História Meu destino - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Anjo, Demônio, Mitologia
Visualizações 43
Palavras 3.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Lian

Capítulo 18 - Sempre vou te proteger


Fanfic / Fanfiction Meu destino - Capítulo 18 - Sempre vou te proteger

Uma semana depois

Samyra

Faz uma semana que descobrir que estou grávida, posso dizer que é horrível fico com fome toda hora fora e que tenho que ir no banheiro cada vinte minutos, minhas emoções estão estáveis, tem hora que fico brava do nada e tem hora que fico triste e começo a chorar, no começo Reiji não saia do meu lado mesmo não querendo, mais três dias atrás ele não está mais conversando comigo e ainda está me ignorando e o primeiro nome que vem na minha cabeça, é "yui" ela fez algumas coisas pra ele está assim comigo, mais tudo bem não ligo e também tenho o ayato que sempre está cuidando de mim mesmo eu não querendo

Ayato-ate quando você vai ficar trancada no quarto — fala ao entrar

Samyra-eu to sem fome

Ayato-anda logo, teimosa — fala e pega ela no colo e vai pra cozinha

Mary-parece que alguém chorou rios de lagrimas que dó que dó

Alice-chega mary

SAMYRA- há há há há

Mary-qual é a graça?

SAMYRA-você minha querida é muito ridícula pra cair na labea da santa

MARY-O QUE VOCÊ ME CHAMOU, CADELA — grita e se levanta

SAMYRA-tem certeza, você acha que seu vampirinho vai te salvar se me enfrentar

Alice- você está caindo na escuridão de novo e o dia não está aqui pra te tirar 

SAMYRA-quem disse que quero sair

ALICE-É TUDO CULPA SUA VADIA E SUA REIJI, VOCÊS VÃO SE ARREPENDER — grita ao se levantar

Laito-porquê você ficou assim alice?

Alice-ela está caindo na escuridão e isso não é bom 

Laito- como assim?

Alice-a parte humana dela vai desaparecer

Ayato- que 

Samyra-não precisa do amor, só preciso do ódio e da raiva 

Alice-odio e raiva são bons

Samyra-claro — se levantou

Ayato-onde você vai?

Samyra-pro banheiro vomitar por ficar olhando a cara de vocês — saiu

Alice-o que eu faço pra ela voltar ao normal

Mary-deixa ela

ALICE-CALA BOCA NÃO SEI PORQUE VOCÊ ESTA DO LADO DESSE CACHORRRA NO SIU

SUBARU-DO VOCÊ CHAMOU A YUI

ALICE-VAI DEFENDER ELA AGORA, VÊ QUE ELA DEU PRA VOCÊ PRA ESTA DEFENDENDO ELA — grita e o mesmo fica quieto — SE EU FOSSE VOCÊ REIJI FAZIA TESTE DE DNA PRA VER SE É SEU MESMO

LAITO-JA CHEGA ALICE

Ayato-você esta de parabens, quero ver quem vai te proteger  na escola, agora que ela não vai mais, você fez certinho destruindo a vida dela estou ate arrepiado por ter feito isso sendo só uma panqueca lesada

Yui-para — fala  chorando

Ayato-chorar não vai adiantar, eu tenho nojo de olhar pra você — saiu

Yui-você vai me pagar farei todos te odiar — pensou 

***

Alice-ela esta demorando

Samyra-ja estou aqui — fala descendo as escadas

Alice-você não acha que sua maquiagem esta muito forte

Samyra-se esta que se foda — saiu pra fora

Alice-entra samy

Samyra-não irei mais de carro a partir de hoje

Alice-você vai do que?

Samyra-assim — fala e revela suas asas

Ayato-dês de quando você tem asas, Sam?

Samyra-eu sempre tive mais nunca precisei usá-las, até depois ayato e Alice — fala e levanta voou e vai pra escola e desce na floresta e vai até o lago e fica por horas e depois resolve entrar na escola por esta com fome ao passar nos corredores vê todos os sakamaki's e os mukami's e sente cheiro de sangue, mais não liga 

SUBARU-ERA PRA VOCÊ ESTA PROTEGENDO ELA — fala da um tapa no rosto dela

SAMYRA-VOU TE MATAR — fala imporra ele com muita força e fazendo-o bater na parede nem esperou se levantar e o chutou

Ayato-para samyra

SAMYRA-LEVANTA VAMPIRO — fala pega no no pescoço dele  fazendo-o levantar

ALICE-PARA SAMY

SAMYRA-VOU MATAR ELE POR BATER NO ROSTO DE UMA PRINCESA — grita e aperta o pescoço dele

Alice-assim ela vai matar ele, yuma fala pra ela parar 

Yuma-para samyra

SAMYRA-CALA BOCA VAMPIRO AGORA QUER FALAR COMIGO MESMO DEPOIS QUE ME HUMILHOU NA FRENTE DE TODOS

Subaru-me solta — fala com dificuldade

SAMYRA-que gosto será que você tem — fala e  passa a língua no rosto dele — que delícia, você é doce, será que seu coração tambem é — fala passa a mão no peito dele

Alice-para, sam

Samyra-porque eu tenho que ficar enjoada agora — pensou — tá bom — soltou ele e sai correndo pro banheiro

Yui-você esta bem?

Subaru-os olhos dela estava vermelhos

Alice- não pode ser

Laito-que foi alice?

Alice-se continuar assim ela vai matar sua parte humana preciso, achar um jeito de chamar o dia aqui antes que seja tarde demais

Yui-pra que?

ALICE-PRA ARRUMAR A MERDA QUE VOCÊS DOIS FIZERAM COM ELA, PARA DE AGIR COMO SANTA QUE COMIGO NÃO COLA

Yuma-que eles fizeram pra ela esta assim?

ALICE-ela esta gravida do reiji e isso foi demais pra samyra e por isso está caindo na escuridão —  fala e sai pra procurar o samyra

Yuma-que

Samyra-ai que odio porque tenho que ficar vomitado que inferno — fala  chutando a parede

Ayato-assim vai quebrar a parede

Samyra-fica no meu lugar se você vai aguentar

Ayato-não obrigado

Samyra-estou com sono — fala e começa a andar 

Ayato-já vai dormir, preguiçosa 

Samyra-sim — fala e vai pra enfermaria 

****

A aula chegou ao fim, Samyra pega sua bolsa e sai pra fora e levanta voou e vai pra mansão ao chegar entrar e vai direto pro seu quarto e se joga na cama e volta dormir e dormiu por alguma horas até que acordou com fome então se levanta e sai do quarto  e foi ate a escada e vê a yui perto da escada e passa perto dela a ignorando e a mesma se joga da escola e começa a gritar 

Reiji-o que foi? — pergunta ao se aproximar por causa dos gritos dela 

Yui-a samyra me empurrou na escada

Samyra-que

Reiji-porque você fez isso, Samyra?

Samyra-não acredito — pensou — oh !desculpe não te vi — fala  com lágrimas nos olhos 

Subaru-que aconteceu?

Reiji-samyra empurrou a yui na escada

SUBARU-VOCÊ FEZ O QUE

SAMYRA-POR FAVOR EU NÃO FIZ POR QUERER — começa a chorar

Subaru-esta  na cara que foi por querer

SAMYRA-EU, eu há há há há há

Reiji-qual é a graça?

SAMYRA-VOCÊS SEUS IDIOTAS SE EU QUISESTE MATAR ELA, ASSIM SERIA MAIS DIVERTIDO — pegou no pescoço dela

SUBARU-YUI

SAMYRA-SE EU FOSSE VOCÊ FICA AI SE NÃO QUISER VER A CABEÇA DELA VOAR, ENTÃO FICA QUETINHO, SABE EU ESTOU CURIOSA QUAL SERÁ O GOSTO DELA — lembe o pescoço dela

Reiji-seu olhos estão vermelhos de novo — pensou — solta ela samyra

Samyra-porque, esta divertido ver sua preciosa chorar quero mais

Alice-solta ela, você não é assim

Samyra-to comovida — fala fica na sua forma demoníaca

Ayato- sam

SAMYRA-é so morde como eles fazem — pensou — EU TO MORRENDO DE FOME QUAL SERA O GOSTO DO SEU SANGUE — fala e mostra suas presa e amordeu bem forte fazendo ela gritar auto

YUI-ME SOLTA TÁ DOENDO MUITO — grita chorando

SUBARU-SOLTA ELA

SAMYRA-CREDO SEU SANGUE É HORRIVEL SEMPRE ME FALARAM QUE O SANGUE DA EVE ERA BOM, MAIS O SEU É PODRE — solta ela

REIJI-PORQUE VOCÊ MORDEU ELA — pega no pescoço dela

SAMYRA-QUE FOI, VAI ME MATAR ANDA MATA SE TIVER CORAGEM

REIJI-JÁ DEI, SAMYRA

SAMYRA-VAI ME FALA, AS COISAS QUE VOCÊ DISSE NA FLORESTA NÃO PASSOU DE MENTIRA, Você só se importa com aquela criança na barriga dela, não é mesmo papai 

REIJI-NÃO ME PROVOQUE — fala e aperta o  pescoço dela com mais forte

SAMYRA- ISSO MATA

AYATO-PRA REIJI SE NÃO VAI MATA-LA

Samyra-deixei ele, um covarde como ele não consegue matar ninguém nem mesmo eu que esta — fala e tira as mãos dele do seu pescoço — ele já sabe — fala e vai até o ayato

Ayato-você esta bem?

Samyra-sim, mais ainda estou morrendo de fome

Alice-so isso que você fala, sua louca

Samyra-que eu posso fazer eu to com fome

Ayato-vem — pega na mão dela

Samyra-yui da proxima vez planeja melhor pra fazer eles me odiar não se joga da escada de novo se não você vai perder seu filhinho — fala e vai  pra cozinha

Reiji-você se jogou e culpou ela, porque fez isso?

Yui-eu

Reiji-eu quase matei ela e meu filho, o que deu em mim fiquei com um odio tão grande — pensou — o que você ganha fazendo essa idiotice quer morrer, você não esta provocando uma simples humana se ela quiser ela te mata, você tem sorte por não ser morta, se é por causa de vingança por ayato esta do lado dela é melhor parar

Yui-desculpa — saiu correndo

Subaru- Samyra, parecia um vampiro

Reiji-será que ela está assim por causa da gravidez — pensou 

Shu-samyra tambem esta gravida como eu sei só foi me concentrar em sua barriga e deu pra escutar o coração dele não vou dizer nada quero ver de camarote essa confusão — pensou 

Cozinha

Samyra-isso ta me deixando enjoada — pensou — não quero o gosto esta ruim — se levanta e sai correndo com a mão na boca  

Ayato-vai ser complicado — pensou 

Subaru-que deu nela? — pergunta ao ve-la subir as escadas correndo

Reiji-ela está enjoada — pensou — ela está brava 

Laito-você queria que ela fica-se normal com tudo que esta acontecendo, você aceitou muito rapido ao saber que a yui esta gravida sem ter certeza se é seu mesmo, cuidado irmãozinho você esta perdendo algo precioso em sua merda de vida na hora que você si der conta ja vai ser tarde demais apesar que eu acho que ja é disse e saiu

Shu-parece que não é so eu que sabe — pensou — ele tem razão disse com os olhos fechados

Reiji-ele sabem que ela está grávida, mais já fiz minha escolha — pensou 

Quarto da samyra

Samyra-porque eu como e vomito tudo

Ayato-não sei da seu celular vou ligar pra doutora — fala e a mesma da o celular pra ele e o mesmo liga pra doutor

Doutor-alô

Ayato-aqui é o ayato sakamaki queria falar respeito da samyra

Doutor-como ela está

Ayato-não muito bem, tudo que ela come joga pra fora

Doutor-isso não é bom aconteceu mais alguma coisa?

Ayato-ela mordeu alguem queria o sangue da pessoa

Doutor- o bebê que quer sangue por ser vampiro

Ayato-que

Doutor-Samyra virou uma vampira temporariamente

Ayato-entendi 

Doutor-experimenta dar sangue pra ela assim vai deixar ela e o bebê calmos

Ayato- obrigado, doutor

Doutor-de nada, se acontecer mais alguma coisa me liga

Ayato-sim,tchau — fala e desligou 

Samyra-o que ele falou?

Ayato-que você se tornou uma vampira temporariamente por causa do bebê que é vampiro

Samyra-terei que beber sangue — pensou 

Ayato-então por isso que ela esta agindo dessa maneira — pensou — você vai ter que beber sangue

Samyra-se vou beber terei que achar alguem vamos ver, espera o ayato tem um cheiro gostoso será que seu sangue também e — pensou — ayato — fala e puxou-o fazendo-o cair na cama e ela subiu emcima dele

Ayato-seu olhos ficou vermelho — pensou — o que você vai fazer?

Samyra-queito, seu cheiro é gostoso, que gosto você tem — fala e lambe o pescoço dele

Ayato-ela quer beber meu sangue — pensou — experimenta — fala e a mesma morde o ombro dele e começa sugar o sangue — achei que ia dor  — pensou 

Samyra-que delicia — fala ao lamber os lábios

Ayato-deu certo — pensou — toda vez que você quiser eu te dou meu sangue

Samyra-serio?

Ayato-assim ela não ataca ninguem — pensou — sim

Samyra-obrigada — abraçou-o 

Ayato-ela ficou calma — pensou 

Samyra-tudo em mim está diferente, meus sentimentos e meus desejos — sussurra no ouvido dele

Ayato-espera, Sam — fala ao sentir os lábios dela no pescoço dele

Samyra-você não me quer? — pergunta ao olhar pra ele 

Ayato-eu quero muito, acredite

Samyra-então porque falou espera?

Ayato-porque não estou no clima agora — fala e a mesma sai de cima dele e deita na cama — ficou brava ?

Samyra-não, você tem seus motivos pra não me querer, agora cala boca que vou dormir — abraçou-o

Ayato-não entendo as mulheres grávidas — pensou 

****

Reiji-ela está dormindo — pensou — eu queria me desculpar por ter quase te matado 

Samyra-reiji — fala dormindo com algumas lagrimas escorendo mesmo dormindo

Reiji-ela falou meu nome dormindo e com lágrimas escorendo no seus olhos fechados — pensou — me perdoa estou fazendo você sofrer de novo — se ajoelhanda perto da cama — mesmo que nois não Ficamos juntos, mesmo que você passa a me odiar eu sempre vou te amar, eu te amo desde a primeira vez que eu te vi quando você e suas amigas estavam perdidas e queria informação você não tirava os olhos de mim por eu ser parecido com seu irmão,os mesmo olhos me cativou e fui aprisionado por eles demorou pra eu adimir que te amava só depois que a ficha caiu que foi amor a primeira vista, eu te amo como nunca amei você é a fonte do meu viver não sei se vou aguentar ficar sem você, te ver assim sofrendo, me fez sentir uma terrivel dor no peito, te fiz passar por tanta coisa horrivel mas essa é a pior de todas que fez eu te perder, fiquei tão feliz quando soube que estava esperando um filho meu, mais as coisas saíram do controle e acabei aceitando a yui e perdi as pessoas que mais amo no mundo, hoje eu te machuquei, mas por ficar fora de si e fiquei do lado dela eu deveria ter imaginado que era mentira você jamais faria aquilo mesmo você sendo diabólica, mais ainda tem seu lado de anjo que ja vi varias vezes mesmo eu pedir perdão não vai mudar nada oque eu fiz é imperdoável

Samyra-te amo reiji — fala dormindo

Reiji-ela ainda me ama — pensou — eu tambem te amo — fala da um selinho nela e sai do quarto

SAMYRA-NÃO VÁ — grita ao acordar —porque eu estava sonhando com ele, até no sonho ele me deixa pra ficar com ela — fala chorando — eu devo esta ficando louca seu cheiro esta no meu quarto  — pensou — tenho que forte pelo meu bebê — fala ao levar a mão na barriga

Ayato-como você esta? — pergunta ao entrar no quarto

Samyra-ele mexeu — fala toda alegre

Ayato-serio— senta na cama

Samyra-sente ayato — pega a mão dele e coloca na sua barriga

Ayato-ele mexeu, que legal

Samyra-ele gostou de você — sorriu

Ayato-como você sabe?

Samyra-sei lá, deve ser instinto de mãe

Ayato-oque você acha que é menina ou menino?

Samyra-com certeza é menino

Ayato-eu acho que é menina 

Samyra-se for menina não tem problema vou amar do mesmo jeito

Ayato-você ja escolheu um nome

Samyra-se for menino o nome vai ser ycaro ou miguel estou indecisa sobre os dois nomes e se for menina vai ser melody

Ayato-os nomes são bonitos

Samyra-obrigado — fala e se levanta

Ayato-onde você vai?

Samyra-vou tomar um pouco ar — fala e sai do quarto e vai pra sala e vê os mukami's conversando com reiji

Alice- a partir de hoje eles vão viver aqui, samy

Samyra-é mesmo — fala sem se importar e vai ata a porta e abre 

Alice-onde você vai ja esta de noite

Samyra-dar uma volta  — fala e abre a porta e fica parada 

Alice-tudo bem samy? 

Ayato-sam — toca no ombro dela e a mesma olha pra trás

Yuma-os olhos dela estão amarelos

Samyra-eles estão aqui — fala e sai pra fora

Alice-eles quem, samy?

Samyra-eles estão me chamando 

Ayato-são seus irmãos? — pega no braço dela e fez ela parar de andar

Samyra-não

Ayato-ela esta gelada — pensou — quem então?

Samyra-os cães infernal — sussurra 

Alice- não escutei

Ayato-os cães infernal estão aqui

— o que — fala todos 

Alice-eles vieram pra te atacar de novo e ainda esta te chamando como eles estão te chamando

Samyra-eu escuto eles na minha cabeça — fala  com as duas mão na cabeça — ele esta na minha cabeça e esta me chamando — fala e se ajoelha com suas mão na cabeça

Alice-ele quem?

SAMYRA-SAI DA MINHA CABEÇA NÃO IREI ATE VOCÉ

Alice-quem é ele, samy? — pergunta e a mesma desmaia — SAMYRA — grita e corre até ela — ela está queimando — fala ao toca-la e ayato pega ela no colo

Ayato-ela está pegando fogo — pensou — vamos levá-la pra dentro — fala e entra com ela no colo e coloca deitada no sofá

Alice-porque ela desmaiou?

Ayato-não sei — fala e coloca a mão na testa dela — ela está cada vez mais quente, vou chamar um médico — fala e vai no quarto dela 

Samyra desmaiou e todos estão preocupados com ela e a mesma fica cada vez mais quente, ayato corre até o quarto dela e liga pro médico e fala a situação dela e o mesmo fala que logo estará na mansão...Samyra acorda e vê que está num lugar todo branco 

Samyra-onde estou?

— Olá princesa — fala uma voz masculina

Samyra-que é você?

— nossa nem lembra mais do seu noivo, fiquei triste

Samyra-lian — fala e o mesmo vai até ela — você está aqui pra me matar? 

Lian-esse é meu jeito pra demostrar meu amor por você — fala e segura o queixo dela — você continua linda do mesmo jeito que me lembro — puxou-a pra ele

Samyra-o que você está fazendo? — pergunta ao sentir os lábios dele no pescoço dela — quem é você o que fez com meu irmãozinho? — se afasta dele

Lian-você me deixou assim — puxou-a e comecou beijá-la — eu ia amar ser a cara do seu precioso dia por tê-la pra mim

Samyra-isso é por causa dele — se solta — está com ciúmes idiota e por isso está infernizando a minha vida 

Lian-você não entende

Samyra-o que não entendo ?

Lian-logo você saberá e até lá aproveita bem a sua vida — fala e depois some 

Samyra-lian — fala e tudo fica escuro — o que aconteceu? — pergunta ao ver todos olhando pra ela 

Doutor-não se levanta você está com febre 

Samyra-eu estou bem — se levanta mais acaba caindo e Reiji pega ela

Doutor-você não pode se esforçar, amanhã quero que faça esses exames pra ver se está tudo bem com você e com o bebê — fala e entrega um papel pro ayato

Alice-bebê! Você está grávida, Samy 

Samyra- sim, desculpa por não te contar porque era segredo 

Alice-tudo bem, eu vou ser tia — fala toda alegre

Doutor-não sei o motivo por seu desmaio, então sugiro que fique de repouso até amanhã

Alice-não se preocupe ela vai ficar 

Doutor-meu trabalho aqui terminou, tchau futura mamãe e se cuida 

Ayato- obrigado por vim, doutor 

Doutor-se ela desmaiar ou a febre não abaixar me liga que venho vê-la

Ayato-sim, doutor

Doutor-com licença — fala e sai da mansão 

Samyra- vou pro meu quarto — fala e se solta do Reiji 

Reiji- você não consegue andar 

Samyra-se preocupa com a yui — fala brava — não preciso da sua ajuda — fala e começa andar

Ayato-vamos, Sam — pegou-a no colo

Yui-você é o pai da criança que ela está esperando, ayato? 

Ayato-se eu for isso não é da sua conta, humana — fala e começa andar 

Yui- você está se vingando assim, ayato — fala chorando

Ayato-eu não sou você, yui — fala ao olhar pra ela — não uso as pessoas e nem minto pra conseguir o que eu quero — fala e sai andando e vai pro quarto da Samyra 

Alice- é verdade, ayato é o pai da criança que a Samyra está esperando, Reiji — pergunta e o mesmo fica calado e não consegue desmentir — seu silêncio diz tudo — fala e saiu  

Samyra- desculpa, ayato 

Ayato-porque está me pedindo desculpas, Sam — fala e coloca ela na cama

Samyra-você teve que mentir pelo meu bem, não queira te envolver nessa confusão

Ayato-tudo bem, eu quis dizer aquilo e estamos juntos nisso — fala e deita e abraça ela 

Samyra-obrigada só estou conseguindo suportar porque você está me dando força — abraçou-o forte 

Ayato-sempre vou te proteger — fala e beija a testa dela





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...