História Meu destino será pra sempre, você (Min Yoongi) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Comedia, Destino, Medieval, Min Yoongi, Romance De Época, Suga, Violencia
Visualizações 51
Palavras 738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura bebês

Capítulo 7 - Fuga


Yoongi on

Respiro fundo estando agora em frente aos portões, um sorriso escapa dos meus lábios ao ver a estrutura revelar meu povo a minha frente, a música clássica da vitória ecoa pelo quatro cantos de Liucrázia enquanto adentro as ruas com meu exército sendo recepcionados pela população com júbilo, dança e canto 

Meus soldados correm em direção a seus filhos, esposas e familiares e mais uma vez a satisfação me preenche ao completar com sucesso uma missão que até então era considerada, impossível, ouço meu nome sendo gritado pelas mulheres e anciões do nosso povo me fazendo sentir acolhido 

— As pessoas te amam hyung, Jeon sorri 

— Eu tambem amo meu povo Jeon, me sinto na obrigação de proteger eles, duplico 

— Eu só estou com receio da reação do rei quando souber que não trouxemos o Shiwon vivo, Jeon diz 

— Não tenha medo maknae, isso é o de menos, avise aos chefe da guarda que cuide dos cativos, eu e alguns soldados seguiremos para o palácio, depois você está livre, dispenso o mais novo 

— As suas ordens, vou te esperar a noite na taberna, uma rodada de cerveja? é por minha conta, pergunta me fazendo o olhar sugestivo

— Já que você insiste, sorrio 

— Eu te conheço Min Yoongi, sei muito bem o que te interessa naquela taberna, e mão é a cerveja, Jeon debocha 

— Uma boa transa para um bom retorno, agora anda sai daqui vai, rio 

— Também te amo, diz se retirando 

S/n on 

Passar praticamente quatro dias de jornada a pé tem sido até que suportável, minha dor física é suportável, porém meu emocional está destruído, a cada momento as lembranças invadem meus pensamentos e as lágrimas são minhas únicas companhias

Adentramos a cidade totalmente linda e decorada pra chegada do exército com a vitória, pétalas de flores flutuam no ar recepcionando o capitão e seus homens, uma música embala a dança das mulheres pra prestigiar seus maridos e seus filhos que retornaram

E junto com a alegria dos habitantes, vem seus olhares carregados de ódio, suas risadas são de deboche contra o que restou da nossa gente, mas pra mim não restou nada, nem uma mísera gota de esperança 

— Essa é Liucrázia S/n, seu novo lar, Seung desce do animal e desata a corda da cela do cavalo 

— Levem os cativos aos alojamentos, mulheres e crianças em um, homens em outro.........

Passo a língua entre meus lábios sentindo a sede maltratar minha garganta, observo Seung distraído dando ordem a seus soldados, respiro fundo não deixando qualquer outro pensamento contrário invadir minha mente, olho para os dois lados da rua e percorro meu olhar até a mão de Seung calculando a pressão de sua palma sobre a corda 

Sem pensar duas vezes puxo bruscamente a corda em minha direção arrancando a ponta da mesma facilmente de sua mão, meu pés correm na direção oposta com toda a força e rapidez que consigo atingir

— CATIVA FUGIU ATRÁS DELAAAAAAA, Seung gritta correndo em minha direção 

Olho seguidas vezes pra trás tentando despistar meus perseguidores, respiro cansada ao sentir o cansaço pesar minhas pernas, porém as circunstâncias não me deixam desistir 

Vejo soldados me procurando e sigo por outra rota tentando despista-los, a imagem de Seung em minha mente me causa medo e calafrios, não posso mais deixar esse homem se aproximar de mim 

Meu campo de visão agora são apenas meus pés, o chão, e qualquer caminho que possa me despistar do monstro, entro uma rota encontrando uma multidão de pessoas cantando e dançando

Atravesso a multidão e recuo meu olhar despistando temporáriamente os soldados 

Desacelero meus passos e entro em um dos portais tentando procurar a saída da cidade, prossigo não pensando nas consequências 

— Peguei você, um homem me surpreende agarrando meus braços 

— ME LARGAAAAA, debato os braços desesperada porém suas mãos me apertam com mais pressão 

— Rapazes encontrei a fugitiva, o homem desconhecido diz e alguns outros brutamontes aparecem 

— Vamos devolvê-la ao chefe da guarda, vai nos render uma boa grana, diz  um deles 

— Por favor me deixem ir embora, suplico deixando as lágrimas rolarem pelo meu rosto 

— É uma moriana senhor, veio com os cativos 

— Melhor ainda, não vamos devolvê-la coisa nenhuma, essa garota vale muito mais 

— Do que estão falando? pergunto 

— Você agora é minha mercadoria, vou leloa-la no leilão de escravos hoje a tarde, sorri 

— O que? 






Notas Finais


Tá chegando o momento
Espero que tenham gostado
❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...