1. Spirit Fanfics >
  2. Meu Demônio Pecador >
  3. "Domesticado"

História Meu Demônio Pecador - Capítulo 20


Escrita por:


Capítulo 20 - "Domesticado"


Fanfic / Fanfiction Meu Demônio Pecador - Capítulo 20 - "Domesticado"


S/N...


Entro em casa e coloco minha mochila em qualquer canto, vejo Lia descer as escadas correndo e vindo em minha direção miando, dou uma risadinha e a pego no colo.Faço carinho em sua cabeça e ouço seu ronronar ficar mais alto.Coloco ela no chão e vou até a cozinha e pego sua vasilha e á encho de ração.Lia começa a comer volto para a sala e pego minha mochila e subo para meu quarto.


Olha até que o Jungkook é bonito, bonito não; um homão da porra isso sim, nunca tinha o visto antes pessoalmente, só o via as vezes em algum site de fofoca ou programas que se metem na vida das pessoas que começam a fazer sucesso na cidade - esses programas sempre vão atrás dessas pessoas para às convidar para fazer alguma novela ou apresentar algo na TV -.

Okay o Jungkook é gostoso mesmo, cabelos longos e negros, forte e... a sei lá, não sei descrever esses homem.


Vou para o banheiro e tomo um banho, saio e vou para o closet e visto uma calça moletom e uma regata larga grande.Vai fazer mais frio daqui a pouco.Me deito na cama  e me cubro com a coberta grossa de cor preta.

Encaro o teto e fico assim por alguns minutos, não desliguei as luzes pois não estou com um pingo de sono.Ouço a chuva aumentar e o barulho das gotas caindo no teto fica cada vez mais auto, ótima deixa pra dormir não? Errado, hoje vai ser uma daquelas noites que eu não vou pregar os olhos um segundo se quer.Me deito de lado e olho meus braços cobertos de cicatrizes, não cabe mais nenhuma cicatriz neles, está literalmente fechado de cicatrizes.


Ouço uma voz me chamando, me sento rápido na cama e olho em volta, Lia entra no quarto e sobe na cama se sentando e olhando para mim.Ouço outra voz mas não consegui entender o que ela disse, aí merda as vozes de novo.Mais e mais vozes, apoio meus cutuvelos em meus joelhos e coloco minhas mãos nos ouvidos tentando me acalmar e não dar moral para essas vozes.

Eu tento ser uma pessoa normal, não pensar no meu passado e trancar os meus demônios, seguir a minha vida; mas eu não consigo e quando consigo fico 2 dias sem fazer nada, sem me corta ou ouvir as vozes, mas logo depois tudo volta.Eu tento tanto seguir a minha vida e me ajudar mas nunca dá certo; Por Que? Por que eu não consigo seguir a minha vida? POR QUE? EU NÃO AGUENTO MAIS, A CADA DIA QUE PASSA EU MORRO POR DENTRO, LENTAMENTE, A PORRA DA MINHA MENTE TÁ ME ASSASSINANDO AO EM VEZ DE ME AJUDAR E ME TIRAR DESSE POÇO SEM FUNDO.

"Eu não aguento mais, eu não aguento mais, eu não aguento mais"

Me levanto e vou para o banheiro, tranco a porta, abro o armário e pego a lâmina, coloco as mãos na pia e abaixo a cabeça.

"Fraca, você é fraca, precisa da merda de uma lâmina pra esquecer seus problemas."

Pego a lâmina e aponto para o meu pulso, vejo que estava lotado de cicatrizes, levanto a minha blusa e corto minha cintura, corto meus ombros e corto meus pulsos acima de outra cicatriz.Solto a lâmina e me olho no espelho, vejo o sangue escorrer, rapidamente lavo minha cintura e coloco alguns curativos, lavo todos os outros lugares feridos e coloco os curativos.

Saio do banheiro, e vou até onde coloquei a mochila e pego a caixa com os livros, vou até a cama e me sento, abro a caixa e pego um dos livros, vejo o título: Ira.

Coloco a caixa do meu lado e me deito na cama, abro o livro e começo a ler.

"Ira, um dos piores pecados, causado pela enorme raiva sentida por um humano, causando assim desejos de vingança.O Demônio Capital deste pecado é conhecido por punir seus pecadores com as seguintes punições: Fazer com que o pecador viva várias e várias vezes o pecado que ela cometeu mas como se ele fosse a vítima, iria sentir toda a dor que a vítima sentiu, as coisas que ela pensou; etc.Essa é a punição mais usada por ele, o demônio não me disse mais nada sobre as outras punições.


Seu nome? Kim Namjoon"


Paro de ler assim que ouço Lia correndo igual uma retardada pela casa.

"Lia e sua mania de correr igual uma gazela pela casa á noite"


Volto a ler.


"Namjoon apesar de ser bastante rigoroso e sério, não teve uma vida muito boa ele viu seus pais morrerem queimados em sua frente, tinha 12 anos não pode fazer nada pois era ordens do soberano, teve de fugir para outra vila muito longe de onde vivia.

Ele morreu em 1.394 aos seus 25 anos - nasceu em 1.369, mas antes de sua morte ele tentou matar o rei que ordenou que matassem seus pais - em uma rebelião entre sua vila e alguns invasores, morreu com uma machadada em seu pescoço."


Pego meu celular que estava no criado-mudo e vejo que eram 23:57, até que a energia acaba.Tudo fica escuro, ouço Lia miar e vir em minha direção um pouco apressada, sobe em meu colo e se deita, fecho o livro e  coloco ao meu lado na cama eacaricio sua cabeça.Olho para a brecha da cortina que se permitia ver a luz do luar avermelhado.Como sempre a presença se torna presente em meu quarto, como já estou acostumada com ele não me assusto, olho em direção ao canto da porta e vejo o vulto do meu "guardador".Mas sinto que não têm apenas ele aqui em meu quarto, olho para a porta do banheiro e vejo um vulto alto que aparentava usar um terno pois seus pulsos tinham um volume em volta e seus ombros estavam retos.

Nunca tinha o visto antes, sua presença emanava uma energia muito forte me fazendo arrepiar por completa.Vejo Lia miar para o vulto perto do banheiro e logo depois soltar um leve rosnado para o mesmo.Coloco minha mão sobre a cabeça assim que uma forte dor no local surge, meus pulmões começam a arder como se eu estivesse parando de respirar, resmungo assim que a dor aumenta e meus cortes ardem mais junto aos pulmões, meus pés começam a gelar.Apago...




...1 Semana Depois...



Jungkook...



Se passaram 1 semana e até HOJE ESSA MINA NÃO SAI DA MINHA CABEÇA, COMO QUE PODE VÉI? NEM CONHEÇO A MULHER DIREITO.


Eu to tão louco que tive de contar para o Hoseok o que estava acontecendo, neste momento eu estou ouvindo esse desgramado falar pra todos os outros que eu to "apaixonado"; nem conheço ela e já to apaixonado, será?

Abaixo minha cabeça envergonhado e coloco minhas mãos no rosto cobrindo o vermelho que se formou em minhas bochechas, Hobi sai correndo para a cozinha e pega uma panela e uma colher começando a bater, vai andando até o segundo andar onde se encontrava o meu quarto e o dos meninos e gritando diz:

"O JEIKEY TÁ APAIXONADOOOOOOOOO, BORA ACORDAR PRA DAR UMA ZOADA NA CARA DELE CAMBADA. ACORDAAAAAAAAAAAAAAA"


Correndo vou até Hobi tentando cobrir sua boca com uma das minhas mãos e a outra tenta pegar a panela ou a colher de suas mãos.Vejo Yoongi abrindo a porta de seu quarto e jogando o pequeno relógio em nossa direção mas Hobi nos protege graças a panela.


"QUEREM CALAR A PORRA DA BOCA? NEM ADIANTA EU MANDAR VOCÊS PRO INFERNO JÁ QUE SOMOS DE LÁ.E MESMO SE NÃO FÔSSEMOS , O CAPETA DEVOLVERIA VOCÊS DE TÃO INSUPORTÁVEIS QUE VOCÊS SÃO."


Ele fecha a porta com bastante força e eu cochicho pra Hobi  "quebra, a casa não é tua mesmo".

Solto Hobi e vejo a porta dos outros quartos abrirem revelando os meninos.

Park Jimin: Gula; 

Kim Taehyung: Avareza;

Kim Seokjin: Vaidade;

Min Yoongi: Preguiça;

Jung Hoseok: Inveja;

Kim Namjoon: Ira;

E eu: Luxúria 


Nam: "Hmm, quer dizer que o garanhão indomável foi domado por uma menina que não conhece?" 

Hobi: "Sim ele foi domesticado hahahaha"

- "Será que dá pra vocês pararem de graça eu NÃO tou apaixonado, nem conheço a mina"

Nam: "Mas pelo menos sabe seu nome e idade"

-"Essa sua mania de ler meus pensamentos é chato pra caralho"

Nam dá de ombros e desce, vejo os outros parados na porta de seus quartos como se estivessem esperando a alma voltar pro corpo de novo.




...Quebra de Tempo...




Os meninos não param de me irritar falando sobre a tal garota e a possibilidade de eu estar apaixonado, Mano eles são chatos demaaaaaaais.Subo para o meu quarto e pego a chave do meu carro, meu celular e meus fones de ouvido.

Vou para a praia, nunca tem muitas pessoas lá.É um ótimo lugar para pensar ou fugir de todos mesmo.


Chego lá e coloco meus fones, vou andando lentamente pelo local olhando para os meus pés e cantando em uma voz baixa que apenas eu ouvia.Olho para o mar e fico parado por alguns segundos olhando a vista.Até que percebo uma garota sentada em um local mais afastado da praia olhando para a paisagem.Parecia que ela falava com alguém ou sei lá.



Descido chegar mais perto....







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...