História Meu desejo por você. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Visualizações 311
Palavras 1.380
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui está a continuação , espero que gostem, boa leitura.

Bjs e abraços até outro dia.

Capítulo 2 - Olhares cruzados.


Fanfic / Fanfiction Meu desejo por você. - Capítulo 2 - Olhares cruzados.

- Último capítulo.


Ele ficou em silêncio por um tempo , poderia sentir seu olhar em meu corpo , especialmente em minha bunda.

-" Hum.. My lady??...

- Capítulo atual.

Me virei lentamente , girando o calcanhar no salto.

Andei lentamente em sua direção , mexendo o quadril de uma maneira sensual.

Grudei nosso corpos e rodiei meus braços em seu pescoço , esmagando meus seios em seu peito , vendo-o suspirar , já dava para ver uma pequena elevação de seu membro , o que me fez soltar um pequeno sorriso malicioso.


-" Oi gatinho! ....gostou ?? Resolvi te fazer uma surpresa , mas... pela sua cara você não deve ter gostado né? ...O que foi gatinho ? A Joaninha comeu sua língua ? 

 Ri de minha própria piada , mas o que me surpreendeu foi sua resposta.

-" Boa noite My lady , e... bom eu gostei sim da sua surpresa e acho que o trocadilho não é bem assim não é mesmo ? Sua Joaninha gostosa!

Fiquei sem reação , sua resposta havia me pegado de surpresa , não sabia com responder , mas , gostei do jeito que ele me chamou , me insentivou de certo modo a continuar com as provocações

 Ele pegou na minha cintura , juntando ainda mais nossos corpos , se isso fosse possível.

-" Hey My lady, que tal irmos para um lugar mais apropriado? Como um motel.

-" Eu adoraria gatinho.

Ele me pegou no colo e correu pelos telhados de Paris , até um motel bem famoso e caro na parte nobre da cidade.

Chegamos na porta da recepção e ele me pois no chão , entrando fomos até a recepção.

A mocinha do balcão só faltou tirar a roupa quando Chat pos os pés naquele lugar .

Chat apoiou o braço no balcão e pediu uma suíte.

-" Uma suíte de luxo , por favor ?

-" Chat Noir !!! Ai MEU DEUS , eu sou sua maior fã ! Pode me dar um autógrafo ?

-" Hum ?! ... Obrigado , eu acho ?

Dava para ver seu desconforto , era claro em seu rosto. A garota si balcão exibia seu decote nada discreto , espremendo seus seios com o braço querendo chamar atenção .

Fingi uma tosse falsa para chamar sua atenção , assim que seu olhar caiu sobre mim , me olhou com um olhar mortal de puro ódio ou talvez possa ser inveja , já que sou eu que vou estar na cama com um Deus grego desse me comendo  em poucos minutos.


-" Oi linda , será que dá para você apresar as coisas ai ?? Eu ...ou melhor , nos dois estamos com pressa.

Disse apontando para mim e para Chat , enquanto o mesmo me segurava pela cintura com certa força , provavelmente já deve ter percebido que estou afim de voar no pescoço da piranha do putero.

Ele me ignorou totalmente e voltou a falar com o Chat.

Então voltou apedir o autógrafo.

-" Hey , gatinho eu te pedi um autógrafo .

Disse manhosa estendendo a caneta a ele , logo que pegou a caneta , caiu sua ficha , onde escrever ?? 

-" Hum ... E o papel ?

Perguntou confuso , me olhou e viu plenamente minha cara de  irritada , já estava pensando em desistir dessa ideia quando a piranha disse. 

-" Você não precisa de papel , pode escrever aqui ó .

Disse descaradamente e apontou pra seu decote , sinalizando que era para o meu Chat escrever no saco de silicone  que ele chama de peito , depois disso eu já me irritei de vez e abri o barraco.

-" Escuta aqui sua piranha de merda, ele está aqui comigo então acho bom você arranjar um quarto rapidamente antes que eu chame seu superior , ta me escutando bem ? 

Eu só vi seua olhos quase pularem para fora do lugar com medo do que eu poderia fazer .

Então logo nos já estávamos indo em direção ao elevador para subirmos direto até o 14° andar no quarto número 1402.

Quando entramos fui direto para a cama  e ele logo me seguiu , se deitando ao meu lado .

  Segurou minha cintura me colocando  em  seu  colo , espalmei minha mão em seu peito sentindo o quanto ele ficou musculoso com todo o exercício de ficar pulando de telhado em telhado para salvar Paris  dos akumas .

Para minha surpresa descobri que o guizo de seu uniforme era na verdade um zíper , o puxei para tirar sua roupa , puxei seu trage até sua cintura.

Mas isso já resultou em seu tanquinho bem excitante esposto para mim.

Sou só eu ou tá quente aqui ? Kkk

Ele aproveitou esse tempo para tirar meu salto e minha camisola, me deixando apenas de lingerie.

Já conseguia sentir sua ereção em minha intimidade , começo a rebolar em seu membro eu estava tão molhada , eu o queria tanto dentro de mim.

Ele rolou comigo na cama me deixando por baixo.

Uma sessão de beijos foi formada ali , beijo minha testa , depois minhas bochechas e depois a ponta de meu nariz e então logo após meus lábios.

-Narrativa-


Ele estava apaixonado pelos lábios da Joaninha.

Aquilo era viciante e picante , Ladybug logo retribuí o beijo , ela  não sabia porque , mas só seu beijo já a deixava excitada , era uma coisa tentadora .

Não estavam mais em sintonia  com o mundo , com os lábios levemente inchados suas línguas travavam uma batalha dentro de suas bocas , com as respiração ofegante e corpos aerepiados .

Chat desceu sua boca pelo pescoço da Joaninha , tirando seu sutiã por completo, deixando a com os seios esposto , abraçou a enquanto lambia e mordiscava a região de seu pescoço logo depois repetindo  o ato nos seios da mesma.


Um chupão . Um gemido susurrado no ouvido do gato e atissando ainda mais , um sorriso travesso de sua parte.

Ele desce mais um pouco e faz uma trilha de beijos por sua barriga até sua cintura, já aproveitando o momento e tirando sua calcinha há escorregando por suas pernas torneadas , deixando nossa Joaninha totalmente esposta e nua a mercê do nosso gatinho loiro.

Ela soltou um soluço ao sentir os dedos do maior em sua intimidade , penetrando dois dedos de uma vez só  , a fez gritar de prazer , afundando o rosto em seu pescoço ,chat apoiou se com as duas pernas , uma de cada lado do corpo da menor , beijando seu pescoço e deixando algumas marcas , ele, deu mas exitaçao a menor fazendo assim chegar ao seu ápice mais rápido.

Ela gozou nos dedos do gato.

O que fez 'acordar' de seu transe que imaginava -" ela o tocava e gemia de uma maneira totalmente exitante"- quando percebeu esse seu sonho tinha virado uma realidade bem intensa, ele teria sua Joaninha em uma cama entregue a ele.

A Joaninha tirou completamente seu trage escorregando pelo corpo do maior, deixando seu gato com apenas uma cueca box vinho , que realçava seus olhos.

Rolou na cama ficando por cima do gato, sentada em seu membro , a unica coisa que que separavam seus corpos era o tecido  da cueca  que em menos de cinco minutos foi parar no chão com o resto das roupas.

Ela rebolava em seu colo o deixando ainda mais excitado se assim possível.

Aos beijos e com as mãos um do outro em seus corpos , descediram ir para a melhor parte.

Ele a deitou na cama, vendo suas espressoes,se colocando  cuidadosamente  no meio de suas pernas , a olhou como se pedisse permissão para continuar , e a mesma assentiu.

Colocou seu membro na entrada da garota , escorregando com cuidado para dentro , já esperando uma barreira os impedindo de continuar , mas isso não aconteceu, o que o deixou meio triste mas Isso não iria estagrar a noite de ambos  

Aahhhh

Isso foi ouvido assim que chat deu a primeira estocada funda e forte , assim foi suas estocadas que a levaram aos céus nesta noite, gemido de ambos era ouvido pelo quarto e e logo chegaram ao ápice. 

Seu corpo caiu na cama ao lado da sua Joaninha , os dois com a respiração ofegante.

Quando se  acalmaram seus olhares se cruzaram e sorriram um ao outro.

Para ambos , o sorriso de seu parceiro era sua própria perdição e seu paraíso.

O último pensamento de ambos foi como tenho sorte em ter você ao meu lado.


Notas Finais


Bom , é isso espero que tenham gostado.

Bjs e abraços até outro dia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...