História Meu desejo, meu irmão. (incesto) - Imagine DK SEVENTEEN - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Lee Seokmin "DK", Soonyoung "Hoshi"
Tags Dk Leeseokmin, Dokyeom, Seventeen
Visualizações 49
Palavras 1.638
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vou aproveitar para postar mais um hoje, pois não sei quando terei tempo novamente.
Espero que aproveitem e fiquem com vontade de mais.

Beijão e obrigada pelo carinho!! <3

Capítulo 4 - "Tenho um amigo, mas acho que não vais gostar desse."


Fanfic / Fanfiction Meu desejo, meu irmão. (incesto) - Imagine DK SEVENTEEN - Capítulo 4 - "Tenho um amigo, mas acho que não vais gostar desse."

Me levantando vou até o banheiro pretendendo tomar um banho. Tudo está silencioso aqui em casa. Escutei SeokMin fechando a porta do quarto dele e a trancando.

    Acho que sei o que isso significa: ele provavelmente está lutando fortemente para esquecer ou apagar da história o que fez. Ou melhor, o que EU quis que ele fizesse. Embora ele não saiba…

    De certa forma, acho que tudo aconteceu fácil demais. O que me deixou extremamente feliz e de certa forma mais “segura” com relação a seguir em frente. Mas ele não foi convencido muito facilmente? Imaginei que meu irmão fosse mais… como devo dizer…? Ético? Moralista? Não sei.

    Talvez ele não seja o moço tão perfeito assim como eu achava. Será que durante todos esses anos também sentira algo?

    Não sei. Mas quero descobrir. Ele foi simplesmente maravilhoso e me deixou faminta por mais. Quero ele dentro de mim, não apenas sentir suas mãos. Quero seu membro, sua boca, sua saliva, seu calor e seu suor.

    Aaah, Lee Seok Min! Como eu quero!

[...]

    São quase 2h da manhã e nada do meu irmão sair do quarto. Nem para comer, nem para ir ao banheiro.

    Não pretendo discutir sobre nada. Desde o começo deixei claro para vocês que meu negócio é puramente carnal. Quero seu corpo, não um drama romântico.

    Creio que já temos idade suficiente para passar dessas crises de relacionamento. A gente vai lá, dá e sente prazer um com o outro e segue em frente. Sem cobranças, sem muita conversa, mais corpo a corpo.

    Mesmo assim, se ele precisa desse momento, não irei me opor. Te dou todo o tempo do mundo, DK oppa!

Calma, não tanto. Vamos dividir esse tempo para coisas melhores. ~maliciosamente.

[..]

- SoHeun… - ouço alguém me chamar. - SoHeun… - começo a abrir os olhos. - SoHeun, acorda rapidão. Preciso sair.

Com a vista ainda embaçada e bastante sonolenta tento sentar na cama.

- Oi, DK… O que foi? - respondo baixinho ainda não entendo nada.

- Eu vou sair agora de manhã e volto só de noite, mas deixei o café pronto. - fala afagando meus cabelos e rindo um pouco da minha expressão perdida ao acordar. - Te acordei para saber se pretende sair, daí deixo a chave da porta da frente contigo.

- Hmm… Éé… - tento encontrar as palavras mas meu cérebro trava.

Ele aguarda um pouco impacientemente.

- SoHeun? - pergunta novamente.

- Sim, sim. Pode ir, só me deixa dormir. - respondo voltando a me deitar.

Ele ri e termina de me cobrir.

- Okay, vou deixar a chave em cima da mesa de centro da sala. Entendeu? - pergunta já se levantando.

Não respondo.

- Entendeu? - Ri da porta.

- Uhuum! Sai SeokMin!! - jogo um travesseiro na porta e só escuto uma risada divertida num ponto distante do corredor.

Dormi novamente.

[..]

Acordo um pouco tonta. Sono interrompido não é muito agradável. Mas acho que

dessa vez foi importante. O que foi que o DK disse mesmo?

    Aaah, tanto faz. Estou com fome, vou descer. Preciso de café.

 

    A casa está muito silenciosa. Será que ele ainda está em crise? Abro a porta do quarto dele antes de ir para a cozinha, mas está tudo vazio. Estranho.

    Descendo, vejo no balcão uma térmica de café e uma mesa posta pela metade.

Acho que ele saiu. Será que vai demorar?

    Pegando a térmica me sirvo de café numa caneca. Provo. Não está mais tão quente e talvez esteja forte demais. Alguém pesou a mão no pó.

Deixando o café petróleo de lado, me direciono para a sala e ligo a televisão. Fico ali alguns minutos. Nada de bom em nenhum canal.

Resolvo assistir alguma drama no aplicativo pago.

Me recostando bem no sofá, de pijama mesmo e, dou início a um drama e assim fico absorvida pelo programa até escurecer o céu do lado de fora da janela.

[...]

    Me deleitando com o que assistia, depois de muito tempo só, escuto risadas se aproximando da porta de casa. Dou pause na TV e alguém toca a campainha.

Levanto ajeitando o pijama e o cabelo. Caminho até a porta e escuto meu irmão gritar do lado de fora:

- SoHeun, sou eu! Espero que já tenha acordado! - escuto risadas do lado de fora.

- HA HA HA - respondo sarcástica do lado de dentro.

Lembro que ele avisou trazer dois amigos hoje e de súbito isso me dá uma ideia. Vou provocá-lo!

- DK, espera um pouco! Já abro a porta, deixe-me apenas vestir uma roupa! - dou uma risada abafada imaginando a cara que provavelmente ele fez ao ver que isso foi dito alto o suficiente para que seus colegas escutassem.

Tudo em silêncio.

Corro para cima e coloco uma saia estilo colegial, só porque sei o quanto os rapazes tem fetiche com meninas de saia rodada estilo anime e uma camiseta um pouco larga, mas transparente o suficiente para mostrar a cor do meu sutiã dependendo de como me movimento.  

Descendo, abro a porta como quem não quer nada:

- Pronto! - olho e fico surpresa ao perceber três rapazes (incluindo meu irmão) carregando várias sacolas de comida me olhando impressionados. Nem meu irmão que fizera o que fizera imaginava me ver tão fofa e ao mesmo tempo tão sensual daquele jeito.

- É.. éé… - DK trava um pouco mas recomeça com postura. - Pessoal, digam olá para minha irmã Lee So Heun! - sorri nervoso.

- Olá, Lee So Heun, muito prazer. - respondem os dois garotos ao mesmo tempo.

Dou uma risada amistosa da situação e retribuo o cumprimento com um aceno de cabeça.

- Entrem por favor, sejam bem vindos! - dou espaço para que entrem.

    DK segue para a cozinha e os meninos o acompanham. Deixam as sacolas lá e retornam a sala onde eu havia voltado a me sentar.

- Esteve assistindo a tarde toda, SoHeun-ah? - pergunta meu irmão se apoiando no braço do sofá.

- Siim! Descobri esse drama e é simplesmente F A N T Á S T I C O!! - respondo empolgadíssima.

- Aaah, eu já assisti esse. É realmente muito bom, você mal pode imaginar o final! - responde o rapaz que parece o mais comunicativo de todos. Usava óculos, e possuía bochechas extremamente fofas. Enquanto falava, gesticulava muito.

- Aé?! Bom saber. Você gosta de dramas? Como é seu nome? - tento puxar conversa.

- Nossa, me perdoe. Eu sou o SeungKwan e esse é o Hoshi. - diz corando e parecendo horrorizado por não ter se apresentado antes.

- Siim! Verdade! Aaah, foi muita indelicadeza de nossa parte. Como pôde fazer isso, DoKyeom?! - responde esse rindo e seus olhos ficam tão pequenos que se assemelham a ponteiros de um relógio.

- Imagine! Não se atentem a isso. É um enorme prazer conhecê-los. - respondo convidativa e realmente gostando da maneira exagerada e divertida como os dois se comunicavam. - Mas agora me contem, você sempre vem aqui?

 

Meu irmão observa o cenário. Consigo perceber que está satisfeito por eu ter feito amizade rápido com os amigos dele.

    Acho que no final das coisas exagerei um pouco e ele está mais de boa do que deveria depois de tudo o que fizemos ontem.

    Isso torna as coisas um tanto misteriosas. Será que meu irmão gostou? Será que poderemos repetir? Quero muito saber o que se passa na cabeça dele.

Não! Calma. Não acredito que estou começando a ficar ansiosa com isso. EU NÃO ESTOU AQUI PARA SENTIMENTOS!!

[...]

    Mais tarde, depois de muitas conversas, comida e jogos percebo que é quase impossível tentar provocar DK estando junto de rapazes tão carismáticos e divertidos. Esses três juntos possuem uma energia positiva tão atrativa que é impossível pensar em malícia quando unidos.

Que trio!

 

Distraídos, escutamos a campainha tocar de repente. Olho para DK estranhando. Ele parece lembrar de algo:

- Nossa, eu havia esquecido completamente! - se levantando do sofá e abrindo um largo sorriso. - SoHeun, convidei mais uma pessoa! Mas não sei se você vai gostar tanto desse.

    Olho para os meninos ao meu redor expressando curiosidade e ao mesmo tempo um pouco receosa:

- Vocês sabem quem é? - pergunto baixinho para eles. Parecem se divertir.

- Aaah, mas é claro que sim! Ele é gente boa, um baita amigo. Mas tem o jeitão dele, sabe. - responde Hoshi.

- Hahahaha… Capaaaz! - responde SeungKwan se divertindo.

 

DK abre a porta e deixa entrar um rapaz que o cumprimenta de maneira amistosa mas neutra.

- E aí, pessoal. - diz ele de longe sorrindo de lado.

    Meu coração bate forte. Esse rapaz é… diferente! Uau. Que voz!

- E aí, Hansol Vernon. Tranquilo? - fala de longe Hoshi mas sem levantar do lugar.

- E aí, brow! - levanta SeungKwan alterando a voz tentando parecer descolado e batendo as mão junto ao Vernon.

    Ambos riem e se abraçam de lado.

 

- SoHeun, esse é o Vernon, meu parceiro de mestrado e amigo. - apresenta ele com certo orgulho na voz. - e essa, Vernon, é minha irmã Lee So Heun.

Levanto e me aproximo dele. Ele me observa curioso até estar próxima dele. Rolou uma coisa olho no olho e então estendi a mão para um cumprimento.

- Encantada, Vernon. - o saúdo ainda olhando-o fixamente.

- Não mais que eu, lhe garanto. - ele finaliza e nisso, todos na sala sentem uma atmosfera de cumplicidade. Algo estava rolando.

Percebo SeokMin ficar inquieto, ele percebeu o que aconteceu.

Não me importei.

Hoshi e SeungKwan infelizmente era legais demais para eu brincar com eles. Mas com certeza esse tal de Vernon pode se tornar um playgroud e tanto para meus planos. Talvez, um aquecimento!

Embora que... não me importo de ficar com os dois. 

 


Notas Finais


Boa noite lindezas! Estão gostaram desses primeiros capítulos?
Espero que sim.

Até a próxima e amo vocês! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...