gray Fullbuster. Ele conversava as vezes comigo, era muito legal, adorava esportes e eu sempre estava no time dele e também era super educado com as garotas. De fato, eu tinha uma quedinha por ele, e agora essa paixão está voltando a tona. Chamo a atenção de Natsu e aponto para Gray, ele entende o que quis dizer e começa a fazer sua magia. Ele aponta o dedo indicador e coloca o dedão pra cima, uma coisa brilhante em forma de raio sai do dedo dele e atinge Gray em cheio.

 

- Deu certo? - Pergunto receosa.

 

- Espere só pra ver! Anda! Senta no chão e finge que está vendo a paisagem.

 

- O-Okay!

 

Sento na grama e fingo está olhando a paisagem, esperando uma reação do mesmo. E não é que deu certo? Gray se aproxima de onde estou e para na minha frente. Me dando um sorriso de canto e com as mãos no bolso, começa a falar.

 

- E aí gatinha, não é que eu te conheço de algum lugar? - Começou.

 

- O-Oi… Ah, sério? - Enrolo uma mecha de cabelo no meu dedo.

 

- N-Nós estudávamos juntos…

 

- Você não é Lucy Heatifilia? Agora me lembro! - Coça a cabeça. - Ei, senti uma vontade de conversar com você. Quer pegar meu número?

 

- C-Claro! Quer dizer… Eu adoraria… - Digo corada.

 

- Ótimo. - Pega o celular e ao mesmo tempo pego o meu também, ele me diz seu número e o disco, salvando no aparelho. - Bom, vou ter que ir agora. Conversamos mais tarde!

 

- C-Certo. Muito obrigada!

 

Gray começa a fazer sua caminhada, saindo da minha vista. Natsu e Happy aparecem novamente e me abraçam, falando mil coisas ao mesmo tempo. Retribuo o abraço sem entender nada, mas entro na onda.

 

- Finalmente! Finalmente Lucy conseguiu um número de um garoto! - Happy choraminga.

 

- Parece que o teste deu certo. - Paro o abraço.

 

- Minha missão já está quase concluída. E nada desse mundo pode me parar! - Um som de ronco surge no local. - Ops! Erh… Tem comida na sua casa? Tô morrendo de fome.

 

- Mas é claro! Vamos para lá. Tem pizza que sobrou de ontem.

 

- Eba!!!

 

 

 

É, parece que não foi uma má ideia tê-lo como cúpido.


Notas Finais


espero que tenham gostado do capítulo. Comentem, favoritem e deem suas notas para mim saber o que acham da história.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...